Inicio | Temas Bíblicos |Leia a Biblia Leia a Bíblia | Post´s em Espanhol |Doações |Contato pt Portuguese
Esta é a vida eterna: que te conheçam, o único Elohim verdadeiro, e a Yeshua o Messias, a quem enviaste. JOÃO 17:3
faceicon
A Oração 1 Tessalonicenses 5.17 “Orai sem cessar.”

A Oração
1 Tessalonicenses 5.17 “Orai sem cessar.”

A oração é o meio de comunicação dos cristãos com o Senhor. Além de palavras como “oração” e “orar”, essa atividade é descrita como invocar a Deus (Sl 17.6); invocar o nome do Senhor (Gn 4.26); clamar ao Senhor (Sl 3.4); levantar nossa alma ao Senhor (Sl 25.1); buscar ao Senhor (Is 55.6); aproximar-se do trono da graça (Hb 4.16) e chegar perto de Deus (Hb 10.22).
MOTIVOS PARA A ORAÇÃO
A Bíblia apresenta motivos claros para o povo de Deus orar.
1. Antes de tudo, Deus ordena que o crente ore. O mandamento para orarmos vem através dos salmistas (1Cr 16.11; Sl 105.4), dos profetas (Is 55.6; Am 5.4,6), dos apóstolos (Ef 6.17,18; Cl 4.2; 1Ts 5.17) e do próprio Senhor Jesus (Mt 26.41; Lc 18.1; Jo 16.25). Deus aspira a comunhão conosco; mediante a oração, mantemos o nosso relacionamento com Ele.
2. A oração é o elo de ligação que precisamos para recebermos as bênçãos de Deus, o seu poder e o cumprimento de suas promessas. Numerosas passagens bíblicas ilustram esse princípio. Jesus, por exemplo, prometeu aos seus seguidores que receberiam o Espírito Santo se perseverassem em pedir, buscar e bater à porta do Pai celestial (Lc 11.5-13). O apóstolo Paulo freqüentemente pedia oração em seu próprio favor, sabendo que a sua obra não prosperaria se não houvesse intercessão por ela (Rm 15.30-32; 2Co 1.11; Ef 6.18,20; Fp 1.19; Cl 4.3,4). Tiago declara que o crente pode receber a cura física em resposta à oração da fé (Tg 5.14,15).
3. Deus no seu plano de redenção da humanidade, estabeleceu que os cristãos sejam seus cooperadores no processo da redenção. Até certo ponto, Deus se limita às orações santas, de fé e incessantes do seu povo. Muitas coisas não serão realizadas no reino de Deus se não houver oração intercessória dos crentes (2Ts 3.1). Por exemplo, Deus quer enviar obreiros para evangelizar. Cristo ensina que tal obra não terá pleno êxito sem as orações do seu povo: “Rogai, pois, ao Senhor da seara que mande ceifeiros para sua seara” (Mt 9.38). Noutras palavras, o poder de Deus para cumprir muitos dos seus propósitos é liberado somente através das orações do seu povo em favor do seu reino. Se deixamos de orar, poderemos até mesmo adiar os desígnios de Deus, tanto para nós mesmos, quanto para aqueles que ainda não o conhecem e também para a igreja coletivamente.
REQUISITOS PARA UMA ORAÇÃO EFICAZ
Nossa oração para ser eficaz, precisa satisfazer certos requisitos.
1. Nossas orações não serão atendidas se não tivermos uma fé genuína e verdadeira(Mc 11.24; 9.23; Hb 10.22; Tg 1.6)
2. Nossas orações devem ser feitas em nome de Jesus. O próprio Jesus expressou este princípio ao dizer: “E tudo quanto pedires em meu nome, eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho. Se pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei” (Jo 14.13,14).
3. A oração só poderá ser eficaz se for feita segundo a perfeita vontade de Deus (1Jo 5.14). Uma das petições da oração modelo de Jesus, mais conhecida como “Pai Nosso”, confirma esse fato: “Seja feita a tua vontade, tanto na terra como no céu” (Mt 6.10). Podemos ter certeza da vontade de Deus familiarizando-nos com sua Palavra, pois ela expressa a boa, prefeita, e agradável vontade de Deus (Rm 12.2).
4. Não somente devemos orar segundo a vontade de Deus, mas também devemos estar dentro da vontade de Deus, para que Ele nos ouça e atenda. Deus nos concederá as coisas que necessitamos se buscarmos primeiramente o seu reino e sua justiça (Mt 6.33). O apóstolo João declara que “qualquer coisa que lhe pedirmos, dele a receberemos, porque guardamos os seus mandamentos e fazemos o que é agradável aos seus olhos (1 Jo 3.22). Obedecer aos mandamentos de Deus, amá-lo e servi-lo são condições prévias indispensáveis para obtermos respostas às nossas orações. Tiago afirma que a “oração de um justo é poderosa e eficaz (Tg 5.16). Por outro lado, o salmista afirma que, se abrigarmos pecado em nossa vida, o Senhor não atenderá nossas orações (Sl 66.18).
5. Para uma oração ser eficaz, precisamos ser perseverantes. É essa a lição principal da viúva importuna (Lc 18.1-7). A instrução de Jesus: “Pedi… buscai… batei”, ensina a perseverança na oração (Mt 7.7,8). O apóstolo Paulo também nos exorta à perseverança na oração (Cl 4.2; 1Ts 5.17).
6. Como devemos orar? Jesus acentua a sinceridade do nosso coração, pois nossas orações não são atendidas simplesmente pelo nosso falar de modo vazio (Mt 6.7). Podemos orar em silêncio (1Sm 1.13) ou em voz alta (Ne 9.4; Ez 11.13). Podemos orar com nossas próprias palavras, ou usando palavras diretas das Escrituras. Podemos orar com a nossa mente, ou podemos orar em Espírito (Rm 8.26; 1Co 14.14-18). Ainda outro método de orar é cantar ao Senhor (Sl 92.1,2; Cl 3.16). A oração profunda ao Senhor será, às vezes acompanhada de jejum (Ed 8.21; Ne 1.4; Lc 2.37; At 14.23).
7. Qual a posição apropriada, do corpo, na oração? A Bíblia menciona pessoas orando em pé (1Rs 8.22; Ne 9.4,5), sentadas (1Cr 17.16; Lc 10.13), ajoelhadas (Ed 9.5; Dn 6.10; At 20.36), acamadas (Sl 63.6), curvadas até o chão (Êx 34.8; Sl 95.6), prostradas no chão (2Sm 12.16; Mt 26.39) e de mãos levantadas aos céus (Sl 28.2; Is 1.15; 1Tm 2.8). Na verdade, precisamos entender que não é a posição do nosso corpo o que realmente importa, mas sim a atitude do nosso coração quando oramos.

Como já foi dito, o modelo perfeito de oração é o que Jesus ensinou em Mt 6.9-13. Nele encontramos os requisitos de uma oração completa, como vemos abaixo:

Oração Modelo Elementos

“Pai nosso Intimidade com Deus

que estás nos céus, Fé em Deus

santificado seja o teu nome; Adoração, louvor

venha o teu reino, Reconhecimento da soberania de Deus

seja feita a tua vontade, Submissão à vontade de Deus
assim na terra como no céu,

o pão nosso de cada dia Petição
nos dá hoje;

e perdoa as nossas dívidas, Confissão de pecados
assim como nós também
temos perdoado aos nossos
devedores;

e não nos deixes cair em Petição /
tentação; mas livra-nos Livramento
do mal.”

Tags: