Inicio | Temas Bíblicos |Leia a Biblia Leia a Bíblia | Post´s em Espanhol |Doações |Contato pt Portuguese
Esta é a vida eterna: que te conheçam, o único Elohim verdadeiro, e a Yeshua o Messias, a quem enviaste. JOÃO 17:3
faceicon
A tese do arrebatamento é uma invenção de um tal de pastor irlandês, chamado John Nelson Darby

A tese do arrebatamento é uma invenção de um tal de pastor irlandês, chamado John Nelson Darby

Ele foi um líder fundamentalista – chamam esse grupo de “os irmãos de plymouth”, uma das seitas protestantes mais puritanas da inglaterra. Ele é que é o autor da idéia de arrebatamento (lá por 1800), além de defender a interpretação literal das escrituras. As idéias dele foram popularizadas por um outro, o Sr. Scofield, que fez uma bíblia anotada (1909) e difundiu essas idéias fundamentalistas, principalmente nos EUA, por conta de um rodapé. Isso mesmo, uma anotação de rodapé de Bíblia.
O livro próprio para tratar da escatologia no novo testamento, o Apocalipse, não trás nenhuma linha sequer onde esteja escrito algo sobre o arrebatamento.
Resumindo… não existe qualquer apoio Bíblico para a crença Pré-Tribulacionista.
De onde surgiu essa coisa?
Surgiu no século XIX entre 1800 e 1882 em uma conferência profética na Igreja de Edward Irving (Pastor expulso da Igreja Presbiteriana) quando uma “irmã” Margareth Mac Millan, na Escócia, teria tido uma visão (…) de um arrebatamento secreto. John Nelson Darby um membro dos chamados Irmãos de Plymouth aceitou a suposta visão como sendo a voz do Espírito Santo. Outros a rejeitaram e por isso houve uma grande divisão entre os Irmãos Plymouth. Darby visitou os EUA por seis vezes para expor seus pensamentos envolvendo a muitos e difundido suas idéias.
Porém o maior impacto na divulgação do Pré-Tribulacionalismo foi com Scofield (1843-1927) com sua Bíblia de referência que foi largamente distribuída e aceita pelos meios conservadores americanos e fundamentalistas e pelos leigos, como auxílio ao estudo da Palavra de Deus.
A Biblia do Scofield era toda comentada a ponto de que o leitor não sabia mais o que era o texto original e o que era a tese do sujeito.
Daí o arrebatamento tomou graça nos pentecostais americanos que o passaram para os filhos néos e hoje temos toda esta arrebatação como base de um mercado religioso que engana milhões e enriquece a poucos.
• 3 meses atrás

 

Tags: