Inicio | Temas Bíblicos |Leia a Biblia Leia a Bíblia | Post´s em Espanhol |Doações |Contato pt Portuguese
Esta é a vida eterna: que te conheçam, o único Elohim verdadeiro, e a Yeshua o Messias, a quem enviaste. JOÃO 17:3
faceicon
O ANO NOVO EM JANEIRO ? PORQUÊ ?

O ANO NOVO EM JANEIRO ? PORQUÊ ?
Pouca gente sabe e nem se interessa saber,porquê o Ano Novo começa em
Janeiro. Mas a Verdade está bem patente na Escritura Sagrada !
Será que alguém está interessado em conhecer qual é a data apropriada
para se iniciar o Ano Novo ?
Qual é o tempo designado pelo Todo-Poderoso dos Céus ?
No nosso Hemisfério Norte,encontramos o Ano Novo fixado no pino do Inverno,quando a vida vegetal do campo está adormecida.Mas com um pouco de paciência podemos descobrir agora,porquê tem acontecido este hábito através dos séculos,que se transformou numa confusão preocupante.
Vamos aos factos históricos.
Ainda Portugal não existia,já os Romanos dominavam a Península Hispânica, hoje conhecida por Ibérica e porque naquele tempo só existia a Espanha em todo o território da Península,que estava integrada no poderoso Império Romano. Depois da sua queda e saída da Península,os Romanos deixaram muitos
vestígios da sua presença,tais como pontes,estradas,monumentos,etc.
Mas também deixaram sinais da sua mitologia.
É bem conhecido da História Secular que os Romanos eram politeístas,pois
praticavam o culto de muitos deuses,ídolos de sua devoção.
Um sinal bem evidente é a designação dos dias da semana e dos meses do
ano sempre dedicados aos seus deuses. Também se atribui a eles o início dos
dias à meia-noite e o princípio do ano na época que hoje conhecemos.
Rómulo,fundador de Roma,começava o ano em 1 de Março,estabelecendo
o Calendário Romano,determinando que o ano teria 300 dias,dividido em 10
meses. O seu sucessor,chamado Numa Pompílio,acrescentou mais dois meses,
ficando o ano com doze.
O Imperador Júlio César reformou o Calendário para o harmonizar com o
ano solar.Foi intercalado um dia complementar que fazia o ano bissexto de
quatro em quatro anos. Era o Calendário Juliano.
Do século XIII em diante,por influência da Igreja Católica Romana,o
primeiro dia do ano,era no Sábado de AleluYAH.
Em 1.560,Carlos IX de França,repôs o primeiro dia do ano em 1 de Janeiro. Mas em 1.582,o Papa Greg.XIII,procurou acertar o Calendário e
chamou ao dia 5 de Outubro,como se fôsse dia 15,acrescentou dez dias,mas
mesmo assim,ficaram algumas diferenças na contagem do tempo.
Este calendário que substituíu o Juliano,tem hoje um avanço de treze dias
sobre o anterior.Mas quáse todos os governos da Europa e do resto do Mundo
o aceitaram. Era o Calendário Gregoriano !
Em 1.806,depois de várias tentativas de acerto,o Calendário em vigor -O
Gregoriano – foi restabelecido e assim se continuou a iniciar o Ano Novo em
Um de Janeiro !
O Dicionario Grande Larousse de 1.960,diz o seguinte:
“Primeiro mês do ano,cujo nome vem de Jano,rei de Lácio ao qual o mês
estava consagrado.Êle teria sido o rei mais antigo do Lácio. Jano era dotado
de sagacidade tão perspicaz que o passado e o futuro estavam sempre diante
dos seus olhos.Existe dupla faculdade fêz com que o representassem com duas
faces.Em Roma,o templo de Jano, só se fechava quando a nação estava em
Paz o que só aconteceu nove vezes em mil anos”.
Já agora podemos descobrir pelo mesmo Grande Larousse,o que significa
Lácio na História.
“Antiga região de Itália Central entre a Etrúria e a Campania,ao largo do
Mar Tirreno. As suas cidades principais eram Fidena,Prenede,Túscula,Antemes
e,finalmente Roma,que aos poucos foi impondo a sua Hegemonia.Os habitantes
de Lácio,chamavam-se Latinos.O território que actualmente correspode a
Lácio é muito popular e a sua capital é Roma”.
Como se acaba de ver,Roma teve sempre grande preponderância na sua
região.Aprendemos também a origem do nome “Latino”,com que se conhecem
os povos,aos quais nós pertencemos.
Regressando ao nome de Jano,podemos ler no Dicionario Enciclopédido de
Koogan-Larousse,de 1.981:-
“Jano,divindade Latina,bastante antiga,significando a “porta” ou “abertura”
geralmente representado com dois rostos,olhando em direcções opostas.
“Presidia ao começo de todos os empreendimentos e era,portanto,invocada
antes de todos os deuses.A sua festa principal tinha lugar no dia de Ano Novo
em 1 de Janeiro”.
Como é evidente,esta divindade era um ídolo dos Romanos,o mais importante de todos os deuses.
Que valor terá um ídolo ou deus ?
O Grande Larousse,diz:
“Figura que por representar uma divindade,é objecto de culto”.
Afinal que importância tem um ídolo na Escritura Sagrada ?
É aqui que encontramos a explicação exacta e correcta que nos apoia e
dá coragem e força espiritual que nos ajuda a afastar do Paganismo.
Nunca será demais “espreitar” a Escritura Sagrada “por dentro”.
E assim nos poderemos fortalecer na Fé no nosso Salvador Yahshua, O Messias,que o mundo grego e latino conhece por Jesus Cristo (o Messias).
ELE foi enviado pelo Pai Celestial para nos ensinar o Caminho,a Verdade e a Vida (João 14:6) e que depois nos enviou o Espírito Santo como Consolador
e Guia para nos confirmar tudo quanto Yahshua,nos tinha dito e nos orientar
os passos no Caminho Estreito que conduz à Salvação Eterna !
Passamos agora a examinar o conceito da Escritura acerca de um ídolo,transcrevendo as seguintes passagens do Livro Sagrado:-
“Porque grande é Yahweh,e muito para louvar,e mais tremendo é do que
todos os deuses (ídolos).
26-Porque todos os deuses (ídolos) das nações são vaidades;porém Yahweh
fêz os Céus”. ( I Crón.16:25,26).
“Porque todos os deuses (ídolos) dos povos são coisas vãs;mas Yahweh fêz
os Céus”.(Sal.96:5).
“Os ídolos (deuses) dêles são prata e ouro,obra das mãos dos homens”.
(Sal.115:4).
“Tornarão atrás e confundir-se-ão de vergonha os que confiam em imagens
de escultura,e dizem às imagens de fundição:Vós sois os nossos deuses” (ídolos). (Isa.42:17).
“Congregai-vos,e vinde:chegai-vos juntos,os que escapastes das nações:
nada sabem os que conduzem em procissão as suas imagens de escultura,
feitas de madeira,e rogam a um deus (ídolo) que não pode salvar”.
(Isa.45:20).
“Portanto,eis que vêm dias,diz Yahweh,em que visitarei as suas imagens de
escultura;e gemerá o traspassado em toda a sua terra”. (Jer.51:52).
Depois destas referências na Escritura temos que avaliar e decidir de uma
vez por todas,nunca festejar datas pagãs que são abominações para o Criador
Todo-Poderoso Yahweh (IAUÉ).
Busquemos nas páginas do Livro de Josué,ler e meditar,nos seus conselhos
sábios e proveitosos para a nossa edificação espiritual.
“Agora,pois,temei a Yahweh,e servi-O com sinceridade e com Verdade:e
deitai fora os deuses (ídolos) aos quais serviram vossos pais dalém do rio e no
Egipto,e servi a Yahweh.
“Porém,se vos parece mal aos vossos olhos servir a Yahweh,escolhei hoje a
quem sirvais:se os deuses (ídolos) a quem serviram vossos pais,que estavam
dalém do rio,ou os deuses (ídolos) dos Amorreus,em cuja terra habitais:porém
EU e a minha casa SERVIREMOS A YAHWEH”. (Jos.24:14,15).
Mas,pensará o céptico,isto era para os Israelitas,conhecidos hoje como povo Judeu,no entanto a Escritura responde sem qualquer dúvida.
Sim,é verdade. Sabemos que antes da Vinda de Yahshua,o Messias (ou
seja o popular Jesus-Messias),não tínhamos acesso às Promessas que Yahweh
tinha feito ao Seu Povo Israel,por meio de Abraão:-
“E disse (Yahweh):Por Mim mesmo,jurei,diz Yahweh: Porquanto fizeste esta acção,e não me negaste o teu filho,o teu único.
17-“Que deveras te abençoarei e grandìssimamente multiplicarei a tua semente (descendência) como as estrêlas dos Céus,e como a areia que está na praia do mar; e a tua semente (descendência) possuirá a porta dos seus inimigos.
18-“Em em tua semente (descendência) serão benditas tôdas as nações da
Terra;porquanto obedeceste à Minha Voz”. (Gén.22:16-18).
Ver também Gén.12:1-3; 13:15,16; 17:2,7.
E o Apóstolo Paulo nos confirma em Efésios 2:12-14:
“Que naquele tempo estáveis sem O Messias,separados da Comunidade d’ Israel,e estranhos aos Concertos da Promessa,não tendo esperança,e sem Yahweh no Mundo.
“Mas agora em o Messias YAHshua,vós que antes estáveis longe,já pelo
sangue de O Messias chegastes perto.
“Porque ÊLE é a nossa Paz,o qual de ambos os povos fêz um;e,derribando
a parede de separação que estava no meio”.
E assim,podemos ter acesso às Promessas que Yahweh fêz ao Patriarca
Abraão:
“Mas,depois que a Fé veio.já não estamos debaixo de aio.
“Porque todos sois filhos de Yahweh pela Fé em O Messias YAHshua.
“Porque todos quantos fostes Baptizados em O Messias já vos revestistes
de O Messias.
“Nisto não há Judeu,nem Grego;não há servo nem libre;não há macho nem
fêmea;porque todos vós sois um em o Messias YAHshua.
“E SE SOIS DE O MESSIAS,ENTÃO SOIS DESCENDÊNCIA DE ABRAÃO,
E HERDEIROS CONFORME A PROMESSA”.
(Gál.3:25-29).
Depois de entender isto ficamos cientes de que somos ou fazemos parte do
Povo de Yahweh – o Israel Espiritual – por isso devemos buscar na Sua
Palabra Inspirada a Sagrada Escritura – qual é a data apropriada para o
início do Ano Novo.
“E falou Yahweh a Moisés e a Aarão na terra do Egipto,dizendo.
“Este mesmo mês vos será o princípio dos meses:êste vos será o primeiro
dos meses do ano”. (Exodo 12:1,2).
“E hoje no mês de Abibe,vós saís”.~
(Exodo 13:4).
Passando a Deut.16:1,lemos:
“Guarda o mês de Abibe,e celebra a Páscoa a Yahweh teu Todo-Poderoso:
porque no mês de Abibe,Yahweh teu Todo-Poderoso, te tirou do Egipto de noite
O Unger’s Bible Dictionary de 1.983,explica que o Povo de Israel dividia o
ano de acordo com os fenómenos naturais exclusivamente,combinando,por isso,
o ano solar com o lunar.
Os meses começam com a Lua Nova,mas o primeiro mês foi fixado ao iniciar
-se o Exodo e pela celebração da Páscoa,como uma Festa Sagrada a Yahweh
Todo-Poderoso – acontecia pelo amadurecer dos primeiros grãos de cereais,
que no caso era a Cevada.
Abibe,que se pronuncia “Avive”,significa “Espigas Verdes” em Hebraico.
O mês Abibe tem 30 dias,como primeiro do Ano Sagrado,no Equinócio da
Primavera,no Hemisfério Norte, em que estamos,tal como a Terra de Palestina.Este mes tem o nome de Nisán,depois do Exílio e Abibe ou Nisán.
correspondem a Março/Abril do Nosso Calendário Gregoriano.
E assim ficámos esclarecidos que o Ano Novo,segundo está determinado pela Soberania de Yahweh e se inicia na Páscoa,quando os campos,passado o
Inverno se renovam com a vegetação que brota do terreno,pela acção térmica
e bem fazeja do sol-outro elemento da Criação Celestial de Yahweh.
No meio da confusão do nosso tempo – da Babilónia Moderna – qual deve
ser a atitude correcta de quem crê e aceita a Palavra Sagrada de Yahweh ?
Será de Obediência exclusiva a Yahweh não participando nos hábitos e
costumes que gravitam no nosso tempo e que constituem exactamente uma
imitação da Babilónia Antiga do primeiro Imperador do Mundo um devasso, chamado Nimrode,que se tornou poderoso e caçador,logo após o Dilúvio.
Não podemos deixar de lamentar a loucura das festas de passagem de ano,
com música frenética que as televisões nos mostram,como se fôsse algo decente e construtivo para a Sociedade Moderna.Que sente algo avançada nos tempos e de elevada compostura social.Mas esquece o mais importante.
Porque os factos são eloquentes,mostram uma parcela da nossa sociedade envolvida em espectáculos de baixo estofo moral – uma autêntica loucura licenciosa de pecado e luxúria.
Infelizmente é o que se pode ver nas reportagens dos Órgãos de Comunicação Social,isto por todo o Mundo desde a Austrália até aos Estados Unidos,passando pela Europa.
Todos nós que desejamos uma vida diferente,com futuro,apontando para uma Sociedade vivendo de harmonia com a Vontade Suprema de Yahweh,vamos aceitar o Conselho Sábio e Prudente inspirado na Sagrada Escritura,que nos exorta com este aviso Celestial,referindo-se ao pecado que envolve a toda a
Humanidade:-
“… não sejas participante dos seus pecados,e para que não incorras nas
suas pragas”.(Rev.18:4).
Infelizmente,existe uma organização religiosa que é descendente da antiga Babilónia,donde herdou e adoptou nas suas doutrinas e costumes as tradições antigas para um comportamento diferente de harmonia com a Sagrada Escritura.Mas aquela organização religiosa que nunca assumiu o seu dever,
como Igreja Única pretendendo assumir perante o seu Mundo a sua pretensa missão na religião do Novo Testamento.
A Escritura Sagrada identifica-a claramente em todo o capítulo 17 de Revelação. Essa é a Babilónia Moderna.
Será muito proveitoso ler com cuidado e atenção e acatar o Conselho inspirado do Autor da Revelação que mostrou ao Apóstolo João.
O Revelador é YAHshua,o Messias,nosso Pastor Celestial.
Será necessário reler a passagem de Rev.18:4:
“… Caíu,caíu a Grande Babilónia … E ouvi outra voz do Céu que dizia:
‘Saí dela,povo meu,para que não sejas participante dos seus pecados,e para que não incorras nas suas pragas”.
Comparar com Rev.17:1-3-5,15-18.
Um voto para terminar este artigo:
Demos as mãos e peçamos a Yahweh Todo-Poderoso que nos proteja de cair nas “garras” da Babilónia Moderna e que nos ajude a cumprir a Sua Vontade como Governador do Universo.
AleluYAH
———————————————————-
Esboço histórico e associado à Sagrada Escritura
Elaborado por Adelino Nobre – Moita – Portugal

Tags: