Inicio | Temas Bíblicos |Leia a Biblia Leia a Bíblia | Post´s em Espanhol |Doações |Contato pt Portuguese
Esta é a vida eterna: que te conheçam, o único Elohim verdadeiro, e a Yeshua o Messias, a quem enviaste. JOÃO 17:3
faceicon
ARREPENDIMENTO, UMA MENSAGEM EXTINTA EM MUITOS PÚLPITOS!

“ARREPENDIMENTO, UMA MENSAGEM EXTINTA EM MUITOS PÚLPITOS!”

Marcos: 1. 14,15. Ora, depois que João foi entregue, veio Jesus para a Galiléia pregando o evangelho de Deus e dizendo: O tempo está cumprido, e é chegado o reino de Deus. Arrependei-vos, e crede no evangelho.

Primeiro sermão de Jesus: arrependimento.

Frase que não ficava de fora das pregações de Jesus sempre que ele pregava e ensinava a Escritura anunciando dentro dela o evangelho de Deus, de acordo com Mateus: arrependei-vos. Mateus: 4. 17. Desde então começou Jesus a pregar, e a dizer: Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus.

Assim como João o imersor já o vinha fazendo. Mateus: 3. 1. Naqueles dias apareceu João, o Batista, pregando no deserto da Judéia, 2. dizendo: Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus. 3. Porque este é o anunciado pelo profeta Isaías, que diz: Voz do que clama no deserto; Preparai o caminho do Senhor, endireitai as suas veredas.

Arrependimento verdadeiro sincero mostrado na prática é a condição para o perdão divino (Atos dos Apóstolos: 3. 11. Apegando-se o homem a Pedro e João, todo o povo correu atônito para junto deles, ao pórtico chamado de Salomão. 12. Pedro, vendo isto, disse ao povo: Varões israelitas, por que vos admirais deste homem? Ou, por que fitais os olhos em nós, como se por nosso próprio poder ou piedade o tivéssemos feito andar? 13. O Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó, o Deus de nossos pais, glorificou a seu Servo Jesus, a quem vós entregastes e perante a face de Pilatos negastes, quando este havia resolvido soltá-lo. 14. Mas vós negastes o Santo e Justo, e pedistes que se vos desse um homicida; 15. e matastes o Autor da vida, a quem Deus ressuscitou dentre os mortos, do que nós somos testemunhas. 16. E pela fé em seu nome fez o seu nome fortalecer a este homem que vedes e conheceis; sim, a fé, que vem por ele, deu a este, na presença de todos vós, esta perfeita saúde. 17. Agora, irmãos, eu sei que o fizestes por ignorância, como também as vossas autoridades. 18. Mas Deus assim cumpriu o que já dantes pela boca de todos os seus profetas havia anunciado que o seu Cristo havia de padecer. 19. Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, de sorte que venham os tempos de refrigério, da presença do Senhor) que por sua vez possibilita por meio da fé/emuná/confiança em Deus a salvação de qualquer indivíduo (João: 3. 14. E como Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o Filho do homem seja levantado; 15. para que todo aquele que nele crê tenha a vida eterna. 16. Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. 17. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que julgasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. 18. Quem crê nele não é julgado; mas quem não crê, já está julgado; porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus). Por outro lado, quem sente mero remorso que é uma tristeza passageira (a dita do mundo.

2 Coríntios: 7. 10. A tristeza, conforme o Senhor, não produz remorso, mas sim uma qualidade de arrependimento que conduz à salvação; porém, a tristeza do mundo traz a morte) que dá e passa, de maneira que tal indivíduo ao passar pela mesma situação da qual disse ter se arrependido de ter feito o que fez, fará a mesma coisa novamente sem qualquer intenção de não o fazer, e muito menos sem qualquer esforço para relutar contra tal vontade ou impulso afim de refrea-lo, mostrando assim que não houve de fato arrependimento, e sendo assim, Deus que conhece mentes e corações (Jeremias 17:10

Bíblia King James Atualizada

“Eu, Yahweh, o SENHOR, sondo profundamente o coração e examino a mente dos homens, a fim de entender cada pessoa de acordo com a sua atitude, conforme as suas obras!”

Versão João Ferreira de Almeida Atualizada, diz:

“Eu, o Senhor, esquadrinho a mente, eu provo o coração; e isso para dar a cada um segundo os seus caminhos e segundo o fruto das suas ações.”), sabendo que tais palavras seguidas de lágrimas eram vazias de arrependimento (tristeza que conduz a mudança de comportamento diante de uma mesma situação à qual anteriormente se teve um determinado tipo de comportamento reprovável aos olhos de Deus. Hebreus: 12. 16. e ninguém seja devasso, ou profano como Esaú, que por uma simples refeição vendeu o seu direito de primogenitura. 17. Porque bem sabeis que, querendo ele ainda depois herdar a bênção, foi rejeitado; porque não achou lugar de arrependimento, ainda que o buscou diligentemente com lágrimas) na verdade não liberou o perdão divino para tal indivíduo (pois o arrependimento precede o perdão divino. 2 Crônicas: 7. 14. e se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face, e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei do céu, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra. / Isaías: 55. 7. Deixe o ímpio o seu caminho, e o homem maligno os seus pensamentos; volte-se ao Senhor, que se compadecerá dele; e para o nosso Deus, porque é generoso em perdoar. 8. Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o Senhor. 9. Porque, assim como o céu é mais alto do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos. 10. Porque, assim como a chuva e a neve descem dos céus e para lá não tornam, mas regam a terra, e a fazem produzir e brotar, para que dê semente ao semeador, e pão ao que come, 11. assim será a palavra que sair da minha boca: ela não voltará para mim vazia, antes fará o que me apraz, e prosperará naquilo para que a enviei), e sendo assim, por meio de tal tristeza, tal remorso, tal sentimento passageiro que dá e passa, é impossível obter o perdão divino, e por causa disso, tal sentimento resultará em morte, não a morte que todos estão sujeitos (se referindo a morte que todos os apóstolos e até Jesus experimentaram sendo depositados na sepultura), e sim a morte em se referindo a condenação (da qual Deus por meio do seu Enviado nos livra) que se seguirá após o juízo futuro onde os ímpios e todos os que se consideravam “justos” e “salvos” pela graça aos seus próprios olhos, mas que não se arrependeram de verdade para fazer a vontade do SENHOR, serão lançados no lago de fogo, para destruição eterna e definitiva do corpo e da alma (Mateus: 10. 28. E não temais os que matam o corpo, e não podem matar a alma; temei antes aquele que pode destruir na Geena [Lago de fogo] tanto a alma como o corpo. / como se fosse palha. Mateus: 3. 7. Mas, vendo ele muitos dos fariseus e dos saduceus que vinham ao seu batismo, disse-lhes: Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira vindoura? 8. Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento, 9. e não queirais dizer dentro de vós mesmos: Temos por pai a Abraão; porque eu vos digo que mesmo destas pedras Deus pode suscitar filhos a Abraão. 10. E já está posto o machado à raiz das árvores; toda árvore, pois que não produz bom fruto, é cortada e lançada no fogo. 11. Eu, na verdade, vos batizo em água, na base do arrependimento; mas aquele que vem após mim é mais poderoso do que eu, que nem sou digno de levar-lhe as alparcas; ele vos batizará no Espírito Santo, e em fogo. 12. A sua pá ele tem na mão, e limpará bem a sua eira; recolherá o seu trigo ao celeiro, mas queimará a palha em fogo inextinguível.), pois nenhum destes teve o nome no livro da vida, bem como mantido ou preservado no livro da vida (Apocalipse: 20. 11. E vi um grande trono branco e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiram a terra e o céu; e não foi achado lugar para eles. 12. E vi os mortos, grandes e pequenos, em pé diante do trono; e abriram-se uns livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida; e os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras. 13. O mar entregou os mortos que nele havia; e a morte e o hades entregaram os mortos que neles havia; e foram julgados, cada um segundo as suas obras. 14. E a morte e o hades foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte, o lago de fogo. 15. E todo aquele que não foi achado inscrito no livro da vida, foi lançado no lago de fogo).

Lembre-se:

Efésios: 2. 8. Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus; 9. não vem das obras, para que ninguém se glorie. 10. Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus antes preparou para que andássemos nelas.

Tiago: 2. 1. Meus irmãos, não tenhais a fé de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor da glória, em acepção de pessoas. 2. Porque, se entrar na vossa reunião algum homem com anel de ouro no dedo e com traje esplêndido, e entrar também algum pobre com traje sórdido. 3. e atentardes para o que vem com traje esplêndido e lhe disserdes: Senta-te aqui num lugar de honra; e disserdes ao pobre: Fica em pé, ou senta-te abaixo do escabelo dos meus pés, 4. não fazeis, porventura, distinção entre vós mesmos e não vos tornais juízes movidos de maus pensamentos? 5. Ouvi, meus amados irmãos. Não escolheu Deus os que são pobres quanto ao mundo para fazê-los ricos na fé e herdeiros do reino que prometeu aos que o amam? 6. Mas vós desonrastes o pobre. Porventura não são os ricos os que vos oprimem e os que vos arrastam aos tribunais? 7. Não blasfemam eles o bom nome pelo qual sois chamados? 8. Todavia, se estais cumprindo a lei real segundo a escritura: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo, fazeis bem. 9. Mas se fazeis acepção de pessoas, cometeis pecado, sendo por isso condenados pela lei como transgressores. 10. Pois qualquer que guardar toda a lei, mas tropeçar em um só ponto, tem-se tornado culpado de todos. 11. Porque o mesmo que disse: Não adulterarás, também disse: Não matarás. Ora, se não cometes adultério, mas és homicida, te hás tornado transgressor da lei. 12. Falai de tal maneira e de tal maneira procedei, como havendo de ser julgados pela lei da liberdade. 13. Porque o juízo será sem misericórdia para aquele que não usou de misericórdia; a misericórdia triunfa sobre o juízo. 14. Que proveito há, meus irmãos se alguém disser que tem fé e não tiver obras? Porventura essa fé pode salvá-lo? 15. Se um irmão ou uma irmã estiverem nus e tiverem falta de mantimento cotidiano. 16. e algum de vós lhes disser: Ide em paz, aquentai-vos e fartai-vos; e não lhes derdes as coisas necessárias para o corpo, que proveito há nisso? 17. Assim também a fé, se não tiver obras, é morta em si mesma. 18. Mas dirá alguém: Tu tens fé, e eu tenho obras; mostra-me a tua fé sem as obras, e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras. 19. Crês tu que Deus é um só? Fazes bem; os demônios também o crêem, e estremecem. 20. Mas queres saber, ó homem vão, que a fé sem as obras é estéril? 21. Porventura não foi pelas obras que nosso pai Abraão foi justificado quando ofereceu sobre o altar seu filho Isaque? 22. Vês que a fé cooperou com as suas obras, e que pelas obras a fé foi aperfeiçoada; 23. e se cumpriu a escritura que diz: E creu Abraão em Deus, e isso lhe foi imputado como justiça, e foi chamado amigo de Deus. 24. Vedes então que é pelas obras que o homem é justificado, e não somente pela fé. 25. E de igual modo não foi a meretriz Raabe também justificada pelas obras, quando acolheu os espias, e os fez sair por outro caminho? 26. Porque, assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem obras é morta.

CONCLUSÃO: Lucas: 24. 45. Então lhes abriu o entendimento para compreenderem as Escrituras; 46. e disse-lhes: Assim está escrito que o Cristo padecesse, e ao terceiro dia ressurgisse dentre os mortos; 47. e que em seu nome se pregasse o arrependimento para remissão dos pecados, a todas as nações, começando por Jerusalém. 48. Vós sois testemunhas destas coisas. 49. E eis que sobre vós envio a promessa de meu Pai; ficai porém, na cidade, até que do alto sejais revestidos de poder.

https://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=1037993689585725&id=908236062561489

Tags:, “ARREPENDIMENTO, UMA MENSAGEM EXTINTA EM MUITOS PÚLPITOS!”

“ARREPENDIMENTO, UMA MENSAGEM EXTINTA EM MUITOS PÚLPITOS!”

Marcos: 1. 14,15. Ora, depois que João foi entregue, veio Jesus para a Galiléia pregando o evangelho de Deus e dizendo: O tempo está cumprido, e é chegado o reino de Deus. Arrependei-vos, e crede no evangelho.

Primeiro sermão de Jesus: arrependimento.

Frase que não ficava de fora das pregações de Jesus sempre que ele pregava e ensinava a Escritura anunciando dentro dela o evangelho de Deus, de acordo com Mateus: arrependei-vos. Mateus: 4. 17. Desde então começou Jesus a pregar, e a dizer: Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus.

Assim como João o imersor já o vinha fazendo. Mateus: 3. 1. Naqueles dias apareceu João, o Batista, pregando no deserto da Judéia, 2. dizendo: Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus. 3. Porque este é o anunciado pelo profeta Isaías, que diz: Voz do que clama no deserto; Preparai o caminho do Senhor, endireitai as suas veredas.

Arrependimento verdadeiro sincero mostrado na prática é a condição para o perdão divino (Atos dos Apóstolos: 3. 11. Apegando-se o homem a Pedro e João, todo o povo correu atônito para junto deles, ao pórtico chamado de Salomão. 12. Pedro, vendo isto, disse ao povo: Varões israelitas, por que vos admirais deste homem? Ou, por que fitais os olhos em nós, como se por nosso próprio poder ou piedade o tivéssemos feito andar? 13. O Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó, o Deus de nossos pais, glorificou a seu Servo Jesus, a quem vós entregastes e perante a face de Pilatos negastes, quando este havia resolvido soltá-lo. 14. Mas vós negastes o Santo e Justo, e pedistes que se vos desse um homicida; 15. e matastes o Autor da vida, a quem Deus ressuscitou dentre os mortos, do que nós somos testemunhas. 16. E pela fé em seu nome fez o seu nome fortalecer a este homem que vedes e conheceis; sim, a fé, que vem por ele, deu a este, na presença de todos vós, esta perfeita saúde. 17. Agora, irmãos, eu sei que o fizestes por ignorância, como também as vossas autoridades. 18. Mas Deus assim cumpriu o que já dantes pela boca de todos os seus profetas havia anunciado que o seu Cristo havia de padecer. 19. Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, de sorte que venham os tempos de refrigério, da presença do Senhor) que por sua vez possibilita por meio da fé/emuná/confiança em Deus a salvação de qualquer indivíduo (João: 3. 14. E como Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o Filho do homem seja levantado; 15. para que todo aquele que nele crê tenha a vida eterna. 16. Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. 17. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que julgasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. 18. Quem crê nele não é julgado; mas quem não crê, já está julgado; porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus). Por outro lado, quem sente mero remorso que é uma tristeza passageira (a dita do mundo. 
2 Coríntios: 7. 10. A tristeza, conforme o Senhor, não produz remorso, mas sim uma qualidade de arrependimento que conduz à salvação; porém, a tristeza do mundo traz a morte) que dá e passa, de maneira que tal indivíduo ao passar pela mesma situação da qual disse ter se arrependido de ter feito o que fez, fará a mesma coisa novamente sem qualquer intenção de não o fazer, e muito menos sem qualquer esforço para relutar contra tal vontade ou impulso afim de refrea-lo, mostrando assim que não houve de fato arrependimento, e sendo assim, Deus que conhece mentes e corações (Jeremias 17:10
Bíblia King James Atualizada
“Eu, Yahweh, o SENHOR, sondo profundamente o coração e examino a mente dos homens, a fim de entender cada pessoa de acordo com a sua atitude, conforme as suas obras!”
Versão João Ferreira de Almeida Atualizada, diz:
“Eu, o Senhor, esquadrinho a mente, eu provo o coração; e isso para dar a cada um segundo os seus caminhos e segundo o fruto das suas ações.”), sabendo que tais palavras seguidas de lágrimas eram vazias de arrependimento (tristeza que conduz a mudança de comportamento diante de uma mesma situação à qual anteriormente se teve um determinado tipo de comportamento reprovável aos olhos de Deus. Hebreus: 12. 16. e ninguém seja devasso, ou profano como Esaú, que por uma simples refeição vendeu o seu direito de primogenitura. 17. Porque bem sabeis que, querendo ele ainda depois herdar a bênção, foi rejeitado; porque não achou lugar de arrependimento, ainda que o buscou diligentemente com lágrimas) na verdade não liberou o perdão divino para tal indivíduo (pois o arrependimento precede o perdão divino. 2 Crônicas: 7. 14. e se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face, e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei do céu, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra. / Isaías: 55. 7. Deixe o ímpio o seu caminho, e o homem maligno os seus pensamentos; volte-se ao Senhor, que se compadecerá dele; e para o nosso Deus, porque é generoso em perdoar. 8. Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o Senhor. 9. Porque, assim como o céu é mais alto do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos. 10. Porque, assim como a chuva e a neve descem dos céus e para lá não tornam, mas regam a terra, e a fazem produzir e brotar, para que dê semente ao semeador, e pão ao que come, 11. assim será a palavra que sair da minha boca: ela não voltará para mim vazia, antes fará o que me apraz, e prosperará naquilo para que a enviei), e sendo assim, por meio de tal tristeza, tal remorso, tal sentimento passageiro que dá e passa, é impossível obter o perdão divino, e por causa disso, tal sentimento resultará em morte, não a morte que todos estão sujeitos (se referindo a morte que todos os apóstolos e até Jesus experimentaram sendo depositados na sepultura), e sim a morte em se referindo a condenação (da qual Deus por meio do seu Enviado nos livra) que se seguirá após o juízo futuro onde os ímpios e todos os que se consideravam “justos” e “salvos” pela graça aos seus próprios olhos, mas que não se arrependeram de verdade para fazer a vontade do SENHOR, serão lançados no lago de fogo, para destruição eterna e definitiva do corpo e da alma (Mateus: 10. 28. E não temais os que matam o corpo, e não podem matar a alma; temei antes aquele que pode destruir na Geena [Lago de fogo] tanto a alma como o corpo. / como se fosse palha. Mateus: 3. 7. Mas, vendo ele muitos dos fariseus e dos saduceus que vinham ao seu batismo, disse-lhes: Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira vindoura? 8. Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento, 9. e não queirais dizer dentro de vós mesmos: Temos por pai a Abraão; porque eu vos digo que mesmo destas pedras Deus pode suscitar filhos a Abraão. 10. E já está posto o machado à raiz das árvores; toda árvore, pois que não produz bom fruto, é cortada e lançada no fogo. 11. Eu, na verdade, vos batizo em água, na base do arrependimento; mas aquele que vem após mim é mais poderoso do que eu, que nem sou digno de levar-lhe as alparcas; ele vos batizará no Espírito Santo, e em fogo. 12. A sua pá ele tem na mão, e limpará bem a sua eira; recolherá o seu trigo ao celeiro, mas queimará a palha em fogo inextinguível.), pois nenhum destes teve o nome no livro da vida, bem como mantido ou preservado no livro da vida (Apocalipse: 20. 11. E vi um grande trono branco e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiram a terra e o céu; e não foi achado lugar para eles. 12. E vi os mortos, grandes e pequenos, em pé diante do trono; e abriram-se uns livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida; e os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras. 13. O mar entregou os mortos que nele havia; e a morte e o hades entregaram os mortos que neles havia; e foram julgados, cada um segundo as suas obras. 14. E a morte e o hades foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte, o lago de fogo. 15. E todo aquele que não foi achado inscrito no livro da vida, foi lançado no lago de fogo).

Lembre-se:
Efésios: 2. 8. Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus; 9. não vem das obras, para que ninguém se glorie. 10. Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus antes preparou para que andássemos nelas.

Tiago: 2. 1. Meus irmãos, não tenhais a fé de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor da glória, em acepção de pessoas. 2. Porque, se entrar na vossa reunião algum homem com anel de ouro no dedo e com traje esplêndido, e entrar também algum pobre com traje sórdido. 3. e atentardes para o que vem com traje esplêndido e lhe disserdes: Senta-te aqui num lugar de honra; e disserdes ao pobre: Fica em pé, ou senta-te abaixo do escabelo dos meus pés, 4. não fazeis, porventura, distinção entre vós mesmos e não vos tornais juízes movidos de maus pensamentos? 5. Ouvi, meus amados irmãos. Não escolheu Deus os que são pobres quanto ao mundo para fazê-los ricos na fé e herdeiros do reino que prometeu aos que o amam? 6. Mas vós desonrastes o pobre. Porventura não são os ricos os que vos oprimem e os que vos arrastam aos tribunais? 7. Não blasfemam eles o bom nome pelo qual sois chamados? 8. Todavia, se estais cumprindo a lei real segundo a escritura: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo, fazeis bem. 9. Mas se fazeis acepção de pessoas, cometeis pecado, sendo por isso condenados pela lei como transgressores. 10. Pois qualquer que guardar toda a lei, mas tropeçar em um só ponto, tem-se tornado culpado de todos. 11. Porque o mesmo que disse: Não adulterarás, também disse: Não matarás. Ora, se não cometes adultério, mas és homicida, te hás tornado transgressor da lei. 12. Falai de tal maneira e de tal maneira procedei, como havendo de ser julgados pela lei da liberdade. 13. Porque o juízo será sem misericórdia para aquele que não usou de misericórdia; a misericórdia triunfa sobre o juízo. 14. Que proveito há, meus irmãos se alguém disser que tem fé e não tiver obras? Porventura essa fé pode salvá-lo? 15. Se um irmão ou uma irmã estiverem nus e tiverem falta de mantimento cotidiano. 16. e algum de vós lhes disser: Ide em paz, aquentai-vos e fartai-vos; e não lhes derdes as coisas necessárias para o corpo, que proveito há nisso? 17. Assim também a fé, se não tiver obras, é morta em si mesma. 18. Mas dirá alguém: Tu tens fé, e eu tenho obras; mostra-me a tua fé sem as obras, e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras. 19. Crês tu que Deus é um só? Fazes bem; os demônios também o crêem, e estremecem. 20. Mas queres saber, ó homem vão, que a fé sem as obras é estéril? 21. Porventura não foi pelas obras que nosso pai Abraão foi justificado quando ofereceu sobre o altar seu filho Isaque? 22. Vês que a fé cooperou com as suas obras, e que pelas obras a fé foi aperfeiçoada; 23. e se cumpriu a escritura que diz: E creu Abraão em Deus, e isso lhe foi imputado como justiça, e foi chamado amigo de Deus. 24. Vedes então que é pelas obras que o homem é justificado, e não somente pela fé. 25. E de igual modo não foi a meretriz Raabe também justificada pelas obras, quando acolheu os espias, e os fez sair por outro caminho? 26. Porque, assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem obras é morta.

CONCLUSÃO: Lucas: 24. 45. Então lhes abriu o entendimento para compreenderem as Escrituras; 46. e disse-lhes: Assim está escrito que o Cristo padecesse, e ao terceiro dia ressurgisse dentre os mortos; 47. e que em seu nome se pregasse o arrependimento para remissão dos pecados, a todas as nações, começando por Jerusalém. 48. Vós sois testemunhas destas coisas. 49. E eis que sobre vós envio a promessa de meu Pai; ficai porém, na cidade, até que do alto sejais revestidos de poder.

Parte superior do formulário

https://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=1037993689585725&id=908236062561489

Tags:,