Inicio | Temas Bíblicos |Leia a Biblia Leia a Bíblia | Post´s em Espanhol |Doações |Contato pt Portuguese
Esta é a vida eterna: que te conheçam, o único Elohim verdadeiro, e a Yeshua o Messias, a quem enviaste. JOÃO 17:3
faceicon
Explicação de Textos Usados Para a Trindade

Explicação de Textos Usados Para a Trindade
estudos
RESPOSTA A TEXTOS DIFÍCEIS
Existem diversos textos que os teólogos e defensores da doutrina da trindade usam para embasar sua crença. Estariam estes textos realmente trazendo uma defesa com respeito à doutrina da trindade?
Leia as explicações abaixo – não sem antes orar pedindo discernimento – e tire suas próprias conclusões.

Obs.: Os textos usados no artigo serão os da versão Almeida Revista e Atualizada. O estudante tem o dever e direito de comprovar com as outras versões da Bíblia o que abaixo foi escrito.

OS TRÊS QUE TESTIFICAM – O Pai, a Palavra e o Espírito Santo
Um dos textos muito usados por alguns teólogos (digo alguns, porque os sinceros sabem da realidade do texto) é o texto encontrado em I João 5:7 e 8. Vamos analisar juntos o texto abaixo:

“Pois há três que dão testemunho [no céu: o Pai, a Palavra e o Espírito Santo; e estes três são um. E três são os que testificam na terra]: o Espírito, a água e o sangue, e os três são unânimes num só propósito.” (I João 5:7-8)

Notem irmãos que na maioria das Bíblias, especialmente as versões Revista e Atualizada da SBB, trazem uma parte do verso como estando entre colchetes. Por quê? Justamente por que não se encontra nos manuscritos originais.

A Bíblia de Jerusalém traz a seguinte nota de rodapé sobre este texto:
“O texto dos VV. 7-8 é acrescido na Vulgata de um inciso… ausente dos antigos manuscritos gregos, das antigas versões e dos melhores manuscritos da Vulgata, o qual parece ser uma glosa marginal introduzida posteriormente no texto.”

Sendo assim, o texto original é:
“Pois há três que dão testemunho: o Espírito, a água e o sangue, e os três são unânimes num só propósito.” (I João 5:7-8)

Não há nada de trindade neste texto.

A SAUDAÇÃO DE PAULO (II Cor. 13:13)
Algumas pessoas fazem uso deste texto para dizerem que há de fato uma trindade. Vejamos o texto abaixo:

“A graça do Senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo sejam com todos vós.” (II Cor. 13:13)

O texto acima diz que por meio do Espírito Santo nos temos comunhão. Essa palavra comunhão é feita da junção de duas outras: comum+união. É por meio do Espírito que nos tornamos um conforme a oração que Jesus fez antes de Sua morte (ver João 17:22).
Mas com quem é que nós temos comunhão por meio do Espírito? A Bíblia responde:

“O que temos visto e ouvido anunciamos também a vós outros, para que vós, igualmente, mantenhais comunhão conosco. Ora, a nossa comunhão é com o Pai e com seu Filho, Jesus Cristo.” (I João 1:2)

Fica evidente, meus irmãos, que por meio deste dom de Deus chamado Espírito Santo, é que nós temos união uns com os outros e com o Pai e o Filho.

De qualquer forma, confira os seguintes textos de saudações de Paulo em suas epístolas e verás que ele sempre se refere apenas ao Pai e ao Filho: Romanos 1:1; I Coríntios 1:3; II Coríntios 1:2; Gálatas 1:1; Efésios 1:2; Filipenses 1:2; Colossenses 1:1-2; I Tess. 1:1; II Tess. 1:2; I Tim. 1:2; II Tim. 1:2; Tito 1:4; Filemom 1:3.

O ESPÍRITO QUE SE MOVIA SOBRE AS ÁGUAS
Um texto que também é usado para defender a realidade de o Espírito Santo ser um terceiro Deus é o texto de Gênesis 1:2, que diz:

“A terra, porém, estava sem forma e vazia; havia trevas sobre a face do abismo, e o Espírito de Deus pairava por sobre as águas.” (Gên. 1:2)

Quem era este Espírito que pairava por sobre as águas e estava no princípio com Deus? A Bíblia responde:

“No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e, sem ele, nada do que foi feito se fez.” (João 1:1-3)

O Verbo (Cristo) era quem estava com o Pai na criação. (Veja também Prov. 8:22-25)

E quem foi aquele que andou por sobre as águas? Jesus Cristo!

“Ora, o Senhor é o Espírito; e, onde está o Espírito do Senhor, aí há liberdade.” (II Cor. 3:17)

O Espírito que pairava por sobre as águas era o próprio Cristo.

A MENTIRA DE ANANIAS E SAFIRA
Alguns teólogos fazem uso do texto de Atos 5:3-4 para afirmar que o Espírito Santo é Deus. Leiamos o texto:

“Então, disse Pedro: Ananias, por que encheu Satanás teu coração, pra que mentisses ao Espírito Santo, reservando parte do valor do campo? Conservando-o, porventura, não seria teu? E, vendido, não estaria em teu poder? Como, pois, assentaste no coração este desígnio? Não mentistes aos homens, mas a Deus.” Atos 5:3-4

Como o texto diz que Ananias havia mentido ao Espírito Santo e posteriormente é dito que ele havia mentido a Deus, conclui-se que o Espírito Santo é Deus. Está correta esta interpretação? Vejamos:
O Espírito Santo é que nos convence do pecado (João 16:8). Quando nós agimos em contrário ao Espírito, estamos pecando, e qualquer pecado que cometemos é contra Deus. Isto é evidente pelo fato de que se alguém mentir para mim, também estará mentindo a Deus, e nem por isso eu sou Deus. Conseguem compreender?
Não há nenhum texto que afirme que o Espírito Santo é Deus.

Que Deus lhe abençoe.

Tags: