Inicio | Temas Bíblicos |Leia a Biblia Leia a Bíblia | Post´s em Espanhol |Doações |Contato pt Portuguese
Esta é a vida eterna: que te conheçam, o único Elohim verdadeiro, e a Yeshua o Messias, a quem enviaste. JOÃO 17:3
faceicon
MORTE: QUARTA. RESSURREIÇÃO:FIM DO SÁBADO

MORTE: QUARTA. RESSURREIÇÃO:FIM DO SÁBADO

Os dias de festas mais importante da igreja católica, além do natal, sem dúvida, são a sexta-feira santa, que lembra a morte de Cristo, e o domingo de Páscoa, que lembra a ressurreição do Salvador. No entanto, é pouco provável que essas comemorações estejam em coerência com o restante dos evangelhos. Geralmente algumas informações são deixadas de lado na hora da compreensão textual.
Se a pessoa não se atentar para quatro pontos importantes do contexto Bíblico, ela não percebe o dia correto da morte e da ressurreição de Cristo.Primeiro princípio: Jesus ficou exatamente três dias e três noites na sepultura! “Pois, como Jonas esteve três dias e três noites no ventre da baleia, assim estará o Filho do homem três dias e três noites no seio da terra Mateus 12:40. Ele teria que ficar três dias de vinte quatro horas na sepultura somando um total de 72 horas. Assim, se Jesus morresse em uma sexta-feira à tarde, então ele deveria ressuscitar na segunda-feira à tarde para cumprir três dias e três noites na sepultura.

Segundo: Houve dois sábados na semana que Jesus morreu. Há feriados que caem no meio da semana que são chamados de sábados pelos judeus pelo fato de serem dias que não se trabalha. No dia 14 do mês primeiro (Nissan) à tarde era a Páscoa judaica, e depois do por do sol, dia 15 do primeiro mês, era o sábado-feriado. É simples de entender, a palavra sábado quer dizer “descanso” e como esses feriados eram dias de “descanso”, então eram chamados de “sábados” também. “…no fim da tarde do dia 14 do primeiro mês é a páscoa do Eterno, e aos 15 desde mês é a Festa dos Pães Asmos…Terei Santa Convocação e Nenhuma obra Servil fareis” Levítico 23:4-8. Perceba que não era a Páscoa, dia 14, que era considerada Sábado, mas o dia seguinte, dia 15, Paes Asmos. Esses sábados eram guardados como os Sábados do sétimo dia.

Terceiro: A palavra amanhecer nos originais Bíblicos aponta para o começo de um novo dia. Nos tempos Bíblicos um dia amanhecia logo após o sol se por. Certamente que na hora de fazer a paráfrase dos textos originais esse contexto não foi levado em conta, dando a entender que o amanhecer ou a madrugada do primeiro dia da semana era em algum período depois da meia noite, o que não é verdade. A expressão “ao amanhecer” indica o ponto entre o fim de um dia e o começo de outro, o ponto médio. Os tradutores Bíblicos traduzem “ao amanhecer” do primeiro dia como primeiro dia “Maria foi ao sepulcro ao amanhecer do primeiro dia” para “Maria foi ao sepulcro na madrugada do primeiro dia”, “Jesus ressuscitou ao amanhecer do primeiro dia” para “Jesus ressuscitou na madrugada do primeiro dia.”

Quarto: Como inclusive já dissemos, a Bíblia não diz que Jesus ressuscitou no Domingo, diz que quando as Marias saíram para ir ao sepulcro, ao amanhecer do primeiro dia, de demorando algum tempo até chegar lá, chegando no lugar onde o corpo fora deixado, encontrou o túmulo vazio. Veja: “e muito cedo, no primeiro dia da semana, ao despontar do sol, foram ao túmulo” Marcos 16:2. Mas no primeiro dia da semana, alta madrugada, foram elas aos túmulos, levando aromas…” Lucas 24:1. No primeiro dia da semana, Maria Madalena foi ao sepulcro de madrugada, chegando lá viu que a pedra estava resolvida João 20:1. Perceba que em nenhum desses textos diz que o Filho de Deus ressuscitou no domingo!!!

Então que passagem mostra o momento em que Jesus ressuscitou? “No findar do sábado, ao entrar o primeiro dia da semana, Maria Madalena e a outra Maria foram ver o sepulcro e eis que houve um grande terremoto, porque um anjo do Eterno desceu do céu, chegou-se, removeu a pedra e assentou-se sobre ela” Mateus 28:1,2. O Messias ressuscitou entre o fim do sábado e o começo do primeiro dia da semana, no ponto médio entre os dois dias, no meio.

Veja o que aconteceu: O dia catorze do primeiro mês era chamado de dia da preparação, pois nesse dia os judeus faziam a preparação para, no por do sol, comer a Páscoa “Era o dia da preparação, e começava o sábado”. Jesus morreu à tarde do dia 14 de Nissan. Foi colocado no sepulcro ao “amanhecer” do sábado-feriado, Pães Asmos, entre o dia da preparação, 14 de Nissan, e o dia 15 de Nissan, feriado chamado de sábado, bem no meio. As mulheres viram seu corpo ser posto no túmulo e passado esse sábado-feriado, sexta-feira, os discípulos foram comprar aromas para embalsamar o corpo, descansaram no sábado do sétimo dia e no final do sábado foram visitar o corpo Marcos 16:1, Lucas 23:54-56. Ou seja, como ele morreu no findar do dia 14, calendário judaico, deveria passar os dias 15, 16 e ressuscitar no findar do dia 17 no meio, entre o dia 17 e 18. A Bíblia diz em Mateus 28 que houve o terremoto no findar do sábado, então se voltarmos 3 dias, tendo como ponto de partida o terremoto, chegaremos no fim da quarta-feira,”amanhecendo” a quinta-feira. Assim, o Filho de Deus morreu no fim da quarta-feira, ficou a quinta-feira, a sexta-feira e no fim do sábado, ressuscitou para cumprir 72 horas ou três dias na sepultura conforme a profecia! Maravilhosa a profecia! Confira o gráfico ilustrativo abaixo:
Clique na imagem para visualizar melhor

Claro que como a figura do cordeiro Páscoa se cumpriria em Jesus, sua data também deveria se cumprir. O dia 14 de Nissan (primeiro mês judaico) foi a data em que o povo de Israel foi liberto do Egito e também a data em que o povo de Deus foi liberto do Egito espiritual, pois Cristo nossa Páscoa nos libertou! Por isso que na semana em que Jesus morreu, ele antecedeu a páscoa, comendo a Páscoa antes da tarde do dia 14, e estabeleceu a santa ceia em seu lugar.

Então quem acha que Jesus morreu na sexta-feira e ressuscitou no domingo, está interpretando mal as escrituras, mesmo porque se Jesus ficasse 3 dias de 24 horas a partir de sexta-feira, ele ressuscitaria na tarde de segunda-feira, mas a Bíblia diz que a ressurreição aconteceu “ao findar do sábado”. Vale lembrar também que, para aqueles que acham que o domingo é o dia do Senhor pelo fato do Filho de Deus ter ressuscitado nesse dia, a ressurreição de Cristo no fim do sábado deita por terra essa ideia.
Postado por Fabio Bento

Tags: