Inicio | Temas Bíblicos |Leia a Biblia Leia a Bíblia | Post´s em Espanhol |Doações |Contato pt Portuguese
Esta é a vida eterna: que te conheçam, o único Elohim verdadeiro, e a Yeshua o Messias, a quem enviaste. JOÃO 17:3
faceicon
A Importância dos Nomes Correctos

A Importância dos Nomes Correctos

Uma vez que o Filho herdou o Nome de Seu Pai ou, por outras palavras, uma vez
que o Nome do Pai está nele (Yeshua – Salvação de IAHUE), este nome
harmoniza todas as Escrituras acerca do Seu Nome quer nas Escrituras hebraicas
quer nas apostólicas.

Rejeitar o nome Yeshua (Salvação de IAHUE) é rejeitar o verdadeiro nome do
Filho.

“E o seu mandamento é este: que creiamos no nome de seu Filho Jesus [Yeshua] Cristo…
(1Jo 3:23)

É argumentável que ao adoptar o nome ‘Jesus’ estejamos não só a obliterar o
verdadeiro Nome do Filho como também o do Pai (pois o Seu Nome está nele) e,
consequentemente, a transgredir o terceiro mandamento ao reduzir o Seu Nome a
nada.

IAHUE atribui uma importância extrema ao Seu Nome. Esse Nome é constituido
pelo próprio IAHUE como forma de fazer memória Sua ou de O mencionar para
todas as gerações. Ele diz também que é zeloso do Seu Nome e que a honra e
louvor que são devidas ao Seu Nome não as dará a qualquer outro Nome. Como é
evidente isto não se esgota no Nome em si mas é extensível ao seu carácter e
pessoa.

Diz ainda acerca de quem ensina outros nomes que são profetas do engano. Estes
estão em transgressão do terceiro mandamento ao fazer com que as pessoas
esqueçam o Nome de IAHUE e o troquem por outro qualquer. Estão em
transgressão também do mandamento que proíbe que se adicione ou subtraia o
que quer que seja à Palavra de IAHUE. IAHUE também nos diz que no milénio
esta situação será corrigida quando Ele retirar das nossas bocas os nomes de Baal
(o que inclui todos os falsos nomes e títulos indevidamente associados a IAHUE
em substituição do Seu Nome).

Yeshua está sentado nos céus até ao tempo da restauração de todas as coisas e
entre elas está, certamente, o Nome de IAHUE conforme já vimos em várias
profecias.

“O qual [Yeshua] convém que o céu contenha até aos tempos da restauração de tudo, dos
quais Deus falou pela boca de todos os seus santos profetas, desde o princípio.” (At 3:21)

Tenhamos presente a seguinte passagem:

“…E, a qualquer que muito for dado, muito se lhe pedirá, e ao que muito se lhe confiou,
muito mais se lhe pedirá.” (Lc 12:48)

Se queremos restaurar nas nossas vidas aquilo que o Espírito de IAHUE nos vai
revelando conforme está profetizado para o fim dos tempos tenhamos a coragem e
a ousadia de restaurar o uso dos verdadeiros Nomes quer do Pai quer do Filho e
assim ensinar aos homens. Se IAHUE nos concedeu esse conhecimento temos a
obrigação primeiro de corrigirmos a nossa própria posição e segundo de ensinar
aos outros.

“Aquele, pois, que sabe fazer o bem e não o faz, comete pecado.” (Tg 4:17)

Alegar como alguns fazem que se continue a empregar nomes que estão errados
ou títulos no lugar dos verdadeiros Nomes para que os crentes não estranhem, é
persistir no erro e é contrário à vontade de Deus que quer ser adorado em espírito
e em verdade.

Pensemos em todas as vezes em que já nos enganámos no nome de alguém. O
que é que fazemos depois de sermos corrigidos? Persistimos no erro? Claro que
não, por uma questão de respeito para com a outra pessoa. Lembremo-nos do que
foi dito atrás: IAHUE não tem em conta os tempos da ignorância. Quando nos
enganamos no nome de alguém estou em crer que ninguém leva a mal quando
sabe que agimos por desconhecimento mas se persistirmos no erro mesmo depois
de sermos corrigidos poderemos mesmo estar a ofender a outra pessoa. Ora se
isto é verdade com pessoas e com nomes desprovidos de significado, quanto mais
não será com IAHUE e com o Seu Santo Nome do qual Ele é tão zeloso? A partir
do momento em que lemos este trabalho já não podemos alegar ignorância.

Apesar de tudo o que já vimos, muitos poderão ainda alegar que pronunciar um
nome hebraico da forma correcta é algo que apenas pode ser exigido aos que
falam hebraico. Tal não é verdade. Na realidade todo e qualquer nome é
transliterado para outras linguas, ou seja e como já vimos, é escrito de maneira a
reter a pronunciação mais próxima da lingua original. Ariel Sharon é Ariel Sharon
seja em que lingua for. Alegar que apenas os judeus deverão ou poderão
pronunciar o Nome IAHUE é algo não só desprovido de lógica como contrário às
Escrituras:

“6 E aos filhos dos estrangeiros, que se unirem a IAHUE, para o servirem, e para amarem o
nome de IAHUE, e para serem seus servos, todos os que guardarem o sábado, não o
profanando, e os que abraçarem a minha aliança, 7 Também os levarei ao meu santo monte,
e os alegrarei na minha casa de oração; os seus holocaustos e os seus sacrifícios serão
aceitos no meu altar; porque a minha casa será chamada casa de oração para todos os
povos.” (Is 56:6-7)

“Mas desde o nascente do sol até ao poente é grande entre os gentios o meu nome; e em
todo o lugar se oferecerá ao meu nome incenso, e uma oferta pura; porque o meu nome é
grande entre os gentios, diz IAHUE dos Exércitos.” (Ml 1:11)

“Disse-lhe, porém, o Senhor: Vai, porque este é para mim um vaso escolhido, para levar o
meu nome diante dos gentios, e dos reis e dos filhos de Israel.” (At 9:15)

“Simão relatou como primeiramente Deus visitou os gentios, para tomar deles um povo
para o seu nome.” (At 15:14)

Quem usa o argumento de que não é preciso aprender hebraico para ter uma
relação íntima com o Seu Criador esquece três coisas:

1. Conhecer o nome da outra pessoa é algo de fundamental em qualquer
relação que se pretenda íntima;

2. Aprender a pronunciar dois nomes – o do Pai e o do Filho – correctamente
não é propriamente o mesmo que aprender a falar hebraico;

3. Na liturgia cristã usamos regularmente outras palavras hebraicas sem que
nunca niguém tenha levantado quaisquer objecções quanto ao seu uso (e.g.
Aleluia, Amén, Sheol, etc.).

Não deixa de ser curioso que Satanás tenha o seu nome virtualmente intacto em
todas as línguas (apenas com pequenas variações de língua para língua) enquanto
que, na grande maioria das Bíblias dos nossos dias e seja em que língua for, o
Nome do Seu Autor está omisso. Não deixa de ser curioso que até os descrentes
conheçam o nome do Adversário mas que os próprios crentes desconheçam o
Nome do Seu Deus e único Salvador.

Este Nome Glorioso é um Nome que nos está reservado a nós também. IAHUE,
ao seleccionar um povo está a construir uma família. Yeshua é intitulado o
“primogénito entre muitos irmãos” (Rom. 8:29). Se Ele na qualidade de Filho herdou o
Nome de Seu Pai, nós que também somos Seus Filhos herdaremos igualmente.
IAHUE está a construir uma família. Se entendermos isto entenderemos as
seguintes passagens e muitas mais:

“E todos os povos da terra verão que é invocado sobre ti o nome de IAHUE, e terão temor
de ti.” (Dt 28:10)

“22 E falou IAHUE a Moisés, dizendo: 23 Fala a Arão, e a seus filhos dizendo: Assim
abençoareis os filhos de Israel, dizendo-lhes:
24 IAHUE te abençoe e te guarde;
25 IAHUE faça resplandecer o seu rosto sobre ti, e tenha misericórdia de ti;
26 IAHUE sobre ti levante o seu rosto e te dê a paz.

27 Assim porão o meu nome sobre os filhos de Israel, e eu os abençoarei.” (Nm 6:22-27)

82

“Porque, como o cinto está pegado aos lombos do homem, assim eu liguei a mim toda a casa
de Israel, e toda a casa de Judá, diz IAHUE, para me serem por povo, e por nome, e por
louvor, e por glória…” (Jr 13:11)

“Simão relatou como primeiramente Deus visitou os gentios, para tomar deles um povo para
o seu nome.” (At 15:14)

“14 Por causa disto me ponho de joelhos perante o Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, 15 Do
qual toda a família nos céus e na terra toma o nome,” (Ef 3:14-15)

“A quem vencer, eu o farei coluna no templo do meu Deus, e dele nunca sairá; e escreverei
sobre ele o nome do meu Deus, e o nome da cidade do meu Deus, a nova Jerusalém, que
desce do céu, do meu Deus, e também o meu novo nome.” (Ap 3:12)

82 Ver também Deut.10:8 e 18:5

“E olhei, e eis que estava o Cordeiro sobre o monte Sião, e com ele cento e quarenta e
quatro mil, que em suas testas tinham escrito o nome de seu Pai.” (Ap 14:1)

“4 E verão o seu rosto, e nas suas testas estará o seu nome.” (Ap 22:4)

O Nome de IAHUE deverá ser o nosso Bilhete de Identidade!

Tags: