Inicio | Temas Bíblicos |Leia a Biblia Leia a Bíblia | Post´s em Espanhol |Doações |Contato pt Portuguese
Esta é a vida eterna: que te conheçam, o único Elohim verdadeiro, e a Yeshua o Messias, a quem enviaste. JOÃO 17:3
faceicon
A Origem do termo “Deus

A Origem do termo “Deus

O termo “Deus” nas Escrituras

O Termo ”Deus” só aparece a partir da Vulgata Latina, no século quarto, depois da fundação da Igreja Católica (por que será?)

Anteriormente, temos o seguinte:

Hebraico original: Elohim, Eloah, e El

Aramaico (Peshitta – século 2 AEC): Alaha

Grego (LXX – século 2 AC): Theos

A origem do termo “Deus” Veja os links:

http://pt.wikipedia.org/wiki/ Religião_proto-indo-européia

Deidades amplamente aceites

Dyêus Pháter – acredita-se que tenha sido o nome original do deus do céu iluminado e o deus principal do panteão indo-europeu. Ele sobreviveu no grego como Zeus (caso genitivo Dius), no latim Júpiter, no sânscrito Dyauás Pitar, no báltico Dievas, no germânico Tiwaz (norueguês antigo Tyr, alto alemão antigo Ziu), no armênio Astwatz e no gaulês Dispater (também Deus Pater na Vulgata).”

E ainda:

http://ateupraticante.blogspot.com/2007/09/quem-dyeus-religio-proto-indo-europia.html

O pesquisador Julius Pokorny apresenta o personagem Dyeus, que é o deus do céu, do dia, com uma posição que representa o patriarcado. Etimologicamente ele é conectado, ou seja, gerou os seguinte outros deuses:

– O Grego “Zeus Pater”
– O Romano “Iuppiter”
– O Irlandês “The Dagda”
– O Gallo-Romano “Dis Pater”
– O Védico “Dyaus Pitar”

Possivelmente Dionysos, e o Frigio Sabazios (Saba Zeus?)

É partir de Dyeus, mais especificamente enraizado a partir da língua latina temos o grupo da palavra “deiwos”.

Ela foi mantida na mitologia Inglesa, como deity, e o original Germânico ainda é visível em Tuesday (originalmente “Day of Tiwaz”).

Grupo Deiwos:

– O Germânico “Tiwaz” (depois conhecido como Tyr)

– O Latino “Deus”

– O Báltico “Dievas”

– O Eslavo “Div”

Além do deus do Céus, existem também outras personagens mitológicas que se repetem, como o deus do trovão, da terra, o herói cultural e a grande deusa.”

O significado do termo “Elohim”

Existem dois termos “Elohim” nas Escrituras. Um é o plural de “El”, e é sempre usado com verbos conjugados no plural. Esse não é um substantivo próprio, e sim um substantivo comum. O outro é o substantivo próprio “Elohim”, um dos títulos de YHWH.

No hebraico, “im” não necessariamente representa um plural, mas pode também significar um superlativo. Por exemplo, a parte do Templo conhecida como “Santíssimo lugar” é chamada no hebraico de Kodesh Kodashim (literalmente “Santo dos Santos”.) Não é um plural numérico, e sim um superlativo. Outro exemplo está em “Shir HaShirim”, o nome original do livro de Cantares (literalmente “Cântico dos Cânticos” – significando o “maior cântico de todos.”)

Ou seja, “Elohim” significa literalmente “poder supremo.” Somente os mórmons, que são politeístas, supõem que o termo “Elohim” significa “um concílio de deuses”

O termo “El”

O termo “El” também é um título atribuído a YHWH, mas é um substantivo comum que significa “poderoso.” A palavra que costuma ser utilizada para os seres espirituais, que seriam “poderes que estão acima de nós.” Assim sendo, o termo “el” é usado, por exemplo, para se referir a anjos, pode ser usado para se referir a demónios, falsos deuses, ou mesmo a YHWH.

Agora, “El” não é um nome, “El” é um título – talvez seria mais apropriado pensar em “El” como um adjectivo. Assim como dizer que “YHWH é poderoso.” Eu poderia dizer que “O anjo é poderoso”, entendido? Ou mesmo os povos pagãos poderiam dizer que um deus deles é poderoso. E assim por diante.

Isso é muito diferente do termo “Deus”, que é um NOME PRÓPRIO, e não um título. Notemos, é o nome de uma entidade demoníaca.

Você chamaria YHWH de “Lúcifer”? Não? Porquê? Porque é um nome usado para se referir ao diabo, certo? Da mesma forma, “Deus” era o chefe do panteão romano.

E por que é que a Igreja Católica escolheu o termo “Deus”?

Porque o imperador romano era conhecido como o “Pontifex Maximus”, uma espécie de sacerdote que fazia a ponte entre os homens e o panteão de deuses romanos. Ao criar a sua religião semi-bíblica, Constantino manteve esse título, e a adoração a “Dyeus” foi sincretizada com a adoração ao Elohim dos hebreus, é importante que se perceba isso.

Os termos “El” e “Elohim” traduzidos

A opção de traduzir por “Deus” os termos “El” e “Elohim” foi feita por Roma, aquando da produção da Vulgata. Sinceramente, nem seria, do ponto de vista linguístico, a melhor opção, pois acabou com todo o sentido dos termos supracitados.

Por fim, gostaria de encerrar dizendo que nós entendemos que a maioria das pessoas chamem a YHWH de “Deus” por desconhecimento, e que Ele olha para a sinceridade do coração.

Mas, temos a responsabilidade de agirmos para com Ele em kedushah (santidade), e creio que o libertar-se dos laços malignos de Roma é parte fundamental dos planos de YHWH para o Seu povo nos últimos tempos. Basta lermos o famoso “Sai dela meu povo” em Apocalipse.
________________________________________
OPINIÃO DOS AUTORES DESTE SITE

O texto exposto acima, como já referimos, é da autoria de S’haul Bentsion, e é o resultado de uma análise intensiva deste teólogo e expert em línguas, que reconhecemos ser uma referência na análise que faz sobre determinados temas. No entanto, nós, como autores deste site, em muitos dos estudos aqui colocados, e que irão ser colocados, utilizamos o termo “Deus” pois o site tem como propósito chegar a toda as pessoas, e nem todas se encontram no mesmo estágio de conhecimento. Nós sempre nos habituámos a usar o termo Deus, e quando o fazíamos, ou fazemos, é sempre no sentido de apontar para Aquele que tudo fez, o Todo-Poderoso, Pai e Elohim do nosso Salvador Yeshua, o Messias, e Aquele que é o Único Todo-Poderoso existente, o Elohim de Abraão, Isaque e Jacob. Nunca citamos o termo Deus como referência a uma entidade pagã, por isso somos coerentes.

Contudo, defendemos que o termo Elohim, será o mais apropriado para nos referirmos Aquele que tem a primazia nas nossas vidas, o Todo-Poderoso, no entanto quando utilizamos o termo Deus, é sempre no sentido de apontarmos para a mesma entidade a quem chamamos “Elohim” Todo-Poderoso, e o texto acima exposto serve unicamente para conhecimento de causa. Nós pessoalmente nas nossas orações dirigimo-nos sempre a Ele como “Pai Santo” ou mesmo como Yeshua nos ensinou “Pai nosso que estás no céu”, mas como o S’haul Bentsion diz acima, “Ele olha para a sinceridade do coração,” por isso não é de todo errado usarmos as palavras “Deus” ou Senhor quando oramos ou quando falamos Dele. Partilhamos este texto essencialmente para conhecimento, e não para fazer do assunto em questão um “cavalo de batalha”.

Que YHWH vos abençoe.
” (Análise do Judeu Nazareno S’haul Bentsion, Israelitas do Caminho)

Shalom.

Tags: