Inicio | Temas Bíblicos |Leia a Biblia Leia a Bíblia | Post´s em Espanhol |Doações |Contato pt Portuguese
Esta é a vida eterna: que te conheçam, o único Elohim verdadeiro, e a Yeshua o Messias, a quem enviaste. JOÃO 17:3
faceicon
QUEM MUDOU O DIA REPOUSO PARA O DOMINGO ?

QUEM MUDOU O DIA REPOUSO PARA O DOMINGO ?

1 – Desde o princípio do Mundo tem havido só um verdadeiro Dia de Repouso – O Sábado – Sétimo dia da
semana – desde o pôr do sol de sexta-feira até ao pôr do sol do Sábado.
É o Dia que o Criador Todo-Poderoso Santificou e no qual descansou da Sua Obra da Criação.
É o seguinte:
“Lembra-te do Dia do Sábado,para o Santificar.
9-“Seis dias trabalharás,e farás tôda a tua obra.
10-“Mas o Sétimo Dia é o Sábado de Yahweh teu Todo-Poderoso:não farás nenhuma obra,nem tu.
nem teu filho,nem tua filha,nem o teu servo,nem a tua serva,nem o teu animal,nem o teu
estrangeiro,que está dentro das tuas portas.
11-“Porque em seis dias fêz Yahweh os Céus e a Terra,o mar e tudo que neles há,e ao Sétimo Dia
descansou:portanto abençoou Yahweh o Dia do Sábado,e o santificou”.
(Êxodo 20:8-11).
Não existe a mínima referência em lugar algum na Sagrada Escritura,de que o Sábado haja sido jamais,ou que
alguma vez será,transferido do Sétimo Dia para qualquer outro dia da semana.
2 – No entanto,encontramos actualmente,milhões de professos Crentes na Bíblia,que não observam o Sábado
como Dia Santo,senão que em seu lugar observam o domingo.
3 – No Livro de Daniel anuncia-se o surgimento de um poder religiosoapóstata e se assinala a natureza da
sua obra nefasta – a de fazer uma brecha na Lei Sagrada do Criador.
4 – No capítulo 7 do seu Livro,Daniel descreve uma visão que lhe foi dada por Yahweh,concernente aos
Impérios Mundiais sucessivos que surgiriam entre aquela geração e o “Tempo do Fim”.
No capítulo 2 de Daniel,encontramos estes quatro Impérios simbolizados por quatro partes metálicas
diferentes de uma imagem Profética,enquanto que no capítulo 7,se simbolizam por quatro animais – um
leão,um urso,um leopardo e uma besta indescritível.
5 -Que êsses animais são símbolos de reis e diz-se claramente:-
“Êstes grandes animais,que são quatro reis,que se levantarão da Terra”.
“Disse assim: O quarto animal será o quarto reino na Terra,o qual será diferente de todos os
reinos;e devorará tôda a Terra,e a pisará aos pés.e a fará em pedaços”.
(Daniel 7:17,23).
6 -Todo o estudante de História bem informado sabe que houve precisamente,quatro reinos ou Impérios
Mundiais desde o tempo de Daniel,nem mais nem menos, São os seguintes:Babilónia,Medo-Pérsia,
Grécia e Roma.
Ninguém,senão o Pai do Céu,Yahweh,teria podido dar a Daniel uma Profecia singular que cobre exactamente
milhares de anos de História até aos nossos dias.
7 -Foi no quarto Reino – Roma – no qual o Profeta se interessa de forma particular. Citamos:
Então quis saber a Verdade do quarto animal:
“Então tive desejo de conhecer a verdade a respeito do quarto animal,que era diferente de
todos os outros,muito terrível,cujos dentes eram de ferro,e as suas unhas de metal;que
devorava,fazia em pedaços e pisava a pés o que sobrava”.
(Daniel 7:19).
O Anjo respondeu:
“Disse assim:O quarto animal será o quarto reino na Terra,o qual será diferente de todos os
reinos;e devorará tôda a Terra,e a pisará aos pés,e a fará em pedaços.
“E,quanto às dez pontas,daquele mesmo reino se levantarão dez reis;e depois dêles se
levantará outro,o qual será diferente dos primeiros,e abaterá a três reis”.
(Daniel 7:23,24),
8 -Seguindo esta Profecia,Roma devoraria ou conquistaria,tôda a Terra. Depois se dividiria em dez reinos.
A história,serva da Profecia,confirma este predição,Roma,na verdade,conquistou a maior parte do Mundo
de então,durante séculos,mas entre os anos 351 e 476 E.C.,as tribos bárbaras invadiram a Roma
Ocidental,a partir do Norte e dividiram-se nos dez reinos que continuaram e, a maioria dos quais
permanecem até ao dia de hoje:Os Burgundius – a Suíça. Os Anglo-Xaxões:a Inglaterra. Os Francos:a
França. Os suevos:Portugal.Os Visigodos: Espanha. Os Lombardos: Itália. Os Germanos:a Alemanha. E os
Érulos,os Vândalos e os Ostrogodos,que foram destruídos mais tarde.

9- A Profecia anunciou alguns desenvolvimentos que continuaram a divisão do Império Romano em dez
reinos:
“E,quanto às dez pontas,daquele mesmo reino se levantarão dez reis; e depois deles se
levantará outro,o qual será diferente dos primeiros,e abaterá a três reis”.
(Daniel 7:24).
Por estas palavras,depois da queda do Império Romano surgiria outro poder que seria diferente dos outros
reinos. Em que sentido haveria de ser êsse reino diferente do resto dos outros reinos?
A própria Profecia nos informa: O versículo 25 nos diz,que seria um poder religioso,que pretenderia instituir
leis religiosas contrárias à Lei de Yahweh Todo-Poderoso .Êste quarto reino,portanto,é uma hierarquia religiosa
que exerce tanto o poder político.como o domínio religioso.
Um poder assim,surgiu,exactamente depois da divisão da Roma Ocidental e se conhece na História como o
sistema do Papa ou Igreja Católica Romana.
A Profecia anterior nos informa que este poder haveria de subjugar a três reis.
Antes de que o Papa pudesse adquirir domínio absoluto na esfera religiosa e na política,teve que vencer a
très reis arianos opositores – os Hérulos,em 492 E.C. Os Vândalos,em 1,514. E os Ostrogodos em 538 E.C.
Um decreto importante de Justiniano,publicado em 538 E.C. marca o começo de um longo período de
supremacia do Papa,sobre a qual teremos mais que dizer.
No versículo seguinte,o lápis Profético esboça o verdadeiro carácter e a história da Igreja Católica Romana
10-“E proferirá palavras contra o Altíssimo,e destruirá os Santos do Altíssimo,e cuidará em mudar
os tempos,e a Lei;e êles serão entregues na sua mão por um tempo,e tempos ,e metade
dum tempo”
(Daniel 7:25).
11- Estas palavras tiveram cumprimento no Papa e na Igreja Católica Romana.
O sistema do Papa falou,certamente,muito contra o Altíssimo Todo-Poderoso.
Uma das obras Católicas autorizadas,diz:”O Papa é tão grande em dignidade e tão exaltado que não é
um simples homem,senão como se fôsse Deus,o Vigário de Deus…
“O Papa é como se fôsse Deus na Terra,único soberano dos fiéis…principal Rei de reis,tendo
plenitude de poder,a quem o Deus Omnipotente confiou a direcção do Reino Terrestre,senão
também do Celestial.
“O Papa é de tão grande poder e autoridade que pode modificar ou interpretar até mesmo as
Leis Divinas …
Petrus de Ancharano (1.416),afirma muito claramente que em Consil. 373,nº.3,Veneza:
“O Papa pode modificar a Lei Divina,o seu poder não é de homem,senão de Deus,e êle actua no
lugar de Deus na Terra,com pleno poder de atar e desatar as ovelhas”.
(Extracto de Lucius Ferraris, Prompta Biblioteca,Vol.6,pág.29,artigo”Papa” Veneza,Itália -.1.772.
12- Um Pontífice Papal pronunciou estas palavras blasfemas:”Nós,os Papas,ocupamos nesta Terra o lugar
de Deus Todo-Poderoso”. Papa Leão XIII,na sua Encíclica:”A Reunião da Cristandade” datada de 20 de
Junho de 1.894, em “As Grandes Cartas Encíclicas de Leão XIII,pág.304. Bezing Bros.New York 1.903.
13-O Profeta Daniel dá-nos chaves adicionais pelas quais podemos identificar êste”Homem de pecado”. “Êle
quebrantou os Santos do Altíssimo”.
Como se anunciou na Palavra Profética,a Igreja Católica Romana tem quebrantado ou perseguido os
filhos do Altíssimo,porque recusaram aceitar as doutrinas falsas e os enganos dela.
Citamos as autoridades seguintes,que confirmam esta perseguição:
14- “As ferozes crueldades do Duque de Alba,na Holanda; o martírio sangrento no reinado da Rainha Maria. A
extinção a ferro e fogo da Reforma em Espanha,Itália e em Portugal e na Polónia.O massacre de S. Bartolomeu.
As longas e cruéis perseguições dos Huguenotes e todas as infamias e barbaridades da revogação do Édito de
Nantes,que atirava os seus refugiados para todas as praias da Europa,foram perpetrados pela Roma do Papa.
“As suas vítimas foram inumeráveis.Em Espanha,apenas em Llorente se registou como vítimas da Inquisição
a 31.912 pessoas queimadas vivas. Os lúgubres “Autos da Fé”,como se chamavam em Portugal. E 291.450 dos
assim chamados penitentes forçados a submissão por água e torturas das mais cruéis que mal se podem imaginar.
E todos os aparelhos com os quais os corpos podiam ser esticados sem se fracturarem e os ossos apertados,
sem se quebrarem e os corpos destroçados e,por estranho que pareça,sem que as torturas tão selvagens os
matassem”. H.Grattan Guiness:”Chave do Apocalipse” pág.91-94.Londres -1.899.
Diga-se passagem que a pavorosa Inquisição esteve também em Portugal durante cerca de 300 anos e perderam a vida mais de duas mil pessoas.A sede daquela trágica organização,chamada “Santo Ofício”,esteve
instalada no Rossio em Lisboa,no lugar onde hoje temos o Teatro D .Maria II.Por ironia da História, o Rei
D.João III,que foi chamado o Piedoso,quem aceitou em Portugal a diabólica Inquisição.
15- Calculou-se que o Papa de Roma matou directa o indirectamente,por causa da Fé dos Crentes,cinquenta
milhões de mártires – cinquenta milhões de homens e mulheres – que se recusaram participar nas idolatrias
Romanas,mas que se aferraram à Bíblia,como Palavra de Deus”. (H. Grattan Guiness,no “Vindouro Fim do Século”
quarta edição,Pag.212. 1.880.
16- A hierarquia Papal tem perseguido os dissidentes religiosos e as mãos ensanguentadas dos Inquisidores,
alcançaram os Judeus. Quando a Rainha Isabel de Espanha nomeou o sacerdote Tomás de Torquemada,como
inquisidor principal em 17 de Outubro de 1.483,esta data marcou o início da trágica expulsão dos Judeus Espanhóis,que culminou na sua expulsão daquele País no ano de 1.492. (Veja a Enciclopédia Judaica em Inglês.
Vol.6 pág.590-603,art.”Inquisição”. E art. “Auto da Fé”,Vol.2,pág.338.342).
17- O Profeta Daniel também anunciou que este poder procuraria transtornar e mudar a Lei de Yahweh – Os
Dez Mandamentos. Citamos:
“(O Papa),pensará em mudar os tempos e a Lei (Daniel 7:25).
18-Nenhum outro poder cabe neste quadro Histórico,senão a Igreja Católica Romana.O Papa,tem o único sistema
religioso que pensou mudar a Lei Sagrada,com o fim de criar espaço para a adoração de imagens,a Igreja
Romana,eliminou o Segundo Mandamento,porquanto êste proibe semelhante culto idolátrico.
19- Mas o mais atrevido desafio contra a Autoridade Sagrada,foi a sua atitude de mudar o Sábado Santo de
do Todo-Poderoso. O sistema do Papa instituiu a observância do Domingo – a relíquia do culto do sol – ou
seja Sunday – o dia do sol em inglês.Isto no lugar do Sábado ordenado Celestialmente como Sétimo Dia,o
Eterno Memorial da Criação do nosso Planeta Terra.
A liderança do Papa,além disso,admite abertamente,que é responsável por esta mudança do Sábado para
Domingo. Citamos do “Catecismo da Doutrina Católica” para o convertido,por Peter Geiermann,edição de 1.950,
que recebeu a bênção apostólica do Papa Pio X,em 25 de Janeiro de 1.910.
Pergunta: Qual é o Dia de Repouso?
Resposta: O Sábado.
Pergunta:Porquê observam o Domingo em lugar do Sábado ?
Resposta:Observamos o Domingo em lugar do Sábado,porque a Igreja Católica transferiu a solenidade do
Sábado para o Domingo”.
20- Citamos,agora,outra fonte do Papal:
“Pergunta: Vocês têm alguma outra maneira de provar que a Igreja Católica tem o poder de instituir festas
ou preceitos ?
“Resposta:Se ela não tivesse tal poder,não haveria podido fazer aquilo em que todos os crentes modernos estão
com ela: não haveria podido instituir a observância do Domingo,primeiro dia da semana,em lugar do Sábado”.
(Stephen Keenan-“Catequese Doutrinal” – terceira edição Americana,revisada,pág. 174,em 1.876).
21- As seguintes revelações por parte das autoridades Católicas Romanas,são esclarecedoras:
“Uma pessoa pode ler a Bíblia desde o Génesis até ao Apocalipse e não encontrará uma só linha que autorize a
santificação do Domingo. As Sagradas Escrituras ordenam a observância religiosa do Sábado,um dia que nós
nunca santificamos”. (Cardeal James Guibbons em “A Fé de nossos pais”,edição Santo Nome,pág.89-1.929).
E o jornal “The Catholic Mirror” de 9 de Setembro de 1.891,teve que dizer o seguinte:
“É impossível encontrar no Novo Testamento a mais leve interpretação por parte do Salvador ou dos seus
Apóstolos,contra o Sábado original.Portanto a conclusão é inevitável,isto é,que aqueles que seguem a Bíblia como
seu guia:os Israelitas e os Adventistas do Sétimo Dia têm do seu lado o pêso exclusivo da evidência”.
(O Dia da Reforma Cristã,pág. 8-The Catholic Mirror-Baltimore).
Luis Veuillot a quem o Papa Leão XIII honrou com o título de “O Pai Laico do ano” entre os Católicos Romanos
declarou que quando chegar o tempo em que os homens se apercebam de que o edifício social deve ser reedificado de acordo com as normas Eternas,seja amanhã ou seja daqui a algum tempo,os Católicos arranjarão
as coisas para que se ajustem às ditas normas. Eles tornarão a observância religiosa do Domngo,em favor de
toda de toda a sociedade e para seu bem,revogando a permissão dos pensadores livres e dos Judeus para
celebrar,discretamente,a Segunda Feira ou o Sábado por sua própria conta.Aqueles a quem isto lhes desgoste,
terão que deixar de lado o seu desgosto.
“O respeito não será negado ao Criador,nem o repouso será negado à criatura,simplesmente pelo motivo de
agradar a alguns maníacos,cuja condição frenética os leva estúpida e insolentemente a bloquear a vontade de
todo o povo …
“Numa palavra,a Sociedade Católica,será Católica e os dissidentes,aos quais se tolere conhecer o seu amor,mas
não lhes será permitido perturbar a sua unidade”. (A Ilusão Liberal”,traduzido pelo Dr. George O’Toole,segunda
edição,pág.63,64. 1.939).
22- Na sua Encíclica “Mater et Magistra” (Cristianismo e Programa Social),publicada em Roma a 15 de Maio de
1.961,o Papa João XXIII,chamou a atenção da Humanidade para o preceito do Decálogo sôbre o Sábado em
Êxodo 20:8-11 e disse: A Igreja Católica decretou há muitos séculos que os Cristãos observem este dia de
Repouso no Domingo … E assim,tomando em conta as necessidades da alma e do corpo,exortemos como se
fôsse,com as palavras do próprio Deus,a todos os homens,sejam funcionários públicos ou representantes
administrativos e no trabalho,que observem os Mandamentos do próprio Deus e da Igreja Católica e julguem nas
suas almas que têm uma responsabilidade para com Deus e com a sociedade neste assunto”. (Secção 249-253,
Prensa Paulista,Nova Iorque-1.961).
Por isso,a grande crise para os Judeus e outros que observam fielmente o Sétimo Dia em obediência à Lei de
Yahweh ainda se mantém e aumentará muito mais antes que venha o Messias Yahoshúa na sua Glória para
libertar o Seu Povo,na Sua Segunda Vinda.
23-Para resumir a nossa investigação:o Profeta inspirado anunciou com muitos séculos de antecedência que um
poder religioso trataria de mudar o Decálogo. Encontramos que tal mudança foi efectuada pelo sistema religioso de Roma. Aprendemos também que aquela Igreja Católica Romana confessa que instituiu essa mudança e
que esta substituição é contrária às Sagradas Escrituras,tanto para os Judeus como para os Cristãos.Assim,pelo
testemunho combinado das Escrituras,da História,e dos porta-voz Católico-Romanos,confirmámos que foi o sistema religioso de Roma que abriu uma brecha na Lei imutável de Yahweh Todo-Poderoso.
Como pôde o Profeta Daniel descrever com tanta precisão este poder séculos antes de surgir no cenário
religioso,a menos que que tivesse recebido iluminação Celestial.
24- – Depois de descrever a obra do sistema religioso de Roma,o Profeta continua a falar sôbre o Povo do
Altíssimo e da Sua Lei Eterna:
“… e êles serão entregues na sua mão por um tempo,e tempos,e metade dum tempo”.
(Daniel 7:25,parte final).
Esta parte do Livro de Daniel foi escrito pelo Profeta no idioma Aramaico.A palavra Aramaica para tempo nesta
passagem é “IDÁN”,que significa um ano; o termo “Tempos” é “IDANIM”; que significa dois anos; enquanto a
expressão “e meio tempo” é “UFLAG IDÁN” – meio ano:sendo o total três anos e meio ou quarenta e dois meses.
Na Sagrada Escritura um dia simbólico equivale a um ano literal. Eis aqui um bom exemplo desta regra:
5-“… Porque eu te tenho fixado os anos da sua maldade,conforme o número dos dias,trezentos e
noventa dias:e levarás a maldade da Casa de Israel.
6-“E,quando cumprires êstes,tornar-te-ás a deitar sôbre o teu lado direito,e levarás a maldade da
Casa de Judá quarenta dias;um dia te dei por cada ano”.
(Ezequiel 4:1-6).
Porquanto Israel se rebelou contra Yahweh em Cades,quando os doze espias regressaram depois de 40 dias de
espiar na terra de Canaã,Yahweh disse:
“Segundo o número dos dias que expiastes esta terra,quarenta dias,por cada dia um ano,levareis sôbre vós as vossas iniquidades quarenta anos,e conhecereis o meu apartamento”.
(Núm. 14:34).
Em Daniel cap. 7,estamos considerando estes símbolos: um leão;um urso; um leopardo; e um animal não
descrito e onze pontas que representam alguns poderes terrenos que exercerão autoridade no Mundo.
Isto é,estes animais simbolizam os Impérios de Babilónia,Medo-Pérsia,Grécia, e Roma e os Reinos
Europeus,nos quais se dividiu o Império Romano,incluindo sistema religioso do Papa.
25–A duração da supremacia do Papa seria por um tempo,tempos e meio tempo. (Vers.25,parte final).
A palavra Aramaica que se traduz aqui como “tempo” nessa expressão é”IDAN”, que se emprega em Daniel
4:13,20,22,29,para denotar um período de um ano. (Veja-se “Antiguidades dos Judeus”; Josefo livro 10,cap.10.6
Comentando Daniel 7:25,portanto o Dr.Judah J.Slotki,anotou apropriadamente:”Por conseguinte,os críticos
modernos,traduzem:”um ano,dois anos e meio ano”(Daniel,Esdras,Nehemias,Pág.63,1.966).
26-No parágrafo anterior afirmámos que em 538 E.C.,marcou o começo da supremacia do Papa;portanto essa
data deve ser o princípio dêste período de 1.260 anos.
No seu erudito e fascinante livro “Daniel e Revelação”,Urial Smith,faz um interessante comentário:
“O Édito do Imperador Romano,Justiniano,datado de 533 E.C.,constituiu o Bispo de Roma como cabeça de
tôdas as Igrejas. Mas o Édito não se tornou efectivo enquanto os Ostrogodos Arianos – a última das três pontas
que foram arrancadas para dar lugar ao sistema do Papa – enquanto,dizia,não foram expulsos e isto não se
concretizou,como já se mostrou,senão em 538 E.C. (Página 127)
“O Édito teria ficado sem efeito se não se tivesse concretizado este último facto;portanto,desde este último ano,
devemos começar a contar,visto que este foi o ponto mais antigo em que os santos estiveram realmente nas mãos
de este poder. A partir dêste ponto,teria o sistema religioso do Papa mantido uma supremacia durante 1.260 anos?
Exactamente ! Porque 538-1.260=1.798 e,precisamente,neste ano de 1.798,o General Bertier,comandando um
exército Francês,entrou em Roma,proclamando a República,levou prêso o Papa e infligiu uma ferida mortal no
sistema religioso do Papa…
“A queda do sistema religioso do Papa em 1.798 anos,constituiu a “ferida de morte” …que seria dada a êste
poder,etc.(Pág.145,146,Nashville,Tenn. 1.944).
Em 1.870 os exércitos de Vítor Manuel eliminaram o poder temporal do Papa,no mesmo ano em que o Concílio
Vaticano I, decretou a infalibilidade do Papa quando … êle define uma doutrina concernente à Fé ou à Moral …
Desde então os Papas se encerraram como numa prisão no Vaticano em Roma até à assinatura da Concordata
com a Itália em 1.929,a qual restaurou o “seu domínio ” sôbre a cidade do Vaticano,uma pequena área da cidade
de Roma”. (Pág.146).
27 – As Sagradas Escrituras,no entanto,anunciam que aquela “ferida” sofrida pelo sistema religioso do Papa será
curada. Esta cura, tem estado em progresso nas últimas décadas.
Todo o Mundo foi surpreendido quando em 11 de Fevereiro de 1.929,foi assinada a Concordata
entre o Primeiro Ministro Italiano Benito Mussoline e o Cardeal Pacelli,que mais tarde chegou a ser o Papa Pio XII,
Concordata que restaurou ao Papa de Roma como soberano temporal sôbre a cidade do Vaticano.
Esta Concordata ganhou imediatamente as primeiras páginas dos Jornais de todo o Mundo.
Na sua edição de 12 de Fevereiro de 1.929 -“The San Francisco Chronic”,publicou na sua primeira página uma
fotografia do Cardeal Pacelli e Mussoline,com uma “caixa editorial” sensacional e significativa: “Sarada a ferida
de muitos anos”.
Assim,no editorial de um jornal popular,sem se dar conta,fêz eco das palavras usadas pelo Profeta Bíblico
ao anunciar antecipadamente êste facto histórico.
28 -A brecha aberta na Lei de Yahweh quando a Igreja Católica mudou o Sábado para Domingo,como dia de
repouso semanal,isto se vai reparar e se anunciou muito claramente:
“E os que de ti procederem edificarão os lugares antigamente assolados;e levantarás os fundamentos de geração em geração:e chamar-te-ão reparador das roturas,e restaurador de veredas para morar.
13-Se desviares o teu pé do Sábado,de fazer a tua vontade no Meu Santo Dia,e se chamares ao
Sábado deleitoso,e Santo Dia de Yahweh digno de honra,e o honrares não seguindo os teus
caminhos,nem pretendendo fazer a tua própria vontade,nem falar as tuas próprias palavras,
14-“Então te deleitarás em Yahweh,e te farei cavalgar sôbre as alturas da Terra,e te sustentarei
com a herança de teu pai Jacob;porque a Bôca de Yahweh o disse”.
(Isaías 58:12-14).
29-O Profeta descreve aqui um povo que,em tempos de afastamento geral da norma Celestial da Verdade – os
Dez Mandamentos- estão tratando de restaurar os princípios que são o fundamento do Governo de Yahweh.
Êles são os reparadores da brecha que se abriu na Lei de Yahweh.
Êles hão de permanecer perante um Mundo religioso como reformadores que mostram a Lei de Yahweh como
fundamento de tôda a reforma que prevalece e que o Sábado do Quarto Mandamento há-de permanecer
como o Memorial da Criação,instituído Celestialmente,como sêlo da adoração verdadeira.
30- As Sagradas Escrituras afirmam que antes da Segunda Vinda do Messias Yahoshúa,há-de sair para todo o
lugar uma Mensagem para advertir homens e mulheres em todo o Mundo,contra o avanço desse sistema
religioso apóstata e o seu Dia de Repouso falsificado.
Com o tempo todos terão que escolher entre honrar o Criador Todo-Poderoso e o seu Memorial ou honrar o
sistema religioso do Papa e a sua instituição dominical.
31-Há muitos anos um comboio de passageiros que seguia para a cidade de Nova Iorque,enquanto outro se
deslocava em sentido contrário,provocou um choque frontal. Perderam-se cinquenta vidas.
O maquinista ficou entalado debaixo do motor;perdia sangue pelo nariz e as lágrimas escorriam pelo seu
rosto.Levantou um papel e murmurou,precisamente,antes de ficar inconsciente:”Tomem isto;lhes mostrará
que alguém me deu as ordens equivocadas”.
32- O Todo-Poderoso de Israel,Criador dos Céus e da Terra,deu-nos as ordens correctas,quando nos mandou
“Recordar o Dia do Sábado para o Santificar”.
Todos os que O honram com obediência implícita ao Seu Mandado deSantificar o Sétimo Dia.
Êle também os honrará quando: “E o Reino,e o domínio,e a majestade dos reinos debaixo de todo
o Céu serão dados ao povo dos Santos do Altíssimo: o seu reino será um Reino Eterno,e todos
os domínios o servirão,e lhe obedecerão”.
(Daniel 7:27).
===========================================================
Publicação Menorah
Adaptado,compilado e revisado por Yoel Ben Yisasjar
Publicado pela Assembleia de Yahweh Internacional – AYIN- Porto Rico
Tradução efectuada por Boner Daleoni – Moita – Portugal
Versão Bíblica utilizada nestas citações:
João Ferreira de Almeida,editada em 1.971,pela Sociedade Bíblica do Brasil – Rio de Janeiro

Tags: QUEM MUDOU O DIA REPOUSO PARA O DOMINGO ?

QUEM MUDOU O DIA REPOUSO PARA O DOMINGO ?

1 – Desde o princípio do Mundo tem havido só um verdadeiro Dia de Repouso – O Sábado – Sétimo dia da
semana – desde o pôr do sol de sexta-feira até ao pôr do sol do Sábado.
É o Dia que o Criador Todo-Poderoso Santificou e no qual descansou da Sua Obra da Criação.
É o seguinte:
“Lembra-te do Dia do Sábado,para o Santificar.
9-“Seis dias trabalharás,e farás tôda a tua obra.
10-“Mas o Sétimo Dia é o Sábado de Yahweh teu Todo-Poderoso:não farás nenhuma obra,nem tu.
nem teu filho,nem tua filha,nem o teu servo,nem a tua serva,nem o teu animal,nem o teu
estrangeiro,que está dentro das tuas portas.
11-“Porque em seis dias fêz Yahweh os Céus e a Terra,o mar e tudo que neles há,e ao Sétimo Dia
descansou:portanto abençoou Yahweh o Dia do Sábado,e o santificou”.
(Êxodo 20:8-11).
Não existe a mínima referência em lugar algum na Sagrada Escritura,de que o Sábado haja sido jamais,ou que
alguma vez será,transferido do Sétimo Dia para qualquer outro dia da semana.
2 – No entanto,encontramos actualmente,milhões de professos Crentes na Bíblia,que não observam o Sábado
como Dia Santo,senão que em seu lugar observam o domingo.
3 – No Livro de Daniel anuncia-se o surgimento de um poder religiosoapóstata e se assinala a natureza da
sua obra nefasta – a de fazer uma brecha na Lei Sagrada do Criador.
4 – No capítulo 7 do seu Livro,Daniel descreve uma visão que lhe foi dada por Yahweh,concernente aos
Impérios Mundiais sucessivos que surgiriam entre aquela geração e o “Tempo do Fim”.
No capítulo 2 de Daniel,encontramos estes quatro Impérios simbolizados por quatro partes metálicas
diferentes de uma imagem Profética,enquanto que no capítulo 7,se simbolizam por quatro animais – um
leão,um urso,um leopardo e uma besta indescritível.
5 -Que êsses animais são símbolos de reis e diz-se claramente:-
“Êstes grandes animais,que são quatro reis,que se levantarão da Terra”.
“Disse assim: O quarto animal será o quarto reino na Terra,o qual será diferente de todos os
reinos;e devorará tôda a Terra,e a pisará aos pés.e a fará em pedaços”.
(Daniel 7:17,23).
6 -Todo o estudante de História bem informado sabe que houve precisamente,quatro reinos ou Impérios
Mundiais desde o tempo de Daniel,nem mais nem menos, São os seguintes:Babilónia,Medo-Pérsia,
Grécia e Roma.
Ninguém,senão o Pai do Céu,Yahweh,teria podido dar a Daniel uma Profecia singular que cobre exactamente
milhares de anos de História até aos nossos dias.
7 -Foi no quarto Reino – Roma – no qual o Profeta se interessa de forma particular. Citamos:
Então quis saber a Verdade do quarto animal:
“Então tive desejo de conhecer a verdade a respeito do quarto animal,que era diferente de
todos os outros,muito terrível,cujos dentes eram de ferro,e as suas unhas de metal;que
devorava,fazia em pedaços e pisava a pés o que sobrava”.
(Daniel 7:19).
O Anjo respondeu:
“Disse assim:O quarto animal será o quarto reino na Terra,o qual será diferente de todos os
reinos;e devorará tôda a Terra,e a pisará aos pés,e a fará em pedaços.
“E,quanto às dez pontas,daquele mesmo reino se levantarão dez reis;e depois dêles se
levantará outro,o qual será diferente dos primeiros,e abaterá a três reis”.
(Daniel 7:23,24),
8 -Seguindo esta Profecia,Roma devoraria ou conquistaria,tôda a Terra. Depois se dividiria em dez reinos.
A história,serva da Profecia,confirma este predição,Roma,na verdade,conquistou a maior parte do Mundo
de então,durante séculos,mas entre os anos 351 e 476 E.C.,as tribos bárbaras invadiram a Roma
Ocidental,a partir do Norte e dividiram-se nos dez reinos que continuaram e, a maioria dos quais
permanecem até ao dia de hoje:Os Burgundius – a Suíça. Os Anglo-Xaxões:a Inglaterra. Os Francos:a
França. Os suevos:Portugal.Os Visigodos: Espanha. Os Lombardos: Itália. Os Germanos:a Alemanha. E os
Érulos,os Vândalos e os Ostrogodos,que foram destruídos mais tarde.

9- A Profecia anunciou alguns desenvolvimentos que continuaram a divisão do Império Romano em dez
reinos:
“E,quanto às dez pontas,daquele mesmo reino se levantarão dez reis; e depois deles se
levantará outro,o qual será diferente dos primeiros,e abaterá a três reis”.
(Daniel 7:24).
Por estas palavras,depois da queda do Império Romano surgiria outro poder que seria diferente dos outros
reinos. Em que sentido haveria de ser êsse reino diferente do resto dos outros reinos?
A própria Profecia nos informa: O versículo 25 nos diz,que seria um poder religioso,que pretenderia instituir
leis religiosas contrárias à Lei de Yahweh Todo-Poderoso .Êste quarto reino,portanto,é uma hierarquia religiosa
que exerce tanto o poder político.como o domínio religioso.
Um poder assim,surgiu,exactamente depois da divisão da Roma Ocidental e se conhece na História como o
sistema do Papa ou Igreja Católica Romana.
A Profecia anterior nos informa que este poder haveria de subjugar a três reis.
Antes de que o Papa pudesse adquirir domínio absoluto na esfera religiosa e na política,teve que vencer a
très reis arianos opositores – os Hérulos,em 492 E.C. Os Vândalos,em 1,514. E os Ostrogodos em 538 E.C.
Um decreto importante de Justiniano,publicado em 538 E.C. marca o começo de um longo período de
supremacia do Papa,sobre a qual teremos mais que dizer.
No versículo seguinte,o lápis Profético esboça o verdadeiro carácter e a história da Igreja Católica Romana
10-“E proferirá palavras contra o Altíssimo,e destruirá os Santos do Altíssimo,e cuidará em mudar
os tempos,e a Lei;e êles serão entregues na sua mão por um tempo,e tempos ,e metade
dum tempo”
(Daniel 7:25).
11- Estas palavras tiveram cumprimento no Papa e na Igreja Católica Romana.
O sistema do Papa falou,certamente,muito contra o Altíssimo Todo-Poderoso.
Uma das obras Católicas autorizadas,diz:”O Papa é tão grande em dignidade e tão exaltado que não é
um simples homem,senão como se fôsse Deus,o Vigário de Deus…
“O Papa é como se fôsse Deus na Terra,único soberano dos fiéis…principal Rei de reis,tendo
plenitude de poder,a quem o Deus Omnipotente confiou a direcção do Reino Terrestre,senão
também do Celestial.
“O Papa é de tão grande poder e autoridade que pode modificar ou interpretar até mesmo as
Leis Divinas …
Petrus de Ancharano (1.416),afirma muito claramente que em Consil. 373,nº.3,Veneza:
“O Papa pode modificar a Lei Divina,o seu poder não é de homem,senão de Deus,e êle actua no
lugar de Deus na Terra,com pleno poder de atar e desatar as ovelhas”.
(Extracto de Lucius Ferraris, Prompta Biblioteca,Vol.6,pág.29,artigo”Papa” Veneza,Itália -.1.772.
12- Um Pontífice Papal pronunciou estas palavras blasfemas:”Nós,os Papas,ocupamos nesta Terra o lugar
de Deus Todo-Poderoso”. Papa Leão XIII,na sua Encíclica:”A Reunião da Cristandade” datada de 20 de
Junho de 1.894, em “As Grandes Cartas Encíclicas de Leão XIII,pág.304. Bezing Bros.New York 1.903.
13-O Profeta Daniel dá-nos chaves adicionais pelas quais podemos identificar êste”Homem de pecado”. “Êle
quebrantou os Santos do Altíssimo”.
Como se anunciou na Palavra Profética,a Igreja Católica Romana tem quebrantado ou perseguido os
filhos do Altíssimo,porque recusaram aceitar as doutrinas falsas e os enganos dela.
Citamos as autoridades seguintes,que confirmam esta perseguição:
14- “As ferozes crueldades do Duque de Alba,na Holanda; o martírio sangrento no reinado da Rainha Maria. A
extinção a ferro e fogo da Reforma em Espanha,Itália e em Portugal e na Polónia.O massacre de S. Bartolomeu.
As longas e cruéis perseguições dos Huguenotes e todas as infamias e barbaridades da revogação do Édito de
Nantes,que atirava os seus refugiados para todas as praias da Europa,foram perpetrados pela Roma do Papa.
“As suas vítimas foram inumeráveis.Em Espanha,apenas em Llorente se registou como vítimas da Inquisição
a 31.912 pessoas queimadas vivas. Os lúgubres “Autos da Fé”,como se chamavam em Portugal. E 291.450 dos
assim chamados penitentes forçados a submissão por água e torturas das mais cruéis que mal se podem imaginar.
E todos os aparelhos com os quais os corpos podiam ser esticados sem se fracturarem e os ossos apertados,
sem se quebrarem e os corpos destroçados e,por estranho que pareça,sem que as torturas tão selvagens os
matassem”. H.Grattan Guiness:”Chave do Apocalipse” pág.91-94.Londres -1.899.
Diga-se passagem que a pavorosa Inquisição esteve também em Portugal durante cerca de 300 anos e perderam a vida mais de duas mil pessoas.A sede daquela trágica organização,chamada “Santo Ofício”,esteve
instalada no Rossio em Lisboa,no lugar onde hoje temos o Teatro D .Maria II.Por ironia da História, o Rei
D.João III,que foi chamado o Piedoso,quem aceitou em Portugal a diabólica Inquisição.
15- Calculou-se que o Papa de Roma matou directa o indirectamente,por causa da Fé dos Crentes,cinquenta
milhões de mártires – cinquenta milhões de homens e mulheres – que se recusaram participar nas idolatrias
Romanas,mas que se aferraram à Bíblia,como Palavra de Deus”. (H. Grattan Guiness,no “Vindouro Fim do Século”
quarta edição,Pag.212. 1.880.
16- A hierarquia Papal tem perseguido os dissidentes religiosos e as mãos ensanguentadas dos Inquisidores,
alcançaram os Judeus. Quando a Rainha Isabel de Espanha nomeou o sacerdote Tomás de Torquemada,como
inquisidor principal em 17 de Outubro de 1.483,esta data marcou o início da trágica expulsão dos Judeus Espanhóis,que culminou na sua expulsão daquele País no ano de 1.492. (Veja a Enciclopédia Judaica em Inglês.
Vol.6 pág.590-603,art.”Inquisição”. E art. “Auto da Fé”,Vol.2,pág.338.342).
17- O Profeta Daniel também anunciou que este poder procuraria transtornar e mudar a Lei de Yahweh – Os
Dez Mandamentos. Citamos:
“(O Papa),pensará em mudar os tempos e a Lei (Daniel 7:25).
18-Nenhum outro poder cabe neste quadro Histórico,senão a Igreja Católica Romana.O Papa,tem o único sistema
religioso que pensou mudar a Lei Sagrada,com o fim de criar espaço para a adoração de imagens,a Igreja
Romana,eliminou o Segundo Mandamento,porquanto êste proibe semelhante culto idolátrico.
19- Mas o mais atrevido desafio contra a Autoridade Sagrada,foi a sua atitude de mudar o Sábado Santo de
do Todo-Poderoso. O sistema do Papa instituiu a observância do Domingo – a relíquia do culto do sol – ou
seja Sunday – o dia do sol em inglês.Isto no lugar do Sábado ordenado Celestialmente como Sétimo Dia,o
Eterno Memorial da Criação do nosso Planeta Terra.
A liderança do Papa,além disso,admite abertamente,que é responsável por esta mudança do Sábado para
Domingo. Citamos do “Catecismo da Doutrina Católica” para o convertido,por Peter Geiermann,edição de 1.950,
que recebeu a bênção apostólica do Papa Pio X,em 25 de Janeiro de 1.910.
Pergunta: Qual é o Dia de Repouso?
Resposta: O Sábado.
Pergunta:Porquê observam o Domingo em lugar do Sábado ?
Resposta:Observamos o Domingo em lugar do Sábado,porque a Igreja Católica transferiu a solenidade do
Sábado para o Domingo”.
20- Citamos,agora,outra fonte do Papal:
“Pergunta: Vocês têm alguma outra maneira de provar que a Igreja Católica tem o poder de instituir festas
ou preceitos ?
“Resposta:Se ela não tivesse tal poder,não haveria podido fazer aquilo em que todos os crentes modernos estão
com ela: não haveria podido instituir a observância do Domingo,primeiro dia da semana,em lugar do Sábado”.
(Stephen Keenan-“Catequese Doutrinal” – terceira edição Americana,revisada,pág. 174,em 1.876).
21- As seguintes revelações por parte das autoridades Católicas Romanas,são esclarecedoras:
“Uma pessoa pode ler a Bíblia desde o Génesis até ao Apocalipse e não encontrará uma só linha que autorize a
santificação do Domingo. As Sagradas Escrituras ordenam a observância religiosa do Sábado,um dia que nós
nunca santificamos”. (Cardeal James Guibbons em “A Fé de nossos pais”,edição Santo Nome,pág.89-1.929).
E o jornal “The Catholic Mirror” de 9 de Setembro de 1.891,teve que dizer o seguinte:
“É impossível encontrar no Novo Testamento a mais leve interpretação por parte do Salvador ou dos seus
Apóstolos,contra o Sábado original.Portanto a conclusão é inevitável,isto é,que aqueles que seguem a Bíblia como
seu guia:os Israelitas e os Adventistas do Sétimo Dia têm do seu lado o pêso exclusivo da evidência”.
(O Dia da Reforma Cristã,pág. 8-The Catholic Mirror-Baltimore).
Luis Veuillot a quem o Papa Leão XIII honrou com o título de “O Pai Laico do ano” entre os Católicos Romanos
declarou que quando chegar o tempo em que os homens se apercebam de que o edifício social deve ser reedificado de acordo com as normas Eternas,seja amanhã ou seja daqui a algum tempo,os Católicos arranjarão
as coisas para que se ajustem às ditas normas. Eles tornarão a observância religiosa do Domngo,em favor de
toda de toda a sociedade e para seu bem,revogando a permissão dos pensadores livres e dos Judeus para
celebrar,discretamente,a Segunda Feira ou o Sábado por sua própria conta.Aqueles a quem isto lhes desgoste,
terão que deixar de lado o seu desgosto.
“O respeito não será negado ao Criador,nem o repouso será negado à criatura,simplesmente pelo motivo de
agradar a alguns maníacos,cuja condição frenética os leva estúpida e insolentemente a bloquear a vontade de
todo o povo …
“Numa palavra,a Sociedade Católica,será Católica e os dissidentes,aos quais se tolere conhecer o seu amor,mas
não lhes será permitido perturbar a sua unidade”. (A Ilusão Liberal”,traduzido pelo Dr. George O’Toole,segunda
edição,pág.63,64. 1.939).
22- Na sua Encíclica “Mater et Magistra” (Cristianismo e Programa Social),publicada em Roma a 15 de Maio de
1.961,o Papa João XXIII,chamou a atenção da Humanidade para o preceito do Decálogo sôbre o Sábado em
Êxodo 20:8-11 e disse: A Igreja Católica decretou há muitos séculos que os Cristãos observem este dia de
Repouso no Domingo … E assim,tomando em conta as necessidades da alma e do corpo,exortemos como se
fôsse,com as palavras do próprio Deus,a todos os homens,sejam funcionários públicos ou representantes
administrativos e no trabalho,que observem os Mandamentos do próprio Deus e da Igreja Católica e julguem nas
suas almas que têm uma responsabilidade para com Deus e com a sociedade neste assunto”. (Secção 249-253,
Prensa Paulista,Nova Iorque-1.961).
Por isso,a grande crise para os Judeus e outros que observam fielmente o Sétimo Dia em obediência à Lei de
Yahweh ainda se mantém e aumentará muito mais antes que venha o Messias Yahoshúa na sua Glória para
libertar o Seu Povo,na Sua Segunda Vinda.
23-Para resumir a nossa investigação:o Profeta inspirado anunciou com muitos séculos de antecedência que um
poder religioso trataria de mudar o Decálogo. Encontramos que tal mudança foi efectuada pelo sistema religioso de Roma. Aprendemos também que aquela Igreja Católica Romana confessa que instituiu essa mudança e
que esta substituição é contrária às Sagradas Escrituras,tanto para os Judeus como para os Cristãos.Assim,pelo
testemunho combinado das Escrituras,da História,e dos porta-voz Católico-Romanos,confirmámos que foi o sistema religioso de Roma que abriu uma brecha na Lei imutável de Yahweh Todo-Poderoso.
Como pôde o Profeta Daniel descrever com tanta precisão este poder séculos antes de surgir no cenário
religioso,a menos que que tivesse recebido iluminação Celestial.
24- – Depois de descrever a obra do sistema religioso de Roma,o Profeta continua a falar sôbre o Povo do
Altíssimo e da Sua Lei Eterna:
“… e êles serão entregues na sua mão por um tempo,e tempos,e metade dum tempo”.
(Daniel 7:25,parte final).
Esta parte do Livro de Daniel foi escrito pelo Profeta no idioma Aramaico.A palavra Aramaica para tempo nesta
passagem é “IDÁN”,que significa um ano; o termo “Tempos” é “IDANIM”; que significa dois anos; enquanto a
expressão “e meio tempo” é “UFLAG IDÁN” – meio ano:sendo o total três anos e meio ou quarenta e dois meses.
Na Sagrada Escritura um dia simbólico equivale a um ano literal. Eis aqui um bom exemplo desta regra:
5-“… Porque eu te tenho fixado os anos da sua maldade,conforme o número dos dias,trezentos e
noventa dias:e levarás a maldade da Casa de Israel.
6-“E,quando cumprires êstes,tornar-te-ás a deitar sôbre o teu lado direito,e levarás a maldade da
Casa de Judá quarenta dias;um dia te dei por cada ano”.
(Ezequiel 4:1-6).
Porquanto Israel se rebelou contra Yahweh em Cades,quando os doze espias regressaram depois de 40 dias de
espiar na terra de Canaã,Yahweh disse:
“Segundo o número dos dias que expiastes esta terra,quarenta dias,por cada dia um ano,levareis sôbre vós as vossas iniquidades quarenta anos,e conhecereis o meu apartamento”.
(Núm. 14:34).
Em Daniel cap. 7,estamos considerando estes símbolos: um leão;um urso; um leopardo; e um animal não
descrito e onze pontas que representam alguns poderes terrenos que exercerão autoridade no Mundo.
Isto é,estes animais simbolizam os Impérios de Babilónia,Medo-Pérsia,Grécia, e Roma e os Reinos
Europeus,nos quais se dividiu o Império Romano,incluindo sistema religioso do Papa.
25–A duração da supremacia do Papa seria por um tempo,tempos e meio tempo. (Vers.25,parte final).
A palavra Aramaica que se traduz aqui como “tempo” nessa expressão é”IDAN”, que se emprega em Daniel
4:13,20,22,29,para denotar um período de um ano. (Veja-se “Antiguidades dos Judeus”; Josefo livro 10,cap.10.6
Comentando Daniel 7:25,portanto o Dr.Judah J.Slotki,anotou apropriadamente:”Por conseguinte,os críticos
modernos,traduzem:”um ano,dois anos e meio ano”(Daniel,Esdras,Nehemias,Pág.63,1.966).
26-No parágrafo anterior afirmámos que em 538 E.C.,marcou o começo da supremacia do Papa;portanto essa
data deve ser o princípio dêste período de 1.260 anos.
No seu erudito e fascinante livro “Daniel e Revelação”,Urial Smith,faz um interessante comentário:
“O Édito do Imperador Romano,Justiniano,datado de 533 E.C.,constituiu o Bispo de Roma como cabeça de
tôdas as Igrejas. Mas o Édito não se tornou efectivo enquanto os Ostrogodos Arianos – a última das três pontas
que foram arrancadas para dar lugar ao sistema do Papa – enquanto,dizia,não foram expulsos e isto não se
concretizou,como já se mostrou,senão em 538 E.C. (Página 127)
“O Édito teria ficado sem efeito se não se tivesse concretizado este último facto;portanto,desde este último ano,
devemos começar a contar,visto que este foi o ponto mais antigo em que os santos estiveram realmente nas mãos
de este poder. A partir dêste ponto,teria o sistema religioso do Papa mantido uma supremacia durante 1.260 anos?
Exactamente ! Porque 538-1.260=1.798 e,precisamente,neste ano de 1.798,o General Bertier,comandando um
exército Francês,entrou em Roma,proclamando a República,levou prêso o Papa e infligiu uma ferida mortal no
sistema religioso do Papa…
“A queda do sistema religioso do Papa em 1.798 anos,constituiu a “ferida de morte” …que seria dada a êste
poder,etc.(Pág.145,146,Nashville,Tenn. 1.944).
Em 1.870 os exércitos de Vítor Manuel eliminaram o poder temporal do Papa,no mesmo ano em que o Concílio
Vaticano I, decretou a infalibilidade do Papa quando … êle define uma doutrina concernente à Fé ou à Moral …
Desde então os Papas se encerraram como numa prisão no Vaticano em Roma até à assinatura da Concordata
com a Itália em 1.929,a qual restaurou o “seu domínio ” sôbre a cidade do Vaticano,uma pequena área da cidade
de Roma”. (Pág.146).
27 – As Sagradas Escrituras,no entanto,anunciam que aquela “ferida” sofrida pelo sistema religioso do Papa será
curada. Esta cura, tem estado em progresso nas últimas décadas.
Todo o Mundo foi surpreendido quando em 11 de Fevereiro de 1.929,foi assinada a Concordata
entre o Primeiro Ministro Italiano Benito Mussoline e o Cardeal Pacelli,que mais tarde chegou a ser o Papa Pio XII,
Concordata que restaurou ao Papa de Roma como soberano temporal sôbre a cidade do Vaticano.
Esta Concordata ganhou imediatamente as primeiras páginas dos Jornais de todo o Mundo.
Na sua edição de 12 de Fevereiro de 1.929 -“The San Francisco Chronic”,publicou na sua primeira página uma
fotografia do Cardeal Pacelli e Mussoline,com uma “caixa editorial” sensacional e significativa: “Sarada a ferida
de muitos anos”.
Assim,no editorial de um jornal popular,sem se dar conta,fêz eco das palavras usadas pelo Profeta Bíblico
ao anunciar antecipadamente êste facto histórico.
28 -A brecha aberta na Lei de Yahweh quando a Igreja Católica mudou o Sábado para Domingo,como dia de
repouso semanal,isto se vai reparar e se anunciou muito claramente:
“E os que de ti procederem edificarão os lugares antigamente assolados;e levantarás os fundamentos de geração em geração:e chamar-te-ão reparador das roturas,e restaurador de veredas para morar.
13-Se desviares o teu pé do Sábado,de fazer a tua vontade no Meu Santo Dia,e se chamares ao
Sábado deleitoso,e Santo Dia de Yahweh digno de honra,e o honrares não seguindo os teus
caminhos,nem pretendendo fazer a tua própria vontade,nem falar as tuas próprias palavras,
14-“Então te deleitarás em Yahweh,e te farei cavalgar sôbre as alturas da Terra,e te sustentarei
com a herança de teu pai Jacob;porque a Bôca de Yahweh o disse”.
(Isaías 58:12-14).
29-O Profeta descreve aqui um povo que,em tempos de afastamento geral da norma Celestial da Verdade – os
Dez Mandamentos- estão tratando de restaurar os princípios que são o fundamento do Governo de Yahweh.
Êles são os reparadores da brecha que se abriu na Lei de Yahweh.
Êles hão de permanecer perante um Mundo religioso como reformadores que mostram a Lei de Yahweh como
fundamento de tôda a reforma que prevalece e que o Sábado do Quarto Mandamento há-de permanecer
como o Memorial da Criação,instituído Celestialmente,como sêlo da adoração verdadeira.
30- As Sagradas Escrituras afirmam que antes da Segunda Vinda do Messias Yahoshúa,há-de sair para todo o
lugar uma Mensagem para advertir homens e mulheres em todo o Mundo,contra o avanço desse sistema
religioso apóstata e o seu Dia de Repouso falsificado.
Com o tempo todos terão que escolher entre honrar o Criador Todo-Poderoso e o seu Memorial ou honrar o
sistema religioso do Papa e a sua instituição dominical.
31-Há muitos anos um comboio de passageiros que seguia para a cidade de Nova Iorque,enquanto outro se
deslocava em sentido contrário,provocou um choque frontal. Perderam-se cinquenta vidas.
O maquinista ficou entalado debaixo do motor;perdia sangue pelo nariz e as lágrimas escorriam pelo seu
rosto.Levantou um papel e murmurou,precisamente,antes de ficar inconsciente:”Tomem isto;lhes mostrará
que alguém me deu as ordens equivocadas”.
32- O Todo-Poderoso de Israel,Criador dos Céus e da Terra,deu-nos as ordens correctas,quando nos mandou
“Recordar o Dia do Sábado para o Santificar”.
Todos os que O honram com obediência implícita ao Seu Mandado deSantificar o Sétimo Dia.
Êle também os honrará quando: “E o Reino,e o domínio,e a majestade dos reinos debaixo de todo
o Céu serão dados ao povo dos Santos do Altíssimo: o seu reino será um Reino Eterno,e todos
os domínios o servirão,e lhe obedecerão”.
(Daniel 7:27).
===========================================================
Publicação Menorah
Adaptado,compilado e revisado por Yoel Ben Yisasjar
Publicado pela Assembleia de Yahweh Internacional – AYIN- Porto Rico
Tradução efectuada por Boner Daleoni – Moita – Portugal
Versão Bíblica utilizada nestas citações:
João Ferreira de Almeida,editada em 1.971,pela Sociedade Bíblica do Brasil – Rio de Janeiro

Tags: