Inicio | Temas Bíblicos |Leia a Biblia Leia a Bíblia | Post´s em Espanhol |Doações |Contato pt Portuguese
Esta é a vida eterna: que te conheçam, o único Elohim verdadeiro, e a Yeshua o Messias, a quem enviaste. JOÃO 17:3
faceicon
O SÁBADO: “SINAL” DO POVO DE YAHWEH

O SÁBADO:  “SINAL” DO POVO DE YAHWEH

                      “E também lhes dei os Meus Sábados,para que servissem de SINAL entre Mim e êles:para que soubessem que EU SOU YAHWEH que os santifica”.

                      ( Ezeq.20:12; comp.vers.20).

                     

                       Festa religiosa Israelita do Sétimo Dia da Semana.

                      Não se tem conseguido explicar,nem a origem da observância religiosa do Sábado,nem a origem etimológica da palavra.Estes aspectos estão ìntimamente relacionados com a origem da semana como período de tempo.

                      Em Génesis 8:22; Josué 5:12,etc. o verbo hebraico aparentado “SHABAT” tem o sentido de “cessar” o “parar” qualquer actividade,sem nenhum enlace religioso. Mas em Êxodo 16:23 seg.; 23:12 e 31:17,significa descansar do trabalho em Consagração a Yahweh.

                      Parece possível afirmar que a celebração do Sábado se estende entre os Israelitas aos tempos antes de Moisés.

                      O Mandamento do Decálogo de Santificar o Sábado:”Lembra-te do Dia do Sábado para o Santificai” ( Ex.20:8), pressupõe que os Israelitas do tempo de Moisés já o conheciam.

                      Realmente,em Génesis,temos ampla prova da Santificação do Dia de Sábado:

                     “E havendo Yahweh acabado no Dia Sétimo a Sua Obra,que tinha feito,descansou no Sétimo Dia de tôda a Obra que tinha feito.

                 3-“E abençoou Yahweh o Dia Sétimo,e o Santificou:porque nêle descansou de tôda a Obra que Yahweh criara e fizera”. (Géneis 2:2,3).

                      Aqui se pode comprovar esta Verdade através dos séculos.

                      Todos os documentos legais que fazem parte da Lei mencionam  a Observância do Sábado,cessando o trabalho realizado nos seis dias da semana.

                     Assim o diz, o Livro do Pacto.

                     “Seis dias farás os teus negócios,mas ao Sétimo Dia descansarás;para que descanse o teu boi,e o teu jumento; e para que tome alento o filho da tua escrava,e o estrangeiro”.

 (Êxodo 23:12).

                       O Decálogo:

                      “Lembra-te do Dia do Sábado,para o Santificar.

                  9-“Seis dias trabalharás,e farás toda a tua obra.

                 10-“Mas o Sétimo Dia é o Sábado de Yahweh teu Todo-Poderoso:não farás nenhuma obra,nem tu,nem teu filho,em tua filha,nem teu servo,nem tua serva,nem o teu animal,nem o teu estrangeiro,que está dentro das tuas portas.

                 11-“PORQUE EM SEIS DIAS FEZ YAHWEH OS CÉUS E A TERRA,O MAR E TUDO QUE NÊLES HÁ,E AO SÉTIMO DIA DESCANSOU:PORTANTO ABENÇOOU YAHWEH O DIA DO SÁBADO,E O SANTIFICOU”.

                      (Êxodo 20:8-11).

                      Aqui se encontra o conceito de que o Sábado é em Memória da CRIAÇÃO.

               As prescrições quanto ao culto exclusivo para Yahweh,não se corrompendo com os ídolos dos povos vizinhos como se pode ler em Exodo 34:12-17.

                      A Lei da Santidade:

                     “Seis dias obra se fará,mas ao Sétimo Dia será o Sábado do descanso,Santa Convocação;nenhuma obra farás: SÁBADO DE YAHWEH é em tôdas  as vossas habitações”.

                         (Lev.23:3).

                       “Guardareis os Meus Sábados,e reverenciareis o Meu Santuário: EU SOU YAHWEH”.

                          (Lev.26:2).

                       E o Código Sacerdotal:

                       “Falou mais Yahweh a Moisés,dizendo:

                 13-“Tu pois fala aos filhos de Israel,dizendo:Certamente guardareis Meus Sábados:porquanto isso é um SINAL entre mim e vós nas vossas gerações;para que saibais que EU SOU YAHWEH que vos santifica.

                 16-“Guardarão pois o Sábado os filhos de Israel,celebrando o Sábado nas suas gerações por Concêrto Perpétuo.

              17-“Entre Mim e os filhos de Israel será um SINAL PARA SEMPRE,porque em seis dias fêz Yahweh os Céus e a Terra,e ao Sétimo Dia descansou,e restaurou-se”.

                (Ex. 31:12-14,16,17; comparar 35:1 seg. e Núm.28:9 seg.).

                 A mais antiga destas Leis: Exodo 31:12 e seg. baseia a proibição de trabalhar em razões humanitárias: o Repouso de todo o trabalho cada sete dias é bom tanto para o homem,como para o animal.

                  O mesmo se diz em Deut. 5:12-14 e no versículo 15,acrescenta:

                  “Porque te lembrarás que fôste servo na terra do Egipto,e que Yahweh teu Todo-Poderoso te tirou dali com Mão Forte e Braço Estendido:pelo que Yahweh teu Todo-Poderoso te ordenou que guardasses o Dia de Sábado”.

              Isto significa que os escravos dos Israelitas deviam descansar no Sábado,porque como os próprios Israelitas tinham sido escravos no Egipto y Yahweh os tinha libertado com Mão Forte e Braço Estendido,como gratidão deviam ser considerados como escravos.

         Quanto ao tipo de trabalho que não era permitido fazer no Sábado a Lei era  bastante generalizada (Exodo 20:8-10;  Deut.5:14,etc.. Era mais explícita ao referir-se as Grandes Festas,como a Páscoa (Lev.23:7 seg.; Núm-28:18. O Pentecostes

(Lev.23:21;Num.28:16). O Ano Novo ( Exodo 12:2 e Lev.23:25; Num.23:1). O Dia de Expiação ( Núm.29:7).

          E as Festas de Santa Convocação ( Lev.23:35; Núm.29:12). Festa de Trombetas e Festa dos Tabernáculos (Lev.23:21-24; 23:39).

         Durante o exílio quando aos Judeus não lhes era permitido a prática da su  FÉ: a Observancia do Sábado e a Circuncisão foram o “SINAL” que os distinguiu dos Gentios ( Exodo 31:13,17; Ezeq. 20:12,20).

        Mais que a própria deportação durante o período se destaca  a supressão do ritual popular por parte de Josias:

        ( 2 Reis 23:1-14).

        Seja qual fôr a razão,o carácter do Sábado se transformou, como se pode ver nos escritos antes e depois do exílio.

       A obrigação do descanso se converte,de um acompanhamento necessário para os acto do culto,num fim em si mesmo. É como uma forma de auto-negação agradável a Yahweh,como acto de Obediência implícita a seu Mandato positivo.. Tôda a legislação posterior nasce desta ideia.

       Uma modificação depois do exílio na Observância do Sábado se  entende na perda do carácter alegre e festivo do Sábado anterior ao exílio. ( Isa.1:13; Os.2:11). Naquele tempo não se comprava,nem se vendia ( Am. 8:5).O trabalho do campo se suspendia,inclusivamente no tempo da colheita. (Exodo 34:21) se visitava o Santuário (Comp.Isa:1:12 seg.) e se consultava os videntes (comp.I Sam.9:9). Enquanto as Profecias depois do exílio se alude à Observancia do Sábado como maior dever religioso e como condição para a realização das Esperanças em Yahshua,o MashYAH ( Isa.56:2 seg.; 58:13 seg.; 66:23; Jer.17:19 seg..

                                      O SÁBADO NO JUDAÍSMO

         Os escritos dos Rabinos fomentaram uma interpretação extremamente estrita do descanso do Sábado e isto conduziu a uma complicada  casuística que transformou em fardo insuportável o “deleite” da Observância do Sábado (Isa.58:13). As normas posteriores dos Rabinos foram causa de conflitos frequentes entre Yahshua e os Fariseus,porqueYahshua curava doentes no Dia de Sábado,cuja gravidade não era de morte,única excepção que autorizava os Rabinos.

(Mat.12:9-13;Mar.3:1-5; Luc.6:6-10; 13:10-17; 14:1-6; Juan 5:1-16; 9:14 seg.).

                                       O SÁBADO NO NOVO TESTAMENTO

        Yahoshua se opôs radicalmente às interpretaçãos rígidas em excesso que os Escribas e Fariseus davam à Lei da Observância do Sábado. Por mais de uma ocasião discutiu com eles acerca disto ( João 5:8-18).

       O princípio em que Êle se baseou,o qual os próprios Rabinos reconheciam,foi que o Sábado tinha sido feito para o homem e não o homem por causa do Sábado ( Mar.2:27). Isto é,o Sábado devia servir de ajuda para o homem na consecução do fim de vida;nunca deve ser um fim em si mesmo.

       Todos devemos fazer arranjos para nunca deixar para o Sábado o que se pode e deve fazer nos outros seis dias.

      Yahoshua aplicou este princípio de tal modo que dava aos homens maior liberdade para fazer o bem ao próximo e para se ocuparem de suas necessidades pessoais,Marc.2:23 seg.; 3:4; Luc.13:15,etc..

      De facto a Lei do Sábado é para bem do homem.

     Yahoshua concluíu que,como Hijo do Homem tinha Autoridade para o mudar ou abrogar. (Mar.2:28).

    No entanto,Yahoshua afirmou que não veio abrogar a Lei,mas sim cumprir(Mat.5:17) e na Lei  (Moral ou Cerimonial) estava interligado o Sábado.

    Quando um jóvem se aproximou de Yahoshua para lhe perguntar o que devia fazer para ganhar a Vida Eterna,Yahshua respondeu,citando alguns dos Dez Mandamentos de Yahweh ( Mat.19:16-19) Nâo falou acerca do Primero Grande Mandamento ( Mat.22:37,38). Não disse que os primeiros quatro Mandamentos estabam abolidos por Êle e o Sábado é o quarto do Decálogo.

        Em João 14:21,Yahoshua diz:

       “Aquêle que tem os Meus Mandamentos e os guarda êsse é o que me ama;e aquêle que me ama será amado de Meu Pai, e Eu o amarei,e me manifestarei a êle”.

     Em João 15:10, Yahoshua exorta a que guardemos os Seus Mandamentos,como Êle tem guardado os Mandamentos de Seu Pai.

    O Apóstolo João na sua Primeira Epístola 2:4,diz o seguinte:

   “Aquêle que diz: Eu conheço-O,e não guarda os Seus Mandamentos,é mentiroso,e nêle não está a Verdade”.

    E no versículo 7 deste mesmo capítulo diz:

   “Irmãos:não vos escrevo Mandamento Novo,mas o Mandamento Antigo,que desde o princípio ouvistes.

   “Êste Mandamento Antigo é a Palavra que desde o princípio ouvistes”.

     Ainda que nenhuma passagem do Novo Testamento o diga,pode deduzir-se de Mat.24:20 que a Primera Comunidade de Crentes em Yahoshua de Jerusalém,continuou observando o Sábado,tal como os Judeus. (Act.2:1,46; 3:1; 10:9).

     O Sábado é um SINAL para SEMPRE entre Yahweh e Israel ( Exodo 31:16,17). Foi um Pacto Perpétuo (Ezeq.20:12,20).

     Poderá pensar-se que este Pacto foi para os Israelitas e não para os Gentios,ou seja para as raças fora de Israel.

     Mas o que aconteceu é que Yahoshua veio derrubar a parede de separação que havia que estava no meio,entre a nação dos Judeus (ou Israelitas) e os povos Gentios ( Efésios 2:11-14).

    Aceitando a Yahoshua,como nosso Salvador e Mediador temos acesso às  Promessas feitas por Yahweh a Abraão e herdaremos essa Promessa.

    A Lei Cerimonial nos conduziu a Yahoshua,como um AIO e já não estamos sob a Lei  dos holocaustos e outros ritos da Lei Mosaica.Agora somos filhos de Yahweh pela FÉ em Yahoshua:

    “Mas depois que  a FÉ veio,já não estamos,debaixo de AIO.

   26-“Porque todos sois filhos de Yahweh pela FÉ em o Messias Yahoshua.

   27-“Porque todos quantos fôstes Baptizados em o Messias já vos revestistes de o Messias.

   28-“Nisto não há Judeu nem Grego;não há servo,nem livre;não há macho nem fêmea;porque todos vós sois  em o Messias Yahoshua.

   29-“E se sois de O Messias,então SOIS DESCENDÊNCIA DE ABRAÃO,E HERDEIROS CONFORME A PROMESSA”.

    ( Gálatas 3:25-29).

    Não podemos  deixar de recordar que o Sábado é o SINAL do POVO de YAHWEH.

    O Sábado continua em vigor,como fazendo parte dos DEZ MANDAMENTOS DE YAHWEH,sendo o quarto.

    Ninguém tem autoridade Bíblica para retirar do contexto,qualquer  um Mandamento dos DEZ.

   Que o Espírito Santo de Yahweh possa ajudar os leitores deste Estudo,para que possam entender a Escritura lendo-a por “DENTRO” sem influencias de religiôes porque todas pretendem ensinar a Biblia,mas afinal há muitas tendências humanas

para criar doutrinas nas entrelinhas,inventando mitos,que prejudicam quem deseja aprender a Escritura literalmente: em plena LIBERDADE. E  assim,para terminar este estudo ,temos mais uma passagem onde Yahoshua diz o seguinte:

      “E CONHECEREIS A VERDADE,E A VERDADE VOS LIBERTARÁ”.

       (João 8:32).

 

       Pesquisa Biblica elaborada por

      Boner Daleoni – Moita – Portugal

 

Assembleia de Yahweh

Tags: O SÁBADO: “SINAL” DO POVO DE YAHWEH

O SÁBADO:  “SINAL” DO POVO DE YAHWEH

                      “E também lhes dei os Meus Sábados,para que servissem de SINAL entre Mim e êles:para que soubessem que EU SOU YAHWEH que os santifica”.

                      ( Ezeq.20:12; comp.vers.20).

                     

                       Festa religiosa Israelita do Sétimo Dia da Semana.

                      Não se tem conseguido explicar,nem a origem da observância religiosa do Sábado,nem a origem etimológica da palavra.Estes aspectos estão ìntimamente relacionados com a origem da semana como período de tempo.

                      Em Génesis 8:22; Josué 5:12,etc. o verbo hebraico aparentado “SHABAT” tem o sentido de “cessar” o “parar” qualquer actividade,sem nenhum enlace religioso. Mas em Êxodo 16:23 seg.; 23:12 e 31:17,significa descansar do trabalho em Consagração a Yahweh.

                      Parece possível afirmar que a celebração do Sábado se estende entre os Israelitas aos tempos antes de Moisés.

                      O Mandamento do Decálogo de Santificar o Sábado:”Lembra-te do Dia do Sábado para o Santificai” ( Ex.20:8), pressupõe que os Israelitas do tempo de Moisés já o conheciam.

                      Realmente,em Génesis,temos ampla prova da Santificação do Dia de Sábado:

                     “E havendo Yahweh acabado no Dia Sétimo a Sua Obra,que tinha feito,descansou no Sétimo Dia de tôda a Obra que tinha feito.

                 3-“E abençoou Yahweh o Dia Sétimo,e o Santificou:porque nêle descansou de tôda a Obra que Yahweh criara e fizera”. (Géneis 2:2,3).

                      Aqui se pode comprovar esta Verdade através dos séculos.

                      Todos os documentos legais que fazem parte da Lei mencionam  a Observância do Sábado,cessando o trabalho realizado nos seis dias da semana.

                     Assim o diz, o Livro do Pacto.

                     “Seis dias farás os teus negócios,mas ao Sétimo Dia descansarás;para que descanse o teu boi,e o teu jumento; e para que tome alento o filho da tua escrava,e o estrangeiro”.

 (Êxodo 23:12).

                       O Decálogo:

                      “Lembra-te do Dia do Sábado,para o Santificar.

                  9-“Seis dias trabalharás,e farás toda a tua obra.

                 10-“Mas o Sétimo Dia é o Sábado de Yahweh teu Todo-Poderoso:não farás nenhuma obra,nem tu,nem teu filho,em tua filha,nem teu servo,nem tua serva,nem o teu animal,nem o teu estrangeiro,que está dentro das tuas portas.

                 11-“PORQUE EM SEIS DIAS FEZ YAHWEH OS CÉUS E A TERRA,O MAR E TUDO QUE NÊLES HÁ,E AO SÉTIMO DIA DESCANSOU:PORTANTO ABENÇOOU YAHWEH O DIA DO SÁBADO,E O SANTIFICOU”.

                      (Êxodo 20:8-11).

                      Aqui se encontra o conceito de que o Sábado é em Memória da CRIAÇÃO.

               As prescrições quanto ao culto exclusivo para Yahweh,não se corrompendo com os ídolos dos povos vizinhos como se pode ler em Exodo 34:12-17.

                      A Lei da Santidade:

                     “Seis dias obra se fará,mas ao Sétimo Dia será o Sábado do descanso,Santa Convocação;nenhuma obra farás: SÁBADO DE YAHWEH é em tôdas  as vossas habitações”.

                         (Lev.23:3).

                       “Guardareis os Meus Sábados,e reverenciareis o Meu Santuário: EU SOU YAHWEH”.

                          (Lev.26:2).

                       E o Código Sacerdotal:

                       “Falou mais Yahweh a Moisés,dizendo:

                 13-“Tu pois fala aos filhos de Israel,dizendo:Certamente guardareis Meus Sábados:porquanto isso é um SINAL entre mim e vós nas vossas gerações;para que saibais que EU SOU YAHWEH que vos santifica.

                 16-“Guardarão pois o Sábado os filhos de Israel,celebrando o Sábado nas suas gerações por Concêrto Perpétuo.

              17-“Entre Mim e os filhos de Israel será um SINAL PARA SEMPRE,porque em seis dias fêz Yahweh os Céus e a Terra,e ao Sétimo Dia descansou,e restaurou-se”.

                (Ex. 31:12-14,16,17; comparar 35:1 seg. e Núm.28:9 seg.).

                 A mais antiga destas Leis: Exodo 31:12 e seg. baseia a proibição de trabalhar em razões humanitárias: o Repouso de todo o trabalho cada sete dias é bom tanto para o homem,como para o animal.

                  O mesmo se diz em Deut. 5:12-14 e no versículo 15,acrescenta:

                  “Porque te lembrarás que fôste servo na terra do Egipto,e que Yahweh teu Todo-Poderoso te tirou dali com Mão Forte e Braço Estendido:pelo que Yahweh teu Todo-Poderoso te ordenou que guardasses o Dia de Sábado”.

              Isto significa que os escravos dos Israelitas deviam descansar no Sábado,porque como os próprios Israelitas tinham sido escravos no Egipto y Yahweh os tinha libertado com Mão Forte e Braço Estendido,como gratidão deviam ser considerados como escravos.

         Quanto ao tipo de trabalho que não era permitido fazer no Sábado a Lei era  bastante generalizada (Exodo 20:8-10;  Deut.5:14,etc.. Era mais explícita ao referir-se as Grandes Festas,como a Páscoa (Lev.23:7 seg.; Núm-28:18. O Pentecostes

(Lev.23:21;Num.28:16). O Ano Novo ( Exodo 12:2 e Lev.23:25; Num.23:1). O Dia de Expiação ( Núm.29:7).

          E as Festas de Santa Convocação ( Lev.23:35; Núm.29:12). Festa de Trombetas e Festa dos Tabernáculos (Lev.23:21-24; 23:39).

         Durante o exílio quando aos Judeus não lhes era permitido a prática da su  FÉ: a Observancia do Sábado e a Circuncisão foram o “SINAL” que os distinguiu dos Gentios ( Exodo 31:13,17; Ezeq. 20:12,20).

        Mais que a própria deportação durante o período se destaca  a supressão do ritual popular por parte de Josias:

        ( 2 Reis 23:1-14).

        Seja qual fôr a razão,o carácter do Sábado se transformou, como se pode ver nos escritos antes e depois do exílio.

       A obrigação do descanso se converte,de um acompanhamento necessário para os acto do culto,num fim em si mesmo. É como uma forma de auto-negação agradável a Yahweh,como acto de Obediência implícita a seu Mandato positivo.. Tôda a legislação posterior nasce desta ideia.

       Uma modificação depois do exílio na Observância do Sábado se  entende na perda do carácter alegre e festivo do Sábado anterior ao exílio. ( Isa.1:13; Os.2:11). Naquele tempo não se comprava,nem se vendia ( Am. 8:5).O trabalho do campo se suspendia,inclusivamente no tempo da colheita. (Exodo 34:21) se visitava o Santuário (Comp.Isa:1:12 seg.) e se consultava os videntes (comp.I Sam.9:9). Enquanto as Profecias depois do exílio se alude à Observancia do Sábado como maior dever religioso e como condição para a realização das Esperanças em Yahshua,o MashYAH ( Isa.56:2 seg.; 58:13 seg.; 66:23; Jer.17:19 seg..

                                      O SÁBADO NO JUDAÍSMO

         Os escritos dos Rabinos fomentaram uma interpretação extremamente estrita do descanso do Sábado e isto conduziu a uma complicada  casuística que transformou em fardo insuportável o “deleite” da Observância do Sábado (Isa.58:13). As normas posteriores dos Rabinos foram causa de conflitos frequentes entre Yahshua e os Fariseus,porqueYahshua curava doentes no Dia de Sábado,cuja gravidade não era de morte,única excepção que autorizava os Rabinos.

(Mat.12:9-13;Mar.3:1-5; Luc.6:6-10; 13:10-17; 14:1-6; Juan 5:1-16; 9:14 seg.).

                                       O SÁBADO NO NOVO TESTAMENTO

        Yahoshua se opôs radicalmente às interpretaçãos rígidas em excesso que os Escribas e Fariseus davam à Lei da Observância do Sábado. Por mais de uma ocasião discutiu com eles acerca disto ( João 5:8-18).

       O princípio em que Êle se baseou,o qual os próprios Rabinos reconheciam,foi que o Sábado tinha sido feito para o homem e não o homem por causa do Sábado ( Mar.2:27). Isto é,o Sábado devia servir de ajuda para o homem na consecução do fim de vida;nunca deve ser um fim em si mesmo.

       Todos devemos fazer arranjos para nunca deixar para o Sábado o que se pode e deve fazer nos outros seis dias.

      Yahoshua aplicou este princípio de tal modo que dava aos homens maior liberdade para fazer o bem ao próximo e para se ocuparem de suas necessidades pessoais,Marc.2:23 seg.; 3:4; Luc.13:15,etc..

      De facto a Lei do Sábado é para bem do homem.

     Yahoshua concluíu que,como Hijo do Homem tinha Autoridade para o mudar ou abrogar. (Mar.2:28).

    No entanto,Yahoshua afirmou que não veio abrogar a Lei,mas sim cumprir(Mat.5:17) e na Lei  (Moral ou Cerimonial) estava interligado o Sábado.

    Quando um jóvem se aproximou de Yahoshua para lhe perguntar o que devia fazer para ganhar a Vida Eterna,Yahshua respondeu,citando alguns dos Dez Mandamentos de Yahweh ( Mat.19:16-19) Nâo falou acerca do Primero Grande Mandamento ( Mat.22:37,38). Não disse que os primeiros quatro Mandamentos estabam abolidos por Êle e o Sábado é o quarto do Decálogo.

        Em João 14:21,Yahoshua diz:

       “Aquêle que tem os Meus Mandamentos e os guarda êsse é o que me ama;e aquêle que me ama será amado de Meu Pai, e Eu o amarei,e me manifestarei a êle”.

     Em João 15:10, Yahoshua exorta a que guardemos os Seus Mandamentos,como Êle tem guardado os Mandamentos de Seu Pai.

    O Apóstolo João na sua Primeira Epístola 2:4,diz o seguinte:

   “Aquêle que diz: Eu conheço-O,e não guarda os Seus Mandamentos,é mentiroso,e nêle não está a Verdade”.

    E no versículo 7 deste mesmo capítulo diz:

   “Irmãos:não vos escrevo Mandamento Novo,mas o Mandamento Antigo,que desde o princípio ouvistes.

   “Êste Mandamento Antigo é a Palavra que desde o princípio ouvistes”.

     Ainda que nenhuma passagem do Novo Testamento o diga,pode deduzir-se de Mat.24:20 que a Primera Comunidade de Crentes em Yahoshua de Jerusalém,continuou observando o Sábado,tal como os Judeus. (Act.2:1,46; 3:1; 10:9).

     O Sábado é um SINAL para SEMPRE entre Yahweh e Israel ( Exodo 31:16,17). Foi um Pacto Perpétuo (Ezeq.20:12,20).

     Poderá pensar-se que este Pacto foi para os Israelitas e não para os Gentios,ou seja para as raças fora de Israel.

     Mas o que aconteceu é que Yahoshua veio derrubar a parede de separação que havia que estava no meio,entre a nação dos Judeus (ou Israelitas) e os povos Gentios ( Efésios 2:11-14).

    Aceitando a Yahoshua,como nosso Salvador e Mediador temos acesso às  Promessas feitas por Yahweh a Abraão e herdaremos essa Promessa.

    A Lei Cerimonial nos conduziu a Yahoshua,como um AIO e já não estamos sob a Lei  dos holocaustos e outros ritos da Lei Mosaica.Agora somos filhos de Yahweh pela FÉ em Yahoshua:

    “Mas depois que  a FÉ veio,já não estamos,debaixo de AIO.

   26-“Porque todos sois filhos de Yahweh pela FÉ em o Messias Yahoshua.

   27-“Porque todos quantos fôstes Baptizados em o Messias já vos revestistes de o Messias.

   28-“Nisto não há Judeu nem Grego;não há servo,nem livre;não há macho nem fêmea;porque todos vós sois  em o Messias Yahoshua.

   29-“E se sois de O Messias,então SOIS DESCENDÊNCIA DE ABRAÃO,E HERDEIROS CONFORME A PROMESSA”.

    ( Gálatas 3:25-29).

    Não podemos  deixar de recordar que o Sábado é o SINAL do POVO de YAHWEH.

    O Sábado continua em vigor,como fazendo parte dos DEZ MANDAMENTOS DE YAHWEH,sendo o quarto.

    Ninguém tem autoridade Bíblica para retirar do contexto,qualquer  um Mandamento dos DEZ.

   Que o Espírito Santo de Yahweh possa ajudar os leitores deste Estudo,para que possam entender a Escritura lendo-a por “DENTRO” sem influencias de religiôes porque todas pretendem ensinar a Biblia,mas afinal há muitas tendências humanas

para criar doutrinas nas entrelinhas,inventando mitos,que prejudicam quem deseja aprender a Escritura literalmente: em plena LIBERDADE. E  assim,para terminar este estudo ,temos mais uma passagem onde Yahoshua diz o seguinte:

      “E CONHECEREIS A VERDADE,E A VERDADE VOS LIBERTARÁ”.

       (João 8:32).

ASSEMBLEIA DE YAHWEH INTERNACIONAL

Tags: