Inicio | Temas Bíblicos |Leia a Biblia Leia a Bíblia | Post´s em Espanhol |Doações |Contato pt Portuguese
Esta é a vida eterna: que te conheçam, o único Elohim verdadeiro, e a Yeshua o Messias, a quem enviaste. JOÃO 17:3
faceicon
Os Nazarenos

Os Nazarenos

Que os primeiros cristãos judeus não observavam o domingo é também apoiado pelo
testemunho de Epifânio, considerando a seita cristã-judaica “ortodoxa” dos nazarenos. O bispo
relata que “a seita originou-se após a fuga de Jerusalém, quando os discípulos estavam vivendo
em Pella, tendo deixado a cidade conforme a palavra de Cristo e migrado para as montanhas por
causa do cerco iminente. Foi assim que ela surgiu, quando aqueles de quem falamos estavam
morando na Peréia. A heresia dos nazarenos começou ali.68
Estes nazarenos, cuja existência do quarto século é confirmada até por Jerônimo,69 parecem
ser os descendentes diretos da comunidade cristã de Jerusalém que migrou para Pella. M. Simon
confirma sua identidade quando escreve que “são caracterizados essencialmente pela sua tenaz
ligação às observâncias judaicas. Se se tornaram hereges aos olhos da igreja-mãe, é simplesmente
porque permaneceram apegados a posições antiquadas. Realmente representam, embora Epifânio
energicamente se recuse a admiti-lo, os legítimos descendentes diretos da comunidade primitiva,
da qual nosso autor sabe que era referida pelos judeus pelo mesmo nome de nazarenos”.70
Se os nazarenos, como a maioria dos estudiosos considera, são mesmo os descendentes
diretos da primitiva comunidade de Jerusalém, seria de se esperar que estes (e não os ebionitas)
houvessem mantido as práticas originais do cristianismo judaico. Deve-se ler o que Epifânio tem
a dizer acerca deles, particularmente com respeito ao seu dia de adoração. Apesar das tentativas

89 do bispo de denegri-los como “heréticos”, no longo relato que faz de suas crenças, nada há de
heterodoxo a respeito deles. Após identificá-los com os judeus por usarem os mesmos livros do
Velho Testamento (dificilmente são heresias) ele continua: “Os nazarenos não diferem deles, isto
é, dos judeus, em nada de essencial como praticam o costume e doutrinas prescritas pela lei
judaica, exceto que crêem em Cristo. Crêem na ressurreição dos mortos e que o universo foi
criado por Deus. Pregam que Deus é um e que Jesus Cristo é Seu Filho. São muito conhecedores
da língua hebraica. Lêem a lei. . . . Portanto, diferem tanto dos judeus como dos cristãos; dos
primeiros, porque crêem em Cristo; dos verdadeiros cristãos, porque cumprem até agora os ritos
judaicos como a circuncisão, a guarda do sábado e outros”.71
Este quadro dos nazarenos combina bem com o da igreja de Jerusalém anteriormente
reconstruído. Existe, pois, a possibilidade de que os nazarenos representem a sobrevivência do
legado étnico e teológico do primitivo cristianismo judeu.72 O fato de que mantiveram a guarda
do sábado como um dos seus marcos distintivos mostra persuasivamente que este era o dia
original de adoração na igreja de Jerusalém e que nenhuma mudança do sábado para o domingo
ocorreu entre os cristãos judeus da Palestina após a destruição da cidade.

Livro Do Sabado Para o Domingo Samuele Bacchiocchi

Postado por Beit Yeshua HaMelech

Tags: