Inicio | Temas Bíblicos |Leia a Biblia Leia a Bíblia | Post´s em Espanhol |Doações |Contato pt Portuguese
Esta é a vida eterna: que te conheçam, o único Elohim verdadeiro, e a Yeshua o Messias, a quem enviaste. JOÃO 17:3
faceicon
Joel

Voltar

JOEL

Joel

 

CAPÍTULO 1

 

1 Palavra de Yahueh que veio a Joel, filho de Petuel. 

2 Ouvi isto, anciãos, e escutai, todos os moradores do país. Por acaso isto aconteceu em vossos dias, ou nos dias de vossos pais? 

|fn:  país – lit. terra

3 Contai disso a vossos filhos, e vossos filhos a seus filhos, e seus filhos à outra geração. 

4 O que restou do gafanhoto cortador o gafanhoto comedor comeu; e o que restou do gafanhoto comedor o gafanhoto devorador comeu, e o que restou do gafanhoto devorador o gafanhoto destruidor comeu. 

|fn:  os significados dos gafanhotos é obscuro, podendo ser tipos diferentes de gafanhotos, gafanhotos em diferentes idades, ou até espécies diferentes de insetos. Podem ainda ser sinônimos

5 Despertai, vós bêbados, e chorai; gemei todos vós que bebeis vinho, por causa do suco de uva, porque foi tirado de vossa boca. 

6 Porque uma nação subiu sobre minha terra, poderosa e sem número; seus dentes são dentes de leão, e têm presas de leoa. 

7 Assolou minha videira, e devastou minha figueira; desnudou-a por completo e a derrubou; seus ramos ficaram brancos. 

8 Chora tu como a virgem vestida de saco por causa do marido de sua juventude. 

9 As ofertas de cereais e de bebidas se acabaram da casa de Yahueh; os sacerdotes, servos de Yahueh, estão de luto. 

10 O campo foi assolado, a terra está de luto; porque o trigo foi destruído, o suco de uva se secou, o azeite está em falta. 

11 Envergonhai-vos, trabalhadores; gemei, plantadores de vinhas, pelo trigo e pela a cevada; porque a colheita do campo pereceu. 

12 A vide se secou, a figueira definhou, assim como a romeira, a palmeira, e a macieira; todas as árvores do campo se secaram; por isso a alegria se secou entre os filhos dos homens. 

13 Cingi-vos e lamentai, sacerdotes; gemei, ministros do altar; vinde e deitai em sacos, trabalhadores de meu Elohim; porque as ofertas de alimentos e de bebidas foram tiradas da casa de vosso Elohim. 

14 Santificai um jejum; convocai uma reunião solene; congregai os anciãos e todos os moradores desta terra na casa de Yahueh vosso Elohim, e clamai a Yahueh. 

15 Ai daquele dia! Porque perto está o dia de Yahueh, e virá do Todo-Poderoso como destruição. 

16 Por acaso não foi tirado o alimento de diante de nossos olhos, a alegria e o prazer da casa de nosso Elohim? 

17 As sementes se apodreceram debaixo de seus torrões, os celeiros foram assolados, os depósitos foram derrubados; porque o trigo se secou. 

18 Como geme o gado! As manadas dos vacas estão confusas, porque não têm pasto! Os rebanhos das ovelhas estão desolados. 

19 A ti, ó Yahueh, eu clamo; porque o fogo consumiu os pastos do deserto, e chama incendiou todas as árvores do campo. 

20 Até os animais do campo clamam a ti, porque os rios de águas se secaram, e o fogo consumiu os pastos do deserto.

 

CAPÍTULO 2

 

1 Tocai a trombeta em Sião, e alertai em alta voz no meu santo monte; perturbem-se todos os moradores do país; porque o dia de Yahueh vem, porque perto está. 

|fn:  país – lit. terra – também v. 21

2 Dia de trevas e de escuridão, dia de nuvens e densas trevas, como a madrugada espalhada sobre os montes; um povo grande e poderoso, como nunca houve desde a antiguidade, nem depois dele jamais haverá, de geração em geração. 

3 Diante dele o fogo consome, e atrás dele a chama arde; a terra adiante dele é como o jardim do Éden, mas atrás dele como deserto devastado; nada há que dele possa escapar. 

4 Sua aparência é como a aparência de cavalos, e correrão como cavaleiros. 

5 Saltarão como estrondo de carruagens sobre as topos dos montes, como som de chama de fogo que consome a palha, como povo poderoso, em posição de combate. 

6 Diante dele os povos se angustiarão, todos os rostos se afligirão. 

|fn:  afligirão – obscuro

7 Como guerreiros correrão, como homens de guerra subirão a muralha; e cada um irá em seus caminhos, e não torcerão suas veredas. 

8 Nenhum apertará ao outro; irão cada um em seu percurso; irrompem sem desfazerem suas fileiras. 

9 Irão pela cidade, correrão pela muralha, subirão nas casas, entrarão pelas janelas como ladrão. 

10 A terra se abala diante deles, o céu se estremece; o sol e a lua se escurecem, e as estrelas retiram seu brilho. 

11 E Yahueh levanta sua voz diante de seu exército; porque suas tropas são muito grandes; porque forte é aquele que cumpre sua palavra; porque o dia de Yahweh é grande, e muito terrível; quem poderá o suportar? 

12 Por isso agora Yahueh diz: Convertei-vos a mim com todo o vosso coração, com jejum, choro e pranto. 

13 Rasgai vosso coração, e não vossas vestes. Convertei-vos a Yahueh vosso Elohim, porque ele é piedoso e misericordioso, que demora para se irar, e é grande em bondade, e que se arrepende de castigar. 

|fn:  arrepende de castigar – lit. arrepende do mal

14 Quem sabe talvez ele volte atrás e se arrependa, e deixe após si uma bênção, uma oferta de alimento de de bebida a Yahueh vosso Elohim? 

15 Tocai a trombeta em Sião, santificai um jejum, convocai uma reunião solene. 

16 Reuni o povo, santificai a congregação, juntai os anciãos, reuni as crianças e os que mamam; saia o noivo de seu cômodo, e a noiva de seu quarto. 

17 Os sacerdotes, trabalhadores de Yahueh, chorem entre o alpendre e o altar, e digam: Poupa a teu povo, Yahueh, e não entregues tua herança à humilhação, para que as nações a dominem. Por que entre os povos diriam: Onde está  Yahueh deles? 

18 Então Yahueh terá zelo por sua terra, e poupará a seu povo. 

19 E Yahueh responderá e dirá a seu povo: Eis que eu vos envio pão, suco de uva, e azeite, e deles sereis saciados; e nunca mais vos entregarei à humilhação entre as nações. 

20 E afastarei de vós o [exército] do norte, e o lançarei na terra seca e deserta; sua frente será para o mar oriental, e sua retaguarda para o mar ocidental, e exalará seu mau cheiro; subirá sua podridão, porque fez grandes coisas. 

21 Não temas, ó terra; alegra-te e encha-te de alegria, porque Yahueh tem feito grandes coisas. 

22 Não temais, vós animais do campo; porque os pastos do deserto voltarão a ficar verdes, porque as árvores darão seu fruto, a figueira e a videira mostrarão seu vigor. 

23 E vós, filhos de Sião, alegrai-vos e enchei-vos de alegria em Yahueh vosso Elohim; porque ele vos dará a primeira chuva com justiça, e fará descer sobre vós as primeiras e últimas chuvas do ano, assim como era antes. 

24 E as eiras se encherão de trigo, e os lagares transbordarão de suco de uva e azeite. 

25 Assim vos restituirei dos anos em que comeram o cortador, o comedor, o devorador e o destruidor, o meu grande exército que enviei contra vós. 

26 E comereis abundantemente até vos saciar; e louvareis o nome de Yahueh vosso Elohim, que fez maravilhas convosco; e nunca mais meu povo será envergonhado. 

27 E sabereis que eu estou no meio de Israel, e que eu sou Yahueh vosso Elohim, e não há outro; e meu povo nunca mais será envergonhado. 

28 E será depois que derramarei meu espírito sobre toda carne; e vossos filhos e vossas filhas profetizarão; vossos velhos terão sonhos, e vossos jovens terão visões. 

|fn:  toda carne – i.e., toda variedade de gente

29 E também sobre os servos e sobre as servas, naqueles dias derramarei o meu espírito. 

30 E mostrarei maravilhas no céu e na terra; sangue, fogo, e colunas de fumaça. 

31 O sol se tornará em trevas, e a lua em sangue, antes que venha o grande e temível dia de Yahueh. 

32 E será que todo aquele que invocar o nome de Yahueh será salvo; porque no monte de Sião e em Jerusalém haverá livramento, assim como Yahueh disse, entre os que restarem, aos quais Yahueh chamar.

 

CAPÍTULO 3

 

1 Porque eis que naqueles dias e naquele tempo eu farei voltar os cativos de Judá e de Jerusalém, 

|fn:  farei voltar os cativos – trad. alt. restaurarei o futuro/a sorte

2 Então ajuntarei todas as nações, e as farei descer ao vale de Josafá; e ali entrarei em juízo com elas por causa do meu povo, e de minha herança Israel, aos quais dispersaram entre as nações, e repartiram minha terra; 

3 E lançaram sortes sobre meu povo, e deram os rapazes em troca de prostitutas, e venderam as moças em troca de vinho para beberem. 

4 Além disso, o que tendes a ver comigo vós, Tiro e Sídon, e todas as regiões da Filístia? Quereis vos vingar de mim? E se quereis vos vingar de mim, apressadamente eu vos retribuirei o pagamento sobre vossa cabeça. 

5 Pois levastes minha prata e meu ouro, e minhas coisas valiosas e boas pusestes em vossos templos, 

6 E vendestes os filhos de Judá e os filhos de Jerusalém aos filhos dos gregos, para os distanciar de sua pátria. 

|fn:  de sua pátria – lit. de suas fronteiras

7 Eis que eu os levantarei do lugar para onde os vendestes, e retribuirei vosso pagamento sobre vossa cabeça. 

8 E venderei vossos filhos e vossas filhas na mão dos filhos de Judá, e eles os venderão aos sabeus, uma nação distante; porque Yahueh falou. 

9 Proclamai isto entre as nações, convocai uma guerra; despertai aos guerreiros, acheguem-se, venham todos os homens de guerra. 

10 Fazei espadas de vossas enxadas, e lanças de vossas foices; diga o fraco: Sou forte. 

11 Ajuntai-vos e vinde, todas as nações ao redor, e reuni-vos. (Ó Yahueh, faze vir ali os teus fortes!) 

12 Levantem-se as nações, e subam ao vale de Josafá; porque ali eu me sentarei para julgar todas as nações ao redor. 

13 Lançai a foice, porque a colheita já está madura. Vinde, descei; porque o lagar está cheio, os tanques transbordam; porque a maldade deles é grande. 

14 Multidões! Multidões no vale da decisão! Porque perto está o dia de Yahueh no vale da decisão. 

15 O sol e a lua se escurecerão, e as estrelas recolherão seu brilho. 

16 E Yahueh bramará desde Sião, e dará sua voz desde Jerusalém, e os céus e a terra tremerão; mas Yahueh será o refúgio de seu povo, e a fortaleza dos filhos de Israel. 

17 Então sabereis que eu sou Yahueh vosso Elohim, que habito em Sião, o meu santo monte; e Jerusalém será santa, e estrangeiros não mais passarão mais por ela. 

18 E será naquele tempo, que os montes destilarão suco de uva, e os morros fluirão leite, e por todos os ribeiros de Judá correrão águas; e sairá uma fonte da casa de Yahueh, que regará o vale de Sitim. 

19 O Egito será uma assolação, e Edom se tornará um deserto assolado, por causa da violência que fizeram aos filhos de Judá, em cuja terra derramaram sangue inocente. 

20 Mas Judá permanecerá para sempre, e Jerusalém de geração em geração. 

21 E purificarei o sangue que não tinha purificado; e Yahueh habitará em Sião.