Inicio | Temas Bíblicos |Leia a Biblia Leia a Bíblia | Post´s em Espanhol |Doações |Contato pt Portuguese
Esta é a vida eterna: que te conheçam, o único Elohim verdadeiro, e a Yeshua o Messias, a quem enviaste. JOÃO 17:3
faceicon
PERGUNTAS E RESPOSTAS BÍBLICAS DIVERSAS

PERGUNTAS E RESPOSTAS BÍBLICAS DIVERSAS

                     A CRIAÇÃO DA TERRA E DO HOMEM

     A minha pergunta, é a seguinte:

     Primeiro,em Bereshit (Génesis) descreve-se a criação do homem? Não? Bem,porquê então Yahweh diz  que não

havia homem que lavrasse a terra,se já tinha criado o homem?

    Como sempre,muito obrigado,pelo que me possam ajudar.

Resposta:- 

     O que acontece é que o leitor está tratando com dois relatos independentes do mesmo caso.

     Bereshit (Génesis)  1:1-2:3 é um relato da Criação. Bereshit (Génesis) 2:4-25 é outro relato. Ambos com narrativas independentes,que se relacionam com o mesmo acontecimento,mas que não são cronológicamente consecutivos,mas antes paralelos. Um relato que reúne dados que tinham circulado oralmente durante muitas gerações.

    A inspiração não lhe deu as palavras que havia de utilizar,mas sim que a levou a completar os relatos dos

Patriarcas que eram já tradição no seu povo. E é assim que surgem as repetições,as pequenas incongruências e as

aparentes contradições,nos diversos relatos da Torah.

                               A PALAVRA “DEUS”

   Será verdade que a palavra “Deus” é de origem pagã? Afinal,não será êsse o Nome do nosso Criador?

   Resposta:

   Os Dicionários confirmam a origem pagã da palavra “Deus”,como Nome,ainda que não necessariamente como

   título.

   No Novo Testamento em Grego,vê-se claramente que os Gregos chamavam ao seu ídolo “Deus” (Veja Actos

   14:12,13,Grego). O Grego Deus,não deixa de ser a forma genitiva do nome Zeus,isto é,significa “de Zeus”.

   O povo Grego converteu-se ao “cristianismo” no Século II E.C. Depois disso os Gregos pagãos continuaram

adorando a sua divindade pagã e  chamavam Deus a Zeus e assim os “cristãos” Romanos chamavam também à sua divindade Zeus (ou Theus) de onde vem Deus.

    A língua Portuguesa tomou emprestado o nome Deus dos Romanos,os quais o haviam tomado emprestado

dos Gregos pagãos. Por isso,a palavra Deus entrou no idioma Português através do Latim Deos.

    Isto aconteceu nos dois primeiros Séculos da Era Comum.

    A pergunta,agora,é a seguinte:

    Qual era o Nome do Pai Celestial antes do Século II E.C.? Qual era o nome da Congregação Messiânica,naqueles

    primeiros Séculos?

    Resposta:

    Deus não é um título. O Todo-Poderoso,declara:

   “Eu Sou Yahweh:êste é o Meu Nome:a Minha Glória pois a outrem não a darei,nem o meu louvor

    às imagens de escultura”.

    (Isaías 42:8).

     Não fique satisfeito com um nome emprestado pelas divindades pagãs.

     O Pai Celestial,tem Um Só Nome e êsse é Yahweh:

     “Para que saibam que Tu,a Quem só pertence o Nome de Yahweh,és O Altíssimo sôbre tôda a

      Terra”  (Salmos 83:18).

     Não de conforme com um substituto,isto quanto ao uso de “Deus”, é como se fôsse um nome.

    Quando se usa como título,como quem diz: “o Deus de Israel” o caso é diferente,porque,neste caso,não vem

    substituir o Nome Celestial:

   “E em tudo o que vos tenho dito,guardai-vos:e do nome de dos ídolos estranhos nem vos lembreis”

     (Êxodo 23:13).

   O QUE SIGNIFICA A PALAVRA “ALELLUYAH” QUE TANTO SE USA ENTRE OS CRISTÃOS ?

    Resposta:

      Esta é a palavra mais antiga de LOUVOR. Usa-se tanto no Céu como na Terra,para adorar o Todo-Poderoso:

      “E depois destas coisas,ouvi no Céu como que uma grande voz de uma grande multidão,que dizia

       AleluYAH:Salvação,e Glória,e Honra,e Poder,pertencem ao Soberano nosso Todo-Poderoso.

     2-“Porque verdadeiros e justos são os  Seus Juízos,pois julgou a grande  prostituta,que havia

         corrompido a Terra com a sua prostituição,e das mãos dela vingou o sangue dos servos”.

    3-“E outra vez disseram: AleluYAH.E o fumo dela sobe para todo o sempre.

    4-“E os vinte e quatro Anciãos,e os quatro animais,prostraram-se e adoraram a Yahweh,

        assentado no Trono,dizendo:Amém.AlleluYAH.

    5-“E saiu uma voz do Trono,que dizia:Louvai o nosso Todo-Poderoso,vós,todos os seus servos,e

         vós que O temeis,assim pequenos como grandes.

    6-“E ouvi como que a voz de uma grande multidão,e como que a voz de muitas águas,e como que    

         a voz de grandes trovões,que dizia:

         AleluYAH: pois já O Soberano Yahweh Todo-Poderoso reina”.

        (Apocalipse 19:1-6).

     AleluYAH,é uma palavra genuinamente Hebraica e,no entanto encontra-se em quase todos os idiomas da Terra,

     A primeira parte “Alelu” significa “Louvem”. A segunda parte,”YAH”,é o Nome d’Aquele a Quem se deve 

louvar. YAH é o Nome Pessoal abreviado do Pai Celestial.Encontra-se mais  de 6.800 vezes no idioma original da

Escritura Sagrada. Também a encontramos na parte final dos nomes Bíblicos como EliYAH (Elias) YirmeYAH

(Jeremias) ObadiYAH (Obadias) e YeshaYAH (Isaías) etc. YAH é a maneira abreviada de invocar o Nome Sagrado.

     A forma completa do Nome Sagrado do Pai Celestial é Yahweh.

     Êste Nome encontra-se nas Escrituras Hebraicas,nas Concordâncias e Dicionários Bíblicos,assim como em muitos textos actuais de História e de Arqueologia.

     Os Judeus Ortodoxos,abstêm-se de pronunciar o Nome Celestial,com receio de o profanar,mas nas Escrituras

Hebraicas se exorta a conhecer,publicar e louvar a Nome de Yahweh.

     A palavra “Jehovah” formou-se por um êrro dos tradutores no ano de 1.500 E.C.,ao misturar as consoantes

de Yahweh com as vogais de Adonay. “Jehovah” é uma forma errada do Nome Yahweh e não devemos profanar o

Nome do Criador por usar uma forma errada ou corrupta.

     Fazemos aos “cristãos” um convite cordial: Perguntem ao seu sacerdote ou ministro se o que dizemos é correcto ou não. E se lhes confirmarem que é correcto,como vai fazer se estiver bem informado;pergunte então,

porque êle não o ensina na sua Igreja. Se é porque está enganado  e o convidam que se volte para a Verdade.

               QUE SE QUER DIZER COM ARREPENDIEMNTO?

     Os Dicionários Bíblicos definem Arrependimento como uma “mudança de atitude” ou “um regresso ao Criador”,

“uma volta a um estado de Graça”. Trata-se,portanto,de abandonar o pecado ou a  condição “espiritual morna” e

regressar para Yahweh,para O servir e O amar. Acaso o leitor necessita arrepender-se de alguma coisa?

     Porquê necessita arrepender-se? Acaso não será o leitor boa pessoa,que não faz nada de mal a ninguém?

     Pelo menos é isso que diz,não é verdade?

     Mas veja o que Yahweh Todo-Poderoso diz:

     “Como está escrito:Não há um justo,nem um sequer.

  11-“Não há ninguém que entenda;não há ninguém que busque a Yahweh.

  12-“Todos se extraviaram,e juntamente se fizeram inúteis.Não há quem faça o bem,não há nem

         um só”.  (Romanos 3:10-12).

     Isto significa que ninguém pode dizer que está livre de pecado e que não necessita de arrependimento,a

menos que que esteja afastado dos Caminhos firmes da Fé e da Redenção.

     Se alguém está envolvido por algum vício,um hábito prejudicial,uma maneira de pensar incorrecta,uma atitude

egoísta ou qualquer condição de pecado da qual não pôde sair até agora,então necessita de arrependimento!

      Por isso o convidamos a que o faça hoje, antes que seja tarde !

     Arrependa-se e peça perdão a Yahweh,creia na Sua Palavra,creia no Messias Yahoshúa,aceite as

condições Celestiais para a sua vida,confie no Pai Celestial e espere o Seu Reino.

    Yahweh espera-o de braços abertos para lhe perdoar completamente.

    Oiça a voz do Rabbi da Galileia:

    “Eis que estou à porta,e bato:se alguém ouvir a Minha Voz,e abrir a porta,entrarei em sua casa,e

com êle cearei,e êle comigo”.

    (Revelação 3:20).

          PORQUÊ SE FALA TANTO DE ISRAEL EM MUITAS IGREJAS?

                          ÊSSE POVO NÃO PASSOU JÁ DE MODA ?

   É óbvio que pelos acontecimentos que temos vivido nas últimas décadas,que p Povo de Israel tem assumido um

papel preponderante na cena Mundial. Existe um paralelo disto no relato da Bíblia no caso de quando o Povo de

Israel esteve escravizado em Egipto,nos tempos do caudilho Hebreu Moisés.

   Segundo a História registada nos primeiros capítulos do Livro de Êxodo,o então Faraó de Egipto,se encontrava

muito preocupado,por que se estava operando um fenómeno novo no País:o Povo Israelita havia crescido tanto

que representava uma ameaça para o Egipto. Já em tôda a parte se falava dos Israelitas e da possibilidade de que

se aliassem com os inimigos no caso de uma invasão ao país de Egipto.

   Èste receio levou ao genocídio perpetrado pelo Faraó em que muitas crianças do sexo masculino morreram

afogadas no Rio Nilo. Mas aquela raiva anti-semita não deteve o crescimento do Povo Israelita.

  Finalmente,aquele povo antigo de Israel,obteve a libertação da escravatura graças à intervenção de Yahweh

Todo-Poderoso,por meio de Moisés,que foi poupado em criança,ao cuidado da filha de Faraó.

  E depois de quarenta anos a viver como nómadas no deserto,conquistaram a Terra Prometida,estabeleceram ali

uma nação,inicialmente em forma de anfictionia,dirigida por Juízes. A fama do Povo de Israel atingiu o seu ponto

mais elevado de sempre. Todos os povos da Terra o conheciam e o temiam,porque Yahweh Todo-Poderoso,estava

com êles e os ajudava a vencer os seus inimigos.

  Comparemos isto com o que tem acontecido à nação de Israel desde 1.948 para cá.

  Estamos mesmo a ver que existe um paralelo interessante: o Povo de Israel é conhecido actualmente e 

reconhecido por tôdas as nações da Terra,e temido pelos seu inimigos Árabes e amado pelos seus aliados

Ocidentais. Não resta qualquer dúvida que Israel continua na moda.

   Em algumas Igrejas Cristãs se podem ouvir,até mesmo cânticos na língua Hebraica e os mesmos cânticos

traduzidos para diversos idiomas. Até mesmo as danças Hebraicas já fazem parte do culto de algumas Igrejas

Evangélicas..Os símbolos Israelitas do Menorah e o Escudo de David,são já comuns entre muitas Igrejas Cristãs,

as quais os usam até mesmo nos seus templos.Por isso,Israel não passou de moda.Pelo contrário,agora até está

mais em moda do que nunca. Para muita gente o identificar-se hoje com Israel significa qualquer coisa.

   O discípulo Hebreu Paulo disse que “dos Israelitas são os Pactos e as Promessas”.

   Todos anseiam pelas Promessas,porque implicam um privilégio importante,mas,poucos desejam os Pactos,

porque implicam uma responsabilidade.Mas se desejamos os privilégios,será razoável que estejamos dispostos

de igual modo a assumir as responsabilidades da Aliança.

   Isto requer uma disposição de coração para a Obediência.Muitos,em todo o Mundo,estão fazendo isto.

   Porquê,não faz o leitor também o mesmo  ?

        A QUE SE REFER A PALAVRA “ARMAGEDOM” NO APOCALIPSE ?

  A palavra em si,é uma Helenização do termo Hebraico “Har Megido” que significa “Monte Megido”. Êste,na trrra

de Israel foi o cenário de grandes batalhas na História do Povo Israelita e por isso se usa no Livro de Revelação

como símbolo da grande batalha final entre as fôrças do bem e do mal. Por isso,Armagedom”,mais correctamente

“Har Megido”,não é o nome de uma batalha,mas sim de um lugar onde se diz que se batiam os exércitos das nações para batalha que no Livro de Revelação se chama “A Batalha do Poderoso Omnipotente” (El Shaday).

  Muito se tem argumentado se essa batalha há-de entender-se literalmente como uma guerra entre nações ou se

há-de entender-se em sentido figurado como luta espiritual entre o bem e o mal.

  De qualquer maneira que seja,os Filhos do Omnipotente,não têm porque temer,porque estão do lado de Yahweh.

  Os que têm que preocupar-se,são os que estão do lado de Satanás,o Adversário de Yahweh,porque na batalha

final sairão derrotadas tôdas as hostes do mal e sairão vitoriosas as fôrças fiéis a Yahweh,quem quer que estas

sejam. Os sobreviventes dessa batalha terão a oportunidade dourada de estar no Reino Messiânico que se

estabelecerá na Terra quando Yahoshúa,o Messias regressar.

PORQUÊ AS IGREJAS CRISTÃS NÃO CELEBRAM O SÁBADO,SENÃO O DOMINGO SENDO CATÓLICO?

Resposta:

Deverá fazer a pergunta às pessoas que o praticam,mas na minha opinião o “cristianismo” Evangélico encontra-se

tão comprometido com uma posturas ideológicas baseadas na tradição que se torna difícil apegarem-se aos

ensinamentos da Sagrada Escritura,mesmo que isso signifique sequer as pautas do Catolicismo Romano.

  O Sábado como Dia de Repouso e adoração é um dos Dez Mandamentos,dos quais o Sábado faz parte e muito se

fala na “Cristandade”. Mas neste tema os respectivos teólogos falam com pau de dois bicos. Com um dizem que

obedecem aos Dez Mandamentos e com outro dizem que o Quarto Mandamento foi abolido,por isso não há que

o observar.

 Em linguagem moderna,isso chama-se falsidade ou hipocrisia.

 O SÁBADO É PARA SEMPRE,É ETERNO. É O DIA DE REPOUSO DE YAHWEH.

É O SINAL DO POVO DE YAHWEH ! (Ezequiel 20:12).

Autor: YOSIYAHU

Publicado pela Assembleia de Yahweh Internacional -YIN-na Secção Arquivo de temas/Temas Miscelaneos/31.

Tradução efectuada por Boner Daleoni – Moita – Portugal

Versão Bíblica utilizada: João Ferreira de Almeida-Edição de Sociedade Bíblica do Brasil-Rio de Janeiro -1.971

 

Tags:,