Inicio | Temas Bíblicos |Leia a Biblia Leia a Bíblia | Post´s em Espanhol |Doações |Contato pt Portuguese
Esta é a vida eterna: que te conheçam, o único Elohim verdadeiro, e a Yeshua o Messias, a quem enviaste. JOÃO 17:3
faceicon
Deuteronômio

Voltar

Deuteronômio                  

 

Deuteronômio

 

CAPÍTULO 1

 

1 Estas são as palavras que falou Moisés a todo Israel desta parte do Jordão no deserto, na planície diante do mar Vermelho, entre Parã, e Tofel, e Labã, e Hazerote, e Di-Zaabe.

2 Onze jornadas há desde Horebe, caminho do monte de Seir, até Cades-Barneia.

3 E foi, que aos quarenta anos, no mês décimo primeiro, ao primeiro dia do mês, Moisés falou aos filhos de Israel conforme todas as coisas que Yahueh lhe havia mandado acerca deles;

4 Depois que feriu a Seom rei dos amorreus, que habitava em Hesbom, e a Ogue rei de Basã, que habitava em Astarote em Edrei:

5 Desta parte do Jordão, em terra de Moabe, resolveu Moisés declarar esta lei, dizendo:

6 Yahueh nosso Elohim nos falou em Horebe, dizendo: Demais haveis estado neste monte;

7 Voltai-vos, parti-vos e ide ao monte dos amorreus, e a todos seus vizinhos, na planície, no monte, e nos vales, e ao sul, e à costa do mar, à terra dos cananeus, e o Líbano, até o grande rio, o rio Eufrates.

8 Olhai, eu dei a terra em vossa presença; entrai e possuí a terra que Yahueh jurou a vossos pais Abraão, Isaque, e Jacó, que lhes daria a eles e à sua descendência depois deles.

9 E eu vos falei então, dizendo: Eu não posso vos levar só:

10 Yahueh vosso Elohim vos multiplicou, e eis que sois hoje vós como as estrelas do céu em abundância.

11 Yahueh Elohim de vossos pais acrescente sobre vós como sois mil vezes, e vos abençoe, como vos prometeu!

12 Como levarei eu só vossos problemas, vossas cargas, e vossos pleitos?

13 Dai-me dentre vós, de vossas tribos, homens sábios e entendidos e experientes, para que eu os ponha por vossos chefes.

14 E me respondestes, e dissestes: Bom é fazer o que disseste.

15 E tomei os principais de vossas tribos, homens sábios e experientes, e os pus por chefes sobre vós, chefes de milhares, e chefes de centenas, e chefes de cinquenta, e líderes de dez, e governadores a vossas tribos.

16 E então mandei a vossos juízes, dizendo: Ouvi entre vossos irmãos, e julgai justamente entre o homem e seu irmão, e o que lhe é estrangeiro.

17 Não tenhais acepção de pessoas no juízo: tanto ao pequeno como ao grande ouvireis: não tereis temor de ninguém, porque o juízo é de Elohim: e a causa que vos for difícil, a trareis a mim, e eu a ouvirei.

18 Eu vos mandei, pois, naquele tempo tudo o que havíeis de fazer.

19 E partidos de Horebe, andamos todo aquele grande e terrível deserto que vistes, pelo caminho do monte dos amorreus, como Yahueh nosso Elohim nos mandou; e chegamos até Cades-Barneia.

20 Então vos disse: Chegastes ao monte dos amorreus, o qual Yahueh nosso Elohim nos dá.

21 Olha, Yahueh teu Elohim deu diante de ti a terra: sobe e possui-a, como Yahueh o Elohim de teus pais te disse; não temas nem desmaies.

22 E aproximastes a mim todos vós, e dissestes: Enviemos homens diante de nós, que nos reconheçam a terra e nos tragam de volta relato do caminho por onde temos de subir, e das cidades aonde temos de chegar.

23 E o dito me apareceu bem: e tomei doze homens de vós, um homem por tribo:

24 E se encaminharam, e subiram ao monte, e chegaram até o vale de Escol, e reconheceram a terra.

25 E tomaram em suas mãos do fruto do país, e o trouxeram a nós, e nos contaram, e disseram: É boa a terra que Yahueh nosso Elohim nos dá.

26 Porém não quisestes subir, antes fostes rebeldes ao dito de Yahueh vosso Elohim;

27 E murmurastes em vossas tendas, dizendo: Porque Yahueh nos aborrecia, nos tirou da terra do Egito, para entregar-nos em mão dos amorreus para nos destruir.

28 Para onde subimos? Nossos irmãos fizeram desfalecer nosso coração, dizendo: Este povo é maior e mais alto que nós, as cidades grandes e muradas até o céu; e também vimos ali filhos de gigantes.

29 Então vos disse: Não temais, nem tenhais medo deles.

30 Yahueh vosso Elohim, o qual vai diante de vós, ele lutará por vós, conforme todas as coisas que fez por vós no Egito diante vossos olhos;

31 E no deserto viste que  Yahueh teu Elohim te trouxe, como traz o homem a seu filho, por todo o caminho que andastes, até que viestes a este lugar.

32 E ainda com isto não crestes em Yahueh vosso Elohim,

33 O qual ia diante de vós pelo caminho, para reconhecer-vos o lugar onde havíeis de assentar o acampamento, com fogo de noite para vos mostrar o caminho por onde andásseis, e com nuvem de dia.

34 E ouviu Yahueh a voz de vossas palavras, e irou-se, e jurou dizendo:

35 Não verá homem algum destes desta má geração, a boa terra que jurei havia de dar a vossos pais,

36 Exceto Calebe filho de Jefoné: ele a verá, e a ele lhe darei a terra que pisou, e a seus filhos; porque cumpriu em seguir a Yahueh.

37 E também contra mim se irou Yahueh por vós, dizendo: Tampouco tu entrarás ali:

38 Josué filho de Num, que está diante de ti, ele entrará ali: anima-o; porque ele a fará herdar a Israel.

39 E vossas crianças, das quais dissestes serão por presa, e vossos filhos que não sabem hoje bem nem mal, eles entrarão ali, e a eles a darei, e eles a herdarão.

40 E vós voltai-vos, e parti-vos ao deserto caminho do mar Vermelho.

41 Então respondestes e me dissestes: Pecado temos contra Yahueh; nós subiremos e lutaremos, conforme tudo o que Yahueh nosso Elohim nos mandou. E vos armastes cada um de suas armas de guerra, e vos preparastes para subir ao monte.

42 E Yahueh me disse: Dize-lhes: Não subais, nem luteis, pois não estou entre vós; para que não sejais feridos diante de vossos inimigos.

43 E vos falei, e não destes ouvido; antes fostes rebeldes ao dito de Yahueh, e persistindo com altivez, subistes ao monte.

44 E saíram os amorreus, que habitavam naquele monte, a vosso encontro, e vos perseguiram, como fazem as vespas, e vos derrotaram em Seir, perseguindo-vos até Hormá.

45 E voltastes, e chorastes diante de Yahueh; mas Yahueh não escutou vossa voz, nem vos prestou ouvido.

46 E estivestes em Cades por muitos dias, como nos dias que estivestes.

 

CAPÍTULO 2

 

1 E voltamos, e partimo-nos ao deserto caminho do mar Vermelho, como Yahueh me havia dito; e rodeamos o monte de Seir por muitos dias.

2 E Yahueh me falou, dizendo:

3 Demais rodeastes este monte; voltai-vos ao norte.

4 E manda ao povo, dizendo: Passando vós pelo termo de vossos irmãos os filhos de Esaú, que habitam em Seir, eles terão medo de vós; mas vós guardai-vos muito:

5 Não vos metais com eles; que não vos darei de sua terra nem ainda a pisadura da planta de um pé; porque eu dei por herança a Esaú o monte de Seir.

6 Comprareis deles por dinheiro os alimentos, e comereis; e também comprareis deles a água, e bebereis:

7 Pois Yahueh teu Elohim te abençoou em toda obra de tuas mãos: ele sabe que andas por este grande deserto: estes quarenta anos Yahueh teu Elohim foi contigo; e nenhuma coisa te faltou.

8 E passamos por nossos irmãos os filhos de Esaú, que habitavam em Seir, pelo caminho da planície de Elate e de Eziom-Geber. E voltamos, e passamos caminho do deserto de Moabe.

9 E Yahueh me disse: Não perturbeis a Moabe, nem te empenhes com eles em guerra, que não te darei possessão de sua terra; porque eu dei a Ar por herança aos filhos de Ló.

10 (Os emins habitaram nela antes, povo grande, e numeroso, e alto como gigantes:

11 Por gigantes eram eles também contados, como os anaquins; e os moabitas os chamam emins.

12 E em Seir habitaram antes os horeus, aos quais os filhos de Esaú expulsaram; e os destruíram de diante de si, e moraram em lugar deles; como fez Israel na terra de sua possessão que lhes deu Yahueh.)

13 Levantai-vos agora, e passai o ribeiro de Zerede. E passamos o ribeiro de Zerede.

14 E os dias que andamos de Cades-Barneia até que passamos o ribeiro de Zerede, foram trinta e oito anos; até que se acabou toda a geração dos homens de guerra do meio do acampamento, como Yahueh lhes havia jurado.

15 E também a mão de Yahueh foi sobre eles para destruí-los do meio do campo, até acabá-los.

16 E aconteceu que quando se acabaram de morrer todos os homens de guerra dentre o povo,

17 Yahueh me falou, dizendo:

18 Tu passarás hoje o termo de Moabe, a Ar,

19 E te aproximarás diante dos filhos de Amom: não os perturbeis, nem te metas com eles; porque não te tenho de dar possessão da terra dos filhos de Amom; que aos filhos de Ló a dei por herança.

20 (Por terra de gigantes foi também ela tida: habitaram nela gigantes em outro tempo, aos quais os amonitas chamavam zanzumins;

21 Povo grande, e numeroso, e alto, como os anaquins; aos quais Yahueh destruiu de diante dos amonitas, os quais lhes sucederam, e habitaram em seu lugar:

22 Como fez com os filhos de Esaú, que habitavam em Seir, de diante dos quais destruiu aos horeus; e eles lhes sucederam, e habitaram em seu lugar até hoje.

23 E aos aveus que habitavam em vilas até Gaza, os caftoreus que saíram de Caftor os destruíram, e habitaram em seu lugar.)

24 Levantai-vos, parti, e passai o ribeiro de Arnom: eis que dei em tua mão a Seom rei de Hesbom, amorreu, e a sua terra: começa a tomar possessão, e empenha-te com ele em guerra.

25 Hoje começarei a pôr teu medo e teu espanto sobre os povos debaixo de todo o céu, os quais ouvirão tua fama, e tremerão, e se angustiarão diante de ti.

26 E enviei mensageiros desde o deserto de Quedemote a Seom rei de Hesbom, com palavras de paz, dizendo:

27 Passarei por tua terra pelo caminho: pelo caminho irei, sem apartar-me à direita nem à esquerda:

28 A comida me venderás por dinheiro e comerei: a água também me darás por dinheiro, e beberei: somente passarei a pé;

29 Como o fizeram comigo os filhos de Esaú que habitavam em Seir, e os moabitas que habitavam em Ar; até que passe o Jordão à terra que nos dá Yahueh nosso Elohim.

30 Mas Seom rei de Hesbom não quis que passássemos pelo território seu; porque Yahueh teu Elohim havia endurecido seu espírito, e obstinado seu coração para entregá-lo em tua mão, como hoje.

31 E disse-me Yahueh: Eis que eu comecei a dar diante de ti a Seom e a sua terra; começa a tomar possessão, para que herdes sua terra.

32 E saiu-nos Seom ao encontro, ele e todo seu povo, para lutar em Jaza.

33 Mas Yahueh nosso Elohim o entregou diante de nós; e ferimos a ele e a seus filhos, e a todo seu povo.

34 E tomamos então todas suas cidades, e destruímos todas as cidades, homens, e mulheres, e crianças; não deixamos ninguém:

35 Somente tomamos para nós os animais, e os despojos das cidades que havíamos tomado.

36 Desde Aroer, que está junto à beira do ribeiro de Arnom, e a cidade que está no ribeiro, até Gileade, não houve cidade que escapasse de nós: todas as entregou Yahueh nosso Elohim em nosso poder.

37 Somente à terra dos filhos de Amom não chegaste, nem a tudo o que está à beira do ribeiro de Jaboque nem às cidades do monte, nem a lugar algum que Yahueh nosso Elohim havia proibido.

 

CAPÍTULO 3

 

1 E voltamos, e subimos caminho de Basã, e saiu-nos ao encontro Ogue rei de Basã para lutar, ele e todo seu povo, em Edrei.

2 E disse-me Yahueh: Não tenhas medo dele, porque em tua mão entreguei a ele e a todo seu povo, e sua terra: e farás com ele como fizeste com Seom rei amorreu, que habitava em Hesbom.

3 E Yahueh nosso Elohim entregou também em nossa mão a Ogue rei de Basã, e a todo seu povo, ao qual ferimos até não restar dele ninguém.

4 E tomamos então todas suas cidades; não restou cidade que não lhes tomássemos: sessenta cidades, toda a terra de Argobe, do reino de Ogue em Basã.

5 Todas estas eram cidades fortificadas com alto muro, com portas e barras; sem outras muito muitas cidades sem muro.

6 E as destruímos, como fizemos a Seom rei de Hesbom, destruindo em toda cidade homens, mulheres, e crianças.

7 E tomamos para nós todos os animais, e os despojos das cidades.

8 Também tomamos naquele tempo da mão de dois reis amorreus que estavam desta parte do Jordão, a terra desde o ribeiro de Arnom até o monte de Hermom:

9 (Os sidônios chamam a Hermom Siriom; e os amorreus, Senir:)

10 Todas as cidades da planície, e todo Gileade, e todo Basã até Salcá e Edrei, cidades do reino de Ogue em Basã.

11 Porque somente Ogue rei de Basã havia restado dos gigantes que restaram. Eis que sua cama, uma cama de ferro, não está em Rabá dos filhos de Amom?; o comprimento dela de nove côvados, e sua largura de quatro côvados, ao côvado de um homem.

12 E esta terra que herdamos então desde Aroer, que está ao ribeiro de Arnom, e a metade do monte de Gileade com suas cidades, dei aos rubenitas e aos gaditas:

13 E o resto de Gileade, e todo Basã, do reino de Ogue, dei o à meia tribo de Manassés; toda a terra de Argobe, todo Basã, que se chamava a terra dos gigantes.

14 Jair filho de Manassés tomou toda a terra de Argobe até o termo dos gessuritas e dos maacatitas; e chamou-a de seu nome Basã-Havote-Jair, até hoje.

15 E a Maquir dei a Gileade.

16 E aos rubenitas e gaditas dei de Gileade até o ribeiro de Arnom, o meio do ribeiro por termo; até o ribeiro de Jaboque, termo dos filhos de Amom:

17 Assim como a campina, e o Jordão, e o termo, desde Quinerete até o mar da planície, o mar Salgado, as encostas abaixo do Pisga ao oriente.

18 E vos mandei então, dizendo: Yahueh vosso Elohim vos deu esta terra para que a possuais: passareis armados diante de vossos irmãos os filhos de Israel todos os valentes.

19 Somente vossas mulheres, vossas crianças, e vossos gados, (eu sei que tendes muito gado,) ficarão em vossas cidades que vos dei,

20 Até que Yahueh dê repouso a vossos irmãos, assim como a vós, e herdem também eles a terra que Yahueh vosso Elohim lhes dá à outra parte do Jordão: então vos voltareis cada um a sua herança que eu vos dei.

21 Mandei também a Josué então, dizendo: Teus olhos viram tudo o que Yahueh vosso Elohim fez àqueles dois reis: assim fará Yahueh a todos os reinos aos quais passarás tu.

22 Não os temais; que Yahueh vosso Elohim, ele é o que luta por vós.

23 E orei a Yahueh naquele tempo, dizendo:

24 Yahueh Elohim, tu começaste a mostrar a teu servo tua grandeza, e tua mão forte: porque que elohim há no céu nem na terra que faça segundo tuas obras, e segundo tuas valentias?

25 Passe eu, rogo-te, e veja aquela terra boa, que está à parte ali do Jordão, aquele bom monte, e o Líbano.

26 Mas Yahueh se havia irado contra mim por causa de vós, pelo qual não me ouviu: e disse-me Yahueh: Basta-te, não me fales mais deste negócio.

27 Sobe ao cume do Pisga, e ergue teus olhos ao ocidente, e ao norte, e ao sul, e ao oriente, e vê por teus olhos: porque não passarás este Jordão.

28 E manda a Josué, e anima-o, e conforta-o; porque ele há de passar diante deste povo, e ele lhes fará herdar a terra que verás.

29 E paramos no vale diante de Bete-Peor.

 

CAPÍTULO 4

 

1 Agora, pois, ó Israel, ouve os estatutos e regulamentos que eu vos ensino, para que os executeis, e vivais, e entreis, e possuais a terra que Yahueh o Elohim de vossos pais te dá.

2 Não acrescentareis à palavra que eu vos mando, nem diminuireis dela, para que guardeis os mandamentos de Yahueh vosso Elohim que eu vos ordeno.

3 Vossos olhos viram o que fez Yahueh por motivo de Baal-Peor; que a todo homem que foi atrás de Baal-Peor destruiu Yahueh teu Elohim do meio de ti.

4 Mas vós que vos achegastes a Yahueh vosso Elohim, todos estais vivos hoje.

5 Olhai, eu vos ensinei estatutos e regulamentos, como Yahueh meu Elohim me mandou, para que façais assim em meio da terra na qual entrais para possuí-la.

6 Guardai-os, pois, e ponde-os por obra: porque esta é vossa sabedoria e vossa inteligência aos olhos dos povos, os quais ouvirão todos estes estatutos, e dirão: Certamente povo sábio e entendido, gente grande é esta.

7 Porque que gente grande há que tenha os deuses próximo a si, como o está Yahueh nosso Elohim em tudo quanto lhe pedimos?

8 E que gente grande há que tenha estatutos e regulamentos justos, como é toda esta lei que eu ponho hoje diante de vós?

9 Portanto, guarda-te, e guarda tua alma com empenho, que não te esqueças das coisas que teus olhos viram, nem se apartem de teu coração todos os dias de tua vida: e as ensinarás a teus filhos, e aos filhos de teus filhos;

10 No dia que estiveste diante de Yahueh teu Elohim em Horebe, quando Yahueh me disse: Junta-me o povo, para que eu lhes faça ouvir minhas palavras, as quais aprenderão, para temer-me todos os dias que viverem sobre a terra: e as ensinarão a seus filhos;

11 E vos aproximastes, e vos pusestes ao pé do monte; e o monte ardia em fogo até em meio dos céus com trevas, nuvem, e escuridão.

12 E falou Yahueh convosco do meio do fogo: ouvistes a voz de suas palavras, mas a exceção de ouvir a voz, nenhuma forma vistes:

13 E ele vos anunciou seu pacto, o qual vos mandou pôr por obra, os dez mandamentos; e escreveu-os em duas tábuas de pedra.

14 A mim também me mandou Yahueh então ensinar-vos os estatutos e regulamentos, para que os pusestes por obra na terra à qual passais para possuí-la.

15 Guardai pois muito vossas almas: pois nenhuma forma vistes no dia que Yahueh falou convosco do meio do fogo:

16 Para que não vos corrompais, e façais para vós escultura, imagem de forma alguma, efígie de macho ou fêmea,

17 Figura de algum animal que seja na terra, forma de ave alguma de asas que voe pelo ar,

18 Figura de nenhum animal que vá arrastando pela terra, forma de peixe algum que haja na água debaixo da terra:

19 E para que levantando teus olhos ao céu, e vendo o sol e a lua e as estrelas, e todo o exército do céu, não sejas incitado, e te inclines a eles, e lhes sirvas; que Yahueh teu Elohim os concedeu a todos os povos debaixo de todos os céus.

20 Porém a vós Yahueh vos tomou, e vos tirou do forno de ferro, do Egito, para que lhe sejais por povo de herança como neste dia.

21 E Yahueh se irou contra mim sobre vossos negócios, e jurou que eu não passaria o Jordão, nem entraria na boa terra, que Yahueh teu Elohim te dá por herança.

22 Assim eu vou a morrer nesta terra; e não passo o Jordão: mas vós passareis, e possuireis aquela boa terra.

23 Guardai-vos que não vos esqueçais do pacto de Yahueh vosso Elohim, que ele estabeleceu convosco, e vos façais escultura ou imagem de qualquer coisa, que Yahueh teu Elohim te proibiu.

24 Porque Yahueh teu Elohim é fogo que consome, Elohim zeloso.

25 Quando houverdes gerado filhos e netos, e houverdes envelhecido na terra, e vos corromperdes, e fizerdes escultura ou imagem de qualquer coisa, e fizerdes mal aos olhos de Yahueh vosso Elohim, para irá-lo;

26 Eu ponho hoje por testemunhas ao céu e à terra, que logo perecereis totalmente da terra até a qual passais o Jordão para possuí-la: não estareis nela longos dias sem que sejais destruídos.

27 E Yahueh vos espalhará entre os povos, e restareis poucos em número entre as nações às quais vos levará Yahueh:

28 E servireis ali a deuses feitos das mãos de homens, a madeira e a pedra, que não vem, nem ouvem, nem comem, nem cheiram.

29 Mas se desde ali buscares a Yahueh teu Elohim, o acharás, se o buscares de todo teu coração e de toda tua alma.

30 Quando estiveres em angústia, e te alcançarem todas estas coisas, se nos últimos dias te voltares a Yahueh teu Elohim, e ouvires sua voz;

31 Porque Elohim misericordioso é Yahueh teu Elohim; não te deixará, nem te destruirá, nem se esquecerá do pacto de teus pais que lhes jurou.

32 Porque pergunta agora dos tempos passados, que foram antes de ti, desde o dia que criou Elohim ao homem sobre a terra, e desde um fim do céu ao outro, se se fez coisa semelhante a esta grande coisa, ou se tenha ouvido outra como ela.

33 Ouviu povo a voz de Elohim, que falasse do meio do fogo, como tu a ouviste, e viveste?

34 Ou experimentou Elohim a vir a tomar para si nação do meio de outra nação, com provas, com sinais, com milagres, e com guerra, e mão forte, e braço estendido, e grandes espantos, segundo todas as coisas que fez convosco Yahueh vosso Elohim no Egito diante de teus olhos?

35 A ti te foi mostrado, para que soubesses que Yahueh ele é Elohim; não há mais além dele.

36 Dos céus te fez ouvir sua voz, para ensinar-te: e sobre a terra te mostrou seu grande fogo: e ouviste suas palavras do meio do fogo.

37 E porquanto ele amou a teus pais, escolheu sua descendência depois deles, e te tirou diante de si do Egito com seu grande poder;

38 Para lançar de diante de ti nações grandes e mais fortes que tu, e para te introduzir, e dar-te sua terra por herança, como hoje.

39 Aprende pois hoje, e medita em teu coração que Yahueh ele é o Elohim acima no céu, e abaixo sobre a terra; não há outro.

40 E guarda seus estatutos e seus mandamentos, que eu te mando hoje, para que te vá bem a ti e a teus filhos depois de ti, e prolongues teus dias sobre a terra que Yahueh teu Elohim te dá para sempre.

41 Então separou Moisés três cidades desta parte do Jordão ao oriente,

42 Para que fugisse ali o homicida que matasse a seu próximo por acidente, sem haver tido inimizade com ele desde ontem nem antes de ontem; e que fugindo de uma vez destas cidades salvara a vida:

43 A Bezer no deserto, em terra da planície, dos rubenitas; e a Ramote em Gileade, dos gaditas; e a Golã em Basã, dos de Manassés.

44 Esta, pois, é a lei que Moisés propôs diante dos filhos de Israel.

45 Estes são os testemunhos, e os estatutos, e os regulamentos, que Moisés notificou aos filhos de Israel, quando houveram saído do Egito;

46 Desta parte do Jordão, no vale diante de Bete-Peor, na terra de Seom rei dos amorreus, que habitava em Hesbom, ao qual feriu Moisés com os filhos de Israel, quando saíram do Egito:

47 E possuíram sua terra, e a terra de Ogue rei de Basã; dois reis dos amorreus que estavam desta parte do Jordão, ao oriente:

48 Desde Aroer, que está junto à beira do ribeiro de Arnom, até o monte de Sião, que é Hermom;

49 E toda a planície desta parte do Jordão, ao oriente, até o mar da planície, as encostas das águas abaixo do Pisga.

 

CAPÍTULO 5  

 

1 E chamou Moisés a todo Israel, e disse-lhes: Ouve, Israel, os estatutos e regulamentos que eu pronuncio hoje em vossos ouvidos: e aprendei-os, e guardai-os, para praticá-los.

2 Yahueh nosso Elohim fez pacto conosco em Horebe.

3 Não com nossos pais fez Yahueh este pacto, a não ser conosco todos os que estamos aqui hoje vivos.

4 Face a face falou Yahueh convosco no monte do meio do fogo,

5 (Eu estava então entre Yahueh e vós, para vos anunciar a palavra de Yahueh; porque vós tivestes temor do fogo, e não subistes ao monte;) dizendo:

6 Eu sou Yahueh teu Elohim, que te tirei da terra do Egito, de casa de servos.

7 Não terás elohim estranhos diante de mim.

8 Não farás para ti escultura, nem imagem alguma de coisa que está acima nos céus, ou abaixo na terra, ou nas águas debaixo da terra:

9 Não te inclinarás a elas nem lhes servirás: porque eu sou Yahueh teu Elohim, forte, zeloso, que visito a iniquidade dos pais sobre os filhos, e sobre a terceira geração, e sobre a quarta, aos que me aborrecem,

10 E que faço misericórdia a milhares aos que me amam, e guardam meus mandamentos.

11 Não tomarás em vão o nome de Yahueh teu Elohim; porque Yahueh não dará por inocente ao que tomar em vão seu nome.

12 Guardarás o dia de Sábado para santificá-lo, como Yahueh teu Elohim te mandou.

13 Seis dias trabalharás e farás toda tua obra:

14 Mas no sétimo é repouso a Yahueh teu Elohim: nenhuma obra farás tu, nem teu filho, nem tua filha, nem teu servo, nem tua serva, nem tua boi, nem tua asno, nem nenhum animal teu, nem tua peregrino que está dentro de tuas portas: para que descanse teu servo e tua serva como

15 E lembra-te que foste servo na terra do Egito, e que Yahueh teu Elohim te tirou dali com mão forte e braço estendido: pelo qual Yahueh teu Elohim te mandou que guardes o dia de Sábado.

16 Honra a teu pai e a tua mãe, como Yahueh teu Elohim te mandou, para que sejam prolongados teus dias, e para que te vá bem sobre a terra que Yahueh teu Elohim te dá.

17 Não cometerás homicídio.

18 Não adulterarás.

19 Não furtarás.

20 Não dirás falso testemunho contra teu próximo.

21 Não cobiçarás a mulher de teu próximo, nem desejarás a casa de teu próximo, nem sua terra, nem seu servo, nem sua serva, nem seu boi, nem seu asno, nem nenhuma coisa que seja de teu próximo.

22 Estas palavras falou Yahueh a toda vossa congregação no monte, do meio do fogo, da nuvem e da escuridão, a grande voz: e não acrescentou mais. E escreveu-os em duas tábuas de pedra, as quais deu a mim.

23 E aconteceu, que como vós ouvistes a voz do meio das trevas, e vistes ao monte que ardia em fogo, aproximastes a mim todos os príncipes de vossas tribos, e vossos anciãos;

24 E dissestes: Eis que, Yahueh nosso Elohim nos mostrou sua glória e sua grandeza, e ouvimos sua voz do meio do fogo: hoje vimos que Yahueh fala ao homem, e este vive.

25 Agora pois, por que morreremos? Que este grande fogo nos consumirá: se voltarmos a ouvir a voz de Yahueh nosso Elohim, morreremos.

26 Porque, que é toda carne, para que ouça a voz de Yahueh vivente que fala do meio do fogo, como nós a ouvimos, e viva?

27 Chega tu, e ouve todas as coisas que disser Yahueh nosso Elohim; e tu nos dirás todo o que Yahueh nosso Elohim te disser, e nós ouviremos e faremos.

28 E ouviu Yahueh a voz de vossas palavras, quando me faláveis; e disse-me Yahueh: Ouvi a voz das palavras deste povo, que eles te falaram: bem está tudo o que disseram.

29 Quem dera que tivessem tal coração, que me temessem, e guardassem todos os dias todos meus mandamentos, para que a eles e a seus filhos lhes fosse bem para sempre!

30 Vai, dize-lhes: Voltai-vos a vossas tendas.

31 E tu fica aqui comigo, e te direi todos os mandamentos, e estatutos, e regulamentos que lhes hás de ensinar, a fim que os ponham agora por obra na terra que eu lhes dou para possuí-la.

32 Olhai, pois, que façais como Yahueh vosso Elohim vos mandou: não vos desvieis à direita nem à esquerda;

33 Andai em todo caminho que Yahueh vosso Elohim vos mandou, para que vivais, e vos vá bem, e tenhais longos dias na terra que haveis de possuir.

 

CAPÍTULO 6 

 

1 Estes, pois são os mandamentos, estatutos, e regulamentos que Yahueh vosso Elohim mandou que vos ensinasse, para que os ponhais por obra na terra à qual passais vós para possuí-la:

2 Para que temas a Yahueh teu Elohim, guardando todos os seus estatutos e seus mandamentos que eu te mando, tu, e teu filho, e o filho de teu filho, todos os dias de tua vida, e que teus dias sejam prolongados.

3 Ouve, pois, ó Israel, e cuida de praticá-los, para que te vá bem, e sejais multiplicados, como te disse Yahueh o Elohim de teus pais, na terra que destila leite e mel.

4 Ouve, Israel: Yahueh nosso Elohim, é um só Yahueh.

5 E Amarás a Yahueh teu Elohim de todo teu coração, e de toda tua alma, e com todo tua poder.

6 E estas palavras que eu te mando hoje, estarão sobre teu coração:

7 E as repetirás a teus filhos, e falarás delas estando em tua casa, e andando pelo caminho, e ao deitar-te, e quando te levantes:

8 E hás de atá-las por sinal em tua mão, e estarão por frontais entre teus olhos:

9 E as escreverás nos umbrais de tua casa, e em tuas entradas.

10 E será, quando Yahueh teu Elohim te houver introduzido na terra que jurou a teus pais Abraão, Isaque, e Jacó, que te daria; em cidades grandes e boas que tu não edificaste,

11 E casas cheias de todo ainda que tu não encheste, e cisternas cavadas, que tu não cavaste, vinhas e olivais que não plantaste: logo que comeres e te fartares,

12 Guarda-te que não te esqueças de Yahueh, que te tirou da terra do Egito, de casa de servos.

13 A Yahueh teu Elohim temerás, e a ele servirás, e por seu nome jurarás.

14 Não andareis após deuses alheios, dos deuses dos povos que estão em vossos entornos:

15 Porque o Elohim zeloso, Yahueh teu Elohim, em meio de ti está; para que não se inflame o furor de Yahueh teu Elohim contra ti, e te destrua de sobre a face da terra.

16 Não tentareis a Yahueh vosso Elohim, como o tentastes em Massá.

17 Guardai cuidadosamente os mandamentos de Yahueh vosso Elohim, e seus testemunhos, e seus estatutos, que te mandou.

18 E farás o correto e bom aos olhos de Yahueh, para que te vá bem, e entres e possuas a boa terra que Yahueh jurou a teus pais;

19 Para que ele expulse a todos os seus inimigos de diante de ti, como Yahueh disse.

20 Quando amanhã te perguntar teu filho, dizendo: Que significam os testemunhos, e estatutos, e regulamentos, que Yahueh nosso Elohim vos mandou?

21 Então dirás a teu filho: Nós éramos servos de Faraó no Egito, e Yahueh tirou do Egito com mão forte;

22 E deu Yahueh sinais e milagres grandes e nocivos no Egito, sobre Faraó e sobre toda sua casa, diante de nossos olhos;

23 E tirou-nos dali, para trazer-nos e dar-nos a terra que jurou a nossos pais;

24 E mandou-nos Yahueh que executássemos todos estes estatutos, e que temamos a Yahueh nosso Elohim, para que nos vá bem todos os dias, e para que nos dê vida, como hoje.

25 E teremos justiça quando cuidarmos de pôr por obra todos estes mandamentos diante de Yahueh nosso Elohim, como ele nos mandou.

 

CAPÍTULO 7

 

1 Quando Yahueh teu Elohim te houver introduzido na terra na qual tu hás de entrar para possuí-la, e houver expulsado de diante de ti muitas nações, aos heteus, aos gergeseus, e aos amorreus, e aos cananeus, e aos perizeus, e aos heveus, e aos jebuseus, sete nações maiores e mais fortes que tu;

2 E Yahueh teu Elohim as houver entregue diante de ti, e as ferires, por completo as destruirás: não farás com eles aliança, nem as pouparás.

3 E não aparentarás com eles: não darás tua filha a seu filho, nem tomarás a sua filha para teu filho.

4 Porque desviará a teu filho de me seguir, e servirão a deidades alheias; e o furor de Yahueh se acenderá sobre vós, e te destruirá logo.

5 Mas assim haveis de fazer com eles: seus altares destruireis, e quebrareis suas estátuas, e cortareis seus bosques, e queimareis suas esculturas no fogo.

6 Porque tu és povo santo a Yahueh teu Elohim: Yahueh teu Elohim te escolheu para ser-lhe um povo especial, mais que todos os povos que estão sobre a face da terra.

7 Não por ser vós mais que todos os povos vos quis Yahueh, e vos escolheu; porque vós éreis os menores de todos os povos:

8 Mas sim porque Yahueh vos amou, e quis guardar o juramento que jurou a vossos pais, vos tirou Yahueh com mão forte, e vos resgatou de casa de servos, da mão de Faraó, rei do Egito.

9 Saberás, pois, que Yahueh teu Elohim, ele é Elohim, o Elohim fiel, que guarda o pacto e a bondade até mil gerações aos que o amam e guardam os seus mandamentos.

 10 E que retribui em sua face ao que lhe aborrece, destruindo-o: nem o dilatará ao que lhe odeia, em sua face lhe retribuirá.

11 Guarda portanto os mandamentos, e estatutos, e regulamentos que eu te mando hoje que cumpras.

12 E será que, por haver ouvido estes regulamentos, e guardado e os praticado, Yahueh teu Elohim guardará contigo o pacto e a misericórdia que jurou a teus pais;

13 E te amará, e te abençoará, e te multiplicará, e abençoará o fruto de teu ventre, e o fruto de tua terra, e teu grão, e teu mosto, e teu azeite, a cria de tuas vacas, e os rebanhos de tuas ovelhas, na terra que jurou a teus pais que te daria.

14 Bendito serás mais que todos os povos: não haverá em ti homem nem mulher estéril, nem em teus animais.

15 E tirará Yahueh de ti toda enfermidade; e todas as más pragas do Egito, que tu sabes, não as porá sobre ti, antes as porá sobre todos os que te odiarem.

16 E consumirás a todos os povos que te dá Yahueh teu Elohim: não os perdoará teu olho; nem servirás a suas deidades, que te será tropeço.

17 Quando disseres em teu coração: Estas nações são muitas mais que eu, como as poderei desarraigar?;

18 Não tenhas medo deles: lembra-te bem do que fez Yahueh teu Elohim com Faraó e com todo o Egito;

19 Das grandes provas que viram teus olhos, e dos sinais e milagres, e da mão forte e braço estendido com que Yahueh teu Elohim te tirou: assim fará Yahueh teu Elohim com todos os povos de cuja presença tu temerdes.

20 E também enviará Yahueh teu Elohim sobre eles vespas, até que pereçam os que restarem, e os que se houverem escondido de diante de ti.

21 Não apavorados diante deles,porque Yahueh teu Elohim está em meio de ti, Elohim grande e terrível.

22 E Yahueh teu Elohim expulsará a estas nações de diante de ti pouco a pouco: não as poderás acabar logo, para que os animais do campo não se aumentem contra ti.

23 Mas Yahueh teu Elohim as entregará diante de ti, e ele as quebrantará com grande destroço, até que sejam destruídos.

24 E ele entregará seus reis em tua mão, e tu destruirás o nome deles de debaixo do céu: ninguém te fará testa até que os destruas.

25 As esculturas de suas deidades queimarás no fogo: não cobiçarás prata nem ouro de sobre elas para tomá-lo para ti, para que não tropeces nisso, pois é abominação a Yahueh teu Elohim;

26 E não meterás abominação em tua casa, para que não sejas anátema como isso; por completo o aborrecerás e o abominarás; porque é anátema.

 

CAPÍTULO 8   

 

1 Cuidareis de pôr por obra todo mandamento que eu vos ordeno hoje, para que vivais, e sejais multiplicados, e entreis, e possuais a terra, da qual jurou Yahueh a vossos pais.

2 E te lembrarás de todo o caminho por onde te trouxe Yahueh teu Elohim estes quarenta anos no deserto, para afligir-te, para provar-te, para saber o que estava em teu coração, se havias de guardar ou não seus mandamentos.

3 E te afligiu, e te fez ter fome, e te sustentou com maná, comida que não conhecias tu, nem teus pais a conheciam; para fazer-te saber que o homem não viverá de só pão, mas de tudo o que sai da boca de Yahueh viverá o homem.

4 Tua roupa nunca se envelheceu sobre ti, nem o pé se te inchou por estes quarenta anos.

5 Reconhece assim em teu coração, que como castiga o homem a seu filho, assim Yahueh teu Elohim te castiga.

6 Guardarás, pois, os mandamentos de Yahueh teu Elohim, andando em seus caminhos, e temendo-o.

7 Porque Yahueh teu Elohim te introduz na boa terra, terra de ribeiros, de águas, de fontes, de mananciais que brotam por planícies e montes;

8 Terra de trigo e cevada, e de videiras, e figueiras, e romeiras; terra de olivas, de azeite, e de mel;

9 Terra na qual não comerás o pão com escassez, não te faltará nada nela; terra que suas pedras são ferro, e de seus montes cortarás bronze.

10 E comerás e te fartarás, e bendirás a Yahueh teu Elohim pela boa terra que te haverá dado.

11 Guarda-te, que não te esqueças de Yahueh teu Elohim, para não observar seus mandamentos, e seus regulamentos, e seus estatutos, que eu te ordeno hoje:

12 Para que não aconteça talvez que comas e te fartes, e edifiques boas casas em que mores,

13 E tuas vacas e tuas ovelhas se aumentem, e a prata e o ouro se te multiplique, e tudo o que tiveres se te aumente,

14 E se eleve logo teu coração, e te esqueças de Yahueh teu Elohim, que te tirou da terra do Egito, de casa de servos;

15 Que te fez caminhar por um deserto grande e espantoso, de serpentes ardentes, e de escorpiões, e de sede, onde nenhuma água havia, e ele te tirou água da rocha de pederneiras;

16 Que te sustentou com maná no deserto, comida que teus pais não conheciam, afligindo-te e provando-te, para ao fim fazer-te bem;

17 E digas em teu coração: Meu poder e a força de minha mão me trouxeram esta riqueza.

18 Antes lembra-te de Yahueh teu Elohim: porque ele te dá o poder para fazer as riquezas, a fim de confirmar seu pacto que jurou a teus pais, como neste dia.

19 Mas será, se chegares a esquecer-te de Yahueh teu Elohim, e andares atrás de deuses alheios, e lhes servires, e a eles te encurvares, atesto-o hoje contra vós, que certamente perecereis.

20 Como as nações que Yahueh destruirá diante de vós, assim perecereis; porquanto não havereis atendido à voz de Yahueh vosso Elohim.

 

CAPÍTULO 9

 

1 Ouve, Israel: tu estás hoje para passar o Jordão, para entrar a possuir nações mais numerosas e mais fortes que tu, cidades grandes e fortificadas até o céu,

2 Um povo grande e alto, filhos de gigantes, dos quais tens tu conhecimento, e ouviste dizer: Quem resistirá diante dos filhos do gigante?

3 Sabe, pois, hoje que Yahueh teu Elohim é o que passa diante de ti, fogo consumidor, que os destruirá e humilhará diante de ti: e tu os expulsarás, e os destruirás logo, como Yahueh te disse.

4 Não digas em teu coração quando Yahueh teu Elohim os haverá expulsado de diante de ti, dizendo: Por minha justiça me pôs Yahueh a possuir esta terra; pois pela impiedade destas nações Yahueh as expulsa de diante de ti.

5 Não por tua justiça, nem pela retidão de teu coração entras a possuir a terra deles; mas pela impiedade destas nações Yahueh teu Elohim as expulsa de diante de ti, e para confirmar a palavra que Yahueh jurou a teus pais Abraão, Isaque, e Jacó.

6 Portanto, sabe que não por tua justiça Yahueh teu Elohim te dá esta boa terra para possuí-la; que povo duro de cerviz és tu.

7 Lembra-te, não te esqueças que provocaste a ira a Yahueh teu Elohim no deserto: desde o dia que saíste da terra do Egito, até que entrastes neste lugar, fostes rebeldes a Yahueh.

8 E em Horebe provocastes à ira a Yahueh, e irou-se Yahueh contra vós para destruir-vos.

9 Quando eu subi ao monte para receber as tábuas de pedra, as tábuas do pacto que Yahueh fez convosco, estive então no monte quarenta dias e quarenta noites, sem comer pão nem beber água:

10 E deu-me Yahueh as duas tábuas de pedra escritas com o dedo de Elohim; e nelas estava escrito conforme todas as palavras que vos falou Yahueh no monte do meio do fogo, no dia da assembleia.

11 E foi ao fim dos quarenta dias e quarenta noites, que Yahueh me deu as duas tábuas de pedra, as tábuas do pacto.

12 E disse-me Yahueh: Levanta-te, desce logo daqui; que teu povo que tiraste do Egito se corrompeu: logo se apartaram do caminho que eu lhes mandei: fizeram para si uma efígie de fundição.

13 E falou-me Yahueh, dizendo: Vi esse povo, e eis que ele é povo duro de cerviz:

14 Deixa-me que os destrua, e apague seu nome de debaixo do céu; que eu te porei sobre gente forte e muito mais que eles.

15 E voltei e desci do monte, o qual ardia em fogo, com as tábuas do pacto em minhas duas mãos.

16 E olhei, e eis que havíeis pecado contra Yahueh vosso Elohim: Havíeis feito para vós um bezerro de fundição, desviando-vos logo do caminho que Yahueh vos havia mandado.

17 Então tomei as duas tábuas, e lancei-as de minhas duas mãos, e quebrei-as diante vossos olhos.

18 E prostrei-me diante de Yahueh, como antes, quarenta dias e quarenta noites: não comi pão nem bebi água, por causa de todo vosso pecado que havíeis cometido fazendo mal aos olhos de Yahueh para irá-lo.

19 Porque temi por causa do furor e da ira com que Yahueh estava irritado contra vós para destruir-vos. Porém Yahueh me ouviu ainda esta vez.

20 Contra Arão também se irou Yahueh em grande maneira para destruí-lo: e também orei por Arão então.

21 E tomei vosso pecado, o bezerro que havíeis feito, e queimei no fogo, e o esmigalhei moendo-o muito bem, até que foi reduzido a pó: e lancei o pó dele no ribeiro que descia do monte.

22 Também em Taberá, e em Massá, e em Quibrote-Hataavá, irritastes a Yahueh.

23 E quando Yahueh vos enviou desde Cades-Barneia, dizendo: Subi e possuí a terra que eu vos dei; também fostes rebeldes ao dito de Yahueh vosso Elohim, e não o crestes, nem obedecestes à sua voz.

24 Rebeldes fostes a Yahueh desde o dia que eu vos conheço.

25 Prostrei-me, pois, diante de Yahueh quarenta dias e quarenta noites que estive prostrado; porque Yahueh disse que vos havia de destruir.

26 E orei a Yahueh, dizendo: Ó Yahueh Elohim, não destruas teu povo e tua herança que resgataste com tua grandeza, ao qual tiraste do Egito com mão forte.

27 Lembra-te de teus servos Abraão, Isaque, e Jacó; não olhes à dureza deste povo, nem a sua impiedade, nem a seu pecado:

28 Porque não digam os da terra de onde nos tiraste: Porquanto não pôde Yahueh introduzi-los na terra que lhes havia dito, ou porque os aborrecia, os tirou para matá-los no deserto.

29 E eles são teu povo e tua herança, que tiraste com tua grande força e com teu braço estendido.

 

CAPÍTULO 10   

 

1 Naquele tempo Yahueh me disse: Lavra para ti duas tábuas de pedra como as primeiras, e sobe a mim ao monte, e faze para ti uma arca de madeira:

2 E escreverei naquelas tábuas palavras que estavam nas tábuas primeiras que quebraste; e as porás na arca.

3 E fiz uma arca de madeira de acácia, e lavrei duas tábuas de pedra como as primeiras, e subi ao monte com as duas tábuas em minha mão.

4 E escreveu nas tábuas conforme a primeira escritura, os dez mandamentos que Yahueh vos havia falado no monte do meio do fogo, no dia da assembleia; e as deu a mim Yahueh.

5 E voltei e desci do monte, e pus as tábuas na arca que havia feito; e ali estão, como Yahueh me mandou.

6 (Depois partiram os filhos de Israel de Beerote-Bene-Jacacã a Moserá: ali morreu Arão, e ali foi sepultado; e em lugar seu teve o sacerdócio seu filho Eleazar.

7 De ali partiram a Gudgodá, e de Gudgodá a Jotbatá, terra de ribeiros de águas.

8 Naquele tempo separou Yahueh a tribo de Levi, para que levasse a arca do pacto de Yahueh, para que estivesse diante de Yahueh para servir-lhe, e para abençoar em seu nome, até hoje.

9 Pelo qual Levi não teve parte nem herança com seus irmãos: Yahueh é sua herança, como Yahueh teu Elohim lhe disse.)

10 E eu estive no monte como os primeiros dias, quarenta dias e quarenta noites; e Yahueh me ouviu também esta vez, e não quis Yahueh destruir-te.

11 E disse-me Yahueh: Levanta-te, anda, para que partas diante do povo, para que entrem e possuam a terra que jurei a seus pais lhes havia de dar.

12 Agora, pois, Israel, que pede Yahueh teu Elohim de ti, a não ser que temas a Yahueh teu Elohim, que andes em todos os seus caminhos, e que o ames, e sirvas a Yahueh teu Elohim contudo teu coração, e com toda tua alma;

13 Que guardes os mandamentos de Yahueh e seus estatutos, que eu te prescrevo hoje, para que tenhas bem?

14 Eis que, de Yahueh teu Elohim são os céus, e os céus dos céus: a terra, e todas as coisas que há nela.

15 Somente de teus pais se agradou Yahueh para amá-los, e escolheu sua descendência depois deles, a vós, dentre todos os povos, como neste dia.

16 Circuncidai pois o prepúcio de vosso coração, e não endureçais mais vossa cerviz.

17 porque Yahueh, vosso Elohim, é o Elohim dos elohim e o Senhor dos senhores, o Elohim grande, poderoso e temível, que não faz distinção de pessoas, nem aceita suborno.

18 Que faz justiça ao órfão e à viúva; que ama também ao estrangeiro dando-lhe pão e roupa.

19 Amareis pois ao estrangeiro: porque estrangeiros fostes vós em terra do Egito.

20 A Yahueh teu Elohim temerás, a ele servirás, a ele te achegarás, e por seu nome jurarás.

21 Ele é teu louvor, e ele é teu Elohim, que fez contigo estas grandes e terríveis coisas que teus olhos viram.

22 Com setenta almas desceram teus pais ao Egito; e agora Yahueh te fez como as estrelas do céu em multidão.

 

CAPÍTULO 11

 

1 Amarás, pois, a Yahueh teu Elohim, e guardarás sua ordenança, e seus estatutos e seus regulamentos e seus mandamentos, todos os dias.

2 E compreendei hoje: porque não falo com vossos filhos que não souberam nem viram o castigo de Yahueh vosso Elohim, sua grandeza, sua mão forte, e seu braço estendido,

3 E seus sinais, e suas obras que fez em meio do Egito a Faraó, rei do Egito, e à toda sua terra;

4 E o que fez ao exército do Egito, a seus cavalos, e a seus carros; como fez vir as águas do mar Vermelho sobre eles, quando vinham atrás vós, e Yahueh os destruiu até hoje;

5 E o que fez convosco no deserto, até que chegastes a este lugar;

6 E o que fez com Datã e Abirão, filhos de Eliabe filho de Rúben; como abriu a terra sua boca, e tragou-se a eles e a suas casas, e suas tendas, e toda a riqueza que tinham em pé em meio de todo Israel:

7 Mas vossos olhos viram todos os grandes feitos que Yahueh executou.

8 Guardai, pois, todos os mandamentos que eu vos prescrevo hoje, para que sejais esforçados, e entreis e possuais a terra, à qual passais para possuí-la;

9 E para que vos sejam prolongados os dias sobre a terra, que jurou Yahueh a vossos pais havia de dar a eles e à sua descendência, terra que flui leite e mel.

10 Que a terra à qual entras para possuí-la, não é como a terra do Egito de onde saístes, onde semeavas tua semente, e regavas com teu pé, como jardim de hortaliça.

11 A terra à qual passais para possuí-la, é terra de montes e de planícies; da chuva do céu há de beber as águas;

12 Terra da qual Yahueh teu Elohim cuida: sempre estão sobre ela os olhos de Yahueh teu Elohim, desde o princípio do ano até o fim dele.

13 E será que, se obedecerdes cuidadosamente meus mandamentos que eu vos prescrevo hoje, amando a Yahueh vosso Elohim, e servindo-o com todo o vosso coração, e com toda vossa alma,

14 Eu darei a chuva de vossa terra em seu tempo, a inicial e a tardia; e colherás teu grão, e teu vinho, e teu azeite.

15 Darei também erva em teu campo para teus animais; e comerás, e te fartarás.

16 Guardai-vos, pois, que vosso coração não se engane, e vos desvieis, e sirvais a deuses alheios, e vos inclineis a eles;

17 E assim se acenda o furor de Yahueh sobre vós, e feche os céus, e não haja chuva, nem a terra dê seu fruto, e pereçais logo da boa terra que vos dá Yahueh.

18 Portanto, poreis estas minhas palavras em vosso coração e em vossa alma, e as atareis por sinal em vossa mão, e serão por frontais entre vossos olhos.

19 E as ensinareis a vossos filhos, falando delas, ora sentado em tua casa, ou andando pelo caminho, quando te deites, e quando te levantes:

20 E as escreverás nos umbrais de tua casa, e em tuas entradas:

21 Para que sejam aumentados vossos dias, e os dias de vossos filhos, sobre a terra que jurou Yahueh a vossos pais que lhes havia de dar, como os dias dos céus sobre a terra.

22 Porque se guardardes cuidadosamente todos estes mandamentos que eu vos prescrevo, para que os cumprais; como ameis a Yahueh vosso Elohim andando em todos os seus caminhos, e a ele vos achegardes,

23 Yahueh também expulsará todas estas nações de diante de vós e possuireis nações grandes e mais fortes que vós.

24 Todo lugar que pisar a planta de vosso pé, será vosso: desde o deserto e o Líbano, desde o rio, o rio Eufrates, até o mar ocidental será vosso termo.

25 Ninguém resistirá diante de vós: medo e temor de vós porá Yahueh vosso Elohim sobre a face de toda a terra que pisardes, como ele vos disse.

26 Eis que eu ponho hoje diante de vós a bênção e a maldição:

27 A bênção, se ouvirdes os mandamentos de Yahueh vosso Elohim, que eu vos prescrevo hoje;

28 E a maldição, se não ouvirdes os mandamentos de Yahueh vosso Elohim, e vos desviardes do caminho que eu vos ordeno hoje, para ir atrás de deidades alheios que não conhecestes.

29 E será que, quando Yahueh teu Elohim te introduzir na terra à qual vais para possuí-la, porás a bênção sobre o monte Gerizim, e a maldição sobre o monte Ebal:

30 Os quais estão da outra parte do Jordão, atrás do caminho do ocidente na terra dos cananeus, que habitam na campina diante de Gilgal, junto às planícies de Moré.

31 Porque vós passais o Jordão, para ir a possuir a terra que vos dá Yahueh vosso Elohim; e a possuireis, e habitareis nela.

32 Cuidareis, pois, de pôr por obra todos os estatutos e direitos que eu apresento hoje diante de vós.

 

CAPÍTULO 12

 

1 Estes são os estatutos e regulamentos que cuidareis de pôr por obra, na terra que Yahueh o Elohim de teus pais te deu para que a possuas, todos os dias que vós viverdes sobre a terra.

2 Destruireis inteiramente todos os lugares onde as nações que vós herdardes serviram a seus deuses, sobre os montes altos, e sobre as colinas, e debaixo de toda árvore espessa:

3 E derrubareis seus altares, e quebrareis suas imagens, e seus bosques consumireis com fogo: e destruireis as esculturas de seus deuses, e extirpareis o nome delas daquele lugar.

4 Não fareis assim a Yahueh vosso Elohim.

5 Mas o lugar que Yahueh vosso Elohim escolher de todas as vossas tribos, para pôr ali seu nome para sua habitação, esse buscareis, e ali ireis:

6 E ali levareis vossos holocaustos, e vossos sacrifícios, e vossos dízimos, e a oferta elevada de vossas mãos, e vossos votos, e vossas ofertas voluntárias, e os primogênitos de vossas vacas e de vossas ovelhas:

7 E comereis ali diante de Yahueh vosso Elohim, e vos alegrareis, vós e vossas famílias, em toda obra de vossas mãos em que Yahueh teu Elohim te houver abençoado.

8 Não fareis como tudo o que nós fazemos aqui agora, cada um o que lhe parece,

9 Porque ainda até agora não entrastes ao repouso e à herança que vos dá Yahueh vosso Elohim.

10 Mas passareis o Jordão, e habitareis na terra que Yahueh vosso Elohim vos faz herdar, e ele vos dará repouso de todos vossos inimigos ao redor, e habitareis seguros.

11 E ao lugar que Yahueh vosso Elohim escolher para fazer habitar nele seu nome, ali levareis todas as coisas que eu vos mando: vossos holocaustos, e vossos sacrifícios, vossos dízimos, e as ofertas elevadas de vossas mãos, e todo o escolhido de vossos votos que houveres prometido a Yahueh;

12 E vos alegrareis diante de Yahueh vosso Poderoso, vós, e vossos filhos, e vossas filhas, e vossos servos, e vossas servas, e o levita que estiver em vossas povoações: porquanto não tem parte nem herança convosco.

13 Guarda-te, que não ofereças teus holocaustos em qualquer lugar que vires;

14 Mas no lugar que Yahueh escolher, em uma de tuas tribos, ali oferecerás teus holocaustos, e ali farás tudo o que eu te mando.

15 Contudo, poderás matar e comer carne em todas tuas povoações conforme o desejo de tua alma, segundo a bênção de Yahueh teu Elohim que ele te houver dado: o impuro e o limpo a comerá, como a de corço ou de cervo:

16 Salvo que sangue não comereis; sobre a terra o derramareis como água.

17 Nem poderás comer em tuas povoações o dízimo de teu grão, ou de teu vinho, ou de teu azeite, nem os primogênitos de tuas vacas, nem de tuas ovelhas, nem teus votos que prometeres, nem tuas ofertas voluntárias, nem as elevadas ofertas de tuas mãos:

18 Mas diante de Yahueh teu Elohim as comerás, no lugar que Yahueh teu Elohim houver escolhido, tu, e teu filho, e tua filha, e teu servo, e tua serva, e o levita que está em tuas povoações: e te alegrarás diante de Yahueh teu Elohim em toda obra de tuas mãos.

19 Tem cuidado de não desamparar ao levita em todos os teus dias sobre tua terra.

20 Quando Yahueh teu Elohim alargar teu termo, como ele te disse, e tu disseres: Comerei carne, porque desejou tua alma comê-la, conforme todo o desejo de tua alma comerás carne.

21 Quando estiver longe de ti o lugar que Yahueh teu Elohim houver escolhido, para pôr ali seu nome, matarás de tuas vacas e de tuas ovelhas, que Yahueh te houver dado, como te mandei eu, e comerás em tuas portas segundo tudo o que desejar tua alma.

22 O mesmo que se come o corço e o cervo, assim as comerás: o impuro e o limpo comerão também delas.

23 Somente que te esforces a não comer sangue: porque o sangue é a alma; e não hás de comer a alma juntamente com sua carne.

24 Não o comerás: em terra o derramarás como água.

25 Não comerás dele; para que vá bem a ti, e a teus filhos depois de ti, quando fizeres o correto aos olhos de Yahueh.

26 Porém as coisas que tiveres tu consagradas, e teus votos, as tomarás, e virás ao lugar que Yahueh houver escolhido:

27 E oferecerás teus holocaustos, a carne e o sangue, sobre o altar de teu Elohim: e o sangue de teus sacrifícios será derramado sobre o altar de Yahueh teu Elohim, e comerás a carne.

28 Guarda e escuta todas estas palavras que eu te mando, porque vá bem a ti e a teus filhos depois de ti para sempre, quando fizeres o bom e o correto aos olhos de Yahueh teu Elohim.

29 Quando houver devastado diante de ti Yahueh teu Elohim as nações aonde tu vais para possuí-las, e as herdares, e habitares em sua terra,

30 Guarda-te que não tropeces seguindo-as, depois que forem destruídas diante de ti: não perguntes acerca de seus elohim, dizendo: Da maneira que serviam aquelas nações a seus elohim, assim farei eu também.

31 Não farás assim a  Yahueh teu Elohim; porque tudo o que Yahueh aborrece, fizeram eles a suas deidades; pois ainda a seus filhos e filhas queimavam no fogo a seus elohim.

32 Cuidareis de fazer tudo o que eu vos mando: não acrescentarás a isso, nem tirarás disso.

 

CAPÍTULO 13

 

1 Quando se levantar em meio de ti profeta, ou sonhador de sonhos, e te der sinal ou prodígio,

2 E acontecer o sinal ou prodígio que ele te disse, dizendo: Vamos seguir deuses alheios, que não conheceste, e os sirvamos;

3 Não darás ouvido às palavras de tal profeta, nem ao tal sonhador de sonhos: porque Yahueh vosso Elohim vos prova, para saber se amais a Yahueh vosso Elohim com todo o vosso coração, e com toda vossa alma.

4 Atrás de Yahueh vosso Elohim andareis, e a ele temereis, e guardareis seus mandamentos, e escutareis sua voz, e a ele servireis, e a ele vos achegareis.

5 E o tal profeta ou sonhador de sonhos, será morto; porquanto tratou de rebelião contra Yahueh vosso Elohim, que te tirou da terra do Egito, e te resgatou de casa de servos, e de tirar-te do caminho pelo que Yahueh teu Elohim te mandou que andasses; e assim tirarás o mal do meio de ti.

6 Quando te incitar teu irmão, filho de tua mãe, ou teu filho, ou tua filha, ou a mulher de teu seio, ou teu amigo que seja como tua alma, dizendo em secreto: Vamos e sirvamos a deuses alheios, que nem tu nem teus pais conhecestes,

7 Aos deidades dos povos que estão em vossos arredores próximo a ti, ou longe de ti, desde um fim da terra até o outro fim dela;

8 Não consentirás com ele, nem lhe darás ouvido; nem teu olho o perdoará, nem terás compaixão, nem o encobrirás:

9 Antes hás de matá-lo; tua mão será primeira sobre ele para matar-lhe, e depois a mão de todo o povo.

10 E hás de apedrejá-lo com pedras, e morrerá; porquanto procurou desviar-te de Yahueh teu Elohim, que te tirou da terra do Egito, da casa de escravos:

11 Para que todo Israel ouça, e tema, e não voltem a fazer coisa semelhante a esta má coisa em meio de ti.

12 Quando ouvires de alguma de tuas cidades que Yahueh teu Elohim te dá para que mores nelas, que se diz:

13 Homens, filhos de impiedade, saíram do meio de ti, que instigaram aos moradores de sua cidade, dizendo: Vamos e sirvamos a elohim alheios, que vós não conhecestes;

14 Tu investigarás, e buscarás, e preguntarás com empenho; e se parecer verdade, coisa certo, que tal abominação se fez em meio de ti,

15 Invariavelmente ferirás a fio de espada os moradores daquela cidade, destruindo-a contudo o que nela houver, e também seus animais a fio de espada.

16 E juntarás todo o despojo dela em meio de sua praça, e consumirás com fogo a cidade e todo seu despojo, todo ele, a Yahueh teu Elohim: e será um amontoado para sempre: nunca mais se edificará.

17 E não se pegará algo a tua mão do anátema; porque Yahueh se afaste do furor de sua ira, e te dê compaixão, e tenha misericórdia de ti, e te multiplique, como o jurou a teus pais,

18 Quando obedeceres à voz de Yahueh teu Elohim, guardando todos os seus mandamentos que eu te prescrevo hoje, para fazer o correto aos olhos de Yahueh teu Elohim.

 

CAPÍTULO 14

 

1 Filhos sois de Yahueh vosso Elohim: não vos cortareis, nem poreis calva sobre vossos olhos por morto;

2 Porque és povo santo a Yahueh teu Elohim, e Yahueh te escolheu para que lhe sejas um povo singular dentre todos os povos que estão sobre a face da terra.

3 Nada abominável comerás.

4 Estes são os animais que comereis: o boi, a ovelha, e a cabra,

5 O cervo, o corço, e o búfalo, e o bode selvagem, e o antílope, e boi selvagem, e cabra selvagem.

6 E todo animal de unhas, que tem brecha de duas unhas, e que ruminar entre os animais, esse comereis.

7 Porém estes não comereis dos que ruminam, ou têm unha fendida: camelo, e lebre, e coelho, porque ruminam, mas não têm unha fendida, vos serão impuros;

8 Nem porco: porque tem unha fendida, mas não rumina, vos será impuro. Da carne destes não comereis, nem tocareis seus corpos mortos.

9 Isto comereis de tudo o que está na água: todo o que tem barbatana e escama comereis;

10 Mas todo o que não tiver barbatana e escama, não comereis: impuro vos será.

11 Toda ave limpa comereis.

12 E estas são das que não comereis: a água, e o quebra-ossos, e o esmerilhão,

13 E o milhafre, e o abutre, e o falcão segundo sua espécie,

14 E todo corvo segundo sua espécie,

15 E o avestruz, e a coruja, e a gaivota, e o gavião segundo sua espécie,

16 E o mocho, e o corujão, e a coruja-branca,

17 E o pelicano, e o gavião-pescador, e o corvo-marinho,

18 E a cegonha, e a garça segundo sua espécie, e a poupa, e o morcego.

19 E todo inseto de asas vos será impuro: não se comerá.

20 Toda ave limpa comereis.

21 Nenhuma coisa morta comereis: ao estrangeiro que está em tuas povoações a darás, e ele a comerá: ou vende-a ao estrangeiro; porque tu és povo santo a Yahueh teu Elohim. Não cozerás o cabrito no leite de sua mãe.

22 Indispensavelmente dizimarás todo o produto de tua semente, que render o campo cada ano.

23 E comerás diante de Yahueh teu Elohim no lugar que ele escolher para fazer habitar ali seu nome, o dízimo de teu grão, de teu vinho, e de teu azeite, e os primogênitos de tuas manadas, e de tuas gados, para que aprendas a temer a Yahueh teu Elohim todos os dias.

24 E se o caminho for tão longo que tu não possas levá-lo por ele, por estar longe de ti o lugar que Yahueh teu Elohim houver escolhido para pôr nele seu nome, quando Yahueh teu Elohim te abençoar,

25 Então o venderás, e atarás o dinheiro em tua mão, e virás ao lugar que Yahueh teu Elohim escolher;

26 E darás o dinheiro por tudo o que desejar tua alma, por vacas, ou por ovelhas, ou por vinho, ou por bebida forte, ou por qualquer coisa que tua alma te pedir: e comerás ali diante de Yahueh teu Elohim, e te alegrarás tu e tua família.

27 E não desampararás ao levita que habitar em tuas povoações; porque não tem parte nem herança contigo.

28 Ao fim de cada três anos tirarás todo o dízimo de teus produtos daquele ano, e o guardarás em tuas cidades:

29 E virá o levita, que não tem parte nem herança contigo, e o estrangeiro, e o órfão, e a viúva, que houver em tuas povoações, e comerão e serão saciados; para que Yahueh teu Elohim te abençoe em toda obra de tuas mãos que fizeres.

 

CAPÍTULO 15

 

1 Ao fim de sete anos farás remissão.

2 E esta é a maneira da remissão: perdoará a seu devedor todo aquele que fez empréstimo de sua mão, com que obrigou a seu próximo: não o exigirá mais a seu próximo, ou a seu irmão; porque a remissão de Yahueh é proclamada.

3 Do estrangeiro exigirás o pagamento: mas o que teu irmão tiver teu, o perdoará tua mão;

4 Para que assim não haja em ti pobre; porque Yahueh te abençoará com abundância na terra que Yahueh teu Elohim te dá por herança para que a possuas,

5 Se porém escutares fielmente a voz de Yahueh teu Elohim, para guardar e cumprir todos estes mandamentos que eu te intimo hoje.

6 Já que Yahueh teu Elohim te haverá abençoado, como te disse, emprestarás então a muitas nações, mas tu não tomarás emprestado; e te ensenhorearás de muitas nações, mas de ti não se ensenhorearão.

7 Quando houver em ti necessitado de algum de teus irmãos em alguma de tuas cidades, em tua terra que Yahueh teu Elohim te dá, não endurecerás teu coração, nem fecharás tua mão a teu irmão pobre:

8 Mas abrirás a ele tua mão generosamente, e com efeito lhe emprestarás o que basta, o que houver necessidade.

9 Guarda-te que não haja em teu coração perverso pensamento, dizendo: Próximo está o ano sétimo, o da remissão; e tua olho seja maligno sobre teu irmão necessitado para não dar-lhe: que ele poderá clamar contra ti a Yahueh, e se te imputará a pecado.

10 Sem falta lhe darás, e não seja teu coração maligno quando lhe deres: que por ele te abençoará Yahueh teu Elohim em todos os teus feitos, e em tudo o que puseres mão.

11 Porque não faltarão necessitados do meio da terra; por isso eu te mando, dizendo: Abrirás tua mão a teu irmão, a teu pobre, e a teu necessitado em tua terra.

12 Quando se vender a ti teu irmão hebreu ou hebreia, e te houver servido seis anos, ao sétimo ano lhe despedirás livre de ti.

13 E quando o despedires livre de ti, não o enviarás vazio:

14 Tu lhe abastecerás generosamente de tuas ovelhas, de tua eira, e de teu lagar; lhe darás daquilo em que Yahueh te houver abençoado.

15 E te lembrarás que foste escravo na terra do Egito, e que Yahueh teu Elohim te resgatou: portanto eu te mando isto hoje.

16 E será que, se ele te disser: Não sairei de tua presença; porque ama a ti e à tua casa, que lhe vai bem contigo;

17 Então tomarás uma ferramenta pontiaguda, e furarás sua orelha junto à porta, e será teu servo para sempre: assim também farás à tua criada.

18 Não te pareça duro quando lhe enviares livre de ti; que dobrado do salário de jovem assalariado te serviu seis anos: e Yahueh teu Elohim te abençoará em tudo quanto fizeres.

19 Santificarás a Yahueh teu Elohim todo primeiro macho que nascer de tuas vacas e de tuas ovelhas: não te sirvas do primeiro de tuas vacas, nem tosquies o primeiro de tuas ovelhas.

20 Diante de Yahueh teu Elohim os comerás cada ano, tu e tua família, no lugar que Yahueh escolher.

21 E se houver nele mácula, cego ou coxo, ou qualquer má falta, não o sacrificarás a Yahueh teu elohim.

22 Em tuas povoações o comerás: o impuro o mesmo que o limpo comerão dele, como de um corço ou de um cervo.

23 Somente que não comas seu sangue: sobre a terra a derramarás como água.

 

CAPÍTULO 16

 

1 Guardarás o mês de Abibe, e farás páscoa a Yahueh teu Elohim: porque no mês de Abibe te tirou Yahueh teu Elohim do Egito de noite.

2 E sacrificarás a páscoa a Yahueh teu Elohim, das ovelhas e das vacas, no lugar que Yahueh escolher para fazer habitar ali seu nome.

3 Não comerás com ela levedado; sete dias comerás com ela pão sem levedar, pão de aflição, porque apressadamente saíste da terra do Egito: para que te lembres do dia em que saíste da terra do Egito todos os dias de tua vida.

4 E não se deixará ver levedura contigo em todo teu termo por sete dias; e da carne que matares à tarde do primeiro dia, não ficará até a manhã.

5 Não poderás sacrificar a páscoa em nenhuma de tuas cidades, que Yahueh teu Elohim te dá;

6 Mas sim no lugar que Yahueh teu Elohim escolher para fazer habitar ali seu nome, sacrificarás a páscoa pela tarde ao pôr do sol, ao tempo que saíste do Egito:

7 E a assarás e comerás no lugar que Yahueh teu Elohim houver escolhido; e pela manhã te voltarás e irás à tua morada.

8 Seis dias comerás pães ázimos, e no sétimo dia será solenidade a Yahueh teu Elohim: não farás obra nele.

9 Sete semanas te contarás: desde que começar a foice nas plantações de grãos começarás a contar as sete semanas.

10 E farás a solenidade das semanas a Yahueh teu Elohim: da suficiência voluntária de tua mão será o que deres, segundo Yahueh teu Elohim te houver abençoado.

11 E te alegrarás diante de Yahueh teu Elohim, tu, e teu filho, e tua filha, e teu servo, e tua serva, e o levita que estiver em tuas cidades, e o estrangeiro, e o órfão, e a viúva, que estiverem em meio de ti, no lugar que Yahueh teu Elohim houver escolhido para fazer habitar ali o seu nome.

12 E lembra-te que foste servo no Egito; portanto guardarás e cumprirás estes estatutos.

13 A solenidade das cabanas farás por sete dias, quando houveres feito a colheita de tua eira e de teu lagar.

14 E te alegrarás em tuas solenidades, tu, e teu filho, e tua filha, e teu servo, e tua serva, e o levita, e o estrangeiro, e o órfão, e a viúva, que estão em tuas povoações.

15 Sete dias celebrarás solenidade a Yahueh teu Elohim no lugar que Yahueh escolher; porque te haverá abençoado Yahueh teu Elohim em todos os teus frutos, e em toda obra de tuas mãos, e estarás certamente alegre.

16 Três vezes cada ano comparecerá todo homem teu diante de Yahueh teu Elohim no lugar que ele escolher: na solenidade dos pães ázimos, e na solenidade das semanas, e na solenidade das cabanas. E não comparecerá vazio diante de Yahueh:

17 Cada um com o presente de sua mão, conforme a bênção de Yahueh teu Elohim, que te houver dado.

18 Juízes e oficiais te porás em todas tuas cidades que Yahueh teu Elohim te dará em tuas tribos, os quais julgarão ao povo com justo juízo.

19 Não distorças o direito; não faças acepção de pessoas, nem tomes suborno; porque o suborno cega os olhos dos sábios, e perverte as palavras dos justos.

20 A justiça, a justiça seguirás, para que vivas e herdes a terra que Yahueh teu Elohim te dá.

21 Não te plantarás bosque de nenhuma árvore próximo do altar de Yahueh teu Elohim, que tu te houverdes feito.

22 Nem levantarás para ti estátua, a qual Yahueh teu Elohim aborrece.

 

CAPÍTULO 17

 

1 Não sacrificarás a Yahueh teu Elohim boi, ou cordeiro, no qual haja falta ou alguma coisa má: porque é abominação a Yahueh teu Elohim.

2 Quando se achar entre ti, em alguma de tuas cidades que Yahueh teu Elohim te dá, homem, ou mulher, que tenha feito mal aos olhos de Yahueh teu Elohim transgredido seu pacto,

3 Que houver ido e servido a deuses alheios, e se houver inclinado a eles, ora ao sol, ou à lua, ou a todo o exército do céu, o qual eu não mandei;

4 E te for dado aviso, e, depois que ouvires e houveres indagado bem, a coisa parece de verdade certa, que tal abominação foi feita em Israel;

5 Então tirarás ao homem ou mulher que houver feito esta má coisa, a tuas portas, homem ou mulher, e os apedrejarás com pedras, e assim morrerão.

6 Por dito de duas testemunhas, ou de três testemunhas, morrerá o que houver de morrer; não morrerá pelo dito de uma só testemunha.

7 A mão das testemunhas será primeira sobre ele para matá-lo, e depois a mão de todo o povo: assim tirarás o mal do meio de ti.

8 Quando alguma coisa te for oculta em juízo entre sangue e sangue, entre causa e causa, e entre chaga e chaga, em negócios de litigio em tuas cidades; então te levantarás e recorrerás ao lugar que Yahueh teu Elohim escolher;

9 E virás aos sacerdotes levitas, e ao juiz que for naqueles dias, e preguntarás; e te ensinarão a sentença do juízo.

10 E farás segundo a sentença que te indicarem os do lugar que Yahueh escolher, e cuidarás de fazer segundo tudo o que te manifestarem.

11 Segundo a lei que eles te ensinarem, e segundo o juízo que te disserem, farás: não te desviarás nem à direita nem à esquerda da sentença que te mostrarem.

12 E o homem que proceder com soberba, não obedecendo ao sacerdote que está para ministrar ali diante de Yahueh teu Elohim, ou ao juiz, o tal homem morrerá: e tirarás o mal de Israel.

13 E todo o povo ouvirá, e temerá, e não se ensoberbecerão mais.

14 Quando houveres entrado na terra que Yahueh teu Elohim te dá, e a possuíres, e habitares nela, e disseres: Porei rei sobre mim, como todas as nações que estão em meus arredores;

15 Sem dúvida porás por rei sobre ti ao que Yahueh teu Elohim escolher: dentre teus irmãos porás rei sobre ti: não poderás pôr sobre ti homem estrangeiro, que não seja teu irmão.

16 Porém que não se aumente cavalos, nem faça voltar o povo ao Egito para acrescentar cavalos: porque Yahueh vos disse: Não procurareis voltar mais por este caminho.

17 Nem aumentará para si mulheres, para que seu coração não se desvie: nem prata nem ouro acrescentará para si em grande quantidade.

18 E será, quando se assentar sobre o trono de seu reino, que há de escrever para si em um livro uma cópia desta lei, do original de diante dos sacerdotes levitas;

19 E o terá consigo, e lerá nele todos os dias de sua vida, para que aprenda a temer a Yahueh seu Elohim, para guardar todas as palavras desta lei e estes estatutos, para praticá-los:

20 Para que não se eleve seu coração sobre seus irmãos, nem se desvie do mandamento à direita nem à esquerda; a fim que prolongue seus dias em seu reino, ele e seus filhos, em meio de Israel.

 

CAPÍTULO 18

 

1 Os sacerdotes levitas, toda a tribo de Levi, não terão parte nem herança com Israel; das ofertas acendidas a Yahueh, e da herança dele comerão.

2 Não terão, pois, herança entre seus irmãos: Yahueh é a sua herança, como ele lhes disse.

3 E este será o direito dos sacerdotes da parte do povo, dos que oferecerem em sacrifício boi ou cordeiro: darão ao sacerdote a retaguarda, e as queixadas, e o estômago.

4 As primícias de teus grãos, de teu vinho, e de teu azeite, e as primícias da lã de tuas ovelhas lhe darás:

5 Porque o escolheu Yahueh teu Elohim de todas tuas tribos, para que esteja para ministrar ao nome de Elohim, ele e seus filhos para sempre.

6 E quando o levita sair de alguma de tuas cidades de todo Israel, onde houver peregrinado, e vier com todo desejo de sua alma ao lugar que Yahueh escolher,

7 Ministrará ao nome de Yahueh seu Elohim, como todos os seus irmãos os levitas que estiverem ali diante de Yahueh.

8 Porção como a porção dos outros comerão, além de seus patrimônios.

9 Quando houveres entrado na terra que Yahueh teu Elohim te dá, não aprenderás a fazer segundo as abominações daquelas nações.

10 Não seja achado em ti quem faça passar seu filho ou sua filha pelo fogo, nem praticante de adivinhações, nem agoureiro, nem interpretador de presságios, nem feiticeiro,

11 Nem quem fale encantamentos, nem quem pergunte a espírito, nem mágico, nem quem pergunte aos mortos.

12 Porque é abominação a Yahueh qualquer um que faz estas coisas, e por estas abominações Yahueh teu Elohim as expulsou de diante de ti.

13 Perfeito serás com Yahueh teu Elohim.

14 Porque estas nações que hás de herdar, a encantadores e feiticeiros ouviam: mas tu, não assim te deu Yahueh teu Elohim.

15 Profeta do meio de ti, de teus irmãos, como eu, te levantará Yahueh teu Elohim: a ele ouvireis:

16 Conforme tudo o que pediste a Yahueh teu Elohim em Horebe no dia da assembleia, dizendo: Não volte eu a ouvir a voz de Yahueh meu Elohim, nem veja eu mais este grande fogo, para que não morra.

17 E Yahueh me disse: Bem disseram.

18 Profeta lhes suscitarei do meio de seus irmãos, como tu; e porei minhas palavras em sua boca, e ele lhes falará tudo o que eu lhe mandar.

19 Mas será, que qualquer um que não ouvir minhas palavras que ele falar em meu nome, eu lhe exigirei prestar contas.

20 Porém o profeta que presumir falar palavra em meu nome, que eu não lhe tenha mandado falar, ou que falar em nome elohim alheios, o tal profeta morrerá.

21 E se disseres em teu coração: Como conheceremos a palavra que Yahueh não houver falado?

22 Quando o profeta falar em nome de Yahueh, e não for a tal coisa, nem vier, é palavra que Yahueh não falou: com soberba a falou aquele profeta: não tenhas medo dele.

 

CAPÍTULO 19

 

1 Quando Yahueh teu Elohim exterminar as nações, cuja terra Yahueh teu Elohim dá a ti, e tu as herdares, e habitares em suas cidades, e em suas casas;

2 Separarás três cidades em meio de tua terra que Yahueh teu Elohim te dá para que a possuas.

3 Prepararás o caminho, e dividirás em três partes o termo de tua terra, que Yahueh teu Elohim te dará em herança, e será para que todo homicida se fuja ali.

4 E este é o caso do homicida que há de fugir ali, e viverá: o que ferir a seu próximo por acidente, que não lhe tinha inimizade nem recente nem em passado distante:

5 Como o que foi com seu próximo ao monte a cortar lenha, e pondo força com sua mão no machado para cortar alguma lenha, saltou o ferro do fim, e encontrou a seu próximo, e morreu; aquele fugirá a uma daquelas cidades, e viverá;

6 Não seja que o parente do morto vá atrás do homicida, quando se arder seu coração, e o alcance por ser longo o caminho, e o fira de morte, não devendo ser condenado à morte; porquanto não tinha inimizade nem recente nem em passado distante com o morto.

7 Portanto eu te mando, dizendo: Três cidades separarás.

8 E se Yahueh teu Elohim alargar teu termo, como o jurou a teus pais, e te der toda a terra que disse a teus pais que havia de dar;

9 Quando guardasses todos estes mandamentos, que eu te prescrevo hoje, para praticá-los, que ames a Yahueh teu Elohim e andes em seus caminhos todos os dias, então acrescentarás três cidades a mais destas três;

10 Para que não seja derramado sangue inocente em meio de tua terra, que Yahueh teu Elohim te dá por herança, e seja sobre ti sangue.

11 Mas quando houver alguém que aborrecer a seu próximo, e o espreitar, e se levantar sobre ele, e o ferir de morte, e morrer, e fugir a alguma destas cidades;

12 Então os anciãos de sua cidade enviarão e o tirarão dali, e o entregarão em mão do parente do morto, e morrerá.

13 Não lhe perdoará teu olho: e tirarás de Israel o sangue inocente, e te irá bem.

14 Não reduzirás o termo de teu próximo, o qual assinalaram os antigos em tua herança, a que possuíres na terra que Yahueh teu Elohim te dá para que a possuas.

15 Não valerá uma testemunha contra ninguém em qualquer delito, ou em qualquer pecado, em qualquer pecado que se cometer. No dito de duas testemunhas, ou no dito de três testemunhas consistirá o negócio.

16 Quando se levantar testemunha falso contra alguém, para testificar contra ele rebelião,

17 Então os dois homens litigantes se apresentarão diante de Yahueh, diante dos sacerdotes e juízes que forem naqueles dias:

18 E os juízes investigarão bem, e se parecer ser aquela testemunha falsa, que testificou falsamente contra seu irmão,

19 Fareis a ele como ele pensou fazer a seu irmão: e tirarás o mal do meio de ti.

20 E os que restarem ouvirão, e temerão, e não voltarão mais a fazer uma má coisa como esta, em meio de ti.

21 E não perdoará teu olho: vida por vida, olho por olho, dente por dente, mão por meio, pé por pé.

 

CAPÍTULO 20

 

1 Quando saíres à guerra contra teus inimigos, e vires cavalos e carros, um povo maior que tu, não tenhas medo deles, que Yahueh teu Elohim é contigo, o qual te tirou da terra do Egito.

2 E será que, quando vos aproximardes para combater, chegará o sacerdote, e falará ao povo,

3 E lhes dirá: Ouve, Israel, vós vos juntais hoje em batalha contra vossos inimigos: não se amoleça vosso coração, não temais, não vos alarmeis, nem tampouco vos desanimeis diante deles;

4 Que Yahueh vosso Elohim anda convosco, para lutar por vós contra vossos inimigos, para vos salvar.

5 E os oficiais falarão ao povo, dizendo: Quem edificou casa nova, e não a dedicou? Vá, e volte-se à sua casa, para que talvez não morra na batalha, e outro algum a dedique.

6 E quem plantou vinha, e não fez comum uso dela? Vá, e volte-se à sua casa, para que talvez não morra na batalha, e outro alguém a desfrute.

7 E quem se desposou com mulher, e não a tomou? Vá, e volte-se à sua casa, para que talvez não morra na batalha, e algum outro a tome.

8 E tornarão os oficiais a falar ao povo, e dirão: Quem é homem medroso e tenro de coração? Vá, e volte-se à sua casa, e não derreta o coração de seus irmãos, como seu coração.

9 E será que, quando os oficiais acabarem de falar ao povo, então os capitães dos exércitos mandarão diante do povo.

10 Quando te aproximares a uma cidade para combatê-la, lhe oferecerás a paz.

11 E será que, se te responder, Paz, e te abrir, todo o povo que nela for achado te serão tributários, e te servirão.

12 Mas se não fizer paz contigo, e empreender contigo guerra, e a cercares,

13 Logo que Yahueh teu Elohim a entregar em tua mão, ferirás a todo homem seu a fio de espada.

14 Somente as mulheres e as crianças, e os animais, e todo o que houver na cidade, todos os seus despojos, tomarás para ti: e comerás do despojo de teus inimigos, os quais Yahueh teu Elohim te entregou.

15 Assim farás a todas as cidades que estiverem muito longe de ti, que não forem das cidades destas nações.

16 Porém das cidades destes povos que Yahueh teu Elohim te dá por herança, nenhuma pessoa deixarás com vida;

17 Antes por completo os destruirás: aos heteus, e aos amorreus, e aos cananeus, e aos perizeus, e aos heveus, e aos jebuseus; como Yahueh teu Elohim te mandou:

18 Para que não vos ensinem a fazer segundo todas suas abominações, que eles fazem a seus elohim, e pequeis contra Yahueh vosso Elohim.

19 Quando puseres cerco a alguma cidade, lutando contra ela muitos dias para tomá-la, não destruas seu arvoredo metendo nele machado, porque dele comerás; e não o cortarás, que não é homem a árvore do campo para vir contra ti no cerco.

20 Mas a árvore que souberes que não é árvore para comer, o destruirás e o cortarás, e constrói baluarte contra a cidade que luta contigo, até subjugá-la.

 

CAPÍTULO 21

 

1 Quando for achado na terra que Yahueh teu Elohim te dá para que a possuas, morto deitado no campo, e não se soubesse quem o feriu,

2 Então teus anciãos e teus juízes sairão e medirão até as cidades que estão ao redor do morto:

3 E será que os anciãos daquela cidade, da cidade mais próxima ao morto, tomarão das vacas uma bezerra que não tenha servido, que não tenha trazido jugo;

4 E os anciãos daquela cidade trarão a bezerra a um vale por onde fluam águas, que nunca tenha sido arado nem semeado, e cortarão o pescoço à bezerra ali no vale.

5 Então virão os sacerdotes filhos de Levi, porque a eles escolheu Yahueh teu Elohim para que o sirvam, e para abençoar em nome de Yahueh; e pelo dito deles se determinará todo pleito e toda ferida.

6 E todos os anciãos daquela cidade mais próxima ao morto lavarão suas mãos sobre a bezerra degolada no vale.

7 E protestarão, e dirão: Nossas mãos não derramaram este sangue, nem nossos olhos o viram.

8 Expia a teu povo Israel, ao qual redimiste, ó Yahueh; e não imputes o sangue inocente derramado em meio de teu povo Israel. E o sangue lhes será perdoado.

9 E tu tirarás a culpa de sangue inocente do meio de ti, quando fizeres o que é correto aos olhos de Yahueh.

10 Quando saíres à guerra contra teus inimigos, e Yahueh teu Elohim os entregar em tua mão, e tomares deles cativos,

11 E vires entre os cativos alguma mulher bela, e a cobiçares, e a tomares para ti por mulher,

12 Tu a meterás em tua casa; e ela rapará sua cabeça, e cortará suas unhas,

13 E se tirará a roupa de seu cativeiro, e ficará em tua casa: e chorará a seu pai e a sua mãe no tempo de um mês: e depois entrarás a ela, e tu serás seu marido, e ela tua mulher.

14 E será, se não te agradar, que a deixarás em sua liberdade; e não a venderás por dinheiro, nem farás comércio dela, porquanto a afligiste.

15 Quando um homem tiver duas mulheres, uma amada e a outra aborrecida, e a amada e a aborrecida lhe derem à luz filhos, e o filho primogênito for da aborrecida;

16 Será que, no dia que fizer herdar a seus filhos o que tiver, não poderá dar o direito de primogenitura aos filhos da amada em preferência ao filho da aborrecida, que é o primogênito;

17 Mas ao filho da aborrecida reconhecerá por primogênito, para dar-lhe dois tantos de tudo o que se achar que tem: porque aquele é o princípio de sua força, o direito da primogenitura é seu.

18 Quando alguém tiver filho obstinado e rebelde, que não obedecer à voz de seu pai nem à voz de sua mãe, e havendo-o castigado, não lhes obedecer;

19 Então o tomarão seu pai e sua mãe, e o tirarão aos anciãos de sua cidade, e à porta do lugar seu;

20 E dirão aos anciãos da cidade: Este nosso filho é obstinado e rebelde, não obedece à nossa voz; é comilão e beberrão.

21 Então todos os homens de sua cidade o apedrejarão com pedras, e morrerá: assim tirarás o mal do meio de ti; e todo Israel ouvirá, e temerá.

22 Quando em alguém houver pecado de sentença de morte, pelo que haja de morrer, e lhe houverdes pendurado em um madeiro,

23 Não estará seu corpo pela noite no madeiro, mas sem falta o enterrarás no mesmo dia, porque maldição de Elohim é o pendurado: e não contaminarás tua terra, que Yahueh teu Elohim te dá por herança.

 

CAPÍTULO 22

 

1 Não verás o boi de teu irmão, ou seu cordeiro, perdidos, e te retirarás deles: precisamente os devolverás a teu irmão.

2 E se teu irmão não for teu vizinho, ou não lhe conheceres, os recolherás em tua casa, e estarão contigo até que teu irmão os busque, e os devolverás a ele.

3 E assim farás de seu asno, assim farás também de sua roupa, e o mesmo farás com toda coisa perdida de teu irmão que se lhe perder, e tu a achares: não poderás te omitir quanto a isso.

4 Não verás o asno de teu irmão, ou seu boi, caídos no caminho, e te esconderás deles: com ele hás de procurar levantá-los.

5 Não vestirá a mulher roupa de homem, nem o homem vestirá roupa de mulher; porque abominação é a Yahueh teu Elohim qualquer um que isto faz.

6 Quando achares no caminho algum ninho de ave em qualquer árvore, ou sobre a terra, com passarinhos ou ovos, e estiver a mãe reclinada sobre os passarinhos ou sobre os ovos, não tomes a mãe com os filhos:

7 Deixarás ir à mãe, e tomarás os passarinhos para ti; para que te vá bem, e prolongues teus dias.

8 Quando edificares casa nova, farás parapeito em teu terraço, para que não ponhas sangue em tua casa, se dele cair alguém.

9 Não semearás tua vinha de várias sementes, para que não se deprave a plenitude da semente que semeaste, e o fruto da vinha.

10 Não ararás com boi e com asno juntamente.

11 Não te vestirás de mistura, de lã e linho juntamente.

12 Farás para ti franjas nos quatro extremos de teu manto com que te cobrires.

13 Quando alguém tomar mulher, e depois de haver entrado a ela a aborrecer,

14 E lhe puser algumas faltas, e espalhar sobre ela má fama, e disser: Esta tomei por mulher, e cheguei a ela, e não a achei virgem;

15 Então o pai da moça e sua mãe tomarão, e tirarão os sinais da virgindade da virgem aos anciãos da cidade, na porta.

16 E dirá o pai da moça aos anciãos: Eu dei minha filha a este homem por mulher, e ele a aborrece;

17 E, eis que, ele lhe põe acusações de algumas coisas, dizendo: Não achei tua filha virgem; porém, eis aqui os sinais da virgindade de minha filha. E estenderão o lençol diante dos anciãos da cidade.

18 Então os anciãos da cidade tomarão ao homem e o castigarão;

19 E lhe hão de impor pena em cem peças de prata, as quais darão ao pai da moça, porquanto espalhou má fama sobre virgem de Israel: e a há de ter por mulher, e não poderá despedi-la em todos os seus dias.

20 Mas se este negócio foi verdade, que não se houver achado virgindade na moça,

21 Então a tirarão à porta da casa de seu pai, e a apedrejarão com pedras os homens de sua cidade, e morrerá; porquanto fez depravação em Israel prostituindo-se em casa de seu pai: assim tirarás o mal do meio de ti.

22 Quando se surpreender alguém deitado com mulher casada com marido, ambos morrerão, o homem que se deitou com a mulher, e a mulher: assim tirarás o mal de Israel.

23 Quando for moça virgem desposada com alguém, e alguém a achar na cidade, e se deixar com ela;

24 Então os tirareis a ambos à porta daquela cidade, e os apedrejareis com pedras, e morrerão; a moça porque não gritou na cidade, e o homem porque humilhou à mulher de seu próximo: assim tirarás o mal do meio de ti.

25 Mas se o homem achou uma moça desposada no campo, e ele a agarrar, e se deitar com ela, morrerá somente o homem que com ela se houver deitado;

26 E à moça não farás nada; não tem a moça culpa de morte: porque como quando alguém se levanta contra seu próximo, e lhe tira a vida, assim é isto:

27 Porque ele a achou no campo: gritou a moça desposada, e não houve quem a protegesse.

28 Quando alguém achar moça virgem, que não for desposada, e a tomar, e se deitar com ela, e forem achados;

29 Então o homem que se deitou com ela dará ao pai da moça cinquenta peças de prata, e ela será sua mulher, porquanto a humilhou: não a poderá despedir em todos os seus dias.

30 Não tomará alguém a mulher de seu pai, nem descobrirá o colo de seu pai.

 

CAPÍTULO 23

 

1 Não entrará na congregação de Yahueh o que tiver os testículos esmagados, nem o castrado.

2 Não entrará bastardo na congregação de Yahueh: nem ainda na décima geração entrará na congregação de Yahueh.

3 Não entrará amonita nem moabita na congregação de Yahueh; nem ainda na décima geração entrará na congregação de Yahueh para sempre:

4 Porquanto não vos saíram a receber com pão e água ao caminho, quando saístes do Egito; e porque contratou contra ti a Balaão filho de Beor de Petor de Mesopotâmia da Síria, para que te amaldiçoasse.

5 Mas não quis Yahueh teu Elohim ouvir a Balaão; e Yahueh teu Elohim te tornou a maldição em bênção, porque Yahueh teu Elohim te amava.

6 Não procurarás a paz deles nem seu bem em todos os dias para sempre.

7 Não abominarás ao edomita, que teu irmão é: não abominarás ao egípcio, que estrangeiro foste em sua terra.

8 Os filhos que nascerem deles, à terceira geração entrarão na congregação de Yahueh.

9 Quando saíres a campanha contra teus inimigos, guarda-te de toda coisa má.

10 Quando houver em ti alguém que não for limpo por acidente de noite, sairá do acampamento, e não entrará nele.

11 E será que ao declinar da tarde se lavará com água, e quando for posto o sol, entrará no acampamento.

12 E terás um lugar fora do acampamento, e sairás ali fora;

13 Terás também uma estaca entre tuas armas; e será que, quando estiveres ali fora, cavarás com ela, e logo ao voltar cobrirás teu excremento:

14 Porque Yahueh teu Elohim anda por meio de teu acampamento, para livrar-te e entregar teus inimigos diante de ti; portanto será teu acampamento santo: para que ele não veja em ti coisa imunda, e se volte de trás de ti.

15 Não entregarás a seu senhor o servo que se fugir a ti de seu amo:

16 More contigo, em meio de ti, no lugar que escolher em alguma de tuas cidades, onde bem lhe estiver: não o oprimirás.

17 Não haverá prostituta das filhas de Israel, nem haverá prostituto ritual dos filhos de Israel.

18 Não trarás pagamento de prostituta, nem pagamento de prostituto à casa de Yahueh teu Elohim por nenhum voto; porque abominação é a Yahueh teu Elohim tanto um como o outro.

19 Não tomarás de teu irmão juros de dinheiro, nem juros de comida, nem juros de coisa alguma que se costuma tomar.

20 Do estrangeiro tomarás juros, mas de teu irmão não o tomarás, para que te abençoe Yahueh teu Elohim em toda obra de tuas mãos sobre a terra à qual entras para possuí-la.

21 Quando prometeres voto a Yahueh teu Elohim, não tardarás em pagá-lo; porque certamente o exigirá Yahueh teu Elohim de ti, e haveria em ti pecado.

22 Mas quando te abstiveres de prometer, não haverá em ti pecado.

23 Guardarás o que teus lábios pronunciarem; e farás, como prometeste a Yahueh teu Elohim, o que de tua vontade falaste por tua boca.

24 Quando entrares na vinha de teu próximo, comerás uvas até saciar teu desejo: mas não porás em teu vaso.

25 Quando entrares na plantação de teu próximo, poderás cortar espigas com tua mão; mas não aplicarás foice à plantação de teu próximo.

 

CAPÍTULO 24

 

1 Quando algum tomar mulher e se casar com ela, se não lhe agradar por haver achado nela alguma coisa ofensiva, lhe escreverá carta de divórcio, e a entregará em sua mão, e a despedirá de sua casa.

2 E saída de sua casa, poderá ir e casar-se com outro homem.

3 E se a aborrecer este último, e lhe escrever carta de divórcio, e a entregar em sua mão, e a despedir de sua casa; ou se morrer o posterior homem que a tomou para si por mulher,

4 Não poderá seu primeiro marido, que a despediu, trazê-la de volta a tomar para que seja sua mulher, depois que foi contaminada; porque é abominação diante de Yahueh, e não hás de perverter a terra que Yahueh teu Elohim te dá por herança.

5 Quando tomar alguém mulher nova, não sairá à guerra, nem em nenhuma coisa se lhe ocupará; livre estará em sua casa por ano, para alegrar à sua mulher que tomou.

6 Não tomarás em penhor a pedra de moinho, nem a de baixo nem a de cima: porque seria penhorar a vida.

7 Quando for achado alguém que tenha furtado pessoa de seus irmãos os filhos de Israel, e houver comercializado com ela, ou a houver vendido, o tal ladrão morrerá, e tirarás o mal do meio de ti.

8 Guarda-te de chaga de lepra, observando com empenho, e fazendo segundo tudo o que vos ensinarem os sacerdotes levitas: cuidareis de fazer como lhes mandei.

9 Lembra-te do que fez Yahueh teu Elohim a Miriã no caminho, depois que saístes do Egito.

10 Quando deres a teu próximo alguma coisa emprestada, não entrarás em sua casa para tomar-lhe penhor:

11 Fora estarás, e o homem a quem emprestaste, te tirará fora o penhor.

12 E se for homem pobre, não durmas com seu penhor:

13 Precisamente lhe devolverás o penhor quando o sol se ponha, para que durma em sua roupa, e te bendiga: e te será justiça diante de Yahueh teu Elohim.

14 Não faças injustiça ao empregado pobre e necessitado, tanto de teus irmãos como de teus estrangeiros que estão em tua terra em tuas cidades:

15 Em seu dia lhe darás seu salário, e não se porá o sol sem o dar a ele: pois é pobre, e com ele sustenta sua vida: para que não clame contra ti a Yahueh, e seja em ti pecado.

16 Os pais não morrerão pelos filhos, nem os filhos pelos pais; cada um morrerá por seu pecado.

17 Não distorcerás o direito do peregrino e do órfão; nem tomarás por penhor a roupa da viúva:

18 Mas lembra-te que foste servo no Egito, e dali te resgatou Yahueh teu Elohim: portanto, eu te mando que faças isto.

19 Quando colheres tua plantação em teu campo, e esqueceres algum feixe no campo, não voltarás a tomá-lo: para o estrangeiro, para o órfão, e para a viúva será; para que te abençoe Yahueh teu Elohim em toda obra de tuas mãos.

20 Quando sacudires tuas olivas, não recorrerás os ramos atrás de ti: para o estrangeiro, para o órfão, e para a viúva será.

21 Quando vindimares tua vinha, não coletarás os restos de atrás de ti: para o estrangeiro, para o órfão, e para a viúva será.

22 E lembra-te que foste servo na terra do Egito: portanto, eu te mando que faças isto.

 

CAPÍTULO 25

 

1 Quando houver pleito entre alguns, e vierem a juízo, e os julgarem, e absolverem ao justo e condenarem ao iníquo,

2 Será que, se o delinquente merecer ser açoitado, então o juiz o fará lançar em terra, e o fará açoitar diante de si, segundo seu delito, por conta.

3 Fará lhe dar quarenta açoites, não mais: não seja que, se o ferir com muitos açoites a mais destes, se humilhe teu irmão diante de teus olhos.

4 Não porás mordaça ao boi quando trilhar.

5 Quando irmãos estiverem juntos, e morrer algum deles, e não tiver filho, a mulher do morto não se casará fora com homem estranho: seu cunhado entrará a ela, e a tomará por sua mulher, e fará com ela parentesco.

6 E será que o primogênito que der à luz ela, se levantará em nome de seu irmão o morto, para que o nome deste não seja apagado de Israel.

7 E se o homem não quiser tomar a sua cunhada, irá então a cunhada sua à porta aos anciãos, e dirá: Meu cunhado não quer suscitar nome em Israel a seu irmão; não quer aparentar-se comigo.

8 Então os anciãos daquela cidade o farão vir, e falarão com ele: e se ele se levantar, e disser, Não quero tomá-la,

9 Então se aproximará sua cunhada a ele diante dos anciãos, e o descalçará o sapato de seu pé, e lhe cuspirá no rosto, e falará e dirá: Assim será feito ao homem que não edificar a casa de seu irmão.

10 E seu nome será chamado em Israel: A casa do descalço.

11 Quando alguns brigarem juntos um com o outro, e chegar a mulher de um para livrar a seu marido da mão do que lhe fere, e meter sua mão e lhe pegar por suas vergonhas;

12 Tu a cortarás então a mão, não a perdoará teu olho.

13 Não terás em tua bolsa peso grande e peso pequeno.

14 Não terás em tua casa efa grande e efa pequeno.

15 Pesos íntegros e justos terás; efa íntegro e justo terás: para que teus dias sejam prolongados sobre a terra que Yahueh teu Elohim te dá.

16 Porque abominação é a Yahueh teu Elohim qualquer um que faz isto, qualquer um que faz injustiça.

17 Lembra-te do que te fez Amaleque no caminho, quando saístes do Egito:

18 Que te saiu ao caminho, e te desbaratou a retaguarda de todos os fracos que iam detrás de ti, quando tu estavas cansado e exausto; e não temeu a Elohim.

19 Será, pois, quando Yahueh teu Elohim te houver dado repouso de teus inimigos ao redor, na terra que Yahueh teu Elohim te dá por herdar para que a possuas, que apagarás a memória de Amaleque de debaixo do céu: não te esqueças.

 

CAPÍTULO 26

 

1 E será que, quando houveres entrado na terra que Yahueh teu Elohim te dá por herança, e a possuíres, e habitares nela;

2 Então tomarás das primícias de todos os frutos da terra, que tirares de tua terra que Yahueh teu Elohim te dá, e o porás em um cesto, e irás ao lugar que Yahueh teu Elohim escolher para fazer habitar ali seu nome.

3 E chegarás ao sacerdote que for naqueles dias, e lhe dirás: Reconheço hoje a Yahueh teu Elohim que ei entrado na terra que jurou Yahueh a nossos pais que nos havia de dar.

4 E o sacerdote tomará o cesto de tua mão, e o porá diante do altar de Yahueh teu Elohim.

5 Então falarás e dirás diante de Yahueh teu Elohim: Um arameu a ponto de perecer foi meu pai, o qual desceu ao Egito e peregrinou ali com poucos homens, e ali cresceu em gente grande, forte e numerosa:

6 E os egípcios nos maltrataram, e nos afligiram, e puseram sobre nós dura servidão.

7 E clamamos a Yahueh Elohim de nossos pais; e ouviu Yahueh nossa voz, e viu nossa aflição, e nosso sofrimento, e nossa opressão:

8 E tirou-nos Yahueh do Egito com mão forte, e com braço estendido, e com grande espanto, e com sinais e com milagres:

9 E trouxe-nos a este lugar, e deu-nos esta terra, terra que flui leite e mel.

10 E agora, eis que, trouxe as primícias do fruto da terra que me deste, ó Yahueh. E o deixarás diante de Yahueh teu Elohim, e te inclinarás diante de Yahueh teu Elohim.

11 E te alegrarás com todo o bem que Yahueh teu Elohim houver dado a ti e a tua casa, tu e o levita, e o estrangeiro que está em meio de ti.

12 Quando houveres acabado de dizimar todo o dízimo de teus frutos no ano terceiro, o ano do dízimo, darás também ao levita, ao estrangeiro, ao órfão e à viúva; e comerão em tuas vilas, e se saciarão.

13 E dirás diante de Yahueh teu Elohim: Eu tirei o consagrado de minha casa, e também o dei ao levita, e ao estrangeiro, e ao órfão, e à viúva, conforme todos os teus mandamentos que me ordenaste: não transgredi teus mandamentos, nem me esqueci deles.

14 Não comi disso em meu luto, nem tirei disso em impureza, nem disso dei para o morto: obedeci à voz de Yahueh meu Elohim, fiz conforme tudo o que me mandaste.

15 Olha desde a morada de tua santidade, desde o céu, e abençoa a teu povo Israel, e à terra que nos deste, como juraste a nossos pais, terra que flui leite e mel.

16 Yahueh teu Elohim te manda hoje que cumpras estes estatutos e regulamentos; cuida, pois, de praticá-los com todo teu coração, e com toda tua alma.

17 A Yahueh exaltou hoje para que te seja por Elohim, e para andar em seus caminhos, e para guardar seus estatutos e seus mandamentos e seus regulamentos, e para ouvir sua voz:

18 E Yahueh te exaltou hoje para que lhe sejas seu privativo povo, como ele te disse, e para que guardes todos os seus mandamentos;

19 E para te pôr alto sobre todas as nações que fez, para louvor, e fama, e glória; e para que sejas povo santo a Yahueh teu Elohim, como ele disse.

 

CAPÍTULO 27

 

1 E mandou Moisés, com os anciãos de Israel, ao povo, dizendo: Guardareis todos os mandamentos que eu prescrevo hoje.

2 E será que, no dia que passardes o Jordão à terra que Yahueh teu Elohim te dá, te hás de levantar pedras grandes, as quais rebocarás com cal:

3 E escreverás nelas todas as palavras desta lei, quando houveres passado para entrar na terra que Yahueh teu Elohim te dá, terra que flui leite e mel, como Yahueh o Elohim de teus pais te disse.

4 Será pois, quando houveres passado o Jordão, que levantareis estas pedras que eu vos mando hoje, no monte de Ebal, e as rebocarás com cal:

5 E edificarás ali altar a Yahueh teu Elohim, altar de pedras: não levantarás sobre elas ferro.

6 De pedras inteiras edificarás o altar de Yahueh teu Elohim; e oferecerás sobre ele holocausto a Yahueh teu Elohim;

7 E sacrificarás ofertas pacíficas, e comerás ali; e te alegrarás diante de Yahueh teu Elohim.

8 E escreverás nas pedras todas as palavras desta lei muito claramente.

9 E Moisés, com os sacerdotes levitas, falou a todo Israel, dizendo: Atende e escuta, Israel: hoje és feito povo de Yahueh teu Elohim.

10 Ouvirás, pois, a voz de Yahueh teu Elohim, e cumprirás seus mandamentos e seus estatutos, que eu te ordeno hoje.

11 E mandou Moisés ao povo naquele dia, dizendo:

12 Estes estarão sobre o monte de Gerizim para abençoar ao povo, quando houverdes passado o Jordão: Simeão, e Levi, e Judá, e Issacar, e José e Benjamim.

13 E estes estarão para pronunciar a maldição no de Ebal: Rúben, Gade, e Aser, e Zebulom, Dã, e Naftali.

14 E falarão os levitas, e dirão a todo homem de Israel em alta voz:

15 Maldito o homem que fizer escultura ou imagem de fundição, abominação a Yahueh, obra da mão de artífice, e a puser em oculto. E todo o povo responderá e dirá: Amém.

16 Maldito o que desonrar a seu pai ou a sua mãe. E dirá todo o povo: Amém.

17 Maldito o que reduzir o termo de seu próximo. E dirá todo o povo: Amém.

18 Maldito o que fizer errar ao cego no caminho. E dirá todo o povo: Amém.

19 Maldito o que distorcer o direito do estrangeiro, do órfão, e da viúva. E dirá todo o povo: Amém.

20 Maldito o que se deitar com a mulher de seu pai; porquanto revelou o colo de seu pai. E dirá todo o povo: Amém.

21 Maldito o que tiver parte com qualquer animal. E dirá todo o povo: Amém.

22 Maldito o que se deitar com sua irmã, filha de seu pai, ou filha de sua mãe. E dirá todo o povo: Amém.

23 Maldito o que se deitar com sua sogra. E dirá todo o povo: Amém.

24 Maldito o que ferir a seu próximo ocultamente. E dirá todo o povo: Amém.

25 Maldito o que receber presente para ferir de morte ao inocente. E dirá todo o povo: Amém.

26 Maldito o que não confirmar as palavras desta lei para as cumprir. E dirá todo o povo: Amém.

 

CAPÍTULO 28

 

1 E será que, se ouvires com empenho a voz de Yahueh teu Elohim, para guardar, para praticar todos os seus mandamentos que eu te prescrevo hoje, também Yahueh teu Elohim te porá alto sobre todas as nações da terra;

2 E virão sobre ti todas estas bênçãos, e te alcançarão, quando ouvires a voz de Yahueh teu Elohim.

3 Bendito serás tu na cidade, e bendito tu no campo.

4 Bendito o fruto de teu ventre, e o fruto de teu animal, a cria de tuas vacas, e os rebanhos de tuas ovelhas.

5 Bendito teu cesto e tua amassadeira.

6 Bendito serás em teu entrar, e bendito em teu sair.

7 Causará Yahueh a teus inimigos que se levantarem contra ti, que sejam derrotados diante de ti: por um caminho sairão a ti, por sete caminhos fugirão diante de ti.

8 Enviará Yahueh contigo a bênção em teus granários, e em tudo aquilo em que puseres tua mão; e te abençoará na terra que Yahueh teu Elohim te dá.

9 Yahueh te confirmará por povo seu santo, como te jurou, quando guardares os mandamentos de Yahueh teu Elohim, e andares em seus caminhos.

10 E verão todos os povos da terra que o nome de Yahueh é chamado sobre ti, e te temerão.

11 E te fará Yahueh superabundar em bens, no fruto de teu ventre, e no fruto de teu animal, e no fruto de tua terra, no país que jurou Yahueh a teus pais que te havia de dar.

12 Yahueh te abrirá seu bom depósito, o céu, para dar chuva à tua terra em seu tempo, e para abençoar toda obra de tuas mãos. E emprestarás a muitas nações, e tu não tomarás emprestado.

13 E te porá Yahueh por cabeça, e não por cauda: e estarás encima somente, e não estarás debaixo; quando obedeceres aos mandamentos de Yahueh teu Elohim, que eu te ordeno hoje, para que os guardes e cumpras.

14 E não te desvies de todas as palavras que eu vos mando hoje, nem à direita nem à esquerda, para ir atrás de elohim alheios para servir-lhes.

15 E será, se não ouvires a voz de Yahueh teu Elohim, para cuidar de praticar todos os seus mandamentos e seus estatutos, que eu te intimo hoje, que virão sobre ti todas estas maldições, e te alcançarão.

16 Maldito serás tu na cidade, e maldito no campo.

17 Maldito teu cesto, e tua amassadeira.

18 Maldito o fruto de teu ventre, e o fruto de tua terra, e a cria de tuas vacas, e os rebanhos de tuas ovelhas.

19 Maldito serás em teu entrar, e maldito em teu sair.

20 E Yahueh enviará contra ti a maldição, confusão e oposição em tudo quanto puseres mão e fizeres, até que sejas destruído, e pereças logo por causa da maldade de tuas obras, pelas quais me houverdes deixado.

21 Yahueh fará que se te pegue mortandade, até que te consuma da terra à qual entras para possuí-la.

22 Yahueh te ferirá de tísica, e de febre, e de ardor, e de calor, e de espada, e de calamidade repentina, e com mofo; e te perseguirão até que pereças.

23 E teus céus que estão sobre tua cabeça, serão de bronze; e a terra que está debaixo de ti, de ferro.

24 Dará Yahueh por chuva à tua terra pó e cinza: dos céus descerão sobre ti até que pereças.

25 Yahueh te entregará ferido diante de teus inimigos: por um caminho sairás a eles, e por sete caminhos fugirás diante deles: e serás sacudido a todos os reinos da terra.

26 E será teu corpo morto por comida a toda ave do céu, e animal da terra, e não haverá quem as espante.

27 Yahueh te ferirá da praga do Egito, e com tumores, e com sarna, e com coceira, de que não possas ser curado.

28 Yahueh te ferirá com loucura, e com cegueira, e com confusão de coração.

29 E apalparás ao meio-dia, como apalpa o cego na escuridão, e não serás próspero em teus caminhos: e nunca serás a não ser somente oprimido e roubado todos os dias, e não haverá quem te salve.

30 Tu te casarás com mulher, e outro homem dormirá com ela; edificarás casa, e não habitarás nela; plantarás vinha, e não a vindimarás.

31 Teu boi será matado diante de teus olhos, e tu não comerás dele; teu asno será arrebatado de diante de ti, e não se te voltará; tuas ovelhas serão dadas a teus inimigos, e não terás quem te as resgate.

32 Teus filhos e tuas filhas serão entregues a outro povo, e teus olhos o verão, e desfalecerão por eles todo o dia: e não haverá força em tua mão.

33 O fruto de tua terra e todo teu trabalho comerá povo que não conheceste; e nunca serás a não ser somente oprimido e quebrantado todos os dias.

34 E enlouquecerás por causa do que verás com teus olhos.

35 Yahueh te ferirá com maligna úlcera nos joelhos e nas pernas, sem que possas ser curado: ainda desde a planta de teu pé até o topo de tua cabeça.

36 Yahueh levará a ti, e a teu rei que houveres posto sobre ti, a nação que não conheceste tu nem teus pais; e ali servirás a deuses alheios, à madeira e à pedra.

37 E serás por confusão, por exemplo e por fábula, a todos os povos aos quais te levará Yahueh.

38 Tirarás muito semente ao campo, e colherás pouco; porque os gafanhotos o consumirão.

39 Plantarás vinhas e lavrarás, mas não beberás vinho, nem colherás uvas; porque o bicho as comerá.

40 Terás olivas em todo teu termo, mas não te ungirás com o azeite; porque tua azeitona cairá.

41 Filhos e filhas gerarás, e não serão para ti; porque irão em cativeiro.

42 Todo o teu arvoredo e o fruto de tua terra os gafanhotos consumirão.

43 O estrangeiro que estará em meio de ti subirá sobre ti muito alto, e tu serás posto muito abaixo.

44 Ele emprestará a ti, e tu não emprestarás a ele: ele será por cabeça, e tu serás por cauda.

45 E virão sobre ti todas estas maldições, e te perseguirão, e te alcançarão até que pereças; porquanto não houverdes atendido à voz de Yahueh teu Elohim, para guardar seus mandamentos e seus estatutos, que ele te mandou:

46 E serão em ti por sinal e por maravilha, e em tua descendência para sempre.

47 Porquanto não serviste a Yahueh teu Elohim com alegria e com alegria de coração, pela abundância de todas as coisas;

48 Servirás, portanto, a teus inimigos que enviar Yahueh contra ti, com fome e com sede e com nudez, e com falta de todas as coisas; e ele porá jugo de ferro sobre teu pescoço, até destruir-te.

49 Yahueh trará sobre ti nação de longe, do extremo da terra, que voe como águia, nação cuja língua não entendas;

50 Nação feroz de rosto, que não terá respeito ao ancião, nem perdoará à criança:

51 E comerá o fruto de teu animal e o fruto de tua terra, até que pereças: e não te deixará grão, nem mosto, nem azeite, nem a cria de tuas vacas, nem os rebanhos de tuas ovelhas, até destruir-te.

52 E te porá cerco em todas as tuas cidades, até que caiam teus muros altos e fortificados em que tu confias, em toda tua terra: te cercará, pois, em todas tuas cidades e em toda tua terra, que Yahueh teu Elohim te houver dado.

53 E comerás o fruto de teu ventre, a carne de teus filhos e de tuas filhas que Yahueh teu Elohim te deu, no cerco e nos apuros com que te angustiará teu inimigo.

54 O homem tenro em ti, e o muito delicado, seu olho será maligno para com seu irmão, e para com a mulher de seu seio, e para com o resto de seus filhos que lhe restarem;

55 Para não dar a algum deles da carne de seus filhos, que ele comerá, porque nada lhe haverá restado, no cerco e nos apuros com que teu inimigo te oprimirá em todas tuas cidades.

56 A tenra e a delicada entre vós, que nunca a planta de seu pé provou a sentar sobre a terra, de ternura e delicadeza, seu olho será maligno para com o marido de seu seio, e para com seu filho, e para com sua filha,

57 E para com sua criança que sai dentre seus pés, e para com seus filhos que der à luz; pois os comerá ocultamente, a falta de tudo, no cerco e em apuros com que teu inimigo te oprimirá em tuas cidades.

58 Se não cuidares de praticar todas as palavras desta lei que estão escritas neste livro, temendo este nome glorioso e terrível, Yahueh Teu Elohim,

59 Yahueh aumentará maravilhosamente tuas pragas e as pragas de tua descendência, pragas grandes e duradouras, e enfermidades malignas e duradouras;

60 E fará voltar sobre ti todos os males do Egito, diante dos quais temeste, e se te pegarão.

61 Assim como toda enfermidade e toda praga que não está escrita no livro desta lei, Yahueh a enviará sobre ti, até que tu sejas destruído.

62 E restareis em pouca gente, em lugar de haver sido como as estrelas do céu em multidão; porquanto não obedeceste à voz de Yahueh teu Elohim.

63 E será que como Yahueh se alegrou sobre vós para fazer-vos bem, e para multiplicar-vos, assim se alegrará Yahueh sobre vós para vos arruinar, e para destruir-vos; e sereis tirados de sobre a terra, à qual entrais para possuí-la.

64 E Yahueh te espalhará por todos os povos, desde um extremo da terra até o outro extremo dela; e ali servirás a elohim alheios que não conheceste tu nem teus pais, à madeira e à pedra.

65 E nem ainda entre as mesmas nações descansarás, nem a planta de teu pé terá repouso; que ali te dará Yahueh coração temeroso, e caimento de olhos, e tristeza de alma:

66 E terás tua vida como suspensa diante de ti, e estarás temeroso de noite e de dia, e não confiarás de tua vida.

67 Pela manhã dirás: Quem dera fosse a tarde! E à tarde dirás: Quem dera fosse a manhã! pelo medo de teu coração com que estarás amedrontado, e pelo que verão teus olhos.

68 E Yahueh te fará voltar ao Egito em navios pelo caminho do qual te disse: Nunca mais voltareis: e ali sereis vendidos a vossos inimigos por escravos e por escravas, e não haverá quem vos compre.

 

CAPÍTULO 29

 

1 Estas são as palavras do pacto que Yahueh mandou que Moisés fizesse com os filhos de Israel na terra de Moabe, além do pacto que estabeleceu com eles em Horebe.

2 Moisés, pois, chamou a todo Israel, e disse-lhes: Vós vistes tudo o que Yahueh fez diante vossos olhos na terra do Egito a Faraó e a todos os seus servos, e a toda sua terra:

3 As provas grandes que viram teus olhos, o sinais, e as grandes maravilhas.

4 E Yahueh não vos deu coração para entender, nem olhos para ver, nem ouvidos para ouvir, até o dia de hoje.

5 E eu vos trouxe quarenta anos pelo deserto: vossas roupas não se hão envelhecido sobre vós, nem teu sapato se envelheceu sobre teu pé.

6 Não comestes pão, nem bebestes vinho nem bebida forte: para que soubestes que eu sou Yahueh vosso Elohim.

7 E chegastes a este lugar, e saiu Seom rei de Hesbom, e Ogue rei de Basã, diante de nós para lutar, e os ferimos;

8 E tomamos sua terra, e a demos por herança a Rúben e a Gade, e à meia tribo de Manassés.

9 Guardareis, pois, as palavras deste pacto, e as poreis por obra, para que prospereis em tudo o que fizerdes.

10 Vós todos estais hoje diante de Yahueh vosso Elohim; vossos príncipes de vossas tribos, vossos anciãos, e vossos oficiais, todos os homens de Israel,

11 Vossas crianças, vossas mulheres, e teus estrangeiros que habitam em meio de teu campo, desde o que corta tua lenha até o que tira tuas águas:

12 Para que entres no pacto de Yahueh teu Elohim, e em seu juramento, que Yahueh teu Elohim estabelece hoje contigo:

13 Para te confirmar hoje por seu povo, e que ele seja a ti por Elohim, da maneira que ele te disse, e como ele jurou a teus pais Abraão, Isaque, e Jacó.

14 E não somente convosco estabeleço eu este pacto e este juramento,

15 Mas sim com os que estão aqui presentes hoje conosco diante de Yahueh nosso Elohim, e com os que não estão aqui hoje conosco.

16 Porque vós sabeis como habitamos na terra do Egito, e como passamos por meio das nações que passastes;

17 E vistes suas abominações e seus ídolos, madeira e pedra, prata e ouro, que têm consigo.

18 Para que não haja entre vós homem, ou mulher, ou família, ou tribo, cujo coração se volte hoje de com Yahueh nosso Elohim, por andar a servir aos elohim daquelas nações; que não haja em vós raiz que lance veneno e amargura;

19 E seja que, quando o tal ouvir as palavras desta maldição, ele se abençoe em seu coração, dizendo: Terei paz, ainda que ande segundo o pensamento de meu coração, para acrescentar a embriaguez à sede:

20 Yahueh se recusará a lhe perdoar; antes fumegará logo o furor de Yahueh e seu zelo sobre o tal homem, e se assentará sobre ele toda maldição escrita neste livro, e Yahueh apagará seu nome de debaixo do céu:

21 E Yahueh o separará de todas as tribos de Israel para o mal, conforme todas as maldições do pacto escrito neste livro da lei.

22 E dirá a geração vindoura, vossos filhos que virão depois de vós, e o estrangeiro que virá de distantes terras, quando virem as pragas desta terra, e suas enfermidades de que Yahueh a fez enfermar,

23 (Enxofre e sal, abrasada toda sua terra: não será semeada, nem produzirá, nem crescerá nela erva nenhuma, como na destruição de Sodoma e de Gomorra, de Admá e de Zeboim, que Yahueh destruiu em seu furor e em sua ira:)

24 Dirão, pois, todas as nações: Por que fez Yahueh isto a esta terra? Que ira é esta de tão grande furor?

25 E responderão. Porquanto deixaram o pacto de Yahueh o Elohim de seus pais, que ele estabeleceu com eles quando os tirou da terra do Egito,

26 E foram e serviram a deuses alheios, e inclinaram-se a eles, elohim que não conheciam, e que nenhuma coisa lhes haviam dado:

27 Acendeu-se portanto, o furor de Yahueh contra esta terra, para trazer sobre ela todas as maldições escritas nesta livro;

28 E Yahueh os desarraigou de sua terra com ira, e com indignação, e com furor grande, e os expulsou a outra terra, como hoje.

29 As coisas secretas pertencem a Yahueh nosso Elohim: mas as reveladas são para nós e para nossos filhos para sempre, para que cumpramos todas as palavras desta Torah*.

*Ou instrução.

 

CAPÍTULO 30

 

1 E será que, quando te sobrevierem todas estas coisas, a bênção e a maldição que pus diante de ti, e te conscientizares em teu coração em meio de todas as nações às quais Yahueh teu Elohim te houver expulsado,

2 E te converteres a Yahueh teu Elohim, e obedeceres à sua voz conforme tudo o que eu te mando hoje, tu e teus filhos, com todo teu coração e com toda tua alma,

3 Yahueh também voltará teus cativos, e terá misericórdia de ti, e voltará a recolher-te de todos os povos aos quais te houver disperso Yahueh teu Elohim.

4 Se houveres sido lançado até a extremidade dos céus, dali te recolherá Yahueh teu Elohim, e dali te tomará:

5 E te fará voltar Yahueh teu Elohim à terra que herdaram teus pais, e a possuirás; e te fará bem, e te multiplicará mais que a teus pais.

6 E circuncidará Yahueh teu Elohim teu coração, e o coração de tua descendência, para que ames a Yahueh teu Elohim com todo teu coração e com toda tua alma, a fim de que tu vivas.

7 E porá Yahueh teu Elohim todas estas maldições sobre teus inimigos, e sobre teus aborrecedores que te perseguiram.

8 E tu voltarás, e ouvirás a voz de Yahueh, e porás por obra todos os seus mandamentos, que eu te intimo hoje.

9 E te fará Yahueh teu Elohim abundar em toda obra de tuas mãos, no fruto de teu ventre, no fruto de teu animal, e no fruto de tua terra, para o bem: porque Yahueh voltará a se alegrar sobre ti para o bem, da maneira que se alegrou sobre teus pais;

10 Quando ouvires a voz de Yahueh teu Elohim, para guardar seus mandamentos e seus estatutos escritos neste livro da lei; quando te converteres a Yahueh teu Elohim com todo teu coração e com toda tua alma.

11 Porque este mandamento que eu te intimo hoje, não te é encoberto, nem está longe:

12 Não está no céu, para que digas: Quem subirá por nós ao céu, e nos o trará e o apresentará para nós, para que o cumpramos?

13 Nem está da outra parte do mar, para que digas: Quem passará por nós o mar, para que o traga até nós e a nós o apresente, a fim de que o cumpramos?

14 Porque muito próxima de ti está a palavra, em tua boca e em teu coração, para que a cumpras.

15 Olha, eu pus diante de ti hoje a vida e o bem, a morte e o mal:

16 Porque eu te mando hoje que ames a Yahueh teu Elohim, que andes em seus caminhos, e guardes seus mandamentos e seus estatutos e seus regulamentos, para que vivas e sejas multiplicado, e Yahueh teu Elohim te abençoe na terra à qual entras para possuí-la.

17 Mas se teu coração se desviar, e não ouvires, e fores incitado, e te inclinares a deuses alheios, e os servires;

18 Declaro-vos hoje que certamente perecereis: não tereis longos dias sobre a terra, para ir à qual passas o Jordão para possuí-la.

19 Aos céus e a terra chamo por testemunhas hoje contra vós, que pus diante de vós a vida e a morte, a bênção e a maldição: escolhe, pois, a vida, para que vivas tu e tua descendência:

20 Que ames a Yahueh teu Elohim, que ouças sua voz, e te achegues a ele; porque ele é tua vida, e o comprimento de teus dias; a fim de que habites sobre a terra que jurou Yahueh a teus pais Abraão, Isaque, e Jacó, que lhes havia de dar.

 

CAPÍTULO 31

 

1 E foi Moisés, e falou estas palavras a todo Israel,

2 E disse-lhes: De idade de cento e vinte anos sou hoje dia; não posso mais sair nem entrar: a mais disto Yahueh me disse: Não passarás este Jordão.

3Yahueh teu Elohim passará adiante de ti; ele destruirá estas nações de diante de ti, para que as possuas; Josué passará adiante de ti, como Yahueh tem falado.

4 E Yahueh lhes fará como fez a Siom e a Ogue, reis dos amorreus, e à sua terra, os quais destruiu .

5 E os entregará Yahueh diante de vós, e fareis com eles conforme tudo o que vos mandei.

6 Esforçai-vos e tende ânimo; não temais, nem tenhais medo deles: que Yahueh teu Elohim é o que vai contigo: não te deixará nem te desamparará.

7 E chamou Moisés a Josué, e disse-lhe à vista de todo Israel: Esforça-te e anima-te; porque tu entrarás com este povo à terra que jurou Yahueh a seus pais que lhes havia de dar, e tu a farás herdar.

8 E Yahueh é o que vai diante de ti; ele será contigo, não te deixará, nem te desamparará; não temas, nem te intimides.

9 E escreveu Moisés esta lei, e deu-a aos sacerdotes, filhos de Levi, que levavam a arca do pacto de Yahueh, e a todos os anciãos de Israel.

10 E mandou-lhes Moisés, dizendo: Ao fim do sétimo ano, no ano da remissão, na festa das cabanas,

11 Quando vier todo Israel a apresentar-se diante de Yahueh teu Elohim no lugar que ele escolher, lerás esta lei diante de todo Israel aos ouvidos deles.

12 Farás congregar o povo, homens e mulheres e crianças, e teus estrangeiros que estiverem em tuas cidades, para que ouçam e aprendam, e temam a Yahueh vosso Elohim, e cuidem de praticar todas as palavras desta lei:

13 E os filhos deles que não souberem ouçam, e aprendam a temer a Yahueh vosso Elohim todos os dias que viverdes sobre a terra, para ir à qual passais o Jordão para possuí-la.

14 E Yahueh disse a Moisés: Eis que se aproximam teus dias para que morras: chama a Josué, e esperai no tabernáculo do testemunho, e lhe mandarei. Foram pois Moisés e Josué, e esperaram no tabernáculo do testemunho.

15 E apareceu-se Yahueh no tabernáculo, na coluna de nuvem; e a coluna de nuvem se pôs sobre a porta do tabernáculo.

16 E Yahueh disse a Moisés: Eis que tu vais descansar com teus pais, e este povo se levantará e se prostituirá atrás dos elohim alheios da terra aonde vai, em estando em meio dela; e me deixará, e invalidará meu pacto que estabeleci com ele:

17 E meu furor se acenderá contra ele naquele dia; e os abandonarei, e esconderei deles meu rosto, e serão consumidos; e o acharão muitos males e angústias, e dirá naquele dia: Não me acharam estes males porque não está meu Elohim em meio de mim?

18 Porém eu esconderei certamente meu rosto naquele dia, por todo o mal que eles houverem feito, por haver-se voltado a deidades alheias.

19 Agora, pois, escrevei-vos este cântico, e ensina-o aos filhos de Israel: põe-o em boca deles, para que este cântico me seja por testemunha contra os filhos de Israel.

20 Porque eu lhe introduzirei na terra que jurei a seus pais, a qual flui leite e mel; e comerá, e se fartará, e se engordará: e se voltarão a deuses alheios, e lhes servirão, e me provocarão à ira, e invalidarão meu pacto.

21 E será que quando lhe vierem muitos males e angústias, então responderá em sua face este cântico como testemunha, pois não cairá em esquecimento da boca de sua linhagem: porque eu conheço seu intento, e o que faz hoje antes que lhe introduza na terra que jurei.

22 E Moisés escreveu este cântico aquele dia, e ensinou-o aos filhos de Israel.

23 E deu ordem a Josué filho de Num, e disse: Esforça-te e anima-te, que tu porás os filhos de Israel na terra que lhes jurei, e eu serei contigo.

24 E quando acabou Moisés de escrever as palavras desta lei em um livro até concluir,

25 Mandou Moisés aos levitas que levavam a arca do pacto de Yahueh, dizendo:

26 Tomai este livro da lei, e ponde-o ao lado da arca do pacto de Yahueh vosso Elohim, e esteja ali por testemunha contra ti.

27 Porque eu conheço tua rebelião, e tua dura cerviz: eis que ainda vivendo eu hoje convosco, sois rebeldes a Yahueh; e quanto mais depois que eu morrer?

28 Congregai a mim todos os anciãos de vossas tribos, e a vossos oficiais, e falarei em seus ouvidos estas palavras, e chamarei por testemunhas contra eles os céus e a terra.

29 Porque eu sei que depois de minha morte, certamente vos corrompereis e vos desviareis do caminho que vos mandei; e que vos há de vir mal nos últimos dias, por haver feito mal aos olhos de Yahueh, provocando-lhe à ira com a obra de vossas mãos.

30 Então falou Moisés aos ouvidos de toda a congregação de Israel as palavras deste cântico até acabá-lo.

 

CAPÍTULO 32

 

1 Escutai, céus, e falarei; E ouça a terra os ditos de minha boca.

2 Gotejará como a chuva minha doutrina; Destilará como o orvalho meu discurso; Como o chuvisco sobre a grama, E como as gotas sobre a erva:

3 Porque o nome de Yahueh invocarei: Engrandecei a nosso Elohim.

4 Ele é a Rocha, cuja obra é perfeita, Porque todos os seus caminhos são retidão: Elohim de verdade, e nenhuma iniquidade nele: É justo e reto.

5 A corrupção não é sua: a seus filhos a mancha deles, Geração distorcida e perversa.

6 Assim pagais a Yahueh, Povo louco e ignorante? Não é ele teu pai que te possuiu? Ele te fez e te estabeleceu.

7 Lembra-te dos tempos antigos; Considerai os anos de geração e geração: Pergunta a teu pai, que ele te declarará; A teus anciãos, e eles te dirão.

8 Quando o Altíssimo fez herdar às nações, Quando fez dividir os filhos dos homens, Estabeleceu os termos dos povos Segundo o número dos filhos de Israel.

9 Porque a parte de Yahueh é seu povo; Jacó a medida de sua herança.

10 Achou-o em terra de deserto, E em deserto horrível e ermo; Cercou-o, instruiu-o, Guardou-o como a menina de seu olho.

11 Como a água desperta sua ninhada, paira sobre seus passarinhos, Estende suas asas, os toma, os leva sobre suas penas:

12 Yahueh sozinho o guiou, Que não houve com ele elohim alheio.

13 Fê-lo subir sobre as alturas da terra, E comeu os frutos do campo, E fez que chupasse mel da rocha, E azeite da dura pederneira;

14 Manteiga de vacas e leite de ovelhas, Com gordura de cordeiros, E carneiros de Basã; também machos de bode, Com o melhor do trigo: E sangue de uva bebeste, vinho puro.

15 E engordou Jesurum, e deu coices: Engordaste-te, engrossaste-te, cobriste-te: E deixou ao Elohim que lhe fez, E menosprezou a Rocha de sua salvação.

16 Provocaram-lhe ciúmes com elohim alheios; irritaram-lhe com abominações.

17 Sacrificaram aos demônios, não a Elohim; a deidades que não conheciam, a novos elohim vindos de perto, Que não haviam temido vossos pais.

18 Deixaste de pensar na Rocha que te criou; esqueceste-te de Elohim teu criador.

19 E Yahueh o viu, e acendeu-se em ira, pelo menosprezo de seus filhos e de suas filhas.

20 E disse: Esconderei deles meu rosto, Verei qual será seu fim: Que são geração de perversidades, filhos sem fidelidade.

21 Eles me moveram ciúmes com o que não é Elohim; Fizeram-me irar com suas vaidades: Eu também os moverei ciúmes com um povo que não é povo, Com gente insensata os farei irar.

22 Porque fogo se acenderá em meu furor, E arderá até o seol*; E devorará a terra e seus frutos, E abrasará os fundamentos dos montes.

*Ou sepultura.

23 Eu trarei males sobre eles; Gastarei neles minhas flechas.

24 Consumidos serão de fome, e comidos de febre ardente E de amarga pestilência; Dente de animais enviarei também sobre eles, Com veneno de serpente da terra.

25 De fora desolará a espada, E dentro das câmaras o espanto: Tanto ao rapaz como à virgem, Ao que mama como o homem grisalho.

26 Disse: Eu os dispersaria do mundo, Faria cessar dentre os homens a memória deles,

27 Se não temesse a ira do inimigo, Não seja que se envaideçam seus adversários, Não seja que digam: Nossa mão alta fez tudo isto, não Yahueh.

28 Porque são gente de perdidos conselhos, E não há neles entendimento.

29 Bom seria se fossem sábios, que compreendessem isto, E entendessem seu fim!

30 Como poderia perseguir um a mil, E dois fariam fugir a dez mil, Se sua Rocha não os houvesse vendido, E Yahueh não os houvesse entregue?

31 Que a rocha deles não é como nossa Rocha: E nossos inimigos sejam disso juízes.

32 Porque da vide de Sodoma é a vide deles, E dos sarmentos de Gomorra: As uvas deles são uvas venenosas, cachos muito amargos têm.

33 Veneno de serpentes é seu vinho, e peçonha cruel de áspides.

34 Não tenho eu isto guardado, Selado em meus tesouros?

35 Minha é a vingança e o pagamento, Ao tempo que seu pé vacilará; Porque o dia de sua aflição está próximo, E o que lhes está preparado se apressa.

36 Porque Yahueh julgará a seu povo, E por causa de seus servos se arrependerá, Quando vir que a força pereceu, E que não há prisioneiro nem livre.

37 E dirá: Onde estão seus deidades, A rocha em que se refugiavam;

38 Que comiam a gordura de seus sacrifícios, Bebiam o veio de suas libações? Levante-se, que vos ajudem E vos defendam.

39 Vede agora que eu, eu sou, E não há deuses além de mim: Eu faço morrer, e eu faço viver: Eu firo, e eu curo: E não há quem possa livrar de minha mão.

40 Quando eu erguer aos céus minha mão, E disser: Vivo eu para sempre,

41 Se afiar minha reluzente espada, E minha mão arrebatar o juízo, Eu voltarei a vingança a meus inimigos, E darei o pagamento aos que me aborrecem.

42 Embriagarei de sangue minhas flechas, E minha espada devorará carne: No sangue dos mortos e dos cativos, Das cabeças, com vinganças de inimigo.

43 Louvai, nações, a seu povo, Porque ele vingará o sangue de seus servos, E fará voltar a vingança a seus inimigos, E limpará a terra, de seu povo.

44 E veio Moisés, e recitou todas as palavras deste cântico aos ouvidos do povo, ele, e Josué filho de Num.

45 E acabou Moisés de recitar todas estas palavras a todo Israel;

46 E disse-lhes: Ponde vosso coração a todas as palavras que eu vos declaro hoje, para que as mandeis a vossos filhos, e cuidem de praticar todas as palavras desta lei.

47 Porque não vos é coisa vã, mas é vossa vida: e por elas fareis prolongar os dias sobre a terra, para possuir a qual passais o Jordão.

48 E falou Yahueh a Moisés aquele mesmo dia, dizendo:

49 Sobe a este monte de Abarim, ao monte Nebo, que está na terra de Moabe, que está em frente de Jericó, e olha a terra de Canaã, que eu dou por herança aos filhos de Israel;

50 E morre no monte ao qual sobes, e sê reunido a teus povos; ao modo que morreu Arão teu irmão no monte de Hor, e foi reunido a seus povos:

51 Porquanto transgredistes contra mim em meio dos filhos de Israel nas águas da briga de Cades, no deserto de Zim; porque não me santificastes em meio dos filhos de Israel.

52 Verás, portanto, diante de ti a terra; mas não entrarás ali, à terra que dou aos filhos de Israel.

 

CAPÍTULO 33

 

1 E esta é a bênção com a qual abençoou Moisés homem de Elohim aos filhos de Israel, antes que morresse.

2 E disse: Yahueh veio de Sinai, E de Seir lhes iluminou; Resplandeceu do monte de Parã, E veio com dez mil santos: À sua direita a lei de fogo para eles.

3 Ainda amou os povos; Todos seus santos em tua mão: Eles também se chegaram a teus pés: Receberam de teus ditos.

4 Lei nos mandou Moisés, Herança à congregação de Jacó.

5 E foi rei em Jesurum, Quando se congregaram os chefes do povo Com as tribos de Israel.

6 Viva Rúben, e não morra; E sejam seus homens em número.

7 E esta bênção para Judá. Disse assim: Ouve, ó Yahueh, a voz de Judá, E leva-o a seu povo; suas mãos lhe bastem, E tu sejas ajuda contra seus inimigos.

8 E a Levi disse: Teu Tumim e teu Urim, com teu bom homem Ao qual tentaste em Massá, E lhe fizeste brigar nas águas da briga;

9 O que disse a seu pai e a sua mãe: Nunca os vi: nem conheceu a seus irmãos, nem conheceu a seus filhos: Pelo qual eles guardarão tuas palavras, E observarão teu pacto.

10 Eles ensinarão teus juízos a Jacó, E tua lei a Israel; Porão o incenso diante de ti, E o holocausto sobre teu altar.

11 Abençoa, ó Yahueh, o que fizerem, E recebe com agrado a obra de suas mãos: Fere os lombos de seus inimigos, E dos que lhe odiarem; para que nunca se levantem.

12 E a Benjamim disse: O amado de Yahueh habitará confiante próximo dele: Ele o cobrirá sempre, E entre seus ombros morará.

13 E a José disse: Bendita de Yahueh sua terra, Pelas dádivas dos céus, pelo orvalho, E pelo abismo que abaixo jaz,

14 E pelos excelentes frutos do sol, E pelos excelentes produtos das influências das luas,

15 E pelo cume dos montes antigos, E pelos excelentes produtos das colinas eternas,

16 E pelos excelentes produtos da terra e sua plenitude; E a graça do que habitou na sarça Venha sobre a cabeça de José, E sobre ao topo da cabeça do separado de seus irmãos.

17 Ele é preeminente como o primogênito de seu touro, E suas pontas, chifres de boi selvagem: Com eles chifrará os povos juntos até os confins da terra: E estes são as dezenas de milhares milhares de Efraim, E estes os milhares de Manassés.

18 E a Zebulom disse: Alegra-te, Zebulom, quando saíres: E tu Issacar, em tuas tendas.

19 Chamarão os povos ao monte: Ali sacrificarão sacrifícios de justiça: Pelo qual chuparão a abundância dos mares, E os tesouros escondidos da areia.

20 E a Gade disse: Bendito o que fez alargar a Gade: Como leão habitará, E arrebatará braço e testa.

21 E ele se proveu da parte primeira, Porque ali uma porção do legislador foi-lhe reservada, E veio na dianteira do povo; A justiça de Yahueh executará, E seus juízos com Israel.

22 E a Dã disse: Dã, leão jovem: Saltará desde Basã.

23 E a Naftali disse: Naftali, saciado de benevolência, E cheio da bênção de Yahueh, Possui o ocidente e o sul,

24 E a Aser disse: Bendito Aser em filhos: Agradável será a seus irmãos, E molhará em azeite seu pé.

25 Ferro e bronze teu calçado, E como teus dias tua força.

26 Não há como Yahueh de Jesurum, Montado sobre os céus para tua ajuda, E sobre as nuvens com sua grandeza.

27 O eterno Elohim é teu refúgio E aqui abaixo os braços eternos; Ele expulsará de diante de ti ao inimigo, E dirá: Destrói.

28 E Israel, fonte de Jacó, habitará confiante sozinho Em terra de grão e de vinho: Também seus céus destilarão orvalho.

29 Bem-aventurado tu, ó Israel, Quem como tu, Povo salvo por Yahueh, Escudo de teu socorro, E espada de tua excelência? Assim teus inimigos serão humilhados, E tu pisarás sobre suas alturas.

 

CAPÍTULO 34

 

1 E subiu Moisés dos campos de Moabe ao monte de Nebo, ao cume de Pisga, que está em frente de Jericó: e mostrou-lhe Yahueh toda a terra de Gileade até Dã,

2 E a todo Naftali, e a terra de Efraim e de Manassés, toda a terra de Judá até o mar mais distante;

3 E a parte sul, e a campina, o vale de Jericó, cidade das palmeiras, até Zoar.

4 E disse-lhe Yahueh: Esta é a terra de que jurei a Abraão, a Isaque, e a Jacó, dizendo: À tua descendência a darei. Eu a fiz ver com teus olhos, mas não passarás ali.

5 E morreu ali Moisés servo de Yahueh, na terra de Moabe, conforme o dito de Yahueh.

6 E enterrou-o no vale, em terra de Moabe, em frente de Bete-Peor; e ninguém sabe seu sepulcro até hoje.

7 E era Moisés de idade de cento e vinte anos quando morreu: seus olhos nunca se escureceram, nem perdeu o seu vigor.

8 E choraram os filhos de Israel a Moisés nos campos de Moabe trinta dias: E assim se cumpriram os dias do choro do luto de Moisés.

9 E Josué filho de Num foi cheio de espírito de sabedoria, porque Moisés havia posto suas mãos sobre ele: e os filhos de Israel lhe obedeceram, e fizeram como Yahueh mandou a Moisés.

10 E nunca mais se levantou profeta em Israel como Moisés, a quem haja conhecido Yahueh face a face;

11 Em todos os sinais e prodígios que lhe enviou Yahueh a fazer em terra do Egito a Faraó, e a todos os seus servos, e a toda sua terra;

12 E em toda aquela mão poderosa, e em todo o grande espanto que Moisés causou à vista de todo Israel.