Inicio | Temas Bíblicos |Leia a Biblia Leia a Bíblia | Post´s em Espanhol |Doações |Contato pt Portuguese
Esta é a vida eterna: que te conheçam, o único Elohim verdadeiro, e a Yeshua o Messias, a quem enviaste. JOÃO 17:3
faceicon
DECRETO DOMINICAL

DECRETO DOMINICAL

Esta doutrina ensina que aqueles cristãos que vão à igreja no Domingo (para a IASD a Marca da Besta), irão perseguir e matar os Adventistas do Sétimo Dia (para a IASD a Igreja Remanescente da profecia bíblica) que guardam o Sábado (para a IASD o Selo de Deus) e tem o Testemunho de Jesus (para a IASD os escritos considerados inspirados de Ellen White). Abaixo artigos sobre essa “teologia do bicho-papão”.

Lei Nacional de Domingo: Fato ou Ficção? por Dirk Anderson

Decreto Dominical: Paranoia Adventista por Russell Earl Kelly, PHD

Síndrome da Perseguição

A Paranoia como Instrumento de Manipulação e Controle: Programando a Mente Através do Medo

Existirá realmente um Decreto Dominical?

É algo que nunca acontecerá. A Bíblia não ensina isso. Adventistas surgiram com ela como uma tática de medo para levar as pessoas a se juntarem a sua denominação e a adoração no Sábado.

O Selo de Deus não é o Sábado, a Bíblia diz claramente que é o Espírito Santo:

“Em quem também vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação; e, tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa.” Efésios 1:13

“E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual estais selados para o dia da redenção.” Efésios 4:30

“Mas o que nos confirma convosco em Cristo, e o que nos ungiu, é Deus, o qual também nos selou e deu o penhor do Espírito em nossos corações.” 2 Coríntios 1:21-22

O cenário do tempo do fim ensinado pela igreja adventista é de que como o sábado foi o selo ou o sinal do velho concerto (veja Ex. 31:12-18), deve, portanto, ser o “selo de Deus” em Apocalipse. Assim eles concluem que o Sábado deve ser o teste final de lealdade para toda a humanidade. Esta visão enfatiza também Apoc. 12:17 que descreve a igreja remanescente como a que guarda os mandamentos de Deus e tem o testemunho de Jesus. Há alguns problemas com esta conclusão.

Primeiro, o Novo Testamento em nenhum lugar chama o sábado de o Selo de Deus. De fato, o Selo de Deus no Novo Testamento é o Espírito Santo (veja Ef. 1:13-14; 4:30 e II Cor. 1:22). Ignorar este claro ensino é perder todo o sentido do que Apocalipse está tentando dizer.

Segundo, a palavra que João usa para mandamentos (entole, no grego) nunca é usada nos escritos de João para referir-se aos Dez Mandamentos. Quando João está falando da lei em geral ou dos Dez Mandamentos em particular, ele usa sempre a palavra para a lei no grego que é “nomos”. Quando João usa “entole”, ele faz isso para referir-se às instruções de Jesus para a prática de amar um ao outro. Assim o Apoc. 12:17 traduzido para o inglês (em harmonia com uso de entole por João) é: “aqueles que amam verdadeiramente o próximo e está falando ao mundo sobre Jesus”. Isto se encaixa perfeitamente com o Selo de Deus e com o assunto principal de Apocalipse.

O Espírito Santo de acordo com João 13 a 16 é o outro Consolador. Ele vive em nós e nos guia. Ele é JESUS HABITANDO em nossas vidas. O Selo de Deus nos últimos dias representa aqueles que têm uma caminhada pessoal diária com Jesus através da atuação do Espírito Santo. Isso é o que significa ser selado. Essa é a mesma mensagem de Hebreus 3 e 4. Quando nós repousamos em Jesus hoje e a cada dia, Ele é nosso Sábado. O Espírito é a garantia de nossa herança (Efésios 4:14)!

Em resumo, o Selo de Deus é Jesus vivendo em nós através da atuação do Espírito Santo. A marca da besta, por sua vez, seria aqueles que escolhem NÃO acreditar, que se recusam a aceitar o dom da graça, que se recusam a descansar em Jesus e escolhem depender de outra maneira. Aqueles que escolhem depender de suas próprias obras em vez de confiar no único Filho de Deus, têm a marca da besta.

Ao estudarmos as Epístolas do Novo Testamento torna-se claro que não há uma exigência obrigatória continuada para guardar o Sábado. E nenhum mandamento que o substitua pelo Domingo. O que está alto e claro nas Epístolas do Novo Testamento é que Jesus cumpriu o Sábado. O dia santo, no mínimo, tem sua importância diminuída. Ele NÃO deve ser usado como um assunto divisor ou um comando obrigatório para cristãos gentios. Ele não deve ser visto como um teste de lealdade. Ao invés disso, uma caminhada diária com Jesus através da atuação do Espírito Santo é o novo SELO ou TESTE.

Infelizmente, por causa dessa Escatologia Adventista distorcida, muitos Adventistas do Sétimo Dia não encaram o fato de que milhares de Cristãos “não-adventistas” são perseguidos hoje. Muitos Adventistas estão tão preocupados com supostas “Leis Dominicais” e a perseguição que Ellen White previu para os detentores Sábado do sétimo dia que eles têm dificuldade em entender que os cristãos em várias partes do mundo estão morrendo por Cristo e não por um dia de adoração. Visite Missão Portas Abertas e A Voz Dos Mártires (The Voice of the Martyrs).

Para um estudo mais aprofundado da Lei Dominical Nacional, leia:

The United States, Roman Catholicism and the Mark of the Beast por Russell Earl Kelly, PHD

Has God set up Evangelicals for a fall after the Sunday Law?

The National Sunday Law por David M. Curtis

The “Religious Liberty” Scarecrow Part 1

The “Religious Liberty” Scarecrow Part 2

Em Cristo,

Hélio S. Júnior
==========

Tags: