Inicio | Temas Bíblicos |Leia a Biblia Leia a Bíblia | Post´s em Espanhol |Doações |Contato pt Portuguese
Esta é a vida eterna: que te conheçam, o único Elohim verdadeiro, e a Yeshua o Messias, a quem enviaste. JOÃO 17:3
faceicon
A FORÇA DA CONFISSÃO

A FORÇA DA CONFISSÃO
Texto – Tiago 5.16
INTRODUÇÃO – Para muito de nós, o ministério da reconciliação nos convoca tanto a corrigir outros cristãos quanto a examinarmo-nos a nós mesmos, a olhar para o nosso íntimo, a olhar para o nosso passado e fazer uma avaliação de nós mesmos. Mesmo depois de termos os nossos pecados perdoados e esquecidos por Deus, com freqüência novamente começamos a entulhar sobre nós mágoas, ofensas ou raivas de pessoas com quem nós convivemos no nosso dia a dia, quer seja em casa, na igreja ou na vida secular. Muitas vezes esses entulhos nos levam a quebra de relacionamentos, porém, cremos em um Deus que através do perdão restaura relacionamentos quebrados.
PROPOSIÇÃO – O texto nos ensina que se desejarmos livrar do entulho, ser curado, ser restaurado, precisamos ter a honestidade, a integridade e a coragem para procurar a pessoa a quem fizemos mal e confessar esse mal.
S. INTERROGATIVA – Quais as funções positivas da força do perdão na nossa vida?
S. TRANSITÓRIA – Gostaria de abordar nesta ocasião sobre três funções.
DESENVOLVIMENTO:
1. A CONFISSÃO TRAZ CURA E PAZ ÀS NOSSAS ALMAS E NOS LIBERTA DA CULPA.
• O maior problema das pessoas é que querem carregar os seus pecados do que confessá-los. E quando essas pessoas assim procedem, os seus fardos cobram juros e tornam-se mais pesados a cada dia que passa(Mt. 11.28);
• Imagine você cometer um pecado, não confessá-lo e ficar carregando esse fardo por 1 dia, 1 semana, 1 mês, 1 ano, 10 anos, 20 anos… Não vale a pena.
• Você tem que procurar livrar-se dele para viver em paz.
2. A CONFISSÃO TRAZ PERDÃO DA PARTE DAQUELE A QUEM FIZEMOS MAL E PRODUZ RECONCILIAÇÃO.
• Vejamos o que Jesus nos ensina no Sermão da Montanha – Mt. 5.23,24 – Ele ensina aqui que um relacionamento é mais importante que a religião.
• Você conhece algum irmão ou irmã em Cristo que tem algo contra você? Alguém a quem você tenha magoado ou fofocado, ou furtado algo, ou ofendido?
• Se existir, Deus deseja que comece agora mesmo a orar e trabalhar para a restauração desse relacionamento. Ele deseja a reconciliação entre irmãos mais que toda a nossa prestação de serviço religioso.
3. A CONFISSÃO NOS TORNA MAIS CONSCIENTES DE NOSSOS PECADOS E DE COMO ELES AFETAM AS PESSOAS.
• Somos crentes em Jesus, mas, não somos perfeitos. Temos ainda algumas áreas da nossa vida que são ásperas, e que essa aspereza ferem outras pessoas e elas estão observando nosso comportamento;
• Se confessarmos as falhas, e nos reconciliarmos com aqueles a quem ferimos ou temos mágoas, tornar-nos-emos mais sensíveis a seus sentimentos e essa aspereza vai desaparecendo de nós;
• Tornar-nos-emos mais semelhantes a Cristo.
APLICAÇÃO – A confissão nos liberta da culpa, restaura-nos espiritual e emocionalmente, e restaura o nosso relacionamento uns com os outros. A confissão traz saúde ao corpo de Cristo, a igreja. Se você magoou a um irmão ou irmã, ou precisa confessar seu pecado a esse irmão ou irmã, faça-o. Não precisa confessá-lo perante a congregação. Vá até a ele ou ela e reconcilie-se.
CONCLUSÃO – A Bíblia nos mostra a forma de sermos curados, de sermos reconciliados, de sermos perdoados e de sentirmo-nos perdoados. O irmão que está afastado de nós pode ser levado pela morte a qualquer momento, e, com ele, nossa última oportunidade de reconciliação e de amar e perdoar uns aos outros.
Veja o desejo de Deus Cl. 3.13,14. O ministério da reconciliação é imposto a todos quantos exaltam o nome de Jesus como Senhor e Salvador. Que possamos ter o amor e a coragem para sempre buscar a reconciliação, e como resultado, louvar a nosso Deus. AMÉM!!!
Pr. José Pinto de Oliveira Filho

Escrito por: Pr. José Pinto de Oliveira

Tags: