Inicio | Temas Bíblicos |Leia a Biblia Leia a Bíblia | Post´s em Espanhol |Doações |Contato pt Portuguese
Esta é a vida eterna: que te conheçam, o único Elohim verdadeiro, e a Yeshua o Messias, a quem enviaste. JOÃO 17:3
faceicon
Santidade, Santificação e Santo

Santidade, Santificação e Santo

SANTIDADE, SANTIFICAÇÃO, SANTO.

SANTIDADE

Qualidade de estado do que é SANTO (do latin sanctitate)

SANTIFICAÇÃO

Ato ou afeito de santificar (do latin santificatione)

SANTO

Que vive a lei divina, essencialmente puro; Consagrado a Deus (do latin sanctu)

    Esta palavras implicam uma separação. Os usos desta deste palavras se fundamentam na Santidade do próprio Deus. Ele é Santo de Israel. (2 Rs 19. 22; Sl 71. 22; Is 1.4). E tudo que estiver associado com Santíssimo, tendo sido separado para o seu serviço, adquirem uma relativa Santidade. Estas palavras são também aplicadas: ao 7° dia . (Gn 2. 3; Ne 8. 11); ao lugar da sarça ardente (Ex 3. 5). Ao Tabernáculo (Ex 29. 44); a Arão e seus filhos (Ex 28. 41; Lv 8. 30); Aos seus vestidos (Ex 28. 2); ao óleo da unção (Ex 30. 25); à convocação (Ex 12. 16); ao templo (2Cr 7. 16); etc.

    A esta separação podemos entender como a operação do Espírito Santo dentro do homem (Is 62. 12; Ez 37. 28).

    De acordo com Antigo Testamento, o sistema da lei só permitia acesso limitado a Deus.

    O Novo Testamento não mais impõe regras para purificação, mais invoca a fé e aceitação da obra completa de Jesus.

    Não devemos permitir que nada, além da palavra de Deus, controle ou nos julgue. Nós não somos santos ou ímpios por regulamentos externos, mas de acordo com condição de nosso coração e renúncia as obras da carne e aos prazeres mundanos. (Gl 5.24)

    PERCEBA que, em Cristo, você não está sujeito à Sabedoria ou obras humanas, mais a Deus.

COLOQUE seu pensamento e afeições em Jesus Cristo e construa seu relacionamento com ele.

    Os filhos de Deus são santificados mediante a FÉ (At. 26. 18) união em Cristo na sua morte e ressurreição (Jo15. 4, 10; Rm 6. 1, 11; 1Co 1. 30), pelo sangue de Cristo (1Jo 1. 7, 9), pela palavra (Jo 17. 17), e pelo poder regenerador santificador do Espírito Santo no seu coração (Rm 8. 13; 1Co 6. 11; 1Pe 1. 2; 2Ts 2. 13).

    ALÉM DO TERMO ?Santificar? (1 Ts 5.23). O padrão bíblico da santificação é expresso em termos tais como ?Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento? (Mt 22. 37), ?irrepreensíveis em santidade diante de nosso Deus e Pa?i (1Ts 3. 13)? aperfeiçoando a santificação no temor de Deus?. (2Co 7. 1), ?o amor de um coraçäo puro, e de uma boa consciência, e de uma fé näo fingida?. (1Tm 1. 5), ?sinceros, e sem escándalo algum até ao dia de Cristo?. (Fp 1. 10) ? Libertos do pecados? (Rm 6. 18) ? para servirem à justiça para santificação? (Rm 6. 19), ?guardando seus mandamentos? (1 Jo 3. 22), ?Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo, a nossa fé? (1 Jo 5. 4). Tais termos descrevem a operação do Espírito Santo mediante a salvação em Cristo, pela qual ele nos liberta da escravidão e do, poder do pecado (Rm 6. 1;14), nos separa das práticas pecaminosas deste mundo atual, renova a nossa natureza segundo a imagem de Cristo, produz em nós o fruto do Espírito e nos capacita a viver uma vida santa vitoriosa de dedicação a Deus. (Jo 17. 15; 19. 23; Rm 6. 5, 13, 16, 19; Gl 5. 16, 22 23; 2Co 5.17).

    Não permita que nada diminua, mesmo que ligeiramente, seu louvor, serviço ou de devoção a Deus (1Jo 5. 20,21).

    A SANTIDADE EXIGE QUE VIVAMOS DE ACORDO COM OS PADROES DE DEUS E NÃO DO MUNDO

    A santidade reconhece a seria natureza das parcerias e não entrará nas mesma com aqueles que não forem crentes.

    Planejar uma aliança com não crente, produzirá um jugo desigual e deve ser evitado. Para viver uma aliança feliz , o crente deve se aliar com aqueles cujos ideais e visões centralizam ? se em Jesus Cristo.

    A separação do mal é fundamental para o relacionamento entre Deus e o crente, digo seu povo. Segundo a bíblia, a separação abrange duas dimensões sendo uma negativa e a outra positiva:

  1. a) A separação moral e espiritual do pecado e de tudo quanto é contrario a Jesus Cristo, à palavra de Deus;

  2. b) Acerca-se de Deus em estreita e íntima comunhão, mediante a dedicação, a adoração e o serviço a Ele;

    CONDUZA a si mesmo na sinceridade e na Santidade que vem pela graça de Deus. AFASTA-SE de qualquer sabedoria mundana para qual você possa se inclinar naturalmente (2Co 1. 12). Recuse ?se a entrar em qualquer sociedade ou parceria com não crentes. Viva com pessoa santa (2Co 6. 14, 18).

    CONHEÇA E OBSERVE a necessidade de obediência na vida cristã (2Co 2. 9). Santidade exige mais do que pede nossa total dependência de Deus e das suas provisões. (Os 10. 13). DEPENDA inteiramente do Senhor. REJEITE os frutos enganosos da maldade, a mentira de uma força auto suficiente e sabedoria enganosa..

    Quando corretamente nos separamos do mal, o próprio Deus nos recompensará, acercando-se de nós com sua proteção, sua benção e seu cuidado paternal. Ele promete ser tudo o que um pai deve ser. Ele será nosso conselheiro e guia; Ele nós amará e de nós cuidará como seus próprios filhos.

    A vida santa nos pede para confiar completamente em Deus para sabedoria espiritual, rejeitando a sabedoria do mundo, a santidade devota tempo e energia ao conhecimento de Deus, escolhendo associar-se com os outros crentes ao invés de ser individualmente influenciados pelos valores do mundo.

RECONHEÇA que não existe dinâmica espiritual em simples habilidades humanas. COMPREENDA que Deus usa aquilo que sua presença é ineficaz (1Co 1. 25, 29). RECONHEÇA que a mente natural não pode compreender ou receber do Espírito Santo. Saiba que só os espiritualmente vivos podem discernir a sabedoria espiritual (1 Co 2. 13, 16). LEMBRE ?SE de que os valores terrenos são transitórios e abrace os eternos (1 Co 7. 29, 31). RECONHEÇA que más associações influenciam sua conduta em direção ao mal (1 Co 15. 33).

    Como vemos devemos perceber que a santidade prática não é uma possessão, mas um processo que invoca a submissão continua ao trabalho do Espírito e firmeza continua na fé.

    O trabalho continuo da graça de Deus que envolve: a) O trabalho Santificador do Espírito Santo de Deus b) A nossa continuidade em avançar mediante a crença na verdade. (1 Tm 2. 13)

    A Santificação é uma obra de Deus, com a Cooperação do seu povo (Fp 2. 12, 13,14; 2Co 7. 1). Para cumprir a vontade de Deus quanto à santificação, o crente deve participar da obra santificadora do Espírito Santo, ao cessar de praticar o mal ?Lavai-vos, purificai-vos, tirai a maldade de vossos atos de diante dos meus olhos; cessai de fazer mal? (Is 1. 16). ?Lavai-vos, purificai-vos, tirai a maldade de vossos atos de diante dos meus olhos; cessai de fazer mal? (2Co 7. 1) ?Näo reine, portanto, o pecado em vosso corpo mortal, para lhe obedecerdes em suas concupiscências;

Nem tampouco apresenteis os vossos membros ao pecado por instrumentos de iniqüidade; mas apresentai-vos a Deus, como vivos dentre mortos, e os vossos membros a Deus, como instrumentos de justiça? (Rm 6. 12, 13) ?Porque nós pelo Espírito da fé aguardamos a esperança da justiça; Se vivemos em Espírito, andemos também em Espírito (Gl 5. 16, 25). E ao se guardar da corrupção do (Tg 1. 27; Rm 6. 13; 8. 13; Ef 4. 31; 5. 18; Tg 4. 8).

    Freqüentemente, povo de Deus tem enfrentado problemas pr empregar meio profanos para fins e pr pensar coisa santas de uma maneira profana.

    Os fins não justificam os meios. Uma metodologia profana leva a alianças profanas que podem torna-se a nossa ruína. (Is 8. 19; 30 1. 2; 31. 1, 3).

    A santificação é o resultado do poder da palavra de Deus. Jesus na oração sacerdotal pediu ao Pai: ?santifica ? os na verdade, a tua palavra é a verdade? (Jo 17. 17). A santidade é mais do resultado do esforço humano, portanto, não se baseia unicamente no fazer ou deixar de fazer alguma coisa. É manifestação da Graça de Deus. Aquele que tem Cristo no coração é Santo. Este é o caráter específico da santidade.    

    A Santificação no Antigo testamento foi a vontade de Deus para os Israelitas: Eles tinham de levar uma vida santificada, separada da maneira de viver dos povos a sua volta (Ex 19. 6; Lv 11. 44; 19. 2; 2Cr 29. 5).

    De igual modo a Santificação é um requisito para todo crente em Cristo. As Escrituras declaram que ?sem a santificação ninguém verá o Senhor? (Hb 12. 14).

    De acordo com velho concerto, a santidade chamou Israel para viver distintamente das nações, principalmente nas questões externas da Lei.

    Entretanto, Jesus chama seu povo a uma santidade que vêm do coração.

Agora a Santidade é o resultado da lealdade pessoal a Deus e a realização do comprimento dos atos mais proveitosos originalmente pretendidos para humanidade. RECONHÇA que sua vida tem um efeito positivo ou negativo.

    VIVA com responsabilidade para trazer a glória a Deus. SEJA LEAL a Deus ABANDONE qualquer ambição que comprometa seu compromisso com DEUS.

    RECONHÇA que só Deus tem poder sobre a morte e o inferno TENHA reverencia por Ele. DISCIRNA entre as reivindicações da carne e as de Espírito, Honre o Senhor Criador dos Céus e da Terra, como Autoridade Máxima.

    Ser Santo é ser separado para Deus e do mundo. As pessoas comprometidas com a Santidade de Deus dizem ?Não? as exigências da carne e vivem de acordo com a vontade de Deus.

    A pessoa santa está sempre alerta, mantendo sua mente pura, pronta para sua caminhada com Deus.

    Separe sua vida completamente a Deus, seja Santo como Deus mandou ?Amados, peço-vos, como a peregrinos e forasteiros, que vos abstenhais das concupiscências carnais que combatem contra a alma? (1Pe 1. 15).

    Não viva exclusivamente para seus próprios desejos; Faça a vontade de Deus, ore com dedicação, sabendo que o tempo é curto.

    Deus chama seu povo para OBEDIÊNCIA. Assim como Jesus era completamente obediente à vontade de seu Pai, a Igreja deve ser à Dele

    A obediência deve caracterizar az vida dos santos. Isso significa que eles fazem a vontade de Deus e negam os desejos que os controlavam antes.

    A obediência fiel purifica o povo de Deus. COMPREENDA que fomos escolhidos por Deus e separados pelo Espírito Santo a fim de viver obedientemente para Jesus Cristo (1Pe 1. 2).

    Torne a obediência uma característica sua. Não permita que antigos desejos continuem a moldar ou direcionar a sua vida (1Pe 1. 14), permita que vida obediente purifique sua vida (1Pe 1. 22).

    Um aspecto principal da Santidade é viver uma vida independente do mundo. Jesus ressalta isso dizendo que, em embora vivamos no mundo, não precisamos ser do mundo.

    Cuide para evitar e rejeitar a forma de pensar do mundo. ENTENDA que pensar conforme o mundo levará á sensualidade e impureza (Ef 4.17).

    Evite que as atitudes e o caráter sejam moldados pelo mundanismo circundantes. Nós somos cidadões de outro reino, rejeite qualquer coisa na sua vida que seja diferente das regras do reino de Deus.

Viver no mundo sem compartilhar do espírito do mundo é chamamento cristão. Quando o Espírito de Deus nos revela a verdadeira pobreza espiritual na qual o mundo existe, torna-se mais fácil superar os desejos que tenham nos atrair de volta para essa condição.

    Quando compreendemos a plenitude de nossa herança em Cristo, a oferta do mundo na verdade parece pobre. Quando realmente centralizamos nosso apego em Deus, os desejos da carne são reduzidos como um problema.

    Diferentemente da esposa de Ló, que se lamentou com perda do mundo, devemos nos permitir olhar para frente para gloriosa esperança do amor, vida e luz onde Deus governa eternamente.

    ?Näo ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai näo está nele. Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, näo é do Pai, mas do mundo? (1Jo 2. 15, 16).

    RECONHEÇA que o Ódio pelos significa que você está em trevas (1Jo 2. 9, 11). Não estabeleça suas afeições ou viva em nome de qualquer coisa que: 1° Apele pelos seus apetites carnais; 2° Que apele para sua cobiça ou avareza; 3° Fomente orgulho ou arrogância (1Jo 2. 17).

    Sem que isto acontecido na mente, no corpo na alma e no espírito (1Co 2. 16; Ts 4. 3, 4), não estaremos agradando plenamente ao Senhor.

    De acordo com (1Ts 5. 23), não adianta mudar roupagem. Há muitos que trocam apenas os rótulos. É necessária a morte do velho homem. A serpente, pelo fato de trocar sua pele não deixa de serpente. É preciso extrair o veneno do pecado que está alojado no coração e na alma.

    Isto só é possível através do novo nascimento (Jo 3. 3). Santidade significa andar inteiramente nos caminhos e recursos de Deus e abandonar os caminhos e recursos próprios de ser humano. (Mq 5. 10, 15).

    Jesus declarou: ?Vós estais limpo pela palavra que os vos tenho falado?. (Jo 15. 3). A limpeza do pecado, das impurezas se faz através do poder da palavra. O homem entra em contato com palavra, toma conhecimento de sua situação, dos recursos que Deus coloca à sua disposição e aceita ? o pela fé

    Ocorre, então, o maior de todos os milagres; deixa de viver no estado de pecado e passa a viver no estado de santidade. Torna-se limpo, puro, santo.

    Daí a importância da fidelidade o que diz a palavra. Entenda que Deus irá finalmente arrancar qualquer dependência que nos mostramos pelas coisas que ele não estabeleceu ou caminhos que ele não tenha direcionado. A fé é uma escolha ao invés de uma capacidade. Muitas das promessas de Deus são tão impressionantes que nós somos capazes de compreende-las, muito menos crer inteiramente nelas mais nós sempre a chance de escolher, confiar ou nos comprometemos com sua palavra. (Mq 2. 7; 4. 13; 8. 9).

    A santidade é um compromisso de ver exclusivamente para Deus no caminho que ele (Zc 4. 1,6; 8. 16. 17). Dependa do Espírito Santo para realizar as coisas para as quais Deus lhe chamou para fazer.

    Pratique a honestidade, verdade a integridade, e a justiça em todos os procedimentos interpessoais. Examine o seu coração evite qualquer forma de insinceridade ou hipocrisia. Rejeite o aconselhamento espiritual de qualquer um que não fale de acordo com palavra de Deus.

Por: Cicero Pereira Chaves

Assembléia de Deus Ministerio de Perus – Sp. – Canindé do São Francisco – SE

cpcchaves@bol.com.br

Tags:,