Inicio | Temas Bíblicos |Leia a Biblia Leia a Bíblia | Post´s em Espanhol |Doações |Contato pt Portuguese
Esta é a vida eterna: que te conheçam, o único Elohim verdadeiro, e a Yeshua o Messias, a quem enviaste. JOÃO 17:3
faceicon
Apocalipse

Voltar

Apo 1:1 Revelação de Jesus Christo, a qual Yahweh lhe deu, para mostrar aos seus servos as coisas que brevemente devem acontecer; e pelo seu anjo as enviou, e as notificou a João seu servo;
Apo 1:2 O qual testificou da palavra de Deus, e do testemunho de Jesus Christo, e de tudo o que tem visto.
Apo 1:3 Bemaventurado aquelle que lê, e os que ouvem as palavras d’esta prophecia, e guardam as coisas que n’ella estão escriptas; porque o tempo está proximo.
Apo 1:4 João, ás sete egrejas que estão na Asia: Graça e paz seja comvosco da parte d’aquelle que é, e que era, e que ha de vir, e da dos sete espiritos que estão diante do seu throno;
Apo 1:5 E da parte de Jesus Christo, que é a fiel testemunha, o primogenito dos mortos e o principe dos reis da terra. Aquelle que nos amou, e em seu sangue nos lavou dos nossos peccados,
Apo 1:6 E nos fez reis e sacerdotes para Deus e seu Pae: a elle gloria e poder para todo o sempre. Amen.
Apo 1:7 Eis que vem com as nuvens, e todo o olho o verá, até os mesmos que o traspassaram, e todas as tribus da terra se lamentarão sobre elle. Sim. Amen.
Apo 1:8 Eu sou o Alpha e o Omega, o principio e o fim, diz Yahweh, que é, e que era, e que ha de vir, o Todo-poderoso.
Apo 1:9 Eu, João, que tambem sou vosso irmão, e companheiro na afflicção, e no reino, e paciencia de Jesus Christo, estava na ilha chamada Patmos, por causa da palavra de Deus, e pelo testemunho de Jesus Christo.
Apo 1:10 Eu fui arrebatado em espirito no dia de Yahweh, e ouvi detraz de mim uma grande voz, como de trombeta,
Apo 1:11 Que dizia: O que vês, escreve-o n’um livro, e envia-o ás sete egrejas que estão na Asia: a Epheso, e a Smyrna, e a Pergamo, e a Thyatira, e a Sardo, e a Philadelphia, e a Laodicéa.
Apo 1:12 E virei-me para vêr quem fallara comigo. E, virando-me, vi sete castiçaes de oiro;
Apo 1:13 E no meio dos sete castiçaes um similhante ao Filho do homem, vestido até aos pés de um vestido comprido, e cingido pelos peitos com um cinto de oiro.
Apo 1:14 E a sua cabeça e cabellos eram brancos como lã branca, como a neve, e os seus olhos como chamma de fogo;
Apo 1:15 E os seus pés, similhantes a latão reluzente, como se tivessem sido refinados n’uma fornalha, e a sua voz como a voz de muitas aguas.
Apo 1:16 E tinha na sua dextra sete estrellas; e da sua bocca sahia uma aguda espada de dois fios; e o seu rosto era como o sol, quando na sua força resplandece.
Apo 1:17 E eu, quando o vi, cahi a seus pés como morto; e elle poz sobre mim a sua dextra, dizendo-me: Não temas; Eu sou o primeiro e o derradeiro;
Apo 1:18 E o que vivo e fui morto; e eis aqui vivo para todo o sempre. Amen: e tenho as chaves da morte e do inferno.
Apo 1:19 Escreve as coisas que tens visto e as que são, e as que depois d’estas hão de acontecer:
Apo 1:20 O mysterio das sete estrellas, que viste na minha dextra, e dos sete castiçaes de oiro. As sete estrellas são os anjos das sete egrejas, e os sete castiçaes, que viste, são as sete egrejas.
Apo 2:1 Escreve ao anjo da egreja que está em Epheso: Isto diz aquelle que tem na sua dextra as sete estrellas, que anda no meio dos sete castiçaes de oiro.
Apo 2:2 Eu sei as tuas obras, e o teu trabalho, e a tua paciencia, e que não pódes soffrer os maus; e provaste os que dizem ser apostolos e o não são; e tu os achaste mentirosos.


Apo 2:3 E soffreste, e tens paciencia; e trabalhaste pelo meu nome, e não te cançaste.
Apo 2:4 Porém tenho contra ti que deixaste a tua primeira caridade.
Apo 2:5 Lembra-te pois d’onde decaiste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; e, senão, brevemente a ti virei, e tirarei do seu logar o teu castiçal, se te não arrependeres.
Apo 2:6 Tens, porém, isto: que aborreces as obras dos nicolaitas, as quaes eu tambem aborreço.
Apo 2:7 Quem tem ouvidos, ouça o que o Espirito diz ás egrejas: Ao que vencer, dar-lhe-hei a comer da arvore da vida, que está no meio do paraiso de Deus.
Apo 2:8 E ao anjo da egreja que está em Smyrna, escreve: Isto diz o primeiro e o derradeiro, que foi morto, e reviveu:
Apo 2:9 Eu sei as tuas obras, e tribulação, e pobreza ( porém tu és rico), e a blasphemia dos que se dizem judeos, e o não são, mas são a synagoga de Satanás.
Apo 2:10 Nada temas das coisas que has de padecer. Eis que o diabo lançará alguns de vós na prisão, para que sejaes tentados; e tereis tribulação de dez dias. Sê fiel até á morte, e dar-te-hei a corôa da vida.
Apo 2:11 Quem tem ouvidos, ouça o que o Espirito diz ás egrejas: O que vencer não receberá damno da segunda morte.
Apo 2:12 E ao anjo da egreja que está em Pergamo escreve: Isto diz aquelle que tem a espada aguda de dois fios:
Apo 2:13 Eu sei as tuas obras, e onde habitas, que é onde está o throno de Satanás; e retens o meu nome, e não negaste a minha fé, ainda nos dias de Antipas, minha fiel testemunha, o qual foi morto entre vós, onde Satanás habita
Apo 2:14 Porém umas poucas de coisas tenho contra ti: que tens lá os que reteem a doutrina de Balaão, o qual ensinava Balac a lançar tropeços diante dos filhos de Israel, para que comessem dos sacrificios da idolatria e fornicassem.
Apo 2:15 Assim tens tambem os que reteem a doutrina dos nicolaitas: o que eu aborreço.
Apo 2:16 Arrepende-te, e, senão, em breve virei a ti, e contra elles batalharei com a espada da minha bocca.
Apo 2:17 Quem tem ouvidos, ouça o que o Espirito diz ás egrejas: Ao que vencer darei eu a comer do manná escondido, e dar-lhe-hei um seixo branco, e um novo nome escripto no seixo, o qual ninguem conhece senão aquelle que o recebe.
Apo 2:18 E ao anjo da egreja em Thyatira, escreve: Isto diz o Filho de Deus, que tem seus olhos como chamma de fogo, e os pés similhantes ao latão reluzente:
Apo 2:19 Eu conheço as tuas obras, e caridade, e serviço, e fé, e a tua paciencia, e as tuas ultimas obras, e que as derradeiras são mais do que as primeiras.
Apo 2:20 Porém umas poucas de coisas tenho contra ti: que deixas a Jezabel, mulher que se diz prophetiza, ensinar e enganar os meus servos, para que forniquem e comam dos sacrificios da idolatria.
Apo 2:21 E dei-lhe tempo para que se arrependesse da sua fornicação; e não se arrependeu.
Apo 2:22 Eis que a deito na cama, e aos que adulteram com ella, em grande tribulação, se não se arrependerem das suas obras.
Apo 2:23 E matarei de morte a seus filhos, e todas as egrejas saberão que eu sou aquelle que penetra os rins e os corações. E darei a cada um de vós segundo as vossas obras.
Apo 2:24 Mas eu vos digo a vós, e aos demais que estão em Thyatira, a todos quantos não teem esta doutrina, e não conheceram, como dizem, as profundezas de Satanás, que outra carga vos não porei
Apo 2:25 Porém o que tendes retende-o até que eu venha.
Apo 2:26 E ao que vencer, e guardar até ao fim as minhas obras, eu lhe darei poder sobre as nações,
Apo 2:27 E com vara de ferro as regerá: serão quebradas como vasos de oleiro, como tambem recebi de meu Pae.
Apo 2:28 E dar-lhe-hei a estrella da manhã.
Apo 2:29 Quem tem ouvidos, ouça o que o Espirito diz ás egrejas.
Apo 3:1 E ao anjo da egreja que está em Sardo escreve: Isto diz o que tem os sete Espiritos de Yahweh, e as sete estrellas: Eu sei as tuas obras, que tens nome de que vives, e estás morto.
Apo 3:2 Sê vigilante, e confirma o resto que estava para morrer; porque não achei as tuas obras perfeitas diante de Deus.
Apo 3:3 Lembra-te pois do que tens recebido e ouvido, e guarda-o, e arrepende-te. E, se não velares, virei sobre ti como o ladrão, e não saberás a que hora sobre ti virei.
Apo 3:4 Mas tambem tens em Sardo algumas pessoas que não contaminaram seus vestidos, e comigo andarão em vestidos brancos; porquanto são dignos d’isso.
Apo 3:5 O que vencer será vestido de vestidos brancos, e em maneira nenhuma riscarei o seu nome do livro da vida; e confessarei o seu nome diante de meu Pae e diante dos seus anjos.
Apo 3:6 Quem tem ouvidos, ouça o que o Espirito diz ás egrejas.
Apo 3:7 E ao anjo da egreja que está em Philadelphia escreve: Isto diz o que é sancto, o que é verdadeiro o que tem a chave de David; o que abre, e ninguem cerra; e cerra, e ninguem abre:
Apo 3:8 Eu sei as tuas obras: eis que diante de ti puz uma porta aberta, e ninguem a pode cerrar: porque tens pouca força, e guardaste a minha palavra, e não negaste o meu nome.
Apo 3:9 Eis aqui dou, da synagoga de Satanás, dos que se dizem judeos, e não são, mas mentem: eis que eu farei que venham, e adorem prostrados a teus pés, e saibam que eu te amo
Apo 3:10 Porque guardaste a palavra da minha paciencia, tambem eu te guardarei da hora da tentação que ha de vir sobre todo o mundo, para tentar os que habitam na terra.
Apo 3:11 Eis que venho logo; guarda o que tens, para que ninguem tome a tua corôa.
Apo 3:12 A quem vencer, eu o farei columna no templo do meu Deus, e d’elle nunca sairá; e escreverei sobre elle o nome do meu Deus, e o nome da cidade do meu Deus, o da nova Jerusalem, que desce do céu do meu Deus, e o meu novo nome.
Apo 3:13 Quem tem ouvidos, ouça o que o Espirito diz ás egrejas.
Apo 3:14 E ao anjo da egreja que está em Laodicea escreve: Isto diz o Amen, a testemunha fiel e verdadeira, o principio da creação de Yahweh:
Apo 3:15 Eu sei as tuas obras, que nem és frio nem quente: oxalá fôras frio ou quente!
Apo 3:16 Assim, pois que és morno, e nem és frio nem quente, vomitar-te-hei da minha bocca.
Apo 3:17 Porque dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miseravel, e pobre, e cego, e nú
Apo 3:18 Aconselho-te a que de mim compres oiro provado no fogo, para que te enriqueças; e vestidos brancos, para que te vistas, e não appareça a vergonha da tua nudez; e unge os teus olhos com collyrio, para que vejas;
Apo 3:19 Eu reprehendo e castigo a todos quantos amo: sê pois zeloso, e arrepende-te.
Apo 3:20 Eis que estou á porta, e bato: se alguem ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com elle cearei, e elle comigo.
Apo 3:21 Ao que vencer lhe concederei que se assente comigo no meu throno; assim como eu venci, e me assentei com meu Pae no seu throno.
Apo 3:22 Quem tem ouvidos, ouça o que o Espirito diz ás egrejas.
Apo 4:1 Depois d’estas coisas, olhei, e eis que estava uma porta aberta no céu: e a primeira voz, que como de uma trombeta ouvira fallar comigo, disse: Sobe aqui, e mostrar-te hei as coisas que depois d’estas devem acontecer.
Apo 4:2 E logo fui arrebatado em espirito, e eis que um throno estava posto no céu, e um assentado sobre o throno.
Apo 4:3 E o que estava assentado era, ao parecer, similhante á pedra jaspe e sardonica; e o arco celeste estava ao redor do throno, no parecer similhante á esmeralda.
Apo 4:4 E ao redor do throno havia vinte e quatro thronos; e vi assentados sobre os thronos vinte e quatro anciãos vestidos de vestidos brancos; e tinham sobre suas cabeças corôas de oiro.
Apo 4:5 E do throno sahiam relampagos, e trovões, e vozes; e diante do throno ardiam sete lampadas de fogo, as quaes são os sete Espiritos de Yahweh.
Apo 4:6 E havia diante do throno um mar de vidro, similhante ao crystal. E no meio do throno, e ao redor do throno, quatro animaes cheios de olhos, por diante e por detraz.
Apo 4:7 E o primeiro animal era similhante a um leão, e o segundo animal similhante a um bezerro, e tinha o terceiro animal o rosto como de homem, e o quarto animal era similhante a uma aguia voando.
Apo 4:8 E os quatro animaes tinham cada um de per si seis azas ao redor, e por dentro estavam cheios de olhos; e não descançam nem de dia nem de noite, dizendo: Sancto, Sancto, Sancto é Yahweh Deus, o Todo-poderoso, que era, e que é, e que ha de vir
Apo 4:9 E, quando os animaes davam gloria, e honra, e acções de graças ao que estava assentado sobre o throno, ao que vive para todo o sempre,
Apo 4:10 Os vinte e quatro anciãos prostravam-se diante do que estava assentado sobre o throno, e adoravam o que vive para todo o sempre; e lançavam as suas corôas diante do throno, dizendo:
Apo 4:11 Digno és, Yahweh, de receber gloria, e honra, e poder; porque tu creaste todas as coisas, e por tua vontade são e foram creadas.
Apo 5:1 E vi na dextra do que estava assentado sobre o throno um livro escripto por dentro e por fóra, sellado com sete sellos.
Apo 5:2 E vi um anjo forte, apregoando com grande voz: Quem é digno de abrir o livro e de desatar os seus sellos?
Apo 5:3 E ninguem no céu, nem na terra, nem debaixo da terra, podia abrir o livro, nem olhar para elle.
Apo 5:4 E eu chorava muito, porque ninguem fôra achado digno de abrir o livro, nem de o lêr, nem de olhar para elle.
Apo 5:5 E disse-me um dos anciãos: Não chores: eis aqui, o Leão da tribu de Judah, a raiz de David, que venceu, para abrir o livro e desatar os seus sete sellos.
Apo 5:6 E olhei, e eis que no meio dos anciãos estava um Cordeiro, como havendo sido morto, e tinha sete cornos, e sete olhos, que são os sete Espiritos de Yahweh enviados a toda a terra.
Apo 5:7 E veiu, e tomou o livro da dextra do que estava assentado no throno.
Apo 5:8 E,

 havendo tomado o livro, os quatro animaes e os vinte e quatro anciãos prostraram-se diante do Cordeiro, tendo todos elles harpas e salvas de oiro cheias de incenso, que são as orações dos sanctos.
Apo 5:9 E cantavam um novo cantico, dizendo: Digno és de tomar o livro, e de abrir os seus sellos; porque foste morto, e com o teu sangue para Deus nos compraste, de toda a tribu, e lingua, e povo, e nação;
Apo 5:10 E para o nosso Deus nos fizeste reis e sacerdotes; e reinaremos sobre a terra.
Apo 5:11 E olhei, e ouvi a voz de muitos anjos ao redor do throno, e dos animaes, e dos anciãos; e era o numero d’elles milhões de milhões, e milhares de milhares,
Apo 5:12 Que com grande voz diziam: Digno é o Cordeiro, que foi morto, de receber o poder, e riquezas, e sabedoria, e força, e honra, e gloria, e acções de graças.
Apo 5:13 E ouvi a toda a creatura que está no céu, e na terra, e debaixo da terra, e que está no mar, e a todas as coisas que n’elles ha, dizendo: Ao que está assentado sobre o throno, e ao Cordeiro, sejam dadas acções de graças, e honra, e gloria, e poder para todo o sempre
Apo 5:14 E os quatro animaes diziam: Amen. E os vinte e quatro anciãos prostraram-se, e adoraram ao que vive para todo o sempre.
Apo 6:1 E, havendo o Cordeiro aberto um dos sellos, olhei, e ouvi um dos quatro animaes, que dizia como com voz de trovão: Vem, e vê.
Apo 6:2 E olhei, e eis um cavallo branco: e o que estava assentado sobre elle tinha um arco; e foi-lhe dada uma corôa, e saiu victorioso, para que vencesse.
Apo 6:3 E, havendo aberto o segundo sello, ouvi o segundo animal, dizendo: Vem, e vê.
Apo 6:4 E saiu outro cavallo, vermelho; e ao que estava assentado sobre elle foi dado que tirasse a paz da terra, e que se matassem uns aos outros; e foi-lhe dada uma grande espada.
Apo 6:5 E, havendo aberto o terceiro sello, ouvi dizer ao terceiro animal: Vem, e vê. E olhei, e eis um cavallo preto: e o que sobre elle estava assentado tinha uma balança na sua mão.
Apo 6:6 E ouvi uma voz no meio dos quatro animaes, que dizia: Uma medida de trigo por um dinheiro, e tres medidas de cevada por um dinheiro; e não damnifiques o azeite e o vinho.
Apo 6:7 E, havendo aberto o quarto sello, ouvi a voz do quarto animal, que dizia: Vem e vê.
Apo 6:8 E olhei, e eis um cavallo amarello, e o que estava assentado sobre elle tinha por nome Morte; e o inferno o seguiu; e foi-lhes dado poder para matar a quarta parte da terra, com espada, e com fome, e com mortandade, e com as feras da terra.
Apo 6:9 E, havendo aberto o quinto sello, vi debaixo do altar as almas dos que foram mortos por amor da palavra de Yahweh e por amor do testemunho que deram.
Apo 6:10 E clamavam com grande voz, dizendo: Até quando, ó Dominador, e sancto verdadeiro, não julgas e vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra?
Apo 6:11 E deram-se-lhes a cada um vestidos brancos compridos, e foi-lhes dito que repousassem ainda um pouco de tempo, até que tambem se completasse o numero de seus conservos e seus irmãos, que haviam de ser mortos como elles.
Apo 6:12 E, havendo aberto o sexto sello, olhei, e eis que houve um grande tremor de terra; e o sol tornou-se negro como sacco de cilicio, e a lua tornou-se como sangue.
Apo 6:13 E as estrellas do céu cairam sobre a terra, como quando a figueira lança de si os seus figos verdes, abalada por um vento forte.
Apo 6:14 E o céu retirou-se como um livro que se enrola; e todos os montes e ilhas se moveram dos seus logares.
Apo 6:15 E os reis da terra, e os grandes, e os ricos, e os tribunos, e os poderosos, e todo o servo, e todo o livre, se esconderam nas cavernas e nas rochas das montanhas;
Apo 6:16 E diziam aos montes e aos rochedos: Cahi sobre nós, e escondei-nos do rosto d’aquelle que está assentado sobre o throno, e da ira do Cordeiro;
Apo 6:17 Porque é vindo o grande dia da sua ira; e quem poderá subsistir?
Apo 7:1 E depois d’estas coisas vi quatro anjos que estavam sobre os quatro cantos da terra, que retinham os quatro ventos da terra, para que nenhum vento soprasse sobre a terra, nem sobre o mar, nem contra arvore alguma.
Apo 7:2 E vi outro anjo subir da banda do sol nascente, e que tinha o sello do Deus vivo; e clamou com grande voz aos quatro anjos a quem fôra dado o poder de damnificar a terra e o mar,
Apo 7:3 Dizendo: Não damnifiques a terra, nem o mar, nem as arvores, até que hajamos assignalado nas suas testas os servos do nosso Deus.
Apo 7:4 E ouvi o numero dos assignalados, e foram cento e quarenta e quatro mil assignalados, de todas as tribus dos filhos de Israel.
Apo 7:5 Da tribu de Judah, doze mil assignalados: da tribu de Ruben, doze mil assignalados: da tribu de Gad, doze mil assignalados:
Apo 7:006 Da tribu de Aser, doze mil assignalados: da tribu de Naphtali, doze mil assignalados: da tribu de Manassés, doze mil assignalados:
Apo 7:7 Da tribu de Simeão, doze mil assignalados: da tribu de Levi, doze mil assignalados: da tribu de Issacar, doze mil assignalados:
Apo 7:8 Da tribu de Zabulon, doze mil assignalados: da tribu de José, doze mil assignalados: da tribu de Benjamin, doze mil assignalados.
Apo 7:9 Depois d’estas coisas olhei, e eis aqui uma multidão, a qual ninguem podia contar, de todas as nações, e tribus, e povos, e linguas, que estavam diante do throno, e perante o Cordeiro, trajando vestidos brancos e com palmas nas suas mãos:
Apo 7:10 E clamavam com grande voz, dizendo: Salvação ao nosso Deus, que está assentado no throno, e ao Cordeiro.
Apo 7:11 E todos os anjos estavam ao redor do throno, e dos anciãos, e dos quatro animaes; e prostraram-se diante do throno sobre seus rostos, e adoraram a Yahweh,
Apo 7:12 Dizendo: Amen. Louvor, e gloria, e sabedoria, e acção de graças, e honra, e poder, e força ao nosso Deus, para todo o sempre. Amen.
Apo 7:13 E um dos anciãos respondeu, dizendo-me: Estes que estão vestidos de vestidos brancos, quem são, e d’onde vieram?
Apo 7:14 E eu disse-lhe: Senhor, tu sabes. E elle disse-me: Estes são os que vieram de grande tribulação, e lavaram os seus vestidos e os branquearam no sangue do Cordeiro;
Apo 7:15 Por isso estão diante do throno de Yahweh, e o servem de dia e de noite no seu templo; e aquelle que está assentado sobre o throno os cobrirá com a sua sombra.
Apo 7:16 Não mais terão fome, nem mais terão sêde; nem sol nem calma alguma cairá sobre elles.
Apo 7:17 Porque o Cordeiro que está no meio do throno os apascentará, e lhes servirá de guia para as fontes vivas das aguas; e Yahweh alimpará de seus olhos toda a lagrima.
Apo 8:1 E, havendo aberto o setimo sello, fez-se silencio no céu quasi por meia hora.
Apo 8:2 E vi os sete anjos, que estavam diante de Yahweh, e foram-lhes dadas sete trombetas.
Apo 8:3 E veiu outro anjo, e poz-se junto ao altar, tendo um incensario de oiro; e foi-lhe dado muito incenso, para o pôr com as orações de todos os sanctos sobre o altar de oiro, que está diante do throno.
Apo 8:4 E o fumo do incenso subiu com as orações dos sanctos desde a mão do anjo até diante de Yahweh.
Apo 8:5 E o anjo tomou o incensario, e encheu-o de fogo do altar, e lançou-o sobre a terra; e fizeram-se vozes, e trovões, e relampagos e terremotos.
Apo 8:6 E os sete anjos, que tinham as sete trombetas, prepararam-se para tocal-as.
Apo 8:7 E o primeiro anjo tocou a sua trombeta, e houve saraiva, e fogo misturado com sangue, e foram lançados na terra; e queimou-se a terça parte das arvores, e toda a herva verde foi queimada.
Apo 8:8 E o segundo anjo tocou a trombeta; e foi lançada no mar uma coisa como um grande monte ardendo em fogo, e tornou-se em sangue a terça parte do mar.
Apo 8:9 E morreu a terça parte das creaturas que tinham vida no mar; e perdeu-se a terça parte das náos.
Apo 8:10 E o terceiro anjo tocou a sua trombeta, e caiu do céu uma grande estrella, ardendo como uma tocha, e caiu na terça parte dos rios, e nas fontes das aguas.
Apo 8:11 E o nome da estrella era Absyntho, e a terça parte das aguas tornou-se em absyntho, e muitos homens morreram das aguas, porque se tornaram amargas.
Apo 8:12 E o quarto anjo tocou a sua trombeta, e foi ferida a terça parte do sol, e a terça parte da lua, e a terça parte das estrellas; para que a terça parte d’elles se escurecesse, e a terça parte do dia não brilhasse, e similhantemente a da noite
Apo 8:13 E olhei, e ouvi um anjo voar pelo meio do céu, dizendo com grande voz: Ai! ai! dos que habitam sobre a terra! por causa das outras vozes das trombetas dos tres anjos que hão de ainda tocar.
Apo 9:1 E o quinto anjo tocou a sua trombeta, e vi uma estrella que do céu caiu na terra; e foi-lhe dada a chave do poço do abysmo.
Apo 9:2 E abriu o poço do abysmo, e subiu fumo do poço, como o fumo de uma grande fornalha, e com o fumo do poço escureceram-se o sol e o ar
Apo 9:3 E do fumo sairam gafanhotos sobre a terra; e foi-lhes dado poder, como o poder que teem os escorpiões da terra.
Apo 09:4 E foi-lhes dito que não fizessem damno á herva da terra, nem a verdura alguma, nem a arvore alguma, senão sómente aos homens que não teem nas suas testas o signal de Yahweh
Apo 9:5 E foi-lhes dado, não que os matassem, mas que por cinco mezes os atormentassem; e o seu tormento era similhante ao tormento do escorpião, quando fere ao homem.
Apo 9:6 E n’aquelles dias os homens buscarão a morte, e não a acharão; e desejarão morrer, e a morte fugirá d’elles.
Apo 9:7 E o parecer dos gafanhotos era similhante ao de cavallos apparelhados para a guerra; e sobre as suas cabeças havia como corôas similhantes ao oiro; e os seus rostos eram como os rostos de homens.
Apo 9:8 E tinham cabellos como cabellos de mulheres, e os seus dentes eram como de leões.
Apo 9:9 E tinham couraças como couraças de ferro;

 e o ruido das suas azas era como o ruido de carros, quando muitos cavallos correm ao combate.
Apo 9:10 E tinham caudas similhantes ás dos escorpiões, e aguilhões nas suas caudas; e o seu poder era de damnificarem os homens por cinco mezes.
Apo 9:11 E tinham sobre si um rei, o anjo do abysmo; em hebreo era o seu nome Abaddon, e em grego tinha por nome Apollyon.
Apo 9:12 Passado é já um ai; eis que depois d’isso veem ainda dois ais.
Apo 9:13 E tocou o sexto anjo a sua trombeta, e ouvi uma voz dos quatro cornos do altar de oiro, que estava diante de Yahweh,
Apo 9:14 A qual dizia ao sexto anjo, que tinha a trombeta: Solta os quatro anjos, que estão presos junto ao grande rio Euphrates.
Apo 9:15 E foram soltos os quatro anjos, que estavam prestes para a hora, e dia, e mez, e anno, para matarem a terça parte dos homens.
Apo 9:16 E o numero dos exercitos dos cavalleiros era de duzentos milhões; e ouvi o numero d’elles.
Apo 9:17 E vi assim os cavallos n’esta visão; e os que sobre elles cavalgavam tinham couraças de fogo, e de jacintho, e de enxofre; e as cabeças dos cavallos eram como cabeças de leões; e de suas boccas sahia fogo e fumo e enxofre.
Apo 9:18 Por estes tres foi morta a terça parte dos homens, pelo fogo, pelo fumo, e pelo enxofre, que sahia das suas boccas.
Apo 9:19 Porque o seu poder está na sua bocca e nas suas caudas. Porque as suas caudas são similhantes a serpentes, e teem cabeças, e com ellas damnificam.
Apo 9:20 E os outros homens, que não foram mortos por estas pragas, não se arrependeram das obras de suas mãos, para não adorarem os demonios, e os idolos d’oiro, e de prata, e de bronze, e de pedra, e de madeira, que nem podem ver, nem ouvir, nem andar.
Apo 9:21 E não se arrependeram de seus homicidios, nem de suas feiticerias, nem de sua fornicação, nem de suas ladroices.
Apo 10:1 E vi outro anjo forte, que descia do céu, vestido de uma nuvem; e por cima da sua cabeça estava o arco celeste, e o seu rosto era como o sol, e os seus pés como columnas de fogo;
Apo 10:2 E tinha na sua mão um livrinho aberto, e poz o seu pé direito sobre o mar, e o esquerdo sobre a terra;
Apo 10:3 E clamou com grande voz, como quando brame o leão; e, havendo clamado, os sete trovões deram as suas vozes.
Apo 10:4 E, havendo os sete trovões dado as suas vozes, eu ia escrevel-as, e ouvi uma voz do céu, que me dizia: Sella as coisas que os sete trovões fallaram, e não as escrevas.
Apo 10:5 E o anjo que vi estar sobre o mar e sobre a terra levantou a sua mão ao céu,
Apo 10:6 E jurou por Aquelle que vive para todo o sempre, o qual creou o céu e as coisas que n’elle ha, e a terra e as coisas que n’ella ha, e o mar e as coisas que n’elle ha, que não haveria mais tempo;
Apo 10:7 Porém nos dias da voz do setimo anjo, quando tocar a sua trombeta, se cumprirá o segredo de Yahweh, como annunciou aos prophetas, seus servos.
Apo 10:8 E a voz que eu do céu tinha ouvido tornou a fallar comigo, e disse: Vae, e toma o livrinho aberto da mão do anjo que está sobre o mar e sobre a terra.
Apo 10:9 E fui ao anjo, dizendo-lhe: Dá-me o livrinho. E elle disse-me: Toma-o, e come-o, e fará amargo o teu ventre, porém na tua bocca será doce como mel
Apo 10:10 E tomei o livrinho da mão do anjo, e comi-o; e na minha bocca era doce como mel; e, havendo-o comido, o meu ventre ficou amargo.
Apo 10:11 E elle disse-me: Importa-te prophetizar outra vez a muitos povos, e nações, e linguas e reis.
Apo 11:1 E foi-me dada uma cana similhante a uma vara: e chegou o anjo, e disse: Levanta-te, e mede o templo de Yahweh, e o altar, e os que n’elle adoram.
Apo 11:2 Porém deixa de fóra o atrio que está fóra do templo, e não o meças; porque foi dado ás nações, e pisarão a sancta cidade por quarenta e dois mezes.
Apo 11:3 E darei poder ás minhas duas testemunhas, e prophetizarão por mil duzentos e sessenta dias, vestidas de sacco.
Apo 11:4 Estas são as duas oliveiras e os dois castiçaes que estão diante do Deus da terra.
Apo 11:5 E, se alguem os quizer empecer, fogo sairá da sua bocca, e devorará os seus inimigos: e, se alguem quizer empecel-os, importa que assim seja morto.
Apo 11:6 Estes teem poder para fechar o céu, para que não chova, nos dias da sua prophecia; e teem poder sobre as aguas para convertel-as em sangue, e para ferir a terra com toda a sorte de praga, todas quantas vezes quizerem.
Apo 11:7 E, quando acabarem o seu testemunho, a besta que sobe do abysmo lhes fará guerra, e os vencerá, e os matará.
Apo 11:8 E jazerão os seus corpos mortos na praça da grande cidade que espiritualmente se chama Sodoma e Egypto, onde nosso Senhor tambem foi crucificado.
Apo 11:9 E homens de varios povos, e tribus, e linguas, e nações verão seus corpos mortos por tres dias e meio, e não permittirão que os seus corpos mortos sejam postos em sepulchros.
Apo 11:10 E os que habitam na terra se regozijarão sobre elles, e se alegrarão, e mandarão presentes uns aos outros; porquanto estes dois prophetas tinham atormentado os que habitam sobre a terra.
Apo 11:11 E depois d’aquelles tres dias e meio o espirito da vida, vindo de Yahweh, entrou n’elles; e pozeram-se sobre seus pés, e caiu grande temor sobre os que os viram.
Apo 11:12 E ouviram uma grande voz do céu, que lhes dizia: Subi cá. E subiram ao céu em uma nuvem: e os seus inimigos os viram.
Apo 11:13 E n’aquella mesma hora houve um grande terremoto, e caiu a decima parte da cidade, e no terremoto foram mortos sete mil homens; e os demais ficaram muito atemorisados, e deram gloria ao Deus do céu.
Apo 11:14 É passado o segundo ai; eis que o terceiro ai vem presto.
Apo 11:15 E tocou o setimo anjo a sua trombeta, e houve no céu grandes vozes, que diziam: Os reinos do mundo tornaram-se no reino de nosso Senhor e do seu Christo, e elle reinará para todo o sempre.
Apo 11:16 E os vinte e quatro anciãos, que estão assentados em seus thronos diante de Deus, prostraram-se sobre seus rostos, e adoraram a Deus,
Apo 11:17 Dizendo: Graças te damos, Yahweh Deus Todo-poderoso, que és, e que eras, e que has de vir, que tomaste o teu grande poder, e reinaste.
Apo 11:18 E iraram-se as nações, e veiu a tua ira, e o tempo dos mortos, para que sejam julgados, e para dares o galardão aos prophetas, teus servos, e aos sanctos, e aos que temem o teu nome, a pequenos e a grandes, e para destruir os que destroem a terra.
Apo 11:19 E abriu-se no céu o templo de Yahweh, e a arca do seu concerto foi vista no seu templo; e houve relampagos, e vozes, e trovões, e terremotos e grande saraiva.
Apo 12:1 E viu-se um grande signal no céu: uma mulher vestida de sol, e a lua debaixo dos seus pés, e uma corôa de doze estrellas sobre a sua cabeça.
Apo 12:2 E estava gravida, e com dôres de parto, e gritava com ancias de dar á luz.
Apo 12:3 E viu-se outro signal no céu; e eis que era um grande dragão vermelho, que tinha sete cabeças e dez cornos, e sobre as suas cabeças sete diademas.
Apo 12:4 E a sua cauda levava após si a terça parte das estrellas do céu, e lançou-as sobre a terra; e o dragão parou diante da mulher que havia de dar á luz, para que, dando ella á luz, lhe tragasse o filho.
Apo 12:5 E deu á luz um filho, um varão que havia de reger todas as nações com vara de ferro; e o seu filho foi arrebatado para Deus e para o seu throno.
Apo 12:6 E a mulher fugiu para o deserto, onde já tinha logar preparado por Yahweh, para que lá a mantivessem mil duzentos e sessenta dias.
Apo 12:7 E houve batalha no céu: Miguel e os seus anjos batalhavam contra o dragão, e batalhava o dragão e os seus anjos;
Apo 12:8 Mas não prevaleceram, nem mais o seu logar se achou nos céus.
Apo 12:9 E foi lançado o grande dragão, a antiga serpente, chamada o Diabo, e Satanás, que engana todo o mundo; elle foi lançado na terra, e os seus anjos foram lançados com elle
Apo 12:10 E ouvi uma grande voz no céu, que dizia: Agora chegada está a salvação, e a força, e o reino do nosso Deus, e o poder do seu Christo; porque já o accusador de nossos irmãos é derribado, o qual diante do nosso Deus os accusava de dia e de noite.
Apo 12:11 E elles o venceram pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do seu testemunho; e não amaram as suas vidas até á morte.
Apo 12:12 Pelo que alegrae-vos, ó céus, e os que n’elles habitaes. Ai dos que habitam na terra e no mar; porque o diabo desceu a vós, e tem grande ira, sabendo que já tem pouco tempo.
Apo 12:13 E, quando o dragão viu que fôra lançado na terra, perseguiu a mulher que dera á luz o varão.
Apo 12:14 E foram dadas á mulher duas azas de grande aguia, para que voasse ao deserto, ao seu logar, onde é sustentada por tempo, e tempos, e metade de tempo, fóra da vista da serpente.
Apo 12:15 E a serpente lançou da sua bocca, atraz da mulher, agua como um rio, para que pelo rio a fizesse arrebatar.
Apo 12:16 E a terra ajudou a mulher; e a terra abriu a sua bocca, e tragou o rio que o dragão lançara da sua bocca.
Apo 12:17 E o dragão irou-se contra a mulher, e foi fazer guerra contra os demais da sua semente, que guardam os mandamentos de Yahweh, e teem o testemunho de Jesus Christo.
Apo 13:1 E eu puz-me sobre a areia do mar, e vi subir do mar uma besta que tinha sete cabeças e dez cornos, e sobre os seus cornos dez diademas, e sobre as suas cabeças um nome de blasphemia.
Apo 13:2 E a besta que vi era similhante ao leopardo, e os seus pés como de urso, e a sua bocca como de leão; e o dragão deu-lhe o seu poder, e o seu throno, e grande poderio.
Apo 13:3 E vi uma de suas cabeças como ferida de morte, e a sua chaga mortal foi curada; e toda a terra se maravilhou após a besta.
Apo 13:4 E adoraram o dragão que deu á besta o seu poder; e adoraram a besta, dizendo: Quem é similhante á besta? quem poderá batalhar contra ella
Apo 13:5 E deu-se-lhe bocca para fallar

 grandes coisas e blasphemias; e deu-se-lhe poder para assim o fazer quarenta e dois mezes.
Apo 13:6 E abriu a sua bocca em blasphemias contra Deus, para blasphemar do seu nome, e do seu tabernaculo, e dos que habitam no céu.
Apo 13:7 E deu-se-lhe poder para fazer guerra aos sanctos, e vencel-os; e deu-se-lhe poder sobre toda a tribu, e lingua, e nação.
Apo 13:8 E adoraram-n’a todos os que habitam sobre a terra, cujos nomes não estão escriptos no livro da vida do Cordeiro morto desde a fundação do mundo.
Apo 13:9 Se alguem tem ouvidos, ouça.
Apo 13:10 Se alguem leva em captiveiro, em captiveiro irá: se alguem matar á espada, necessario é que á espada seja morto. Aqui está a paciencia e a fé dos sanctos.
Apo 13:11 E vi subir da terra outra besta, e tinha dois cornos similhantes aos do Cordeiro; e fallava como o dragão.
Apo 13:12 E exerce todo o poder da primeira besta na sua presença, e faz que a terra e os que n’ella habitam adorem a primeira besta, cuja chaga mortal fôra curada.
Apo 13:13 E faz grandes signaes, de maneira que até fogo faz descer do céu á terra, diante dos homens.
Apo 13:14 E engana aos que habitam na terra com signaes que se lhe permittiram que fizesse em presença da besta, dizendo aos que habitam na terra que fizessem uma imagem á besta que recebera a ferida da espada e vivia.
Apo 13:15 E foi-lhe concedido que désse espirito á imagem da besta, para que tambem a imagem da besta fallasse, e fizesse que fossem mortos todos os que não adorassem a imagem da besta.
Apo 13:16 E faz que todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, ponham um signal na sua mão direita, ou nas suas testas;
Apo 13:17 E que ninguem possa comprar ou vender, senão aquelle que tiver o signal, ou o nome da besta, ou o numero do seu nome.
Apo 13:18 Aqui está a sabedoria. Aquelle que tem entendimento, conte o numero da besta; porque é o numero de um homem, e o seu numero é seiscentos e sessenta e seis.
Apo 14:1 E olhei, e eis que estava o Cordeiro sobre o monte de Sião, e com elle cento e quarenta e quatro mil, que em suas testas tinham escripto o nome de seu Pae.
Apo 14:2 E ouvi uma voz do céu, como a voz de muitas aguas, e como a voz de um grande trovão; e ouvi uma voz de harpistas, que tocavam com as suas harpas.
Apo 14:3 E cantavam um como cantico novo diante do throno, e diante dos quatro animaes e dos anciãos: e ninguem podia aprender aquelle cantico, senão os cento e quarenta e quatro mil que foram comprados da terra.
Apo 14:4 Estes são os que não estão contaminados com mulheres: porque são virgens. Estes são os que seguem o Cordeiro para onde quer que vae. Estes são os que d’entre os homens foram comprados por primicias para Yahweh e para o Cordeiro.
Apo 14:5 E na sua bocca não se achou engano; porque são irreprehensiveis diante do throno de Deus.
Apo 14:6 E vi outro anjo voar pelo meio do céu, e tinha o evangelho eterno, para proclamal-o aos que habitam sobre a terra, e a toda a nação, e tribu, e lingua, e povo.
Apo 14:7 Dizendo com grande voz: Temei a Yahweh, e dae-lhe gloria; porque vinda é a hora do seu juizo. E adorae aquelle que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das aguas.
Apo 14:8 E outro anjo seguiu, dizendo: É caída, é caída Babylonia, aquella grande cidade, porque a todas as nações deu a beber do vinho da ira da sua fornicação.
Apo 14:9 E seguiu-os o terceiro anjo, dizendo com grande voz: Se alguem adorar a besta, e a sua imagem, e receber o signal na sua testa, ou na sua mão,
Apo 14:10 Tambem o tal beberá do vinho da ira de Yahweh, que se deitou puro no calix da sua ira; e será atormentado com fogo e enxofre diante dos sanctos anjos e diante do Cordeiro.
Apo 14:11 E o fumo do seu tormento sobe para todo o sempre; e não teem repouso nem de dia nem de noite os que adoram a besta e a sua imagem, e aquelle que receber o signal do seu nome.
Apo 14:12 Aqui está a paciencia dos sanctos: aqui estão os que guardam os mandamentos de Yahweh e a fé de Jesus.
Apo 14:13 E ouvi uma voz do céu, que me dizia: Escreve: Bemaventurados os mortos que desde agora morrem no Senhor. Sim, diz o Espirito; para que descancem dos seus trabalhos, e as suas obras os sigam.
Apo 14:14 E olhei, e eis uma nuvem branca, e assentado sobre a nuvem um similhante ao Filho do homem, que tinha sobre a sua cabeça uma corôa de oiro, e na sua mão uma foice aguda.
Apo 14:15 E outro anjo saiu do templo, clamando com grande voz ao que estava assentado sobre a nuvem: Lança a tua foice, e sega; pois já é vinda a hora de segar, porquanto já a seara da terra está madura.
Apo 14:16 E aquelle que estava assentado sobre a nuvem lançou a sua foice á terra, e a terra foi segada.
Apo 14:17 E saiu do templo, que está no céu, outro anjo, o qual tambem tinha uma foice aguda.
Apo 14:18 E saiu do altar outro anjo, que tinha poder sobre o fogo, e clamou com grande voz ao que tinha a foice aguda, dizendo: Lança a tua foice aguda, e vindima os cachos da vinha da terra, porque já as suas uvas estão maduras.
Apo 14:19 E o anjo lançou a sua foice á terra e vindimou as uvas da vinha da terra, e lançou-as no grande lagar da ira de Yahweh.
Apo 14:20 E o lagar foi pisado fóra da cidade, e saiu sangue do lagar até aos freios dos cavallos, por mil e seiscentos estadios.
Apo 15:1 E vi outro grande e admiravel signal no céu: sete anjos, que tinham as sete ultimas pragas; porque n’ellas é consummada a ira de Deus.
Apo 15:2 E vi como um mar de vidro misturado com fogo; e os que sairam victoriosos da besta, e da sua imagem, e do seu signal, e do numero do seu nome, que estavam junto ao mar de vidro, e tinham as harpas de Deus.
Apo 15:3 E cantavam o cantico de Moysés, o servo de Deus, e o cantico do Cordeiro, dizendo: Grandes e maravilhosas são as tuas obras, Yahweh Deus Todo-poderoso! justos e verdadeiros são os teus caminhos, ó Rei dos sanctos.
Apo 15:4 Quem te não temerá, ó Yahweh, e não magnificará o teu nome? Porque só tu és sancto; por isso todas as nações virão, e adorarão diante de ti, porque os teus juizos são manifestos.
Apo 15:5 E depois d’isto olhei, e eis que o templo do tabernaculo do testemunho se abriu no céu.
Apo 15:6 E os sete anjos que tinham as sete pragas sairam do templo, vestidos de linho puro e resplandecente, e cingidos com cintos de oiro ao redor de seus peitos.
Apo 15:7 E um dos quatro animaes deu aos sete anjos sete salvas de oiro, cheias da ira de Yahweh, que vive para todo o sempre.
Apo 15:8 E o templo encheu-se com o fumo da gloria de Deus e do seu poder; e ninguem podia entrar no templo, até que se consummassem as sete pragas dos sete anjos.
Apo 16:1 E ouvi do templo uma grande voz, que dizia aos sete anjos: Ide, e derramae sobre a terra as sete salvas da ira de Deus.
Apo 16:2 E foi o primeiro, e derramou a sua salva sobre a terra, e fez-se uma chaga má e maligna nos homens que tinham o signal da besta e que adoravam a sua imagem.
Apo 16:3 E o segundo anjo derramou a sua salva no mar, e tornou-se em sangue como de um morto, e morreu no mar toda a alma vivente.
Apo 16:4 E o terceiro anjo derramou a sua taça nos rios e nas fontes das aguas, e tornaram-se em sangue.
Apo 16:5 E ouvi o anjo das aguas, que dizia: Justo és tu, ó Yahweh, que és, e que eras, e que serás sancto, porque julgaste estas coisas.
Apo 16:6 Porque derramaram o sangue dos sanctos e dos prophetas, tambem tu lhes déste o sangue a beber; porque d’isto são dignos.
Apo 16:7 E ouvi outro do altar, que dizia: Na verdade, ó Yahweh Deus Todo-poderoso, verdadeiros e justos são os teus juizos.
Apo 16:8 E o quarto anjo derramou a sua taça sobre o sol, e foi-lhe dado que abrazasse os homens com fogo.
Apo 16:9 E os homens foram abrazados com grandes calores, e blasphemaram do nome de Deus, que tem o poder sobre estas pragas; e não se arrependeram para lhe darem gloria.
Apo 16:10 E o quinto anjo derramou a sua taça sobre o throno da besta, e o seu reino se fez tenebroso; e mordiam as suas linguas de dôr.
Apo 16:11 E por causa das suas dôres, e por causa das suas chagas, blasphemaram do Deus do céu; e não se arrependeram das suas obras.
Apo 16:12 E o sexto anjo derramou a sua taça sobre o grande rio Euphrates; e a sua agua seccou-se, para que se preparasse o caminho dos reis do oriente.
Apo 16:13 E da bocca do dragão, e da bocca da besta, e da bocca do falso propheta, vi sair tres espiritos immundos, similhantes a rãs.
Apo 16:14 Porque são espiritos de demonios, que fazem signaes; os quaes vão aos reis de todo o mundo, para os congregar para a batalha, n’aquelle grande dia de Deus Todo-poderoso.
Apo 16:15 Eis que venho como ladrão. Bemaventurado aquelle que vigia, e guarda os seus vestidos, para que não ande nú, e não se vejam as suas vergonhas.
Apo 16:16 E congregaram-n’os no logar que em hebreo se chama Armageddon.
Apo 16:17 E o setimo anjo derramou a sua taça no ar, e saiu uma grande voz do templo do céu, do throno, dizendo: Está feito.
Apo 16:18 E houve vozes, e trovões, e relampagos, e um grande terremoto, qual nunca houve desde que ha homens sobre a terra: tal foi este tão grande terremoto.
Apo 16:19 E a grande cidade fendeu-se em tres partes, e as cidades das nações cairam; e a grande Babylonia veiu em memoria diante de Yahweh, para elle lhe dar o calix do vinho da indignação da sua ira
Apo 16:20 E toda a ilha fugiu; e os montes não se acharam.
Apo 16:21 E sobre os homens caiu do céu uma grande saraiva, como do peso de um talento; e os homens blasphemaram de Deus por causa da praga da saraiva: porque a sua praga era mui grande.
Apo 17:1 E veiu um dos sete anjos que tinham as sete taças, e fallou comigo, dizendo-me: Vem, mostrar-te-hei a condemnação da grande prostituta que está assentada sobre muitas aguas;
Apo 17:2 Com a qual fornicaram os reis da terra; e os que habitam

 na terra se embebedaram com o vinho da sua fornicação.
Apo 17:3 E levou-me em espirito a um deserto, e vi uma mulher assentada sobre uma besta de côr de escarlata, que estava cheia de nomes de blasphemia, e tinha sete cabeças e dez cornos.
Apo 17:4 E a mulher estava vestida de purpura e de escarlata, e adornada com oiro, e pedras preciosas e perolas; e tinha na sua mão um calix de oiro cheio das abominações e da immundicia da sua fornicação;
Apo 17:5 E na sua testa escripto o nome: Mysterio: A grande Babylonia, a mãe das fornicações e abominações da terra.
Apo 17:6 E vi que a mulher estava embriagada do sangue dos sanctos, e do sangue das testemunhas de Jesus. E, vendo-a eu, maravilhei-me com grande admiração.
Apo 17:7 E o anjo me disse: Porque te admiras? Eu te direi o mysterio da mulher, e da besta que a traz, a qual tem sete cabeças e dez cornos.
Apo 17:8 A besta que viste foi e já não é, e ha de subir do abysmo, e ir-se á perdição; e os que habitam na terra (cujos nomes não estão escriptos no livro da vida, desde a fundação do mundo) se admirarão vendo a besta que era e já não é, ainda que é.
Apo 17:9 Aqui ha sentido, que tem sabedoria. As sete cabeças são sete montes, sobre os quaes a mulher está assentada.
Apo 17:10 E são tambem sete reis; os cinco são caidos; e um já é, outro ainda não é vindo; e, quando vier, convem que dure um pouco de tempo
Apo 17:11 E a besta que era e já não é, esta é tambem o oitavo, e é dos sete, e vae-se á perdição.
Apo 17:12 E os dez cornos que viste são dez reis, que ainda não receberam o reino, porém receberão poder como reis por uma hora, juntamente com a besta.
Apo 17:13 Estes teem um mesmo intento, e entregarão o seu poder e auctoridade á besta.
Apo 17:14 Estes combaterão contra o Cordeiro, e o Cordeiro os vencerá (porque é o Senhor dos senhores e o Rei dos reis), e os que estão com elle são os chamados, e eleitos, e fieis.
Apo 17:15 E disse-me: As aguas que viste, onde se assenta a prostituta, são povos, e multidões, e nações, e linguas.
Apo 17:16 E os dez cornos que viste na besta são os que aborrecerão a prostituta, e a farão assolada e núa, e comerão a sua carne, e a queimarão com fogo.
Apo 17:17 Porque Yahweh deu-lhes em seus corações que cumpram o seu intento, e que tenham um mesmo intento, e que deem á besta o seu reino, até que se cumpram as palavras de Deus.
Apo 17:18 E a mulher que viste é a grande cidade que reina sobre os reis da terra.
Apo 18:1 E depois d’estas coisas vi descer do céu outro anjo, que tinha grande poder, e a terra foi illuminada da sua gloria.
Apo 18:2 E clamou fortemente com grande voz, dizendo: É caida, é caida a grande Babylonia, e é feita morada de demonios, e coito de todo o espirito immundo, e coito de toda a ave immunda e aborrecivel.
Apo 18:3 Porque todas as nações beberam do vinho da ira da sua fornicação, e os reis da terra fornicaram com ella; e os mercadores da terra se enriqueceram da abundancia de suas delicias.
Apo 18:4 E ouvi outra voz do céu, que dizia: Sae d’ella, povo meu, para que não sejas participante dos seus peccados, e para que não recebas das suas pragas.
Apo 18:5 Porque já os seus peccados se accumularam até ao céu, e Yahweh se lembrou das iniquidades d’ella.
Apo 18:6 Tornae-lhe como ella vos tem dado, e duplicae-lhe em dobro conforme as suas obras: no calix em que vos deu de beber dae-lhe a ella em dobro.
Apo 18:7 Quanto ella se glorificou, e em delicias esteve, tanto lhe dae de tormento e pranto; porque diz em seu coração: Estou assentada como rainha, e não sou viuva, e não verei o pranto.
Apo 18:8 Portanto n’um dia virão as suas pragas; a morte, e o pranto, e a fome; e será queimada com fogo; porque é forte Yahweh Deus que a julga.
Apo 18:9 E os reis da terra, que fornicaram com ella, e viveram em delicias, a chorarão, e sobre ella prantearão, quando virem o fumo do seu incendio;
Apo 18:10 Estando de longe pelo temor do seu tormento, dizendo: Ai! ai d’aquella grande Babylonia, aquella forte cidade! pois n’uma hora veiu o teu juizo.
Apo 18:11 E sobre ella choram e lamentam os mercadores da terra; porque ninguem mais compra as suas mercadorias:
Apo 18:12 Mercadorias de oiro, e de prata, e de pedras preciosas, e de perolas, e de linho fino, e de purpura, e de seda, e de escarlata; e toda a madeira odorifera, e todo o vaso de marfim, e todo o vaso de madeira preciosissima, de bronze e de ferro, e de marmore;
Apo 18:13 E canella, e especiaria, e perfume, e unguento odorifero, e incenso, e vinho, e azeite, e flor de farinha, e trigo, e cavalgaduras, e ovelhas; e mercadorias de cavallos, e de carros, e de corpos e de almas de homens.
Apo 18:14 E o fructo do desejo da tua alma foi-se de ti; e todas as coisas gostosas e excellentes se foram de ti, e não mais as acharás.
Apo 18:15 Os mercadores d’estas coisas, que por ellas se enriqueceram, estarão de longe, pelo temor do seu tormento, chorando, e lamentando,
Apo 18:16 E dizendo: Ai, ai d’aquella grande cidade! que estava vestida de linho fino, e purpura, e escarlata; e adornada com oiro e pedras preciosas e perolas! Porque n’uma hora foram assoladas tantas riquezas.
Apo 18:17 E todo o piloto, e todo o que navega em náos, e todo o marinheiro, e todos os que traficam por mar se pozeram de longe:
Apo 18:18 E, vendo o fumo do seu incendio, clamaram, dizendo: Que cidade é similhante a esta grande cidade?
Apo 18:19 E lançaram pó sobre as suas cabeças, e clamaram, chorando, e lamentando, e dizendo: Ai, ai d’aquella grande cidade! na qual todos os que tinham náos no mar se enriqueceram da sua opulencia; porque n’uma hora foi assolada.
Apo 18:20 Alegra-te sobre ella, ó céu, e vós, sanctos apostolos e prophetas; porque já Yahweh julgou a vossa causa quanto a ella.
Apo 18:21 E um forte anjo levantou uma pedra como uma grande mó, e lançou-a no mar, dizendo: Com egual impeto será lançada Babylonia, aquella grande cidade, e não será jámais achada
Apo 18:22 E em ti não se ouvirá mais a voz de harpistas, e de musicos, e de frauteiros, e de trombeteiros, e nenhum artifice de arte alguma se achará mais em ti; e ruido de mó em ti mais se não ouvirá:
Apo 18:23 E luz de candeia não mais alumiará em ti, e voz de esposo e de esposa mais em ti se não ouvirá; porque os teus mercadores eram os grandes da terra; porque todas as nações foram enganadas pelas tuas feiticerias.
Apo 18:24 E n’ella se achou o sangue dos prophetas, e dos sanctos, e de todos os que foram mortos na terra.
Apo 19:1 E, depois d’estas coisas, ouvi como que uma grande voz de uma grande multidão no céu, que dizia: Alleluia: Salvação, e gloria, e honra, e poder pertencem a Yahweh nosso Deus:
Apo 19:2 Porque verdadeiros e justos são os seus juizos, pois julgou a grande prostituta, que havia corrompido a terra com a sua fornicação, e da sua mão vingou o sangue dos seus servos.
Apo 19:3 E outra vez disseram: Alleluia. E o seu fumo sobe para todo o sempre.
Apo 19:4 E os vinte e quatro anciãos, e os quatro animaes, prostraram-se e adoraram a Yahweh, assentado no throno, dizendo: Amen, Alleluia.
Apo 19:5 E saiu uma voz do throno, que dizia: Louvae o nosso Deus, vós, todos os seus servos, e vós que o temeis, assim pequenos como grandes.
Apo 19:6 E ouvi como que a voz de uma grande multidão, e como que a voz de muitas aguas, e como que a voz de grandes trovões, que dizia: Alleluia: pois já Yahweh Deus Todo-poderosoreina.
Apo 19:7 Regozijemo-nos, e alegremo-nos, e demos-lhe gloria; porque vindas são as bodas do Cordeiro, e já a sua esposa se apromptou.
Apo 19:8 E foi-lhe dado que se vestisse de linho fino, puro e resplandecente; porque o linho fino são as justiças dos sanctos.
Apo 19:9 E disse-me: Escreve: Bemaventurados aquelles que são chamados á ceia das bodas do Cordeiro. E disse-me: Estas são as verdadeiras palavras de Deus.
Apo 19:10 E eu lancei-me a seus pés para o adorar; porém elle disse-me: Olha não faças tal: sou teu conservo, e de teus irmãos, que teem o testemunho de Jesus: adora a Yahweh; porque o testemunho de Jesus é o espirito de prophecia.
Apo 19:11 E vi o céu aberto, e eis um cavallo branco: e o que estava assentado sobre elle chama-se Fiel e Verdadeiro; e julga e peleja em justiça.
Apo 19:12 E os seus olhos eram como chamma de fogo; e sobre a sua cabeça havia muitos diademas; e tinha um nome escripto, que ninguem sabia senão elle mesmo.
Apo 19:13 E estava vestido de uma veste salpicada de sangue; e o seu nome chama-se a Palavra de Deus.
Apo 19:14 E seguiam-n’o os exercitos no céu em cavallos brancos, e vestidos de linho fino, branco e puro.
Apo 19:15 E da sua bocca sahia uma aguda espada, para ferir com ella as nações; e elle as regerá com vara de ferro; e elle mesmo pisa o lagar do vinho do furor e da ira do Deus Todo-poderoso.
Apo 19:16 E no vestido e na sua coxa tem escripto este nome: Rei dos reis, e Senhor dos senhores.
Apo 19:17 E vi um anjo, que estava no sol, e clamou com grande voz, dizendo a todas as aves que voavam pelo meio do céu: Vinde, e ajuntae-vos á ceia do grande Deus;
Apo 19:18 Para que comaes a carne dos reis, e a carne dos tribunos, e a carne dos fortes, e a carne dos cavallos e dos que sobre elles se assentam; e a carne de todos os livres e servos, e pequenos e grandes.
Apo 19:19 E vi a besta, e os reis da terra, e os seus exercitos ajuntados, para fazerem guerra áquelle que estava assentado sobre o cavallo, e ao seu exercito.
Apo 19:20 E a besta foi presa, e com ella o falso propheta, que diante d’ella fizera os signaes, com que enganou os que receberam o signal da besta, e adoraram a sua imagem. Estes dois foram lançados vivos no ardente lago do fogo e do enxofre.
Apo 19:21 E os demais foram mortos com a espada que sahia da bocca do que estava assentado sobre o cavallo, e todas as aves se fartaram das

 suas carnes.
Apo 20:1 E vi descer do céu um anjo, que tinha a chave do abysmo, e uma grande cadeia na sua mão.
Apo 20:2 E prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo e Satanaz, e amarrou-o por mil annos.
Apo 20:3 E lançou-o no abysmo, e ali o encerrou, e poz sello sobre elle, para que mais não engane as nações, até que os mil annos se acabem. E depois importa que seja solto por um pouco de tempo.
Apo 20:4 E vi thronos; e assentaram-se sobre elles, e foi-lhes dado o poder de julgar; e vi as almas d’aquelles que foram degolados pelo testemunho de Jesus, e pela palavra de Yahweh, e que não adoraram a besta, nem a sua imagem, e não receberam o signal em suas testas nem em suas mãos; e viveram, e reinaram com Christo, durante mil annos.
Apo 20:5 Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil annos se acabaram. Esta é a primeira resurreição.
Apo 20:6 Bemaventurado e sancto aquelle que tem parte na primeira resurreição: sobre estes não tem poder a segunda morte; porém serão sacerdotes de Yahweh e de Christo, e reinarão com elle mil annos
Apo 20:7 E, acabando-se os mil annos, Satanaz será solto da sua prisão,
Apo 20:8 E sairá a enganar as nações que estão sobre os quatro cantos da terra, Gog e Magog, para os ajuntar em batalha, cujo numero é como a areia do mar.
Apo 20:9 E subiram sobre a largura da terra, e cercaram o arraial dos sanctos e a cidade amada; e de Deus desceu fogo do céu, e os devorou.
Apo 20:10 E o diabo, que os enganava, foi lançado no lago do fogo e enxofre, onde estão a besta e o falso propheta; e de dia e de noite serão atormentados para todo o sempre.
Apo 20:11 E vi um grande throno branco, e o que estava assentado sobre elle, de cujo rosto fugiu a terra e o céu; e não se achou logar para elles.
Apo 20:12 E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante de Yahweh; e abriram-se os livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida; e os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escriptas nos livros, segundo as suas obras.
Apo 20:13 E o mar deu os mortos que n’elle havia; e a morte e o inferno deram os mortos que n’elles havia; e foram julgados cada um segundo as suas obras.
Apo 20:14 E a morte e o , inferno foram lançados no lago de fogo: esta é a segunda morte.
Apo 20:15 E aquelle que não foi achado inscripto no livro da vida foi lançado no lago do fogo.
Apo 21:1 E vi um novo céu, e uma nova terra. Porque já o primeiro céu e a primeira terra passaram, e já não havia mar.
Apo 21:2 E eu, João, vi a sancta cidade, a nova Jerusalem, que de Yahweh descia do céu, adereçada como a esposa ataviada para o seu marido.
Apo 21:3 E ouvi uma grande voz do céu, que dizia: Eis aqui o tabernaculo de Yahweh com os homens, e com elles habitará, e elles serão o seu povo, e o mesmo Yahweh estará com elles, e será o seu Deus
Apo 21:4 E Deus alimpará de seus olhos toda a lagrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dôr; porque já as primeiras coisas são passadas.
Apo 21:5 E o que estava assentado sobre o throno disse: Eis que faço novas todas as coisas. E disse-me: Escreve: porque estas palavras são verdadeiras e fieis.
Apo 21:6 E disse-me: Está cumprido: Eu sou o Alpha e o Omega, o principio e o fim. A quem quer que tiver sêde, de graça lhe darei da fonte da agua da vida.
Apo 21:7 Quem vencer, herdará todas as coisas; e eu serei seu Deus, e elle será meu filho,
Apo 21:8 Mas quanto aos timidos, e aos incredulos, e aos abominaveis, e aos homicidas, e aos fornicadores, e aos feiticeiros, e aos idolatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre; o que é a segunda morte.
Apo 21:9 E veiu a mim um dos sete anjos que tinham as sete taças cheias das ultimas sete pragas, e fallou comigo, dizendo: Vem, mostrar-te-hei a esposa, a mulher do Cordeiro.
Apo 21:10 E levou-me em espirito a um grande e alto monte, e mostrou-me a grande cidade, a sancta Jerusalem, que de Yahweh descia do céu.
Apo 21:11 E tinha a gloria de Deus; e a sua luz era similhante a uma pedra preciosissima, como a pedra de jaspe, como o crystal resplandecente.
Apo 21:12 E tinha um grande e alto muro com doze portas, e nas portas doze anjos, e nomes escriptos sobre ellas, que são os nomes das doze tribus de Israel.
Apo 21:13 Da banda do levante tinha tres portas, da banda do norte tres portas, da banda do sul tres portas, da banda do poente tres portas.
Apo 21:14 E o muro da cidade tinha doze fundamentos, e n’elles os nomes dos doze apostolos do Cordeiro.
Apo 21:15 E aquelle que fallava comigo tinha uma canna de oiro, para medir a cidade, e as suas portas, e o seu muro.
Apo 21:16 E a cidade estava situada em quadrado; e o seu comprimento era tanto quanto a sua largura. E mediu a cidade com a canna até doze mil estadios: e o seu comprimento, largura e altura eram eguaes.
Apo 21:17 E mediu o seu muro, de cento e quarenta e quatro covados, medida de homem, que era a do anjo.
Apo 21:18 E a fabrica do seu muro era de jaspe, e a cidade de oiro puro, similhante a vidro puro.
Apo 21:19 E os fundamentos do muro da cidade estavam adornados de toda a pedra preciosa. O primeiro fundamento era jaspe; o segundo, saphira; o terceiro, chalcedonia; o quarto, esmeralda;
Apo 21:20 O quinto, sardonica; o sexto, sardio; o setimo, crisolito; o oitavo, beryllo; o nono, topazio; o decimo, crysopraso; o undecimo, jacintho; o duodecimo, amethysta.
Apo 21:21 E as doze portas eram doze perolas: cada uma das portas era uma perola, e a praça da cidade de oiro puro, como vidro transparente.
Apo 21:22 E n’ella não vi templo, porque o seu templo é Yahweh Deus Todo-poderoso, e o Cordeiro.
Apo 21:23 E a cidade não necessita de sol nem de lua, para que n’ella resplandeçam, porque a gloria de Yahweh a tem alumiado, e o Cordeiro é a sua lampada.
Apo 21:24 E as nações que se salvarem andarão á sua luz; e os reis da terra trarão para ella a sua gloria e honra.
Apo 21:25 E as suas portas não se fecharão de dia, porque ali não haverá noite.
Apo 21:26 E a ella trarão a gloria e honra das nações.
Apo 21:27 E não entrará n’ella coisa alguma que contamine, e commetta abominação e mentira, mas só os que estão inscriptos no livro da vida do Cordeiro.
Apo 22:1 E mostrou-me o rio puro da agua da vida, claro como crystal, que procedia do throno de Deus e do Cordeiro.
Apo 22:2 No meio da sua praça, e de uma e outra banda do rio, estava a arvore da vida, que produz doze fructos, dando seu fructo de mez em mez; e as folhas da arvore são para a saude das nações.
Apo 22:3 E ali nunca mais haverá maldição contra alguem; e n’ella estará o throno de Yahweh e do Cordeiro, e os seus servos o servirão.
Apo 22:4 E verão o seu rosto, e nas suas testas estará o seu nome.
Apo 22:5 E ali não haverá mais noite, e não necessitarão de lampada nem de luz do sol, porque Yahweh Deus os alumia; e reinarão para todo o sempre.
Apo 22:6 E disse-me: Estas palavras são fieis e verdadeiras; e Yahweh, o Deus dos sanctos prophetas, enviou o seu anjo, para mostrar aos seus servos as coisas que em breve hão de acontecer.
Apo 22:7 Eis aqui venho presto: Bemaventurado aquelle que guarda as palavras da prophecia d’este livro.
Apo 22:8 E eu, João, sou aquelle que vi e ouvi estas coisas. E, havendo-as ouvido e visto, prostrei-me aos pés do anjo que me mostrava estas coisas, para o adorar.
Apo 22:9 E disse-me: Olha não faças tal; porque eu sou conservo teu e de teus irmãos, os prophetas, e dos que guardam as palavras d’este livro. Adora a Yahweh.
Apo 22:10 E disse-me: Não selles as palavras d’este livro; porque perto está o tempo.
Apo 22:11 Quem é injusto, faça injustiça ainda; e quem é sujo, seja sujo ainda; e quem é justo, faça justiça ainda; e quem é sancto, seja sanctificado ainda.
Apo 22:12 E, eis que, presto venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra.
Apo 22:13 Eu sou o Alpha e o Omega, o principio e o fim, o primeiro e o derradeiro.
Apo 22:14 Bemaventurados aquelles que lavam as suas vestiduras no sangue do Cordeiro, para que tenham direito á arvore da vida, e possam entrar na cidade pelas portas.
Apo 22:15 Porém estarão de fóra os cães e os feiticeiros, e os fornicadores, e os homicidas, e os idolatras, e qualquer que ama e commette a mentira.
Apo 22:16 Eu, Jesus, enviei o meu anjo, para vos testificar estas coisas nas egrejas: eu sou a raiz e a geração de David, a resplandecente estrella da manhã.
Apo 22:17 E o Espirito e a esposa dizem: Vem. E quem o ouve, diga: Vem. E quem tem sêde, venha; e quem quizer, tome de graça da agua da vida.
Apo 22:18 Porque eu testifico a todo aquelle que ouvir as palavras da prophecia d’este livro que, se alguem lhes accrescentar alguma coisa, Yahweh fará vir sobre elle as pragas que estão escriptas n’este livro;
Apo 22:19 E, se alguem tirar das palavras do livro d’esta prophecia, Deus tirará a sua parte do livro da vida, e da cidade sancta, e das coisas que estão escriptas n’este livro.
Apo 22:20 Aquelle que testifica estas coisas diz: Certamente presto venho. Amen: ora vem, Senhor Jesus.
Apo 22:21 A graça de nosso Senhor Jesus Christo seja com todos vós. Amen.