Inicio | Temas Bíblicos |Leia a Biblia Leia a Bíblia | Post´s em Espanhol |Doações |Contato pt Portuguese
Esta é a vida eterna: que te conheçam, o único Elohim verdadeiro, e a Yeshua o Messias, a quem enviaste. JOÃO 17:3
faceicon
PRA ONDE VÃO OS MORTOS? CÉU, INFERNO OU VAGAR?

PRA ONDE VÃO OS MORTOS? CÉU, INFERNO OU VAGAR?
Não conheço ninguém que voltou do mundo dos mortos para me dizer o que acontece após a morte. No entanto, a Bíblia esclarece os mistérios do mundo dos espíritos e do além.
Quase todas as pessoas veem a morte de duas formas: Umas acreditam que após a morte, do plano espiritual para o material, os espíritos mantêm contatos com os vivos. Geralmente é o espiritismo e suas variantes que assim creem: espiritismo moderno e religiões afro descendentes. Outras acreditam que os espíritos ou almas receberão alguma recompensa ou condenação depois da morte. Os bons vão para o céu e os maus vão para o inferno. A grande maioria das igrejas, católicas e evangélicas assim acredita.

A Bíblia não apoia nenhum desses dois pontos de vista. Os mortos não podem manter contato com os vivos por dois motivos: Primeiro, segundo a Bíblia os mortos não podem retornar a sua casa. Jó 7:9-10. Segundo, quando a pessoa morre, ela perde a consciência, os pensamentos e os sentimentos, isto é, perde a capacidade de comunicação. Eclesiastes 9:5, Salmos 146:4.

Também as escrituras não dizem que as pessoas vão para o céu ou para o inferno depois da morte. Quando Jesus voltar, no futuro, as pessoas vão ressuscitar para receber seus galardões (prêmios). Estarão com Jesus no reino da Glória e receberão corpos celestiais I Tessalonicenses 4:16,17; I Coríntios 15:51-55. Se a pessoa salva, depois da morte, sobe direto para o céu, e fica lá com Deus, como explicar a ressurreição das pessoas salvas que ocorrerá no futuro quando Jesus voltar? Ou seja, a pessoa vai está no céu salva e depois Deus vai mandar essa pessoa voltar para a terra para entrar em um corpo novo na ressurreição? Claro que não! Até a ressurreição dos mortos no futuro ninguém recebe galardão e ninguém vê a face de Jesus Cristo.

Da mesma forma também que até a segunda ressurreição ninguém está no inferno se queimando ou pagando por seus pecados. O profeta João do apocalipse disse que após a morte de Satanás e de seus anjos acontecerá o juízo final para os mortos que não ressuscitaram na primeira ressurreição. Apocalipse 20:11-15. Quem não for achado escrito no livro da vida, será lançado no lago de fogo e enxofre. Se a pessoa não salva morre e vai direto para o inferno de fogo, quando ela ressuscitar no juízo final ela vai ser lançada de novo no lago de fogo, isto é, se ela já está pagando seus pecados no fogo, Deus vai tirá-la do fogo para lançá-la no fogo novamente? Não faz sentido não é? Então até o juízo final ninguém está em nenhum inferno de fogo!

É bom lembrar que quando Jesus falou a parábola do Rico e do Lazaro não estava mostrando o que acontece quando as pessoas morrem Lucas 16:19-31. Infelizmente muitos pegam esse texto para dizer que acontece exatamente assim na morte. Os que vão para o seio de Abrão ficam separados por uma grande vala ao ponto até de avistar os que estão se queimando do outro lado. Essa narrativa apresenta uma linguagem inverossímil, isto é, uma linguagem que usa ilustrações irreais e improváveis com a finalidade de ensinar uma lição. Se o entendimento desses textos for ao pé da letra, a interpretação ficará comprometida. Imagine alguém lendo o apólogo que fala que, após entrevistar a figueira, a oliveira, a vide, o espinheiro foi escolhido rei entre as árvores Juízes 9:7-15 e a pessoa entender que se o texto fala isso é porque é assim que realmente acontece, ou seja, que as árvores elegem reis entre elas, essa pessoa cometerá extrapolação. Não é certo basear a doutrina sobre o estado dos mortos em um texto com linguagem poética. De outro modo, imaginar que os perdidos ficam em lugar de tormento (inferno) gritando para os que estão no paraíso (céu) e pedindo para molharem a ponta do dedo para lhes refrescar a língua é aceitar algo que é totalmente incoerente com o restante das escrituras.

Então o que acontece de fato quando a pessoa morre? Para se entender o que acontece quando a pessoa morre é só prestar atenção no que aconteceu quando o homem recebeu a vida, pois a morte é o inverso da vida. A Bíblia diz que Deus fez um tipo de boneco de barro e soprou o fôlego de vida nas narinas desse boneco. Gênesis 2:7 Quando o fôlego, que também chamamos de espírito, entrou no homem, sua mente foi ativada e com isso veio à tona a capacidade de raciocinar e de amar, isto é, tornou-se uma alma vivente!

Quando morremos, o fôlego, que é o espírito, sai, pois não nos pertence é de Deus Eclesiastes 12:7. Passamos a ser como um boneco de barro de novo. Nesse momento desaparece toda a capacidade mental e deixamos de ser alma vivente. Por isso é que perdemos toda a capacidade de comunicação após o falecimento. Figuradamente nos tornamos pó e ao pó retornamos até a ressurreição. Gênesis 3:19, Daniel 12:2

Por isso que é impossível a pessoa morrer e depois voltar para os mundos dos vivos ou da pessoa morrer e ir para o céu ou para o inverno. A pessoa vira pó!

Parece que o que confunde muita gente é o fato da Bíblia mencionar que o homem é composto por corpo, alma e espírito I Tessalonicenses 5:23. No entanto, não se deve considerar essas partes que compõem o homem como partes que podem viver separadamente. A palavra espírito, além de apresentar um sentido principal que é vento ou sopro, também significa mente ou coração. A parte do espírito (mente) que cuida dos sentimentos ou das emoções chamamos de alma. Tudo isso está ligado ao corpo, quando morremos, ou quando o fôlego de vida sai da gente, o espírito e a alma morrem também, pois deixamos de ser alma vivente. As faculdades mentais não seguem trabalhando depois da morte! Então, toda pessoa é composta por espírito, alma e corpo, mas na morte a pessoa deixa de existir totalmente, caso contrário poderíamos dizer que, depois da morte, a alma iria para um lugar, o espírito iria para o outro e o corpo, para a terra, o que não teria cabimento, pois uma pessoa indo, ao mesmo tempo, para três lugares diferentes?

Outra coisa importante a mencionar é que os espíritos (anjos) que caíram do céu são hábeis no engano e no disfarce Apocalipse 12:9,12; II Coríntios 11:14 por isso que todas as aparições de mortos, por mais que se mostram idênticos aos falecidos, não passam de artimanhas do inimigo espiritual de Jesus Cristo.

Logo, a morte é um tipo de sono, o próprio Jesus confirmou isso, em que todos os que dormem nesse sono estão desligado do acontece em todos os mundos de Deus. Estão aguardando no pó a ressurreição dos mortos no dia final. A única chance de vencer a morte é crendo no Filho de Deus e obedecendo a seus ensinos. Que Deus tenha misericórdia de nós e lembre-se de nossos nomes caso venhamos a descer o pó antes da vinda do Messias! Que assim seja!
Postado por Fabio Bento

Tags: PRA ONDE VÃO OS MORTOS? CÉU, INFERNO OU VAGAR?

PRA ONDE VÃO OS MORTOS? CÉU, INFERNO OU VAGAR?
Não conheço ninguém que voltou do mundo dos mortos para me dizer o que acontece após a morte. No entanto, a Bíblia esclarece os mistérios do mundo dos espíritos e do além.
Quase todas as pessoas veem a morte de duas formas: Umas acreditam que após a morte, do plano espiritual para o material, os espíritos mantêm contatos com os vivos. Geralmente é o espiritismo e suas variantes que assim creem: espiritismo moderno e religiões afro descendentes. Outras acreditam que os espíritos ou almas receberão alguma recompensa ou condenação depois da morte. Os bons vão para o céu e os maus vão para o inferno. A grande maioria das igrejas, católicas e evangélicas assim acredita.

A Bíblia não apoia nenhum desses dois pontos de vista. Os mortos não podem manter contato com os vivos por dois motivos: Primeiro, segundo a Bíblia os mortos não podem retornar a sua casa. Jó 7:9-10. Segundo, quando a pessoa morre, ela perde a consciência, os pensamentos e os sentimentos, isto é, perde a capacidade de comunicação. Eclesiastes 9:5, Salmos 146:4.

Também as escrituras não dizem que as pessoas vão para o céu ou para o inferno depois da morte. Quando Jesus voltar, no futuro, as pessoas vão ressuscitar para receber seus galardões (prêmios). Estarão com Jesus no reino da Glória e receberão corpos celestiais I Tessalonicenses 4:16,17; I Coríntios 15:51-55. Se a pessoa salva, depois da morte, sobe direto para o céu, e fica lá com Deus, como explicar a ressurreição das pessoas salvas que ocorrerá no futuro quando Jesus voltar? Ou seja, a pessoa vai está no céu salva e depois Deus vai mandar essa pessoa voltar para a terra para entrar em um corpo novo na ressurreição? Claro que não! Até a ressurreição dos mortos no futuro ninguém recebe galardão e ninguém vê a face de Jesus Cristo.

Da mesma forma também que até a segunda ressurreição ninguém está no inferno se queimando ou pagando por seus pecados. O profeta João do apocalipse disse que após a morte de Satanás e de seus anjos acontecerá o juízo final para os mortos que não ressuscitaram na primeira ressurreição. Apocalipse 20:11-15. Quem não for achado escrito no livro da vida, será lançado no lago de fogo e enxofre. Se a pessoa não salva morre e vai direto para o inferno de fogo, quando ela ressuscitar no juízo final ela vai ser lançada de novo no lago de fogo, isto é, se ela já está pagando seus pecados no fogo, Deus vai tirá-la do fogo para lançá-la no fogo novamente? Não faz sentido não é? Então até o juízo final ninguém está em nenhum inferno de fogo!

É bom lembrar que quando Jesus falou a parábola do Rico e do Lazaro não estava mostrando o que acontece quando as pessoas morrem Lucas 16:19-31. Infelizmente muitos pegam esse texto para dizer que acontece exatamente assim na morte. Os que vão para o seio de Abrão ficam separados por uma grande vala ao ponto até de avistar os que estão se queimando do outro lado. Essa narrativa apresenta uma linguagem inverossímil, isto é, uma linguagem que usa ilustrações irreais e improváveis com a finalidade de ensinar uma lição. Se o entendimento desses textos for ao pé da letra, a interpretação ficará comprometida. Imagine alguém lendo o apólogo que fala que, após entrevistar a figueira, a oliveira, a vide, o espinheiro foi escolhido rei entre as árvores Juízes 9:7-15 e a pessoa entender que se o texto fala isso é porque é assim que realmente acontece, ou seja, que as árvores elegem reis entre elas, essa pessoa cometerá extrapolação. Não é certo basear a doutrina sobre o estado dos mortos em um texto com linguagem poética. De outro modo, imaginar que os perdidos ficam em lugar de tormento (inferno) gritando para os que estão no paraíso (céu) e pedindo para molharem a ponta do dedo para lhes refrescar a língua é aceitar algo que é totalmente incoerente com o restante das escrituras.

Então o que acontece de fato quando a pessoa morre? Para se entender o que acontece quando a pessoa morre é só prestar atenção no que aconteceu quando o homem recebeu a vida, pois a morte é o inverso da vida. A Bíblia diz que Deus fez um tipo de boneco de barro e soprou o fôlego de vida nas narinas desse boneco. Gênesis 2:7 Quando o fôlego, que também chamamos de espírito, entrou no homem, sua mente foi ativada e com isso veio à tona a capacidade de raciocinar e de amar, isto é, tornou-se uma alma vivente!

Quando morremos, o fôlego, que é o espírito, sai, pois não nos pertence é de Deus Eclesiastes 12:7. Passamos a ser como um boneco de barro de novo. Nesse momento desaparece toda a capacidade mental e deixamos de ser alma vivente. Por isso é que perdemos toda a capacidade de comunicação após o falecimento. Figuradamente nos tornamos pó e ao pó retornamos até a ressurreição. Gênesis 3:19, Daniel 12:2

Por isso que é impossível a pessoa morrer e depois voltar para os mundos dos vivos ou da pessoa morrer e ir para o céu ou para o inverno. A pessoa vira pó!

Parece que o que confunde muita gente é o fato da Bíblia mencionar que o homem é composto por corpo, alma e espírito I Tessalonicenses 5:23. No entanto, não se deve considerar essas partes que compõem o homem como partes que podem viver separadamente. A palavra espírito, além de apresentar um sentido principal que é vento ou sopro, também significa mente ou coração. A parte do espírito (mente) que cuida dos sentimentos ou das emoções chamamos de alma. Tudo isso está ligado ao corpo, quando morremos, ou quando o fôlego de vida sai da gente, o espírito e a alma morrem também, pois deixamos de ser alma vivente. As faculdades mentais não seguem trabalhando depois da morte! Então, toda pessoa é composta por espírito, alma e corpo, mas na morte a pessoa deixa de existir totalmente, caso contrário poderíamos dizer que, depois da morte, a alma iria para um lugar, o espírito iria para o outro e o corpo, para a terra, o que não teria cabimento, pois uma pessoa indo, ao mesmo tempo, para três lugares diferentes?

Outra coisa importante a mencionar é que os espíritos (anjos) que caíram do céu são hábeis no engano e no disfarce Apocalipse 12:9,12; II Coríntios 11:14 por isso que todas as aparições de mortos, por mais que se mostram idênticos aos falecidos, não passam de artimanhas do inimigo espiritual de Jesus Cristo.

Logo, a morte é um tipo de sono, o próprio Jesus confirmou isso, em que todos os que dormem nesse sono estão desligado do acontece em todos os mundos de Deus. Estão aguardando no pó a ressurreição dos mortos no dia final. A única chance de vencer a morte é crendo no Filho de Deus e obedecendo a seus ensinos. Que Deus tenha misericórdia de nós e lembre-se de nossos nomes caso venhamos a descer o pó antes da vinda do Messias! Que assim seja!
Postado por Fabio Bento

Tags: