Pix.: 22992540111 (Qualquer ajuda é bem Vinda. Gratidão)
Inicio | Temas Bíblicos |Leia a Biblia Leia a Bíblia | Post´s em Espanhol |Doações |Contato pt Portuguese
Esta é a vida eterna: que te conheçam, o único Elohim verdadeiro, e a Yeshua o Messias, a quem enviaste. JOÃO 17:3
faceicon
A DIACONISA

A DIACONISA

Essa lorota de que Febe (Romanos 16:1) foi uma diaconisa na igreja primitiva é amplamente propalada pelos pastores modernos, pois “um abismo chama outro abismo” e, assim, foi criado o cargo de pastora em suas igrejas. Predominando no pentecostalismo, o cargo foi também criado nas igrejas tradicionais e, em breve, se o Senhor não voltar, as pastoras e diaconisas vão ultrapassar o número de pastores e diáconos.
Não estou afirmando que a mulher seja inferior ao homem, mas sou contra mulher exercendo o diaconato e o pastorado. Paulo deixa isso muito claro na 1 Coríntios 14:34-35: “As vossas mulheres estejam caladas nas igrejas… é vergonhoso que as mulheres falem na igreja”. Ele está falando do assunto das línguas, mas hoje as “pastoras” e as “diaconisas” são as que mais “enrolam” a língua nos cultos evangélicos, inclusive uma “diaconisa” sobre quem vou falar.
Ela é a pessoa mais sem caráter que já existiu neste mundo e só não se tornou pastora porque não conhece coisa alguma da Bíblia e, também porque, somente depois que ficou viúva de um marido coerente é que ela começou a exercer esse cargo (diaconisa?), numa igreja onde o pastor virou “apóstolo”. Conheço bem a sua história:
Primeiro, porque no tempo em que eu era microempresária, essa futura “diaconisa” costumava comprar meus cosméticos para revender, triplicava o valor do preço faturado, mas nunca se lembrava de me pagar. Na terceira vez em que ela sonegou o pagamento de um pedido, coloquei a duplicata no cartório e ela ficou furiosa, tendo escrito uma carta circular caluniando-me da maneira mais vil entre os membros da família… xxx
Segundo, porque sua irmã é uma de minhas melhores amigas, uma crente sincera, cujo caráter é exatamente o oposto do caráter da “diaconisa” e tem dado-me sempre um bom relatório das mutretagens da espertalhona.
A mãe das duas faleceu em 2005 e deixou três imóveis xxx que deveriam ser vendidos, para que o valor dos mesmos fosse dividido entre os cinco herdeiros. A casa em que a mãe vivia foi desocupada e vendida. Os cinco herdeiros herdaram sua parte, inclusive a “diaconisa”. Os dois apartamentos que restaram estão ocupados por duas filhas da falecida, exatamente as duas que nunca trabalharam. Uma é viúva (a “diaconisa”) e a outra é divorciada. Elas se aboletaram nos imóveis, enquanto a mãe era viva, e nunca mais saíram.
A divorciada é uma dona de casa sustentada pelos filhos, pois o marido sumiu. Mas, a viúva (a “diaconisa”) recebe uma gorda pensão do marido falecido, o qual se aposentou como gerente de um banco importante. Com os 3/5 que iria receber do total dos valores imobiliários, que dariam uns 40 mil, ela bem poderia comprar um pequeno apartamento e ali viver honesta e tranquilamente pelo resto da vida.
Mas, até hoje, ela não desocupou o imóvel e jura que não vai sair, alegando que mora no mesmo há 18 anos. O apartamento fica num condomínio de luxo, o que alimenta o seu EGO, pois ela sempre teve mania de grandeza. O que lhe falta em caráter sobra em astúcia e megalomania… xxx
Lembro-me que certa vez ela veio ao RJ (gosta muito de viajar à custa das duas filhas classe média alta) e me visitou, tendo ficado chocada com a simplicidade do meu apartamento de 50 metros quadrados, pois o imóvel do qual ela se apossou tem o dobro da área e muito luxo. Ela não consegue entender como eu, tendo trabalhado dos 20 até os 65 anos de idade, posso viver de maneira tão modesta. Ela não entende que a verdadeira felicidade não se encontra nos bens materiais, nem no fato de ser “esperta”, procurando sempre tirar vantagem do próximo, pois desconhece totalmente Gálatas 5:14. Ela se acha muito santa porque entrega fielmente o Dízimo de sua gorda pensão à igreja onde congrega, desconhecendo Gálatas 3:10 e esquecendo totalmente o mandamento de Paulo em Romanos 13:8.
A esperança de sua irmã, inventariante dos bens maternos e vítima dos seus caprichos megalomaníacos, é que um dia a “diaconisa” se converta; que o Espírito de Deus possa corrigir o seu péssimo caráter e ela deixe de usufruir dos bens que pertencem aos irmãos de sangue, principalmente os que trabalharam a vida inteira e chegaram à velhice, vivendo modestamente, embora, com muita dignidade!
Irmãos, vamos orar pela conversão da “diaconisa”, cujo nome é ODETE. Se ela não nascer de novo, não poderá ver o reino de Deus, pois na hora do julgamento ela não vai poder bancar a esperta, nem ludibriar o Supremo Juiz dos vivos e dos mortos. xxx
Mary Schultze, 10/12/2007.
By adalbertoribeiro January 1, 2013

Tags: