Inicio | Temas Bíblicos |Leia a Biblia Leia a Bíblia | Post´s em Espanhol |Doações |Contato pt Portuguese
Esta é a vida eterna: que te conheçam, o único Elohim verdadeiro, e a Yeshua o Messias, a quem enviaste. JOÃO 17:3
faceicon
AZAZEL É UMA SOMBRA DO MESSIAS OU DE SATANÁS ?

 

AZAZEL É UMA UMA SOMBRA DO MESSIAS OU DE SATANÁS?

Por John V. Cordaro com tradução de Baruch Ben Avraham

O tema deste estudo está relacionado com as actividades do Sumo Sacerdote no Dia da Expiação, em particular, a confissão dos pecados de Israel, que iriam cair sobre a cabeça do bode que foi enviado para o deserto (Lv 16:21). O Dia da Expiação é uma das festas de Yahweh.

No décimo dia do sétimo mês do Calendário Bííblico de Yahweh, o Sumo Sacerdote (Aarão) devia fazer propiciação pelos pecados de Israel. Para fazer isso, Aarão devia seleccionar dois bodes, da Congregação dos filhos de Israel (Levítico 16:5). Em seguida, ele foi instruído a lançar sortes para decidir qual deles seria o bode para “Yahweh” e qual se tornaria um “bode expiatório” (Versão Kink James – de “bode expiatório”). “De acordo com a Concordância de Strong, a palavra “bode expiatório” vem do termo hebraico “Azazel”, que literalmente significa “bode de partida.”

Esta palavra consiste na “ez” hebraico significa bode e “azal” significa “ir”. O significado exacto tem sido objecto de muita controvérsia. Alguns comentaristas acreditam que “Azazel” se refere ao nome da região para onde o bode era enviado, enquanto outros estão convencidos de que é o nome comum de um espírito de demónio, ou o próprio Satanás. [3]

Essa interpretação é sugerida fortemente tanto na Septuaginta como na Vulgata, e faz parte da opinião rabínica de que “o bode seria enviado”, como no Mishnah Yoma 6:2. No “Pentateuco e nas Haftarot” (o Pentateuco e as Haftarot) escrito pelo Dr. J.H Hertz (ex-Rabino Chefe do Império Britânico), Soncino Press, 1990, pg. 481, lê-se “A palavra hebraica Azazel não é realmente um nome próprio, mas um nome comum hebraico que significa” mandar “ou” tirar completamente do meio “(Margem RV, Genésio, Hoffman e Dicionário Oxford hebraico).

É a antiga palavra técnica, que significa remover completamente o pecado e a culpa da comunidade, que é simbolizada através do enviar do bode para o deserto. De qualquer maneira a palavra “Azazel” não é usada em nenhum outro lugar nas Escrituras, e tendo em conta que há diversas opiniões quanto ao seu significado, deve-se determinar, através das Escrituras, o verdadeiro significado e sua interpretação.

O ponto mais importante sobre “Azazel (bode emissário) se encontra em Lev. 16:10: “Mas o bode sobre o qual cair a sorte para Azazel será apresentado vivo perante Yahweh, para fazer expiação por meio dele e enviá-lo ao deserto,como bode emissário ” Se escolhermos acreditar que “Azazel” representa Satanás, faz sentido perguntar se Satanás pode ou não pode servir de expiação para o povo de Yahweh. Mas em nenhum lugar as Escrituras referem que Satanás teve alguma parte na expiação. Antes lemos:

“E não somente isso, mas nós nos regozijamos com Yahweh, através de Yahoshuúa, nosso Messias, pelo qual agora temos recebido a reconciliação. ” (Romanos 5:11)

“Ele é o resplendor da Sua glória e a expressão exacta de sua natureza, sustentando todas as coisas pela Palavra do seu Poder. E tendo feito Êle mesmo a purificação dos nossos pecados, sentou-se à direita da Majestade nas alturas.” ” (Hebreus 1:3)

“Ele não tem necessidade diária, como os sumos sacerdotes outros, para oferecer sacrifícios, primeiro por seus próprios pecados e depois pelos do povo, porque assim ele o fez uma vez por todas, oferecendo-se. ” (Hebreus 7:27)

“Caso contrário, Êle teria de sofrer muitas vezes desde a Fundação do Mundo. Mas agora, Êle tem realizado uma vez por todas na consumação dos séculos para aniquilar o pecado pelo sacrifício de si mesmo . “(Hebr. 9:26)

As Escrituras afirmam claramente que o Messias, Ele próprio fez expiação por nós. No entanto, muitos sugerem (inclusive eu, até recentemente)[4] que o primeiro bode representava a obra expiatória de Yahoshúa, mas o segundo representava Satanás. Acredita-se que, desde que Satanás é a “causa raiz” de todo o pecado, “a justiça [de Yahweh] exige colocar a culpa sobre a cabeça do demónio, não a nossa culpa, mas a dele, por nos ter arrastado para o pecado… (As festas pagãs ou Dias Santos de Deus, quais devemos observar?) por Herbert W. Armstrong Worldwide Church of God, 1986, pg. 36).

Se isso for verdade, onde nas Escrituras se encontra o cumprimento de Lev. 16:21? A saber, que o Sumo Sacerdote, que não é o tradicional (ou seja, Yahoshua) imporá suas mãos sobre a cabeça de Satanás, e confessará os pecados de Israel. Ora, não é isso que nos dizem as Escrituras. Podemos dizer que o Anjo mencionado em Apocalipse. 20:01 é o “homem” responsável “por enviar o bode (Satanás) para o deserto (que representa o” abismo “), mas sem se confirmar uma imposição das mãos ou qualquer outra referência a Satanás, como que fazendo expiação por nós. Logo isso torna-se uma hipótese, uma mera teoria.

Alguns podem tentar sugerir que o Anjo é, de facto, Yahoshúa já que Apoc. 19:11-14 nos dá uma imagem de Yahoshua descendo do Céu à Terra para ferir as nações, o falso profeta e a besta. Então o Anjo do Apocalipse 20:1 desce do Céu para amarrar a Satanás”. Esse Anjo é aquele que vai colocar suas mãos sobre Satanás, mas não confessar os pecados em sua cabeça, mas sim para lançá-lo no abismo.

Por outro lado, as Escrituras nos dão uma imagem linda de conformidade com Yahoshúa, como o bode principal, enviado para tirar os pecados de Israel. Mas antes de ler o que diz em Levítico. 16:22: ” E o bode levará sobre si, para uma terra solitária,todas as suas iniquidades para o deserto.
“O homem que soltará o bode no deserto. ” Vers.21).
Considere o seguinte:

Yeshayahu/Is. 53:6 c: “Mas Yahweh fez cair sobre Êle a iniquidade de todos nós.
Yahoshúa tomou os pecados de Israel, que foram colocados n’Êle e nada mais.

Yeshayahu/Isa 53:11 c diz: “E suportou as suas iniquidades . “

Yeshayahu/Isa 53:12 diz: “Tendo ele (Yahoshuúa) o pecado de muitos … ”
Yahoshua é o Único que levou os nossos pecados. Os tomou e os removeu, carregando com eles sobre a sua cabeça, que é o que se quer dizer com a palavra hebraica ‘justo’ (go).

Yeshayahu/Isa 53:4 a diz: “Verdadeiramente Êle tomou as nossas enfermidades e as nossas dores. ”
Yahoshua é Aquele que tira os pecados e não Satanás.

Ivrim/Heb 9:28 a diz: “Então,o Messias foi oferecido uma vez para tirar os pecados de muitos. “

Kefa ALef/1 Pd. 2:24 diz: ” Ele levou os nossos pecados em Seu corpo sobre o madeiro “.
Não há outro portador para os pecados.

A imposição das mãos (vs. 21; também; Lev.1: 4, 03:02; 4:4,15,29,33) simboliza a transferência dos pecados daqueles que são culpados (isto é, dos filhos de Israel),para o inocente (Azazel). O inocente torna-se então, aquele que tira os pecados. Sem dúvida, Yahoshúa é a figura representativa (Isaías 53:4, 6, 11, 12). No entanto, Satanás não pode tomar o lugar dessa figura, porque nunca foi inocente e não pode satisfazer a Justiça de Yahweh, considerando que você não pode transferir os pecados do culpado para aquele que é culpado. Se considerarmos que tiraram a sorte para decidir qual bode seria “Yahweh” isso significa que ambos os bodes tinham que ser imaculados. O protótipo de um bode sem defeito era o Messias que estava sem pecado. Podemos então dizer que Satanás não tem nenhum pecado e deve ser representado por um bode sem defeito?

“Azazel” devia levar a iniquidade do povo de Israel para a terra “desabitada”. Basta ler como as Escrituras ensinam, de forma incontestável, que o Messias é Aquele que tira os pecados. Portanto, é a única pessoa que está apta a desempenhar o papel de “bode expiatório”, mas de que forma Yahoshua foi enviado para uma terra despovoada e como ele é enviado para o deserto?

Escritura faz várias declarações muito claras sobre o uso do pecado.

Yochanan/João 1:29. “No dia seguinte, viu João a Yahoshua que vinha para ele e disse: -” Eis o Cordeiro de Yahweh, que tira o pecado do Mundo “!

Ivrim/Heb. 9:26 b – “Mas agora, Êle se manifestou uma vez por todas no fim dos tempos para remover o pecado do Mundo através do sacrifício de Si mesmo. “

Yochanan Alef/1 João 3:5: “E agora sabemos que Êle se manifestou para tirar os pecados e que não há n’Êle pecado. “

Yahoshúa é o bode que levava os pecados de Israel. Ele os tomou sobre Si mesmo e “se tornou pecado por nós” (2 Coríntios. 5:21) Portanto, Êle representa os valores não-tradicionais de “Azazel”.

Não há necessidade de Satanás levar os pecados de alguém, já que ele tem que levar seus próprios pecados que lhe serão insuportáveis. A palavra hebraica “desabitada” é “chaváh” e significa “um deserto (como separados)” e vem do “Gazar” raiz da palavra que significa “isolados ou separados.” Não há dúvida de que o Messias não foi isolado e separado apenas da terra dos vivos, mas também de seu Pai, Yahweh. Quando Yahoshua clamou: “Meu Eli, Eli meu, por que me desamparaste?” Foi porque naquele momento estava separado de Yahweh, por ter tomado sobre si os pecados do Mundo.

É claro que o pecado faz separação de Yahweh, como disse Yeshayahu (Isa.): “Mas as vossas iniquidades fazem separação entre vós e o vosso Elohim. Vossos pecados encobrem o seu Rosto de vós para que Êle não os ouça.” (Yeshayahu/Isa 59:2) Os discípulos de Yahoshúa também se separaram d’Êle pelo abandono e negação. Yahoshúa foi separado “teve que sofrer fora da porta” e do acampamento (Ivrim/Hb 13:11-13). Ele foi enviado para o deserto na separação absoluta ao tomar sobre si os nossos pecados.

O que acontece com o “encarregado” que acompanhou o bode no deserto, e onde começava o deserto? Se o Anjo do Apocalipse 20:01 é a figura representativa então quem é êle ? É preciso haver uma figura que ocupe este lugar? Uma vez que em nenhum dos casos foi mencionada uma figura representativa deste homem no versículo 28 para queimar os cadáveres dos bovinos e caprinos de Yahweh, por que não também ser uma figura representativa dessa situação ?

Oferecemos, porém os seguintes anti-tipos possíveis para o caso.

“O encarregado ” (de levar o bode para o deserto) tem suas origens no hebraico que significa “Por outro lado, o ajuste apropriado.” Algumas traduções dizem “homem do tempo”, “homem de oportunidade” ou “um homem que tinha sido nomeado.” As Escrituras revelam que havia um homem que estava no local na hora certa, designado por Yahweh para guiar Yahoshúa durante a sua separação, no deserto. Esse homem foi Yehudah (Judas). Maassei/Act 1:16 diz que Yehudáh foi “guia para aqueles que O prenderam (a Yahoshúa).” Ele também diz em Matytyahu/Mat 26:24:

“E, verdadeiramente, o Filho do Homem vai, como está escrito acerca d´Êle, mas ai daquele homem por quem é traído o Filho do Homem. Bom seria que tal homem não tivesse nascido.”

Yahoshúa “foi” levado para o deserto, tomando sobre si os pecados, e Yehudah era o homem indicado para conduzir e guiar Yahoshúa naquela viagem para o deserto, a separação absoluta. Alguns podem objectar que representaram “Azazel” em Yahoshúa, baseados no facto de que o Dia da Expiação cai no sétimo mês entre as duas partes, que não foram cumpridos. Portanto, o Messias não pode celebrar o Dia da Expiação em sua totalidade. Razão, portanto, para apontarem o cumprimento futuro em Satanás.

É certo que tendo Yahoshúa representado os dois bodes, um aspecto importante do Dia da Expiação possui elementos que ainda não são uma realidade. A trombeta do Jubileu, que é anti-tipo, e marca o início do ano jubileu (geralmente tocada no Dia da Expiação) não foi tocada ainda. Quando retorne Yahoshúa, depois de soar a trombeta, para libertar os cativos da morte, será então plenamente cumprido o Dia da Expiação.

É a visão equivocada de que Yahoshúa voltará para o Dia das Trombetas, o que levou a crer que Satanás desempenha o papel de bode expiatório.

Se argumenta que se o Dia das Trombetas representa o retorno do Messias e que Tabernáculos representa o Millenio, um evento só pode ser no meio representando o bode que é enviado para o deserto e que é quando Satanás será lançado no abismo. A verdade da questão é que, quando retornar Yahoshúa, apenas se tocará a trombeta, enquanto o Dia das Trombetas (no plural) é mais de uma trombeta. O Dia das Trombetas representa o início do “Dia de Yahweh”, quando começam a soar as trombetas do Apocalipse 8.

Yahoshua retornará quando tocar a sétima e última trombeta, a trombeta do Jubileu, que marca a ressurreição dos mortos (Apocalipse 11:15-18, 1 Coríntios. 15:52, 1 Tessalonicenses. 4:16)

Outra objecção possível seria que Yahoshúa, como o bode expiatório, não representa todos os aspectos da figura, como tal, e ninguém, na verdade, colocou as mãos sobre a cabeça de Yahoshúa para confessar seus pecados e que Yahoshua morreu enquanto o bode enviado para o deserto continuava vivo, etc etc. Mas como no caso de outras figuras, Yahoshúa não representa exactamente todos os aspectos.

Por exemplo, ele não poderia desempenhar o papel de Sumo Sacerdote, que mata o bode de Yahweh e, ao mesmo tempo, ser o bode ou eles iriam matar (v. 15). Ele não apresentou uma oferta pelo pecado por Si mesmo como o Sumo Sacerdote (v. 11), Yahoshúa não confessou os pecados de Israel sobre a cabeça (v. 21), não há necessidade de lavar a carne (v. 24), e seu corpo não foi queimado fora do acampamento (v. 27), Êle morreu como um sacrifício expiatório na Páscoa, e não no Dia da Expiação. Seu corpo não foi queimado como um sacrifício da Páscoa, Yahoshúa morreu na hora do sacrifício vespertino e do sacrifício da Páscoa, mas não no momento do sacrifício da manhã, etc etc

A verdade fundamental é que as Escrituras declaram que Yahoshúa foi o que levou os pecados, não só morreu para a remissão dos pecados, mas também foi o único que levou os pecados. Quando vemos a bode vivo e o bode expiatório de Yahweh como uma oferta sacrificial, em vez de duas ofertas separadas por milhares de anos, compreenderemos e apreciaremos mais facilmente o cumprimento simbólico.

Yahoshua é o perfeito cumprimento do sacrifício expiatório atípico. Como o bode de Yahweh o seu sangue purifica o Santuário Celestial (Heb 9:23) e o Israel de Yahweh (Lv 16:17). Como “Azazel” levou os nossos pecados e os removeu para sempre. Aleluia!

ASSEMBLEIA DE YAHWEH INTRENACIONAL

Tags: