Inicio | Temas Bíblicos |Leia a Biblia Leia a Bíblia | Post´s em Espanhol |Doações |Contato pt Portuguese
Esta é a vida eterna: que te conheçam, o único Elohim verdadeiro, e a Yeshua o Messias, a quem enviaste. JOÃO 17:3
faceicon
O HOMEM TEM LIVRE-ARBÍTRIO?

O HOMEM TEM LIVRE-ARBÍTRIO?

Que escolhas podemos fazer?

Se por “livre arbítrio” se entende que Deus dá aos humanos a oportunidade de fazer escolhas que realmente afetam o seu destino, então sim, os seres humanos têm um livre arbítrio. O estado de pecado no mundo está diretamente associado às escolhas que Adão e Eva fizeram. Deus criou o homem à Sua própria imagem, e isso inclui a capacidade de escolher.

No entanto, o livre arbítrio não significa que a humanidade pode fazer qualquer coisa que lhe agrada. Nossas escolhas são limitadas ao que está em sintonia com a nossa natureza. Por exemplo, um homem pode escolher atravessar ou não uma ponte, o que ele não pode escolher é voar sobre a ponte — a sua natureza o impede de voar. De forma semelhante, um homem não pode escolher tornar-se justo – sua natureza (pecaminosa) o impede de cancelar a sua culpa (Romanos 3:23). Assim, o livre arbítrio é limitado pela natureza.

Esta limitação não reduz a nossa responsabilidade. A Bíblia deixa bem claro que não só temos a capacidade de escolher, mas também temos a responsabilidade de escolher sabiamente. No Antigo Testamento, Deus escolheu uma nação (Israel), mas os indivíduos daquela nação ainda tinham a obrigação de escolher obedecer a Deus. Da mesma forma, os indivíduos de fora de Israel também podiam fazer a escolha de acreditar e seguir a Deus (por exemplo, Rute e Raabe).

No Novo Testamento, os pecadores são repetidamente ordenados a “arrepender” e “crer” (Mateus 3:2; 4:17, Atos 3:19, 1 João 3:23). Toda chamada ao arrependimento é uma chamada para escolher. O comando a acreditar supõe que o ouvinte pode escolher obedecer ao comando.

Jesus identificou o problema de alguns incrédulos quando Ele lhes disse: “Contudo, não quereis vir a mim para terdes vida” (João 5:40). Claramente, eles poderiam ter vindo se quisessem, o problema foi que escolheram não vir. “…pois aquilo que o homem semear, isso também ceifará” (Gálatas 6:7), e aqueles que estão fora da salvação são “indesculpáveis” (Romanos 1:20-21).

Entretanto, como pode o homem, limitado por uma natureza pecaminosa, escolher o que é bom? É somente através da graça e do poder de Deus que o livre arbítrio torna-se verdadeiramente “livre” no que diz respeito à escolha da salvação (João 15:16). É o Espírito Santo que atua na e através da vontade de uma pessoa a fim de regenerá-la (João 1:12-13) e dar-lhe uma nova natureza criada “segundo Deus, em justiça e retidão procedentes da verdade” (Efésios 4:24). A salvação é obra de Deus. Ao mesmo tempo, nossas motivações, ações e desejos são voluntários e somos devidamente responsabilizados por eles.

Ordenou Jesus: Ide e pregai o evangelho a toda criatura, aquele que crer, e for batizado, será salvo, aquele que não crer já está condenado.Agora eu pergunto: Como não existe livre arbítrio? Cristo não forçou ninguém a nada, o texto é simples, claro que existe o livre arbítrio( direito de escolha).

Não queremos tirar a soberania de Deus, mas devemos saber que temos responsabilidade. O pecado é voluntário, pois é quebra de preceito, a santidade também é voluntário , não existe santidade passiva, pecado e santidade não são coisas físicas, como ter natureza pecadora e outro tem natureza santa. O judeu achava que era filho de Abrão por nascimento, e hoje os cristãos estão achando que são filhos físicos de Deus. Andamos por fé, por fé sabemos … Deus nunca nos trata como robôs, ele sempre quis um ser a sua imagem, com a liberdade que Ele próprio tem. Assim Adão foi criado, Deus não tem medo de criar um homem com livre escolha, isto vem de Sua própria mão. O homem encontra-se perdido, Ele vem ao homem, procurar o perdido, isto é graça, amor, o Espírito vem CONVENCER, INDUZIR, ILUMINAR, ROGAR, jamais OBRIGAR. Pecado e santidade são atos livres e voluntários, não são um vírus injetado no homem. O homem pecador não pode culpar Deus; o homem santo é santo porque crê no Santo, não tem do que se gloriar, mas mesmo assim sabe que realmente é santo; coisa magnífica é a obra de Deus, o Evangelho de Cristo, salva o homem de seus pecados. Deus se atreve a tratar com um ser livre, Chama e o homem diz eis-me aqui. Como é bom crer nele voluntariamente, atraído por seu amor, rendo-me a Ele, me comprou por preço …E preço de sangue…

Se Deus não tivesse dado o livre arbítrio ao homem, nós não teríamos pecado, por que o Bíblia diz que Deus aborrece o pecado, e não tem prazer na morte do impio. Não é a vontade de Deus que o homem peque antes venha a se converter, mais mesmo assim o homem peca, contra a vontade de Deus e decidindo aquilo q ele quer, sera q esta na vontade de Deus que o homem vá para o inferno? onde esta o amor de Deus nesse momento se em Jo. 3.16 diz que Deus o mundo de tal maneira. O amor de Deus é ilimitado, e não q que nenhum se perca, e a Bíblia de q não haverá ninguém inocente diante de Deus, e todos serão culpados do sues próprias pecado ou seja das suas próprias decisões,quando o homem pecou ele ele escolheu desobedecer, escolheu ficar contra a vontade de Deus, quantas vezes sua mãe ou seu pai mandou você fazer algo e você não fez? Isso foi uma escolha, você resolveu não fazer, mesmo assim é Deus, ele não q que o homem peque, mais mesmo assim o homem peca. Obedecer ou não obedecer, crer ou não crer! a unica coisa que a humanidade não pode interferir é no plano de salvação, que isso sem duvida é certo que vai acontecer, que alguns queira ou não queira, que o homem aceite ou não aceite. a Bíblia diz que há dois cominhos, um que conduz ao céu outro que conduz ao inferno. Deus colocou esses dois caminho pra que? Isso é uma opção de escolha, duas coisas, dois caminhos, se não seria só um, sem escolha. cabe ao homem decidir a vida ou a morte, escolha a vida para que vivas.

E será que, sobrevindo-te todas estas coisas, a bênção ou a maldição, que tenho posto diante de ti, e te recordares delas entre todas as nações, para onde te lançar o SENHOR teu Deus,
E te converteres ao Senhor teu Deus, e deres ouvidos à sua voz, conforme a tudo o que eu te ordeno hoje, tu e teus filhos, com todo o teu coração, e com toda a tua alma,
Deuteronômio 30:1,2

Vês aqui, hoje te tenho proposto a vida e o bem, e a morte e o mal;
Porquanto te ordeno hoje que ames ao Senhor teu Deus, que andes nos seus caminhos, e que guardes os seus mandamentos, e os seus estatutos, e os seus juízos, para que vivas, e te multipliques, e o Senhor teu Deus te abençoe na terra a qual entras a possuir.
Porém se o teu coração se desviar, e não quiseres dar ouvidos, e fores seduzido para te inclinares a outros deuses, e os servires,
Então eu vos declaro hoje que, certamente, perecereis; não prolongareis os dias na terra a que vais, passando o Jordão, para que, entrando nela, a possuas;
Deuteronômio 30:15-18

Veja que o Senhor nessas palavras acima nos deu direito de escolher entre o bem e o mal, e agora deixo uma pergunta aos calvinistas, porque voces são tão duros de e não entendem isso?

Até quando voces vão ensinar o povo caminhos errados de uma heresia sem igual? A palavra de Deus é simples, porque voces confundem tudo?

Tags: