Inicio | Temas Bíblicos |Leia a Biblia Leia a Bíblia | Post´s em Espanhol |Doações |Contato pt Portuguese
Esta é a vida eterna: que te conheçam, o único Elohim verdadeiro, e a Yeshua o Messias, a quem enviaste. JOÃO 17:3
faceicon
A Mulher virtuosa e o seu Potencial

A Mulher virtuosa e o seu Potencial

Pedir alguma coisa a alguém significa reconhecer que essa pessoa tem domínio sobre o que se pede. Exigir alguma coisa de alguém é declarar que ele possui aquilo que se quer. Com isso, a pessoa se desvaloriza, pois esta, essencialmente, entregando ao outro o domínio sobre seus direitos.

Quando você procura uma pessoa ou um grupo para conseguir aquilo que você precisa, você esta admitindo que elas possuam isso. A mulher que pede ao homem alguma coisa admite que ele tem o que ela quer. Se o homem pede, reconhece que ela esta no controle.

Portanto, dizer ao governo “dê-me meus direitos” é o mesmo que admitir “você tem jurisdição sobre meus direitos”. As leis que declaram são boas, mas é necessário ter sempre em mente que não são elas que concedem os direitos, apenas reconhece aquilo que a pessoa já possuía.

O mesmo se diz da passagem a baixo:
Que diremos pois? É a lei pecado? De modo nenhum. Mas eu não conheci o pecado senão pela lei; porque eu não conheceria a concupiscência, se a lei não dissesse: Não cobiçarás. Romanos 7:7
E assim a lei é santa, e o mandamento santo, justo e bom. Romanos 7:12
(apenas reconhecendo aquilo que todos já possuíam. O erro, o pecado)

Há uma diferença enorme entre exigir os direitos e desfrutar os direitos que já possuímos. Esse principio é fundamental no momento de analisarmos os motivos básicos que levam a depreciação da mulher. Entender que a posição e os direitos que ela possui no mundo são inerentes a ela levará a uma mudança de atitude no esforço de acabar com o sofrimento dela.

José, cuja historia figura no livro do Gênesis, mostra bem como exercer seus direitos em pensamentos e estilo de vida. Ele foi vitima de uma acusação e acabou preso. Mesmo assim, disse a si mesmo: “não sou um prisioneiro”. Logo se tornou responsável por toda a prisão.

O mesmo também acontece com a mulher virtuosa. Todos os homens tem sua mulher virtuosa, basta reconhecer isso. Um rubi só tem valor se irem a busca dele, extrai-lo da terra. Ele existe lá na terra e continua sendo rubi, mas só agregar valor depois de achado e extraído e lapidado.

É uma pergunta. Quem achará? É uma obrigação de o homem ser o garimpeiro dessa joia chamada sua mulher. Reconhecer o valores que ela tem.

Mulher virtuosa quem a achará? O seu valor muito excede ao de rubis. Provérbios 31:10

Por isso os judeus não chamam suas mulheres de donas de casa, mas lhe chamam de Akeret ha’bait – o principio da casa, o fundamento da casa.

E disse o SENHOR Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma ajudadora idônea para ele. Gênesis 2:18

Bem, a expressão usada por Deus como “auxiliadora idônea” é muito significativa. O termo hebraico usado para definir “auxiliadora” é “ezer” que significa: (Da raiz hebraica rodear, circundar, isto é, proteger, defender, socorrer, prestar auxílio ou ajudar).
– “alguém que está junto” – “alguém que está ao lado de” –“alguém sempre pronto para ajudar”.
Já a palavra “idônea”, no hebraico é “neged” – de difícil tradução, porém aponta para um sentido de: – “corresponde a”- “apropriado para”.

Adjuntora idônea. Esse termo não significa que ela recebera um papel secundário. De acordo com os eruditos bíblicos, a expressão “adjuntora idônea” vem do hebraico ‘ezer kenegdo, que literalmente significa “oposto a ele”, “correspondendo a ele”, o que indica que seria semelhante a ele, mas, ao mesmo tempo, seu oposto, diferente dele.

Ela encontra grande satisfação em ser uma ajudadora para o seu marido (Gn. 2:18). Ela não vê isto como um mandamento humilhante, porque sabe que Deus usa a mesma palavra hebraica (ëzer) para descrever a Si mesmo como o ajudador do Seu povo (Sl. 54:4). Ser uma ajudadora é ser como Deus — que nobre chamado! O papel de ajudadora da mulher virtuosa pode ser resumido em duas palavras: conselho e progresso.

Quando Adão viu Eva, chamou-a de “varoa”, o que indica tanto a forma como ela foi criada como a forma como ele a reconhecia, como alguém igual a ele, e não como sua subordinada. Adão reconheceu Eva como sua complementação, não como sua rival, e muito menos como sua escrava. “É osso dos meus ossos, é carne da minha carne, é igual a mim”. E unicamente dois seres que fossem diferentes mas iguais poderiam se tornar uma só carne.

Vejamos: Toda mulher sábia edifica a sua casa; mas a tola a derruba com as próprias mãos. Provérbios 14:1

A mulher tem o poder de construir e de derrubar, isso quer dizer que o equilíbrio do relacionamento esta com elas. Agora vejamos as palavras do sábio Rei Salomão: “Uma Mulher de valor é a coroa do seu marido”. Então se a mulher é a coroa do marido, porque é primeira peça em destaque em um rei, segundo é algo de valor inestimável, é ela que o representa.

Jacó homenageou sua esposa no nome de seu filho, quando ela deu a luz e morreu, antes de morrer deu o nome de ben noni – filho de minha aflição, mas Jacó o deu o nome de ben yamin – filho de meu braço direito.

colaboração do meu amigo yossef ben judah

Tags: