Inicio | Temas Bíblicos |Leia a Biblia Leia a Bíblia | Post´s em Espanhol |Doações |Contato pt Portuguese
Esta é a vida eterna: que te conheçam, o único Elohim verdadeiro, e a Yeshua o Messias, a quem enviaste. JOÃO 17:3
faceicon
1914 – O ANO EM QUE JESUS NÃO VOLTOU

1914 – O ANO EM QUE JESUS NÃO VOLTOU

As testemunhas de Jeová são admiráveis em seu trabalho de evangelismo e distribuição de publicações. Um dos ensinos mais propagado por elas é a da cronologia do 1914, data em que Jesus teria voltado de forma invisível. Eis os eventos que segundo a Sociedade Torre de Vigia, marcarem o ano de 1914:

• • Jesus Cristo foi empossado Rei celestial de Deus;
• • Houve uma Guerra no céu, e Satanás foi lançado na Terra;
• Iniciou-se a “presença de Cristo”, que tem sido marcada pelos sinais da sua vinda- guerras, fome, pestilências e terremotos;
• Os que pertencem aos 144000, incluindo os fiéis apóstolos de Jesus, passaram a ser ressuscitados em espírito, de modo que, quando um remanescente dos 144000 morre nos dias de hoje, ele é imediatamente ressuscitado pra a vida no Céu

Por mais sinceras que as Testemunhas de Jeová sejam, as crenças acima não estão de acordo com a Bíblia. Os versículos citados a seguir, nesta postagem, são da Tradução do Novo Mundo das Sagradas Escrituras. Comecemos por Revelação 1.7: “ Eis que ele vem com as nuvens e todo olho o verá, e aqueles que o traspassaram; e todas as tribos da terra baterão em si mesmas de pesar por causa dele. Sim, amém.” Dizer que “nuvem” aqui indica “vinda invisível” e que “todo olho o verá” quer dizer “todos presenciarão os sinais da vinda de Jesus” é claramente torcer o texto, tirando dele a real mensagem que o Senhor quis transmitir, é adaptar o texto às crenças jeovistas – Jeremias 23.36; 2pedro3. 16. A Bíblia é clara, somente Deus conhece a data da vinda do Seu Filho-Mateus 24.36; Marcos13. 32. Enquanto a Torre de Vigia considera o ano de 1914 como uma data estabelecida por Jeová, Eis o que diz Atos 1.7: “Disse-lhes ele: “Não vos cabe obter conhecimento dos tempos ou das épocas que o Pai tem colocado sob a sua própria jurisdição;” . A posse de Jesus como Rei deveria ser acompanhado de eventos como:

• Volta visível e gloriosa de Jesus como Rei – Mateus 25.31; 2 Tessalonissenses 1.7-10; Revelação19.14
• Destruição dos atuais reinos do mundo – Daniel 2.44-45; Isaías 60.12
• Estabelecimento do governo de Deus na Terra – Revelação11.15; Isaías9.6-7; Miquéias 4.1-8

Já se passou um século desde 1914,e nada disso aconteceu, revelando que os cálculos dos chamados “estudantes da Bíblia” estava errado, isso nos lembra as palavras de Deuteronômio 18.22: “quando o profeta falar em nome de Jeová e a palavra não suceder nem se cumprir, esta é a palavra que Jeová não falou. O profeta proferiu-a presunçosamente. Não deves ficar amedrontado por causa dele.’” A Bíblia também mostra que todos os que exercem fé em Jesus vão para o Céu-João14. 1-3; Mateus5.12; Lucas6.23; Filipenses 3.20, e que os sinais da Presença de Cristo ocorrem antes da Sua vinda – Mateus24.1-35; Marcos13.1-33; Lucas21.5-36.. Leiamos agora Daniel 4.10-16, texto citado para defender a cronologia do 1914:
““‘Ora, aconteceu que eu estava vendo as visões da minha cabeça, sobre a minha cama, e eis que havia uma árvore no meio da terra, sendo enorme a sua altura. A árvore tornou-se grande e ficou forte, e a própria altura dela por fim atingiu os céus, e ela era visível até a extremidade da terra inteira. Sua folhagem era bela e seu fruto abundante, e havia nela alimento para todos. Debaixo dela os animais do campo procuravam sombra e nos seus galhos habitavam as aves dos céus, e toda a carne se alimentava dela.“‘Eu continuei a ver nas visões da minha cabeça, sobre a minha cama, e eis que havia um vigilante, sim, um santo, descendo dos próprios céus. Ele clamava em alta [voz] e dizia o seguinte: “Derrubai a árvore e cortai-lhe os galhos. Sacudi a sua folhagem e espalhai os seus frutos. Fujam os animais de debaixo dela e as aves dos seus galhos. Todavia, deixai-lhe o próprio toco na terra, sim, com banda de ferro e de cobre, entre a relva do campo; e seja molhado pelo orvalho dos céus e seja seu quinhão entre a vegetação da terra. Mude-se-lhe o coração daquele do gênero humano e dê-se-lhe um coração de animal,e passem sobre ele sete tempos.”-Damiel 4.10-16

• EXPLICAÇÃO DA TORRE DE VIGIA= “… O corte da árvore simbólica indica que o governo de Deus conforme representado pelos reis em Jerusalém seria interrompido… os “sete tempos [ou anos – Daniel 11.13]” abrangeriam um período de 2520 anos. Os 2520 anos começaram em Outubro de 607 AEC [antes da era comum; antes de Cristo], quando Jerusalém caiu diante dos babilônios e o reino da dinastia de Davi foi destronado. O período terminou em1914 e Jesus foi empossado Rei celestial de Deus…” – O QUE A BÍBLIA REALMENTE ENSINA

• EXPLICAÇÃO DA BÍBLIA= “ “‘A árvore que viste, que se tornou grande e ficou forte, e cuja altura finalmente atingiu os céus, e que era visível a toda a terra, e cuja folhagem era bela e cujo fruto era abundante, e em que havia alimento para todos; debaixo da qual habitavam os animais do campo e em cujos galhos residiam as aves dos céus, és tu, ó rei [Nabucodonosor], porque te tornaste grande e ficaste forte, e tua grandiosidade cresceu e atingiu os céus, e teu domínio, a extremidade da terra. “‘E sendo que o rei viu um vigilante, sim, um santo,descendo dos céus, dizendo também: “Derrubai a árvore e arruinai-a. Todavia, deixai-lhe o toco na terra, mas com banda de ferro e de cobre, entre a relva do campo, e seja molhado pelo orvalho dos céus e seja seu quinhão com os animais do campo, até terem passado sobre ele sete tempos”, esta é a interpretação, ó rei, e o decreto do Altíssimo é o que tem de sobrevir ao meu senhor,o rei. E expulsar-te-ão de entre os homens e tua morada virá a ser com os animais do campo, e vegetação é o que te darão para comer, como a touros; e tu mesmo virás a ser molhado pelo orvalho dos céus, e passarão mesmo sete tempos sobre ti, até saberes que o Altíssimo é Governante no reino da humanidade e que ele o dá a quem quiser.”Daniel 4.24-25. Durante sete anos, Nabucodonosor, rei da Babilônia, agiu como um louco selvagem e ficou afastado do trono, até que reconheceu a Soberania de Jeová e recebeu o reino de volta – Daniel 4.28-37

Eu não quero ser dogmático, mas você deverá escolher entre a explicação da Bíblia e a explicação da Torre de Vigia. Não tenho dúvidas de que existem muitas Testemunhas de Jeová sinceras, e se você é uma delas, certamente tomará uma decisão a favor da Palavra de Deus. Quem diz a verdade – A Bíblia ou as publicações da Sociedade Torre de Vigia? – João 17.17. Ore a Jeová, contando a Ele a sua decisão, e que Ele te abençoe! –Atos 17.11

Postado por Bruno dos Santos Queiroz

Tags: