Inicio | Temas Bíblicos |Leia a Biblia Leia a Bíblia | Post´s em Espanhol |Doações |Contato pt Portuguese
Esta é a vida eterna: que te conheçam, o único Elohim verdadeiro, e a Yeshua o Messias, a quem enviaste. JOÃO 17:3
faceicon
Nascido sob Lei

“Nascido sob Lei”

Gálatas 4: 4,5

Este é um texto que é bem usado por pessoas que ensinam que hoje não é mais preciso obedecer os mandamentos dados por Deus por intermédio Moisés; Segundo eles não estamos mais debaixo da lei e sim da graça; Cristo por sua vez, teve que cumprir os mandamentos pois nasceu no tempo da lei, diferentemente de nós hoje que supostamente estariamos num tempo ou numa dispensação ou numa era da graça e não mais num suposto tempo ou era ou dispensação da lei de Moisés.

A parte final do verso 4 em algumas traduções portuguesas:

1) Tradução ACF2007, Tradução JFA-RC e Tradução JFA-RA+STRONG diz “…nascido sob a lei,”

2) Tradução JFA-RA e Tradução NVI diz: “…nascido debaixo de lei,”

3) Tradução CATÓLICA diz: “…submetido à Lei”

4) Tradução LTT2009 diz: “…havendo Ele sido tornado debaixo da lei,”

5) Tradução NTLH diz: “…e viveu debaixo da lei”

6) Tradução VIVA diz: “…nascido judeu,”

Tem de se admitir que a tradução em si, deixa muito a desejar e leva de início à esta compreensão; porém, se analisarmos com mais cuidado veremos que não é nada disso!

Tal compreesão é equivocada de mais, a começar pelo fato de que graça não é uma dispensação, um tempo, uma era; graça é um atributo divino, algo que faz parte do caráter de Deus e que foi manifesto no Messias e por meio do Messias.

No fim, vou mencionar uma tradução melhorzinha e então entenderemos o que Paulo realmente está querendo dizer neste trecho do verso. Já que nenhuma dessas traduções abordam o que Paulo realmente está falando ao gálatas.

Mas, antes, veja na carta de João, o que é pecado. 1 João 3: 4 Na tradução que boa parte usa é a JFA-RC, e nela está escrito assim: “Qualquer que comete o pecado também comete iniqüidade, porque o pecado é iniqüidade.” OBS: Tradução ACF2007 diz exatamente a mesma coisa!

Agora vejamos o que diz outras traduções:

Tradução CATÓLICA diz: “Todo aquele que comete pecado, comete também violação da lei, porque o pecado é violação da lei.”

Tradução JFA-RA+STRONG diz: “Todo aquele que pratica o pecado também transgride a lei, porque o pecado é a transgressão da lei.”

Tradução JFA-RA(BR) diz: “Todo aquele que vive habitualmente no pecado também vive na rebeldia, pois o pecado é rebeldia.”

Tradução LTT2009 diz: “Todo aquele que está praticando o pecado também pratica o desprezo às leis; e o pecado é o desprezo- às- leis.”

Tradução NTLH diz: “Quem peca é culpado de quebrar a lei de Deus, porque o pecado é a quebra da lei.”

Tradução NVI(BR) diz: “Todo aquele que pratica o pecado transgride a Lei; de fato, o pecado é a transgressão da Lei.”

Tradução VIVA(BR) diz: “Mas aqueles que continuam a pecar estão contra Deus, porque todo pecado é feito contra a vontade de Deus.”

Ou seja, lemos que pecado é: violação da lei; transgressão da lei; pecado é rebeldia; desprezo- às- leis; quebra da lei; feito contra a vontade de Deus.

Ou seja, pecado é a rebeldia, manifesta através dos feitos contra a vontade de Deus, como resultado da violação da lei, que se dá quando há transgressão da lei, e é motivado pelo desprezo as leis, resultando em quebra da lei.

Lei no grego é nomos e tem a ver com os mandamentos divinos transmitidos por Moisés e retransmitidos bem como re-explicados por Cristo para que sejam praticados corretamente.

Logo desprezar aquilo o qual Jesus se empenhou desde pequeno à cumprir é praticar o que acabamos de ler na carta de João.

O mundo está do jeito que está porque a humanidade está vivendo em rebeldia a lei de Deus; pois do contrário o mundo estaria muito melhor, o mundo seria um lugar muito melhor de se viver! Logo a culpa do mundo estar do jeito que está não é de Deus e sim do ser humano que num ato de desprezo ou rebeldia dá de ombros à lei de Deus que é espiritual, santa, justa, boa, perfeita, bênção, e dada para vida; a lei de Deus não é um muro de isolamento e sim uma cerca de proteção para a preservação da vida e o prolongamento dos nossos dias sobre a face da terra, e um viver que agrada Aquele que graciosamente nos criou!

Mas os homens insistem em desprezar ao invés de buscar conhecer melhor os mandamentos de Deus, bem como também buscar ajuda no Espírito para executarem a vontade de Deus revelada em seus mandamentos.

Jesus disse que não veio abolir os mandamentos de Deus mas cumprir e ensinar a forma correta de cumpri-los o que foi bem mais rígida. Mateus 5: 17-22 VERSÃO ARAMAICA diz: “Não penseis que vim abolir a Torá ou os profetas; não vim para abolir, mas para torná-los plenos. Amen! Por que vos digo que, até que o céu e a terra passem, de modo nenhum passará da Torá um só Yud ou um só traço, até que tudo seja cumprido. Qualquer, pois, que violar uma destas mitsvot, por menor que seja, e assim ensinar aos homens, será chamado o menor no reino dos céus; aquele, porém, que as cumprir e ensinar será chamado grande no reino dos céus. Pois eu vos digo que, se a vossa justiça não exceder a dos professores da Torá e p’rushim, de modo nenhum entrareis no reino dos céus. Ouvistes que foi dito aos antigos: Não matarás; e, Quem matar será réu de juízo. Eu vos digo ainda que todo aquele que se enfurecer contra seu irmão, será réu de juízo; e quem disser a seu irmão: “Eu cuspo em você” será réu diante do Sanhedrin; e quem lhe disser: “Você é um covarde” será réu do fogo do Guehinom.”

Logo Jesus agiu conforme um verdadeiro profeta deve agir, (ensinar as pessoas a não se rebelarem contra a lei de Deus) conforme: Deuteronômio 13: 1-5 “Se se levantar no meio de vós profeta, ou sonhador de sonhos, e vos anunciar um sinal ou prodígio, e suceder o sinal ou prodígio de que vos houver falado, e ele disser: Vamos após outros deuses – deuses que nunca conhecestes – e sirva-mo-los! não ouvireis as palavras daquele profeta, ou daquele sonhador; porquanto o Senhor vosso Deus vos está provando, para saber se amais o Senhor vosso Deus de todo o vosso coração e de toda a vossa alma. Após o Senhor vosso Deus andareis, e a ele temereis; os seus mandamentos guardareis, e a sua voz ouvireis; a ele servireis, e a ele vos apegareis. E aquele profeta, ou aquele sonhador, morrerá, pois falou rebeldia contra o Senhor vosso Deus, que vos tirou da terra do Egito e vos resgatou da casa da servidão, para vos desviar do caminho em que o Senhor vosso Deus vos ordenou que andásseis; assim exterminareis o mal do meio vós.”.

Jesus alertou sobre essa realidade. Mateus 24: 11 Igualmente hão de surgir muitos falsos profetas, e enganarão a muitos; e, por se multiplicar a iniquidade [no grego é ανομια anomia e significa: condição daquele que não cumpre a lei\torah, porque não conhece a lei\torah, porque transgride a lei\torah; desprezo e violação da lei\torah, iniqüidade, maldade], o amor de muitos esfriará.

Jesus certa vez disse: João 19: 30 JFA-RA diz: Então Jesus, depois de ter tomado o vinagre, disse: está consumado. E, inclinando a cabeça, entregou o espírito.

Mas de onde ele pode ter tirado essa expressão. Lamentações 4: 22 JFA-RA+STRONG diz: O CASTIGO da tua maldade ESTÁ CONSUMADO, ó filha de Sião; o SENHOR nunca mais te levará para o exílio; a tua maldade, ó filha de Edom, descobrirá os teus pecados.

Isaías 53: 5b “…o CASTIGO que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.”

Vamos entender o que Paulo estava realmente dizendo aos gálatas usando a versão traduzida do aramaico. Gálatas 4: 4,5 mas, vindo a plenitude dos tempos, Elohim enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido em uma cultura que pervertia a Torá em legalismo, para resgatar os que estavam debaixo do legalismo, a fim de recebermos a adoção de filhos.

Ele nasceu numa época onde as pessoas viviam pervertendo a perfeita obediencia aos mandamentos de Deus em puro legalismo! confiando na obediencia e não na graça de Deus a salvação e justificação! É o legalismo que Paulo combatia e não a obediencia à torah de forma correta! Jesus nasceu num ambiente aonde a obediencia correta dos benditos mandamentos havia dado lugar ao maldito legalismo!

Obedecer a Torah não é errado; mas o obedecer com a pretenção de merecer a salvação por esforços humanos é errado.

Legalismo é obedecer um conjunto de regras biblicas ou extra-biblicas DA FORMA ERRADA, ou seja, confiando a justificação e salvação à este esforço humano, quando na verdade se deve obedecer aos mandamentos divinos e ao mesmo tempo confiar em Deus e em sua maravilhosa graça, bem como na obra que Cristo realizou na cruz, sua morte pelos nossos pecados e sua ressurreição para nossa justificação! Obedecer os mandamentos é dever de quem foi salvo pela graça e deseja se manter salvo; tendo tempo em vida deve sim obedecer os mandamentos do SENHOR que são aplicáveis nos dias atuais.

Jesus alertou o seguinte: Mateus 7: 21-23 Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então lhes direi claramente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade [no grego é ανομια anomia e significa: condição daquele que não cumpre a lei\torah, porque não conhece a lei\torah, porque transgride a lei\torah; desprezo e violação da lei\torah, iniqüidade, maldade].

A lei não foi uma dispensação velha, antiga, ou uma era passada, a lei\torah faz parte da aliança anterior e da aliança atual; não existe nova aliança sem lei; não existe nova aliança sem torah.

Jeremias 31: 31-33 Eis que dias vêm, diz o SENHOR, em que farei uma aliança nova com a casa de Israel e com a casa de Judá. Não conforme a aliança que fiz com seus pais, no dia em que os tomei pela mão, para os tirar da terra do Egito; porque eles invalidaram a Minha aliança apesar de Eu os haver desposado, diz o SENHOR. Mas esta é a aliança que farei com a casa de Israel depois daqueles dias, diz o SENHOR: Porei a Minha lei [towrah ou תרה torah que significa: lei, orientação, instrução] no interior deles, e a escreverei no seu coração; e Eu serei o seu Deus e eles serão o Meu povo.

1 João 5: 1-3 Todo aquele que crê que Jesus é o Cristo, é o nascido de Deus; e todo aquele que ama ao que o gerou, ama também ao que dele é nascido. Nisto conhecemos que amamos os filhos de Deus, se amamos a Deus e guardamos os seus mandamentos. Porque este é o amor de Deus, que guardemos os seus mandamentos; e os seus mandamentos não são penosos [βαρυς barus que significa: peso pesado; muito pesado, duro de carregar].
Conclusão:

Os mandamentos de Cristo são os mandamentos de Deus que ele ensinou e explicou de forma plena como são realmente obedecidos aos olhos de Deus o Pai! Logo não são mandamentos diferentes; e muito menos logo um não substituiu o outro; pois são os mesmos. Não chegaram ao fim; não foram abolidos; não devem ser desprezados!

busque conhecer melhor sobre eles.

https://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=1059754557409638&id=908236062561489

Tags: