Inicio | Temas Bíblicos |Leia a Biblia Leia a Bíblia | Post´s em Espanhol |Doações |Contato pt Portuguese
Esta é a vida eterna: que te conheçam, o único Elohim verdadeiro, e a Yeshua o Messias, a quem enviaste. JOÃO 17:3
faceicon
Resistindo as tempestades da vida
 

Resistindo as tempestades da vida
Mateus 7.24-29; Sl 127.1
Introdução:
Onde você construiria a casa dos seus sonhos?

Esta parábola fala sobre as tempestades a que uma casa está sujeita. Na prática, quais são as “tempestades” que vivemos em nossa casa no dia a dia? Você já passou ou está passando algum tipo de tempestade hoje?
O tema principal é a obediência, as duas casas a sabedoria e a tolice. Como passar por dificuldades e não deixar a casa cair.
O que representa os ventos, chuvas, enxurradas: (Mc 4.37)
Ventos fortes, água agitada são símbolos de tribulações.
TEMPESTADES são situações difíceis a que todas as famílias São suscetíveis: enfermidade, desemprego, problema financeiro, problema de relacionamento, morte, enfim, há várias situações de “tempestades” às quais estamos sujeitos no decorrer da nossa vida.

I- O PRIMEIRO PASSO OUVIR A SUA PALAVRA. ( Mat 7.24a)

A palavra Ouvir aqui significa: Akour: ou seja, ouvir, Entender, aprender. Ou seja, ouvir, entender,
aprender.
Pois a palavra gera a fé, necessária para enfrentar e vencer As tribulações da vida (Rm 10.17).
Ou seja a palavra ouvir aqui significa muito mais que escutar, se queremos vencer as crises e tempestades da vida, devemos aprender a gastar tempo lendo, estudando e escutando a palavra, pois ela gerará um fé inabalável em nossos corações.
Escondi a tua palavra no meu coração, para não pecar contra ti. (Sl 119:11).
Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé. (1Jo 5:4)

O homem que não está preparado para prestar obediência à Palavra de Deus não é capaz nem de ouvi-la corretamente. Por isso as parábolas tornam-se janelas para algumas pessoas e muros para outras.

Onde a Bíblia não tem voz, não devemos ter ouvidos. “John Trapp”

As lutas vem sobre todos os ouvintes, a diferença esta na forma como o ouvinte lida com a revelação da palavra, assim como lidamos como a palavra proferida ditará a vitória ou a derrota.
Veremos primeiro a aquele tipo de ouvinte que não resiste às tempestades da vida.

II- O PERIGO DA INSENSATEZ.
Jesus chama a pessoa que ouve e não põem em pratica de insensato.

Insensatez significa: à falta de senso; aquele é demente; tolo.
Características de alguém que é insensato:
A. É apenas ouvinte. (Tg 1.22).
B. Não deixa a palavra mostrar quem você realmente é. (Tg 1.23,24)

Resultado: não suporta as tempestades da vida, Porque não tem alicerce de obediência. A casa cai.
TODO FUNDAMENTO FORA DE CRISTO É AREIA. EXEMPLOS
1. Religiosidade
2. Prosperidade mundana
3. Prazeres temporários
Ilustração :Coelho
Embora considerado um animal frágil, o coelho constrói sua casa na rocha, e nela se protege de predadores.
Os coelhos são um povo débil; e, contudo, fazem a sua casa na rocha (Pv 30.26).

III- SEJA PRUDENTE. (ROM 2.13; SL 127.1).

Para vencer as crises que sobrevém sobre todos independentes de obedecem ou não. É preciso agir com sabedoria e prudência. A diferença entre o derrotado e o vitorioso esta na obediência a palavra.

Os praticantes da Palavra são os melhores ouvintes. ”Thomas Watson”
Características do homem prudente:

A. O homem prudente ouve e prática. (Tg 1.22)
B. Ele observa atentamente. (Tg 1.25).
C. Não é ouvinte esquecido.
D. Persevera em praticar.

CONCLUSÃO:
Um Casal de brasileiros que sobreviveu ao tsunami conta vivência em livro, Um dia após o Natal de 2004 o mundo assistiu a uma das maiores catástrofes da história. Uma sequência de ondas gigantes arrasou a costa de países da Ásia e da África matando mais de 300 mil pessoas. Enquanto os tsunamis varriam cidades, um casal de brasileiros mergulhava a duas horas da costa, no Sul da Tailândia. Karina Dubeux e Isac Szwarc foram salvos por estar no lugar mais improvável, debaixo d´água.
A história dos dois médicos reumatologistas é daquelas que merece um livro. E ele agora existe. Em Salvos por um mergulho (editora Kalligraphos), Karina conta o drama vivenciado durante a viagem.
DA mesma forma quanto mais profundo estamos alicerçados em Cristo, praticando e obedecendo sua palavra, quanto mais mergulharmos em sua presença menos seremos afetados pelas tempestade da vida.

A Igreja está edificada sobre esta Rocha e assim sabemos que todo aquele que está em Cristo, permanece firmado nesta rocha. Ele é a rocha inabalável sobre a qual depositamos toda a nossa confiança (1 Pe 2.4-10

 

 

 

Escrito por: Cristiano Mascarenhas

Tags: