Inicio | Temas Bíblicos |Leia a Biblia Leia a Bíblia | Post´s em Espanhol |Doações |Contato pt Portuguese
Esta é a vida eterna: que te conheçam, o único Elohim verdadeiro, e a Yeshua o Messias, a quem enviaste. JOÃO 17:3
faceicon
Yeshayáhu 53 … De quem está falando o Profeta de D’us?

Yeshayáhu 53 … De quem está falando o Profeta de D’us?

יְשָעיָהוּ הַנָּבִיא פרק.נ״ג מִיהוּ

Yeshayáhu  53 …    De quem está falando o Profeta de D’us?

Os Rabinos de hoje, seguem a instrução dos rabanim (mestres) desde o período da Destruição do Beyt haMikdásh sheni (o II Templo), ano 70 e.c . Este é o período em que passou a ser  formulado o Talmud Yerushalmí (Talmud de Jerusalém) e Talmud Bavlí (Talmud da Babilônia) e havia nesse contexto a crescente propagação da Mensagem do Rab.Yeshua ben Yossef, haNatsrí (Rabi Jesus filho de José, o Nazareno).

 Este que já haviam-no proclamado como Mashiach (Messias) décadas atrás. Sim de fato aquele foi um tempo muito conturbado pois era um momento profético, baseado nos escritos dos profétas tais como:  Daniel, Yeshayáhu (Isaias), Yremyáhu (Jeremias), Zacharyáhu (Zacarias) e outros. Pois eles profetizaram o tempo aproximado da chegada do Mashiach (Messias).

 O que poderíamos falar do profeta Daniel que pela revelação que recebera de D’us por  Gavriel haMalach (anjo Gabriel), que traçava o tempo contado das semanas de anos para a chegada do Ungido, do Mashiach (Messias), veja o texto que diz:

״שבעים שבעים נחתך על־עמך ועל־עיר קדשך לכלא הפשע ולחתם חטאות ולכפר עון ולהביא צדק עלמים ולחתם חזון ונביא ולמשח קדש קדשים: ותדע ותשכל מן־מצא דבר להשיב ולבנות ירושלים עד־משיח נגיד שבעים שבעה ושבעים ששים ושנים

תשוב ונבנתה רחוב וחרוץ ובצוק העתים׃…״

“Setenta semanas estão determinadas sobre o teu povo e sobre a tua santa cidade, para cessar a transgressão, e para dar fim aos pecados, e para expiar a iniquidade, e trazer a justiça eterna, e selar a visão e a profecia e para ungir o Santo dos santos. Sabe e entende, desde a saída da ordem para restaurar e para edificar Yerushaláim, até o Ungido – Mashiach (Messias), o príncipe, haverá sete semanas e sessenta e duas semanas; as ruas e o muro se reedificarão, mas em tempos angustiosos.”  Dn.9:24,25.;26…

Desta forma ficou entendido para aquele contexto que haveria uma contagem de anos até chegar o Ungido, veja ainda:

״ואחרי השבעים ששים ושנים יכרת משיח ואין לו והעיר והקדש ישחית עם נגיד הבא וקצו בשתף ועד קץ מלחמה נחרצת שממות׃״

“E depois das sessenta e duas semanas será cortado o Mashiach (Messias), mas não para si mesmo; e o povo do príncipe que há de vir, destruirá a cidade e o Santuário, e o seu fim será como uma inundação; e até ao fim haverá guerra; estão determinadas assolações.”

Esperava-se a chegada do Mashiach (Messias) para aquele tempo, e aconteceu como D’us falara por meio de seus santos profetas. Surge naquele cenário o jovem rab. Yeshua ben Yossef  (Rab.Jesus filho de José) pregando as verdades da Torá (Lei de D’us), a Palavra da vida, pregando a Teshuvá (Arrependimento) e o retorno à D’us e seus santos e justos caminhos. Realizava milagres não de si mesmo, curas extraordinárias a qual nenhum rabino havia realizado em toda a história da nação. Até mortos ele ressuscitou no tempo de seu ministério e serviço. Tudo isso por que ele foi ungido com o Ruach haKódesh (Espírito Santo) em sua forma plena, como disse o profeta  Yershayáhu (Isaias):

״רוח אדני יהוה עלי יען משח יהוה אתי לבשר ענוים שלחני לחבש לנשברי־לב לקרא לשבוים דרור ולאסורים פקח־קוח׃״

“O Espírito de Adonay o Eterno está sobre mim; Porque o Eterno me ungiu para anunciar boas novas aos mansos; enviou-me a restaurar os contritos de coração, proclamar liberdade aos cativos, e a abertura de prisão aos presos.”   Is.61:1

Pois bem…. dentre tantas referências proféticas as discussões rabínicas vem influenciando a opinião das comunidades judaicas do mundo. Baseados no Talmud de Jerusalém que mostra Yeshua (Jesus) como um Mamzer (Bastardo), um idólatra, um falso messias, um disseminador de heresias que foi julgado pelo Sanhédrin (Sinédrio) e foi enforcado no madeiro, tal como três de seus discípulos. Também interpreta Yeshayáhu (Isaias) 53 como Israel no cativeiro e não atribui ao Mashiach (Messias).

Porém, não era assim no Passado e até mesmo naquele período de tempo, pois os rabanim (mestres) tinham uma opinião diferente, eles interpretavam que Yeshayahu (Isaias) 53 conforme já diziam os sábios do Talmud Bavlí (Talmud Babilônico) que era aplicado ao Messias sofredor. Veja então alguns destes sábios, seus ditos a esse respeito e suas referências:

Yeshayahu (Is) 53    –    ישעיהו

A interpretação rabínica moderna fala que Isaías 53 refere se a Israel, mas isto não é o que os Rabinos antigos pensavam, pois os mesmos interpretavam Isaias 53 como sendo o Messias.

O  Rabino Moses Alschech (1508-1600) diz:

Nossos sábios Rabinos com uma só voz aceitam e afirmam em comum opinião que o profeta discursa sobre o Messias, e nós devemos aderir ao mesmo ponto de vista.

Rav Abravanel (1437-1508) disse:

Esta é também a opinião de nossos próprios homens instruídos na maioria de seus “Midrashim.” (discursos rabínicos) Rabino Yafet Ben Ali (segunda metade do 10o século): Quanto a mim, eu vou considerá-lo como aludindo ao Messias.

Rav Abraham Farissol (1451 – 1526) diz:

Neste capítulo parece haver umas semelhanças e umas alusões consideráveis ao ministério do Messias “cristão” e aos eventos que são aplicados para ter acontecido com ele, de modo que nenhuma outra profecia deva ser encontrada o aplica tão bem e o assunto de que pode assim imediatamente lhe ser conferido.

“Targum Yonathan (4o século) dá a introdução em Isa. 52:13:  “Eis, meu servo o Messias…

“Gersonides (1288-1344) em Deut. 18:18:   “De fato o Messias é tal profeta, pois se indica no Midrash no verso, “Eis, meu Servo…” (Isa. 52:13).

“Midrash Tanchuma :  “Foi exaltado acima de Abraham, exaltado acima de Moshe, e ainda mais exaltado do que os Arcanjos” (Isa.52: 13).

Yalkut Schimeoni (atribuído ao Rabbi Simeon Kara, ao 12o século) diz:  “Em Zacarias.4:7: (O rei Messias) é maior que os patriarcas, porque é dito, “Eis que o meu servo procederá com prudência; será exaltado, e elevado, e mui sublime.(Isa. 52:13).

“Maimônides (1135-12O4) escreveu ao Rabbi Jacob Alfajumi:

“Do mesmo modo está em Isaías que (Messias) apareceria sem reconhecer um pai ou uma mãe”:  ” Pois foi crescendo como renovo perante ele, e como raiz que sai duma terra seca;… (Isa.53: 2). “

Tanchuma: O Rabino Nachman diz:

A Palavra HOMEM na passagem, um homem que seja cabeça da casa de seu pai. (Num.1, 4), alude ao Messias, o filho de David, porque está escrito, “Eis o homem cujo nome é Tzemach (renovo)”.

Onde no Targun Yonathan interpreta, “Eis o homem o Messias” (Zacarias. 6:12); e assim é dito: homem de dores, e experimentado nos sofrimentos; e, como um de quem os homens escondiam o rosto, era desprezado, e não fizemos dele caso algum (Isa.53: 3).

“Talmud Sanhedrin (98b):

“Messias… qual é seu nome? Os Rabinos dizem, “leproso”; aquele da casa de estudo. (RabinoYehuda Hanassi, o autor do Mishná, 135-200): seus alunos disseram o nome do Messias é “Cholácha” (o enfermo), porque diz; “certamente carregou nossas enfermidades…” (Isa.53,4).

 “Pesiqta Rabbati (ca.845) sobre Isa. 61,10:

O “mundo dos Patriarcas”, um dia no mês de Nisan, levantarão e dirão (ao Messias): ‘Efraim, nosso Justo Ungido, embora nós sejamos seus avós, contudo você é maior do que nós, porque você  carregou os pecados de nossos filhos, porque diz: ‘Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e carregou com as nossas dores; e nós o reputávamos por aflito, ferido de D’us, e oprimido’ ‘Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e esmagado por causa das nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados’  (Isa.53, 4-5).

Rabino Shmeon Ben Yochai (2° Século), Zohar. parte II página 212a e III página 218a, Amsterdã Ed.):

Há no jardim de Éden um palácio chamado: ‘O palácio dos filhos da enfermidade, este é palácio que o Messias entra, e chama sobre si cada doença, cada dor, e cada castigo de Israel: então todos vêm e caem sobre Ele. E assim tirou o peso de Israel, e os levou sobre si mesmo. Não havia nenhum homem capaz de carregar a punição de Israel por causa da transgressão da lei; este é aquele do que é escrito, Verdadeiramente ele tomou sobre si (Isa.53, 4). – Enquanto lhe dizem (o Messias) da miséria de Israel em seu cativeiro, e daqueles infiéis entre eles que não atenderam em conhecer seu Senhor, Ele (o Senhor deles o Messias) levanta sua voz e chora para pelas iniquidades e infidelidades deles; e assim escreve-se, “ele foi ferido por causa de nossas transgressões”  (Isa.53,5).

Midrash (em Ruth 2.14): É discurso do rei Messias – ‘venha em direção’, isto é próximo ao trono; “coma do pão”, isto é o pão do Reino. ‘Isto alude a (pão da) aflição, enquanto é dito, “mas foi ferido por causa de nossas transgressões, afligido por causa nossos iniquidades” (Isa.53,5).

Disse o  Rabino Elias de Vidas (Século 16):

“O significado de ‘foi ferido por causa de nossas transgressões, afligido por causa de nossas iniquidades’ é, desde que o Messias carrega nossas iniquidades que produzem suas aflições, conseqüentemente aqueles que não admitem que o Messias sofra por nossas iniquidades, então devem eles mesmos sofrer pelas deles.”

Siprei: O Rabino Yose Galileu disse: vem aprender os méritos do Rei Messias e a recompensa do justo – Considere quantas mortes levou sobre si, de sua própria geração, e sobre daquelas que os seguiram, até o fim de todas as gerações. Qual atributo é maior, o atributo da bondade, ou o atributo da vingança? ‘- Respondeu, ‘o atributo da bondade é maior, e o atributo da vingança é menor. ‘ – ‘ quanto mais então, o Rei Messias, que resiste as aflições e as dores por causa de nossas transgressões (pois se escreve, ‘foi ferido…), justificam todas as gerações. Este é o significado da palavra, mas Adonay   fez cair sobre ele a iniquidade de todos nós. (Isa.53:6).

“O Rabino Eleazer Kalir (Século 9) escreveu a seguinte oração de Musaf (do sidur):

“Nosso Messias o justo partiu de nós. O Horror apreendeu-nos e nós não temos ninguém para justificar-nos. Carregou nossas transgressões e culpa de nossas iniquidades, e foi ferido por causa de nossas transgressões. Suportou nossos pecados em cima de seus ombros para que nós possamos encontrar o perdão para nossas iniquidades. Nós seremos curados por suas feridas, quando o  ETERNO o recriar em uma nova criatura. E trazê-lo ao círculo da terra, levantá-lo de Seir, para que nós possamos o ouvir pela segunda vez.

“Musaf – sãos as orações de acréscimos no sidur, o livro de orações e louvores judaicos usados nas sinagogas.

Seir – se refere ao lugar onde Esaú foi.

Esaú (que é chamado também de Edom) na literatura Talmúdica alude ao cristianismo.

Rabino Moshé, “o Pregador” (século 11) escreveu em seu comentário sobre Genesis (página 660):

No principio D-us fez uma aliança com o Messias e disse ao Messias: ‘meu Messias o Justo, aqueles que confiarem em você, seus pecados, trarão sobre você um fardo muito pesado pra você suportar, e Ele (o messias ) respondeu: ‘eu aceito contente todas estas agonias em ordem que nenhum só de Israel seja perdido. ‘Imediatamente, o Messias aceitou todas as agonias com amor, como se escreve: ‘foi oprimido e aflito’.

Pesíqta (sobre Isa.61:10): Grandes opressões foram colocadas em cima de você, como diz: Pela opressão e pelo juízo foi levado e quem dentre os da sua geração considerou que ele fora cortado da terra dos viventes, ferido por causa da transgressão do meu povo? (Isa.53: 8), como ele dizem: mas Adonay fez cair sobre ele a iniquidade de todos nós.’  (Isa.53: 6).

“Hinei Tzémach Shmô Eis que se chamará Renovo Zechariah 6:11-12 .

Rabi. Joshua ben Levi diz : o nome do Mashiach é Tzémach…Talmud Brachot Cap. 2 Halachá 4No Midrash Mishlei, o Rabino Huna fala dos “sete” nomes do Messias, tirado tambem de Isaias 9:5 .

Rebbe Rabi Menachem Mendel Schneerson É preciso lhes dizer que a verdadeira e perfeita Redenção depende inteiramente de nós; pois se nós, judeus, voltarmos a D’us com um sincero arrependimento, seremos imediatamente redimidos pelo nosso justo Mashiach (Messias).

……………………………………………………………………………….Yevarechechá Hashem!!!

………………………………………………………………………  רב.יוסף ברוך

………………………………………………………………………..Yossef Baruch…

http://www.sinagogabmk.com.br/2015/05/yeshayahu-53-de-quem-esta-falando-o.html

Tags: