Inicio | Temas Bíblicos |Leia a Biblia Leia a Bíblia | Post´s em Espanhol |Doações |Contato pt Portuguese
Esta é a vida eterna: que te conheçam, o único Elohim verdadeiro, e a Yeshua o Messias, a quem enviaste. JOÃO 17:3
faceicon
O APÓSTOLO PAULO NÃO ENSINOU A GUARDAR O DOMINGO

O APÓSTOLO PAULO NÃO ENSINOU A GUARDAR O DOMINGO

Foi muito cedo,em Janeiro quando,finalmente,fui com o meus vizinhos assistir aos serviços religiosos ao
Domingo. Depois de ouvir a liturgia e dar atenção a um sermão simples,mas curto,sôbre a Fé e a crença,pediu-se a
todos os membros para se deslocarem a uma mesa colocada numa dependência nas traseiras da sala de reuniões.
Aí estavam caixas com envelopes para o Novo Ano.Era fácil encontrá-los,estavam todos arrumados por ordem
alfabética. De regresso a casa,no carro do meu vizinho,uma das crianças,puxou-me por um braço e passou-me um
envelope que tirou da caixa e perguntou-me:”Não é bonito? De facto,eram coloridos. Tinham escrito,em letras
douradas,estas palavras:”Envelopes para o serviço de cada Domingo”.
Como é óbvio,estavam distribuindo envelopes para o prato de colecta de cada Domingo. Em cada envelope,estava escrito o seguinte versículo:-“No primeiro dia da semana cada um de vós ponha de parte o que puder ajuntar,conforme a sua prosperidade,para que se não façam as colectas quando eu chegar”.
( I Cort.16:2).
Ao notar que eu olhava para o envelope,o meu amigo comentou:”Isso se torna bem claro,não é verdade? Temos
que recolher as colectas no primeiro dia da semana”. Nisto o meu vizinho,parou o carro numa esquina da rua e
depois das despedidas,deixou-me sair.Enquanto êle se afastava,eu ponderava no significado do versículo.
De maneira nenhuma estabelecia o primeiro dia da semana como dia de adoração.
No entanto,muitas Igrejas afirmam que como este versículo,aparentemente,que se dê uma oferta no primeiro dia
da semana,o Domingo será o dia de adoração.
Há aqui um exemplo de “texto de prova”,onde primeiro se estabelece uma doutrina e depois de uma análise,
se apresenta um versículo para provar essa hipótese.Passemos a examinar esta passagem que se usa para mostrar
que o Domingo é o Dia de Repouso no Novo Testamento:-“Ora,quanto à colecta que se faz para os santos,
fazei vós também o mesmo que ordenei às Congregações da Galácia”.
(I Cort.16:1).
A palavra colecta nesta passagem na Concordância de Strong Nº. 3048, é loguiac e traduz-se tanto como
reunião,tanto como colecta. Não se trata de uma oferta. Paulo fala aqui de uma colecta para os santos,para os
irmãos,o corpo de crentes,não para o Templo. Isto não é um dízimo. É uma colecta para dar aos santos,por uma
boa razão.
O PONTO CENTRAL É A FOME
Uma análise cuidadosa,mostra que estava aumentando uma epidemia de fome na Judeia,a qual tinha sido
anunciada pelos Profetas junto com Agabo.
“E naqueles dias desceram Profetas de Jerusalém para Antioquia.
28-“E,levantado-se um deles,por nome Agabo,dava a entender,pelo Espírito,que haveria uma
grande fome em todo o Mundo,e isso aconteceu no tempo de Cláudio César”.
(Actos 11:27,28).
Aparentemente a grande fome foi muito forte,especialmente na Judeia e nos arredores de Jerusalém.
A falta de comida ,como se deve calcular,uma crise grave e os irmãos de Antioquia decidiram reunir provisões
alimentares para ajudar os santos na Judeia. Talvez na sua generosidade,aqueles Crentes Gentios de Antioquia,
estavam a expressar a sua gratidão pelo conhecimento de Yahweh e do Evangelho de Yahshua que lhes deu a
Assembleia Judaica,que agora sofria com a fome em Jerusalém
Continuemos com outros eventos relativos a I Cort.16:2:
“E os discípulos determinaram mandar,cada um conforme o que pudesse,socorro aos irmãos que
habitavam na Judeia.
30-“O que êles com efeito fizeram enviando-o aos Anciãos por mão de Barnabé e de Saulo”.
(Actos 11:29,30).
Agora os próprios discípulos se ocupavam por ajudar o melhor possível os seus irmãos que sofriam com fome.
Paulo em I Cort.16:2, dá pressa ao irmãos para que ponham de parte produtos alimentares para os pobres em
Jerusalém. Algumas traduções assumem que a “colecta para os santos” significava dinheiro. No entanto,o “alívio”
que se ia enviar por causa da fome é muito provável que haja sido uma oferta de frutas,cevada,trigo nozes,frutos
de palmeira,figos,queijo,passas de uva e outros produtos alimentares da zona.

RECOLHER PROVISÕES DEMORA TEMPO
Leiamos outra vez a passagem de I Cort.16:2:-
“No primeiro dia da semana cada um de vós ponha de parte o que puder ajuntar,conforme a sua
prosperidade,para que se não façam colectas quando eu chegar”.
Paulo pede aos irmãos em Corinto que ajuntem produtos alimentares e os tenham guardados em casa.
Não se fala nada de reuniões para adoração e esta,nem sequer se menciona ou implica,
Os irmãos deviam,simplesmente,”armazenar” em casa as provisões e outros produtos em houvessem prosperado
e que poderiam repartir para aliviar a escassez dos santos em Jerusalém,afligidos pela fome.
Teria sido pesado e lento para os irmãos,ir pelos campos em volta tratando de recolher todas as provisões para
alimentar,com Paulo à espera,na porta de cada um para as receber.
Os cereais em grão podiam enviar-se em sacos,assim como os figos,passas de uva e outros produtos alimentares
disponíveis em Corinto.
Paulo explicou que seria melhor ter tudo preparado e pronto para levar de modo que os portadores pudessem
recolhê-los no princípio da semana e levá-los para a Judeia.
Este versículo 2 de I Cort.16,tem sido muito mal traduzido.
A palavra “dia” não está no texto original e aparece em itálico em algumas Bíblias.
No original,diz simplesmente,”No primero da semana…”.
É recomendado que ponham de parte produtos para comer,já seja domingo,segunda ou quarta-feira,para
evitar assim,maior aperto,na última hora,quando Paulo chegasse.

NÃO SE TRATA DE DINHEIRO
Normalmente,não se “recolhe” dinheiro. O dinheiro e as moedas,usualmente,guardam-se em casa,já “recolhidas”
em lugar seguro. No primeiro dia da semana é o melhor tempo para recolher a ajuda e arrumá-la de parte,
porque os de Corinto,estariam a observar o Repouso do Sétimo Dia – o Sábado – segundo os ensinos de Paulo:
4-“E todos os Sábados disputava na Sinagoga,e convencia a Judeus e Gregos.
19-“E chegou a Éfeso,e deixou-os ali;mas êle entrando na Sinagoga,disputava com os Judeus.
20-“E,rogando-lhe êles que ficasse por mais algum tempo,não conveio nisso.
21-“Antes se despediu dêles,dizendo:querendo Yahweh,outra vez voltarei a vós.E partiu de Éfeso”.
(Actos 18:4,19-21).
O anúncio do pedido dos irmãos da Judeia e das suas necessidades no tempo da fome se faria durante as
reuniões do Sábado.
A Nova Versão Internacional,traduz I Cor.16:2,erradamente:-“No primeiro dia de cada semana,cada qual deve separar uma importância em dinheiro”.
A palavra Grega para dinheiro Jrema ou Argurion e Kerma,não aparecem em nenhum lugar em todo este capítulo
Trata-se de uma ajuda para os santos atingidos pela fome.
O versículo seguinte diz:-“E quando eu tiver chegado,mandarei os que por cartas aprovardes,para
levar a vossa dádiva a Jerusalém”. (I Cort.16:3).
No original aparece a palavra “liberalidade”,que não se considera,em geral,como uma oferenda para a Obra de
Yahweh,para proclamar as Boas Novas. É o nº.5485 da Concordância de Strong JÁ’RIS,que significa Graça,
Gratidão,como influência Celestial no coração dos Crentes.
Liberalidade é aqui,um dom dos irmãos Gentios para com os que sofriam em Jerusalém,dado do coração por
um profundo amor pelos irmãos.
Paulo compartilha o seu ensino com estes irmãos de que o que semeia escassamente,colherá escassamente,
depois passa a repreender o egoísmo e dar urgência a todos para ser generosos.
“Porque a administração do serviço não só recorda a pobreza dos irmãos,senão que é abundante também em
muitas acções de graças para o Todo-Poderoso Yahweh”.
Esta é a mesma mensagem que enviou aos irmãos na Galácia:
“Recomendando-nos sòmente que nos lembrássemos dos pobres:o que também procurei fazer
com diligência”. (Gálatas 2:10).
Agora,Paulo vai para Jerusalém a ver os irmãos,levando consigo os produtos que apartaram para os ajudar
no sustento para minimizar a grave fome que os atingiu.
“Mas agora vou a Jerusalém para ministrar aos santos.
26-“Porque pareceu bem à Macedónia e à Acaia fazerem uma colecta para os pobres dentre os
santos que estão em Jerusalém”.
(Romanos 15:25,26).
Aqueles Gentios haviam aprendido a Verdade de Yahweh ensinada pelos Judeus de Jerusalém e era apenas
apropriado e adequado que na sua gratidão lhes pagassem aos irmãos com aquele atendimento na sua hora de
escassez alimentar.
“Isto lhes pareceu bem,como devedores que são para com êles.Porque,se os Gentios foram
participantes dos seus bens espirituais,devem também ministrar-lhes os temporais.
28-“Assim que,concluído isto,e havendo-lhes consignado êste fruto,de lá passando por vós,irei à
Espanha”. (Romanos 15:27,28).

UM EXEMPLO DE ALTRUÍSMO
É óbvio que,por uma análise cuidadosa,vemos que I Cort.6:1-4,se torceu para justificar a observância do
Domingo. De facto,não tem,absolutamente,êsse significado.Está escrito para nos mostrar que devemos ter amor
pelos irmãos e ser uma ajuda para os que estão sofrendo necessidades,sejam elas quais forem.
Paulo,é evidente,escreveu esta passagem como um exemplo do “fruto” dos Gentios que o Apóstolo enviou com
muita alegria. Por êste exemplo de altruísmo,nos anima,segundo já lemos no conselho de Paulo aos irmãos na
Galácia,já mencionado acima.
Não encontramos nenhuma indicação,nem Mandamento em parte alguma do Antigo ou no Novo Testamento,de
que o Dia de Repouso – o Sábado – no qual adoramos a Yahweh, que haja sido mudado.
Ainda é o Sétimo Dia da semana,conhecido como Shabat no original Hebraico.
Tem continuado efectivo,em vigor,desde a própria Criação,quando Yahweh separou e abençoou o Sétimo Dia.
“E havendo Yahweh-Eylohim acabado no Dia Sétimo a sua obra,que tinha feito,descansou no
Sétimo Dia de tôda a sua obra,que tinha feito.
3-“E abençoou Yahweh-Eylohim o Dia Sétimo,e o santificou:porque nêle descansou de tôda a sua
obra,que Yahweh-Elohim criara e fizera.”
(Génesis 2:2,3).
CREDOS RELIGIOSOS QUE GUARDAM O DOMINGO
As seguintes autoridades de Igreja e da Cristandade,reconhecem que o Sábado é a observância original e
correcta e não o primeiro dia da semana:
=/- Houve e ainda há um Mandamento para Santificar o Sétimo Dia da Semana,porque o Dia de Repouso,não era
o Domingo. Será dito,no entanto e como alguma vaidade pelo triunfo,que o Dia de Repouso foi transferido do
Sétimo Dia para o Primeiro dia da Semana.Onde poderá encontrar-se o registo de semelhante transferência?
Não será no Novo Testamento”.
(Dr.Edward Hiscox,autor de The Baptist Manuel).
=/-De esta mesma Igreja Católica,vocês aceitaram o seu Domingo e êsse Domingo,como Dia do Senhor,ela o
transmitiu como uma tradição e todo o mundo Protestante o aceitou como tradição,porque vocês não têm nem
um Jota da Sagrada Escritura para o estabelecer.Portanto,o que vocês aceitaram como uma regra de Fé,inadequada
como é,claro está,assim como o seu Domingo,vocês o aceitaram sob a autoridade da Igreja Católica Romana”-
(D.B.Ray, The Papal Controversy).
=/-Em nenhuma parte da Sagrada Escritura encontramos que Jesus ou os Apóstolos hajam ensinado que o Dia
de Repouso se mudasse do Sábado para o Domingo. Temos o Mandamento do Todo-Poderoso dado a Moisés
para Santificar o Dia de Repouso ou seja o Sétimo Dia da Semana – o Sábado .Actualmente,os Cristãos observam
o Domingo por que nos foi ordenado pela Igreja Católica Romana,fora da Bíblia”.
(Catholic Virginian – 3 de Outubro de 1.947).
=/- “Eles os Católicos,referem-se ao Dia de Repouso como se tenha mudado o Dia do Senhor,contrário ao
Decálogo – os Dez Mandamentos – como parece. Tampouco há aí um exemplo de que façam mais do que uma
mudança do Dia de Repouso. O Domingo que se celebra na Cristandade não é por Mandamento do Criador
Todo-Poderoso. Grande,dizem êles,é o poder da Igreja,já que dispensou um dos Dez Mandamentos”.
(Augsburg Confessión – Art.28,página 24).
=/-Várias vezes tenho oferecido cinquenta dólares a qualquer pessoa que possa provar-me na Bíblia,que estou
obrigado a santificar o Domingo. Não existe tal Lei na Bíblia… É uma lei da santa Igreja Católica sòmente.
A Sagrada Escritura diz:-“Lembra-te do Dia do Sábado para o Santificar…”.
Pelo contrário,a Igreja Católica diz:Não. Pelo meu poder divino eu anulo o Dia do Sábado e lhes mando
observar o dia de Domingo,o primeiro dia da semana. “Eis que todo o Mundo civilizado se ajoelha em
obediência reverente ao Mandamento da santa Igreja Católica”.
(T. Enright,CSSR,num discurso em 1,884).
=/- “A Lei Moral,contida nos Dez Mandamentos e apoiada pelos Profetas, Jesus,o Messias, não a eliminou.
Não foi desígnio da sua primeira vinda,revogar nenhuma parte da sua Lei.
Esta Lei nunca poderá ser quebrantada.Cada parte desta Lei deve permanecer em vigor sobre a Humanidade
e por todos os séculos,sem depender,nem do tempo,nem do lugar,nem de nenhuma outra
circunstância,sujeita a mudança,senão na Natureza do Criador Todo-Poderoso e a natureza do homem
e a imutável relação entre uma e outra”.
(John Wesley.Sermões sobre diversas ocasiões. Vol.1, nº.25).
=/- “Sendo imperativo eliminar a superstição,o Dia Santo dos Judeus,foi abolida e coisa necessária para manter
a decência,a ordem e a paz na Igreja… Os cristãos primitivos substituíram com o que chamamos Dia do
Senhor para o lugar do Sábado”.
(John Calvino, Instituições da Religião Cristã,Nº.1,pág.343).

O SÁBADO NO REINO
A Palavra de Yahweh diz que o Sábado que Yahweh-Eylohim inaugurou na Criação será observado por
Yahoshúa quando Êle estabelecer o Seu Reino aqui na Terra:-
“E será que desde uma lua nova até à outra,e desde um Sábado até ao outro,virá toda a carne
a adorar perante Mim,diz Yahweh”.
(Isaías 66:23).
Miqueias diz que a Lei de Yahweh sairá de Jerusalém,o que certamente,incluirá os Sábados semanais e os
anuais,quando as pessoas se desloquem a Jerusalém para adorar a Yahweh.
“Mas nos últimos dias acontecerá que o Monte da Casa de Yahweh,será estabelecido no cume
dos Montes,e se elevará sobre os outeiros,e concorrerão a êle os povos.
2-“E irão muitas nações,e dirão:Vinde,e subamos ao Monte de Yahweh,e à Casa do Todo-Poderoso
de Jacob,para que no ensine os seus Caminhos,e nós andemos pelas suas veredas;porque de
Sião sairá a Lei,e a Palavra de Yahweh de Jerusalém”.
(Miqueias 4:1,2).
“E a Meu Povo ensinarão a distinguir entre o santo e o profano,e o farás discernir entre o
impuro e o puro.
24-“E,quando houver pleito,êles assistirão a êle para o julgarem;pelos meus juízos o julgarão:e as
minhas Leis e os meus Estatutos em tôdas as minhas solenidades guardarão,e os meus Sábados
santificarão”.
(Ezeq.44:23,24).
“E o povo da Terra se prostrará à entrada da mesma porta,nos Sábados e nas luas novas,diante
de Yahweh”-
(Ezeq.46:3)
Por favor não deixe de ler também Isaías 2:2,3.
Naquele tempo,teremos,finalmente,na Terra a única religião verdadeira,como nunca se viu,em tantas
centenas de religiões que se diziam “cristãs”,puxando cada uma para a sua própria doutrina e muito pouco
baseada rigorosamente na Sagrada Escritura.
O Profeta Ezequiel diz que os Sábados são um sinal de que somos o Povo de Yahweh:
“E também lhes dei os Meus Sábados,para que servissem de sinal entre Mim e êles:para que
soubessem que Eu Sou Yahweh que os santifica”.
“E santificai os Meus Sábados,e servirão de sinal entre Mim e vós,para que saibais que Eu Sou
Yahweh vosso Todo-Poderoso.
“Mas também os filhos se rebelaram contra Mim,e não andaram nos Meus Estatutos,nem
guardaram os Meus Juízos,os quais,cumprindo-os o homem,viverá por eles:êles profanaram os
Meus Sábados,por isso Eu disse que derramaria sôbre êles o Meu furor,para cumprir contra
êles a Minha ira no deserto”
(Ezeq.20:12,20,21).
Estará o leitor observando todos os Sábados de Yahweh que o distinguem a si para o seu Santo propósito ?
O Sábado é o sinal que Yahweh deu para a Sua Santificação,o que significa ser apartado por Amor a Êle.
I Cort.16:2 de maneira nenhuma ensina que houve uma mudança do Sábado para o Domingo,como alguns
alegam. Antes,pelo contrário,deve dar-se atenção ao miolo da mensagem de Paulo.
Paulo trás à memória dos diversos irmãos Gentios em Corinto e outros lugares a sua obrigação de apoiar os
irmãos em Jerusalém,que foram os responsáveis por lhes trazer a Boa Nova do Reino de Yahweh – o Novo
Mundo que está para vir para a Terra para sempre.
Essa responsabilidade continua em vigor com o Seu Povo no nosso tempo.
Todos temos um dever para cumprir:
“Isto lhes pareceu bem à Macedónia e à Acaia fazerem uma colecta para os pobres dentre os
santos que estão em Jerusalém”.
(Romanos 15:27)
A lição dêste relato em I Cort.16:2,é bem clara. Cada pessoa no Corpo do Messias é responsável por ser uma
ajuda quando surge a necessidade entre os irmãos.
O que erradamente se cita como justificação para a observância do Domingo,é simplesmente uma lição como
contribuição e preocupação pelos irmãos necessitados.
==================================================================
2.007 – Yahweh’s Assembly in Yahoshua em Missouri- U.S.A.
Publicado pela Assembleia de Yahweh Internacional -AYIN – Porto Rico
Tradução elaborada por Boner Daleoni – Moita – Portugal

Assembleia de Yahweh

Tags: