Inicio | Temas Bíblicos |Leia a Biblia Leia a Bíblia | Post´s em Espanhol |Doações |Contato pt Portuguese
Esta é a vida eterna: que te conheçam, o único Elohim verdadeiro, e a Yeshua o Messias, a quem enviaste. JOÃO 17:3
faceicon
A IGREJA, NOIVA E CORPO DO MESSIAS: QUEM É?

A IGREJA, NOIVA E CORPO
DO MESSIAS: QUEM É?
Estudo do Rabino James Trimm da organização Americana Nazarena
I – INTRODUÇÃO
Tem havido uma grande confusão ao longo dos anos sobre o que é a
“igreja”. Alguns têm ensinado a
heresia de que a Igreja seria uma nov
a entidade que substituiu Israel. Outros tem ensinado que a Igreja
seria um corpo totalmente independe
nte de Israel. E outros ainda têm ens
inado que a Igreja e Israel
seriam entidades diferentes, mas que se sobreporiam. Com tantas idéias erradas sobre a identidade da
Igreja, chegou a hora de esclarecer a história e
revelar o que, ou quem, a Igreja realmente é.
II – O SIGNIFICADO DA PALAVRA “ IGREJA”
A palavra grega que deu origem ao termo igreja é “ekkle
sia” . Em todos os pontos em que as traduções
convencionais trazem a palavra “ ig
reja” , temos “ ekklesia” no grego. “Ekklesia” é apenas a palavra grega
para o que no português é chamado de “ a
ssembléia” . Apesar da raíz da palavra significar “chamar para
for a”, não há nenhum significado teológ
ico especial nesta palavra. Na
realidade, esta mesma palavra
grega que signfica “assembléia” era us
ada por autores gregos
pagãos clássicos. Inscrições em auditórios
gregos antigos, onde eram rea
lizadas peças ritualísticas da seita Ba
chus também trazem sinais com a
palavra “ekklesia” na seção da platéia. Esta me
sma palavra grega “ekklesia” é usada ao longo da
Septuaginta, tradução grega do Tanach (Primeiro Te
stamento), onde o hebraico
original traz “
assembléia”. Existem outros lugare
s onde “ ekklesia” aparece, mas co
nvenientemente os tradutores das
versões modernas evitaram usar o termo “ igreja” .
Um exemplo disto é Atos 19:32-41, onde a palavra “
ekklesia” é usada para descrever uma multidão de
pagãos enfurecidos. Curiosamente, os tradutores
preferiram usar o termo “ assemb
léia” aqui, embora a palavra seja
a mesma, tant
o no grego quanto no
aramaico. Portanto, não existe um
a “ Igreja” , na concepção moder
na da palavra, descrita na B’rit
Chadashá (Novo Testamento), porque
a palavra que é traduzida como “ igreja” significa apenas
“assembléia” .
III – TRADUÇÕES TENDENCIOSAS
Fazendo uso de uma teologia seletiva, onde pegam apenas
os versículos que interessam e discartam o
restante, alguns teólogos insist
em no absurdo de dizer que a “ Igreja” é um organismo novo que foi
fundado em Atos 2, na ocasião da festa de Shavuot
(Pentecostes) no início da década de 30 DC.
Contudo, se examinarmos com cui
dado a passagem em Atos 2, vemo
s que naquele ev
ento, pessoas
foram sendo “ acrescentadas” à “ Igreja” (Atos 2:47), o
que significa que a “ Igre
ja” já existia naquela
época. E se formos um pouco mais adiante em Atos
7:38, vemos que o versículo fala que Moshe estava
na “ekklesia do deserto” .Se as nossas bíblias conv
encionais não fossem anti-semitas, e fossem 100%
corretas em sua tradução, teriam que dizer que Moshe
estava na “ igreja do deserto” , pois a palavra É A
MESMA (ekklesia). Mas não, neste ca
so eles preferem usar “ congregaç
ão” , pra dar uma falsa idéia de
que a “ Igreja” não foi estabelecida no
Tanach (Primeiro Testamento). Por que? Porque se a “ Ig
reja” foi estabelecida no Tanach, ou seja, muito
antes do que eles defendem, então certam
ente não pode ser uma entidade nova.
IV – A ASSEMBLÉIA QUE
É O CORPO DO MESSIAS
É verdade que a B’rit Chadashá (Novo Testamento)
refere-se a uma “Assembléia” especial. É esta
“Assembléia” que normalmente é chamada de “Igreja” .
Vamos examinar as Escr
ituras para determinar a
verdadeira identidade desta “Assembléia” .
Para começar, é preciso entender que esta “Asse
mbléia” é também conhecida como o “Corpo do
Messias”, como podemos ler abaixo:
“ também Ele [isto é: o Messias] é a cabeça do corpo,
da Assembléia; é o princí
pio, o primogênito dentre
os mortos, para que em tudo tenha a
preeminência,” (Col 1:18) “ e suje
itou todas as coisas debaixo dos
seus pés, e para ser cabeça sobre todas as coisas o deu à Assembléia, que é o seu corpo, o
complemento daquele que cumpre tudo
em todas as coisas.” (Efésios
1:22-23) Aqui cabe uma pergunta:
Mas então, que Assembléia as escr
ituras é alegoricamente equipar
ada ao Messias? Para encontra a
resposta, vamos olhar o que diz
em Matitiyahu (Mateus) 2:14-15:
“ Levantou-se, pois, tomou de noite o menino e sua mãe,
e partiu para o Egito. E
lá ficou até a morte de
Herod, para que se cumprisse o que fora dito da parte
de YHVH pelo profeta: Do Egito chamei o meu
Filho.” (Matitiyahu / Mateus 2:14-15)
Aqui temos Mateus citando uma profecia de Oséias 11:1, e aplicando-a ao Messias. Vamos então voltar
para o contexto desta profecia em Oséias 11:1:
“ Quando Israel era menino, eu o am
ei, e do Egito chamei o meu filho.” (Hoshea / Oséias 11:1) Aqui
Oséias se refere a Israel como sendo o filho que
é chamado do Egito. Is
to nos aponta para uma
passagem na Torá:
“ Depois diga ao faraó que assim diz YHVH: Israel é o meu primogênito, e Eu já lhe disse que o meu filho
ir para prestar-me culto. Mas você não quis deixá-lo
ir; por isso matarei o se
u primogênito.” (Shemot /
Êxodo 4:22-23)
Destas duas passagens aprendemos
que Israel é o primogênito de El
ohim, que é chamado do Egito.
Contudo em Matitiyahu (Mateus) é Yahushua o Messias
que é chamado a sair do Egit
o. E em Col. 1:18 é
o Messias que é o primogênito. Além dist
o, Hebreus 12:23 fala da “ Asse
mbléia do primogênito). Portanto
vimos que Israel é alegoricamente
equiparado ao Messias. Existem algumas razões muito importantes
para esta relação alegórica:
– Ambos são o “ primogênito de Elohim” ;
– Ambos causaram um grande impacto no mundo;
– Ambos nasceram de forma milagr
osa do ventre de suas mães
– Ambos foram levados ao Egito para salvar suas vidas;
– Ambos foram chamados do Egito;
– Ambos foram desprezados e rejeitados por homens;
– Ambos foram alvo de tentativa destruição por parte de Roma;
– Ambos ressuscitam;
Portanto, podemos com segurança conc
luir que Israel é alegoricamente
o “ Corpo do Messias” . E mais:
no Tanach (Primeiro Testamento),
Israel é frequentemente chamado de “
Assembléia de Israel” . No
grego, temos a mesmíssima palavra: “ Ekklesia de
Israel”. Portanto, na re
alidade, não existe uma
assembléia de seguidores de Yahushua que formam
uma entidade chamada “ Igreja” . O corpo do
Messias é Israel, e não essa entidade “ Igreja” que foi erroneamente inventada com a
distorção das Escrituras. Yahushua não veio criar
uma religião nova, mas sim ser o Messias de uma
religião antiga. Vemos aqui claram
ente que a “ Igreja” da forma como muitos cristãos entendem nunca
existiu. Consequentemente, todas as passagens na B’ rit Chadashá (Novo Testamento), se referem não à
essa entidade “ Igreja” , que não existe, mas sim a Is
rael. Repare que Romanos 11 confirma essa idéia.
Romanos 11 não diz que os gentios que se convertem
ao Elohim de Israel formam um novo corpo, ou
uma oliveira separada, mas
que são enxertados na Oliveira
já existente: Israel.
V – ONDE FICAM OS SALVOS ENTÃO?
SÃO PARTE DO CORPO DO MESSIAS?
Resta ainda entendermos como fica a questão de quem
é salvo. Para isto, vamos analisar o texto de
Êxodo 12:43-49:
“ Disse mais YHVH a Moisés e a Arão: Esta é
a ordenança do Pessach; nen
hum, estrangeiro comerá
dela; mas todo escravo comprado por dinheiro, depoi
s que o houveres circuncidado, comerá dela. O
forasteiro e o assalariado não comer
ão dela. Numa só casa se comerá
o cordeiro; não levareis daquela
carne fora da casa nem lhe quebra
reis osso algum. Toda a congregação
de Israel a observará. Quando,
porém, algum estrangeiro peregrinar entre vós e qui
ser celebrar o Pessach de YHVH, circuncidem-se
todos os seus varões; então se chegará e a celebrar
á, e será como o natural da terra; mas nenhum
incircunciso comerá dela. Haverá uma mesma Torá
para o natural e para o estrangeiro que peregrinar
entre vós.”
Há algumas coisas que podemos aprender desta passagem:
1 – Toda a “ Assembléia” de Israel deveria comer o Pessach
2 – Neste meio, eram contados gentios que hav
iam sido circuncidados, e gentios incircuncisos
3 – Gentios circuncidados tinham parte
no Pessach, gentios incircuncisos não
4 – Tanto circuncidados quanto incircuncisos foram salvos na ocasião
De 1 e 3, podemos concluir que:
5 – somente eram parte da “ Assemblé
ia” aqueles que eram circuncisos.
6 – A “ Assembléia” incluia os naturais da casa
de Israel, e os não-judeus
que eram obedientes (repare
aqui que não são chamados de Is
rael, são “ enxertados” )
Esta é uma conclusão simples e categóric
a extraídas de Shemot (Êxodo 12:43-49)
O item 4 é confirmado ainda por Atos
15, que deixa bem claro que ninguém
precisa ser circuncisado para
ser salvo. De 4 e 5, podemos concluir o seguinte:
Se só é parte da “ Assembléia” quem é circuncisado
(5), e existem pessoas que são salvas sem serem
circuncidadas, então:
7 – Existem pessoas que são salvas e NÃO fazem parte do corpo do Messias
VI – O CORPO DO MESSI
AS E A IMERSÃO NA RUACH
Uma outra evidência para esta situação
é a passagem de 1 Cor. 12:12-13, que diz:
“ Ora, assim como o corpo é uma
unidade, embora tenha muit
os membros, e todos os membros, mesmo
sendo muitos, formam um só corpo, assim também com respeito a Messias. Pois em um só corpo todos
nós fomos imergidos em um único Es
pírito: quer judeus, quer arameus, quer
escravos, quer livres. E a todos nós foi dado beber de uma única Ruach (Espír
ito).” Desta passagem
podemos concluir que todos os membros da “ Assemb
léia” com Israel foram imergidos na Ruach
HaKodesh (Espírito Separado). Note que aqui a orde
m dos fatores é importante: a imersão na Ruach
HaKodesh (Espírito Separado) não é
garantia de fazer parte da “ Assembléia” . Ora, se vimos
anteriormente que existem salvos que não são parte da “
Assembléia” , então a Bíblia deve trazer algum
indício de que havia salvos que não haviam re
cebido a Ruach HaKodesh (Espírito Separado).
“ Estes, ao chegarem, oraram para que eles recebe
ssem a Ruach HaKodesh (Espírito Separado), pois a
Ruach ainda não havia descido sobre nenhum deles;
tinham apenas sido imergi
dos em nome do Senhor
Yahushua. Então Kefá (Pedr
o) e Yochanan (João) lhes
impuseram as mãos, e eles receberam o Espírito
Separado.” (Atos 8:15-17) Isto c
onfirma nossa tese! E mais, a Ruach foi dada primeiramente àqueles que
eram observantes da Torá, conforme podemos ver:
“ Nós somos testemunhas destas coisas, bem como
a Ruach HaKodesh, que El
ohim concedeu aos que
lhe obedecem”.
VII – COMO POSSO FAZER PA
RTE DO CORPO DO MESSIAS?
Já vimos que nem todos os que são salvos fazem parte do Corpo do Messias. Pela conclusão de número
6 do ítem anterior, vimos que para fazer parte do
Corpo do Messias, é necessária a obediência aos
mandamentos de Elohim (e isto inclui observar a Torá
!), simbolizada aqui pela ci
rcuncisão. O próprio Rav.
Sha’ ul (Paulo) usa este mesmo simbolismo (da circ
uncisão como símbolo de
obediência) em Romanos 2.
Repare que as próprias Escrituras
demonstram que existem difer
entes níveis de galardão após a
salvação, baseados na obediência à Torá
do Eterno. Alguns exemplos disto:
1 – O ‘ menor’ e o ‘ maio
r’ no Reino em Mt. 5
2 – A parábola das 10 virgens (que ficaram de fora das bodas do Cordeiro)
3 – As ‘ diferentes glórias de 1 Co. 15’
Outro indício de que, dentre os salvos, só far
ão parte do Corpo do Messias os que obedecerem aos
mandamentos de Elohim está no livro de Apocalipse
. Este livro nos deixa duas coisas claras:
– Que Yahrushalayim é a Noiva do Messias (simbo
lizando aqueles que entrarão nela) –vide Apocalipse 21
– Que somente entrarão em Yahr
ushalayim os que cumprirem os mandamentos de Elohim – vide
Apocalipse 22:14
Vemos aqui claramente que ser Corpo/Noiva do
Messias é uma questão dupla: primeiramente é
necessário ser salvo, em segundo lugar
é necessário pertencer à “ Assemblé
ia” , e isto significa participar
da aliança do Sinai, cumprindo os mandamentos do Eter
no, pois Êxodo 12 conclui dizendo “ Haverá uma
mesma Torá para o natural e para o
estrangeiro que peregrinar entre vós.”
VIII – CONCLUSÃO
Vimos neste artigo que, segundo as escrituras:
1 – A Noiva do Messias é a “Assembléia” de Israel
2 – Israel continua a ser Israel, mas os gentio
s salvos e obedientes se juntam à “Assembléia”
3 – Nem todos os que são salvos são parte da “Assembléia”
4 – Para fazer parte da “Assembléia”, é necessário
obediência (e isto inclui a observância da Torá)
O autor deste estudo usa o nome Aramaico do messias
(Yeshua) nós colocamos a fórmula hebraica
(Yahushua).

Tags:,